Jardins de Capability Brown para se hospedar

21 March 2016

Luton Hoo, Bedfordshire, sudeste da Inglaterra

Essa mansão do século 18 é um hotel cinco-estrelas, situado em mais de 400 hectares, incluindo jardins formais, parque natural magnífico, prados, bosques, lagos, rios e trilhas naturais. Explore quando e como desejar e retorne ao luxuoso hotel para um mergulho na piscina do spa com vista para o bosque, ou quem sabe para uma rodada de golfe no campo de campeonato com 18 buracos e 73 tacadas. Em seguida, desfrute de um jantar formal no restaurante Wernher, premiado com duas rosetas.www.lutonhoo.co.uk

Chatsworth, Derbyshire, região central da Inglaterra

Chatsworth é uma das maiores preciosidades da Inglaterra quando se trata de residência e jardins. Hospede-se em um dos chalés da propriedade: The Tower fica a mais de 1,200 metros acima da Residência Chatsworth e oferece vista panorâmica do magnífico parque natural de Capability Brown, ou o romântico chalé suíço de Joseph Paxton, com seu jardim particular. Dá até para contratar um chefe de cozinha particular! A hospedagem dá acesso ao jardim, famoso por sua fonte de 61 metros, o jardim ornamental com pedras, as estufas remanescentes de Joseph Paxton e esculturas contemporâneas. www.chatsworth.org

Longleat, Wiltshire, oeste da Inglaterra

A mansão Longleat remonta a 1580 e fica em 364 hectares de parque natural. É uma boa opção para quem deseja se hospedar em meio ao paisagismo de Capability Brown. O alojamento tem vista para a mansão elisabetana, com jardim pitoresco e seu próprio poço dos desejos, ao passo que o Chalé Gunville é rodeado por floresta, com seu próprio pátio ajardinado. Mas não vá embora se ouvir o ruído distante dos leões:há um zoológico com animais selvagens nas proximidades! "www.longleat.co.uk

Weston Park, Staffordshire, região central da Inglaterra

Acorde com uma vista espetacular dos jardins formais, do parque natural do século 18 de Capability Brown ou do Templo de Diana hospedando-se em um dos 28 quartos luxuosos de Weston Park. Reserve tempo para explorar a paisagem, as hortas muradas (que também remontam ao século 18) ou perca-se pelas cercas de teixo e labirintos feitos de grama. A melhor forma de ver o bosque de Capability Brown é embarcar nos trens da Via Férrea Weston Park. www.weston-park.com

Bowood, Wiltshire, oeste da Inglaterra

Relaxe nesse luxuoso hotel campestre localizado na propriedade Bowood em Wiltshire, situado em 40 hectares de belíssimo parque natural, projetado por Capability Brown com lago de seu estilo característico, além de arboreto, plantação de pinheiros e cascata. Hospede-se durante a primavera para desfrutar das trilhas de rododendros, que proporcionam vistas cheias de cores em 28 hectares de bosques. Depois relaxe no spa com vistas incríveis da piscina ou aproveite uma partida de golfe em um campo de parque natural com mais de 800 hectares. www.bowood.org

Para obter mais informações sobre os jardins da Inglaterra, acesse www.visitengland.com

Clique no link abaixo para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:
Clique Aqui!

Caso queira deixar de receber nossos comunicados, envie um email para mitsi.goulias@visitbritain.org


Sua Alteza Real, o príncipe de Gales, grava vídeo com mensagem de apoio ao Ano dos Jardins Ingleses

21 March 2016

A beleza da região campestre e dos jardins da Inglaterra ganha destaque internacional este ano, pois 2016 foi designado como o Ano dos Jardins Ingleses, e Sua Alteza Real, o príncipe de Gales, gravou uma mensagem em vídeo destacando sua importância.

Em sua mensagem, que foi divulgada durante a semana anual de turismo na Inglaterra, o príncipe disse que muitos dos "maravilhosos jardins paisagísticos da Inglaterra são atualmente locais de beleza incomparável" e "parte integrante da estrutura de moradia e trabalho do interior".

O príncipe de Gales, que é patrono da Semana de Turismo da Inglaterra, também elogiou as comunidades locais pela cooperação após as recentes enchentes que afetaram partes do país e disse que estava "contentíssimo" com o fato de que a campanha Countryside is GREAT incentiva as pessoas a "visitar e se hospedar nessas belas regiões para manter o vital comércio local em atividade."

O Ano dos Jardins Ingleses marca o 300º aniversário de nascimento do renomado arquiteto paisagista Lancelot ‘Capability' Brown. Estima-se que Brown foi responsável por mais de 170 das paisagens em torno das mais belas casas e propriedades da Grã-Bretanha, desde a mundialmente famosa Residência Chatsworth no norte da Inglaterra até o Palácio de Blenheim, lugar de nascimento de Winston Churchill, no sul. Capability Brown é lembrado atualmente como o "maior jardineiro da Inglaterra" e as paisagens criadas por ele, espalhadas por todo o país, hoje em dia podem ser apreciadas por todos como locais idílicos para relaxar, refletir e desfrutar da natureza.

O Ano dos Jardins Ingleses é uma celebração de âmbito nacional com duração de um ano para inspirar os visitantes a vir e explorar mais do belíssimo interior da Inglaterra. Está sendo promovido internacionalmente como parte da campanha Countryside is GREAT, que destaca a beleza e a diversidade das paisagens para impulsionar o turismo em todas as regiões.

O ano passado foi recordista na entrada de turistas no país, com 35,8 milhões de visitas, 4% acima de 2014 e o quinto ano consecutivo de crescimento.

Estima-se que o número de visitantes internacionais na Grã-Bretanha continue a crescer, com previsão de 36,7 milhões de turistas neste ano.

O turismo é a sétima maior indústria de exportação da Grã-Bretanha e o terceiro maior setor de serviços.

Para obter mais informações sobre o Ano dos Jardins Ingleses, acesse
www.visitengland.com/gardens

Para ver o vídeo (com legenda em português),
clique aqui:

Clique no link abaixo para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:
Clique Aqui!

Caso queira deixar de receber nossos comunicados, envie um email para
mitsi.goulias@visitbritain.org


Punk.London anuncia festival para celebrar o aniversário de 40 anos do punk

11 February 2016

O movimento punk celebra seu 40º aniversário em 2016, e, para comemorar desde seus momentos históricos até as influências atuais, diversas organizações culturais de Londres contarão a sua história por meio de arte, design, filmes, moda, literatura, fotografia e, claro, música.

Três acordes, uma atitude independente, jeans rasgados e alfinetes de segurança se tornaram o arquétipo de um fenômeno que desafiou o status quo e provocou indignação. Mas o punk sempre foi mais que uma camiseta ou uma música barulhenta: é uma atitude e espírito que continua a ser fundamental para a identidade londrina.

Punk.London reunirá eventos, shows, exposições, apresentações e filmes que celebram um movimento que mudou a cara da música, cultura, arte, política e moda para sempre. Tem o apoio de algumas das principais organizações culturais de Londres, dentre elas: Conselho Britânico da Moda, Instituto Britânico de Cinema, Biblioteca Britânica, Museu do Design, Doc'n Roll Films, Instituto de Artes Contemporâneas, Live Nation Merchandise, Museu de Londres, Galeria dos Fotógrafos, PYMCA, Premier PR e On|Off, Rough Trade, Roundhouse e Universal Music Catalogue.

Os eventos incluem o fim de semana de celebração punk dos 40 anos da Roundhouse sobre quando os Sex Pistols e The Clash invadiram o camarim dos Ramones e mudaram a música pop para sempre. Outros destaques são o ciclo de filmes de Don Lett sobre a diversidade do punk; a Biblioteca Britânica exibindo o maior arquivo de fanzine punk do mundo; shows exclusivos de colaboração da Rough Trade e até uma festa de encerramento com temática punk no Museu do Design.

Veja abaixo a programação Punk.London:

Lost in Music na Print Space Gallery: até 17 de fevereiro

O Photographic Youth Music Culture Archive (PYMCA) exibe um monumento fotográfico à natureza subversiva e transformadora da cultura club.

On|Off: Fashion Week Punk em Londres tem exibição na Vinyl Factory: 19 a 21 de fevereiro

No espírito pioneiro e destemido do punk e com explosão de cores e sabor rítmico vibrante, a On|Off iluminará sua casa no coração do Soho, celebrando o melhor do talento emergente, tanto dentro quanto fora do horário da Fashion Week de Londres e retornará à Vinyl Factory com shows punk especiais

Doc´n Roll Films apresenta Sounds of London: fevereiro e março

Como parte de uma temporada de exame cinematográfico da história musical da capital, o programa Sounds of London apresenta perguntas e respostas sobre algumas figuras centrais do punk, assim como a estreia mundial de Here To Be Heard: The Story of the Slits.

A Chunk of Punk do Rockarchive na Barbican Music Library: 2 de março a 28 de abril

A fundadora da Rockarchive e famosa fotógrafa musical, Jill Furmanovsky, abre seus arquivos para compartilhar sua coleção inédita de imagens punk anárquicas. Ela mostra The Buzzocks, The Clash, The Sex Pistols e muitos outros. A Chunk of Punk é uma celebração fotográfica da cultura subversiva dos anos 1970.

40 anos da Rough Trade em lojas e espaços para shows: março a outubro

Aberta em 1976, a loja Rough Trade tornou-se uma verdadeira pedra fundamental do punk: loja, selo musical, distribuidora independente, um local de encontro radical e muito mais. Em honra ao aniversário de 40 anos, ela sediará vários eventos colaborativos, celebrando a camaradagem participativa da loja e do espírito punk original.

Dennis Morris: PiL - Primeiro lançamento do Metal Box no ICA: 22 de março a 17 de maio

Como designer do emblemático logotipo para o PiL, assim como de seu primeiro single e álbum, o famoso Metal Box, esta exposição se concentra no trabalho seminal que Dennis Morris fez com o PiL de John Lydon, entre 1978 e 1979.

Tatoo London no Museu de Londres: até 8 de maio

Sinta na pele o que é ser um dos melhores tatuadores da capital e veja os desenhos de tatuagem especiais inspirados em Londres.

Punk 1976-1978 na Biblioteca Britânica: 13 de maio a 19 de setembro

Esta exibição gratuita começa com o impacto dos Sex Pistols em 1976 e explora os primórdios do punk na capital inglesa, revelando como sua influência notável permeou a música, a moda e o estilo gráfico e de impressão em âmbito nacional. Mostrando diversos fanzines, folhetos, gravações e capas de discos das coleções da Biblioteca Britânica juntamente com material raro do arquivo de Jon Savage Archive da John Moores University, Liverpool, o evento Punk 1976-78 celebrará a influência duradoura do punk como movimento radical no âmbito musical, artístico e político.

Festival Literário de Stoke Newington: 3 a 5 de junho

O festival abrigará diversos eventos apresentando alguns dos escritores e críticos culturais mais influentes da Grã-Bretanha. Além de observar o papel de Hackney no nascimento do movimento punk (Malcom McLaren e Sid Vicious cresceram na região de Stoke Newington), vai explorar a relação entre o punk, o reggae e o ska, e como ele influenciou - e continua a influenciar - a moda, os filmes, o design e a política, muito além de seus breves, porém, incendiários anos sob os holofotes.

Exposição sobre a moda punk em London Collections: Men: 10 a 13 de junho

London Collections: Men celebrará o punk com uma exposição que apresenta a moda contemporânea punk, além de vários exemplos da forma como ele influenciou a moda nos últimos 40 anos. Todas as revistas, da i-D à Dazed, devem ao menos algo para o jovem terremoto punk, enquanto sua influência pode ser vista em toda a parte: da Vogue à Vice e em coleções de Alexander McQueen a Katie Eary.

Exposição punk no Museu de Londres: junho e julho

Acontecerá no Show Space, a área de exposição temática do museu: esta exposição de roupas, fanzines, fotografias e objetos se concentrará no cotidiano, destacando a expressão cultural que veio a definir o punk no dia a dia. O museu trabalhará com os alunos da Central Saint Martin para descobrir objetos punks remanescentes a serem acrescentados ao acervo existente.

Evento Punk Weekender na Galeria dos Fotógrafos: 23 a 26 de junho

O Punk Weekender compreende uma exposição de imagens emblemáticas dos fotógrafos Derek Rudgers, Anita Corbin e do arquivo do PYMCA, além de um show exclusivo da lenda punk The Raincoats. Também haverá palestras e eventos celebrando a espontaneidade, o espírito e a diversidade da cultura punk e sua presença no Soho.

Punk Fest no Museu do Design: 25 e 26 de junho

Com essa instituição fechando as portas em Shad Thames em 2016, não poderia haver melhor maneira de encerrar que com dois dias de ruptura criativa, celebrando um dos movimentos de design mais característicos de Londres, com workshops sobre a confecção de fanzines, música, palestras e outros eventos formando um último fim de semana perfeito para o museu nessa localidade.

Punk Weekender no Roundhouse: 9 e 10 de julho

Quase 40 anos após os Ramones fazerem seu show histórico na Roundhouse, haverá dois dias de música e palavra falada inspiradas e baseadas na vitalidade e energia punk. Desfrute de poesia, prosa e da programação musical celebrando o legado e a contínua influência do punk, inclusive um dia sobre Mulheres no Punk em parceria com a Biblioteca Britânica.

Don Letts apresenta o Punk em Filmes no BFI Southbank: agosto

Durante todo o mês de agosto, a BFI Southbank sediará um ciclo de filmes com curadoria do cineasta, DJ e músico, Don Letts. O ciclo chamará a atenção muito necessária à diversidade do movimento punk por meio de vários documentários e gravações de arquivo, além do evento especial African Odisseys enfatizando o cruzamento com o cenário musical jamaicano e punk. Com contribuições de críticos importantes e uma seleção incrível de filmes, alguns raramente vistos nas telas de cinema, a temporada punk no BFI Southbank será um dos destaques nas celebrações do punk em Londres. A programação completa do ciclo será anunciada na primavera.

Com mais eventos adicionados no decorrer do ano, acesse www.Punk.London para obter uma lista mais atualizada e siga #PunkLondon.

Clique no link abaixo para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:
Clique Aqui!


Música ao vivo na Grã-Bretanha a preços camaradas

01 February 2016

O lugar certo...

Um dos espaços musicais mais atraentes e econômicos do centro de Londres é o St Martin, na Fieldschurch, Trafalgar Square. Durante toda a semana, apresenta concertos de música clássica gratuitos no horário de almoço - uma pausa agradável entre os agitados passeios turísticos. www.stmartin-in-the-fields.org

Se preferir ver música mais contemporânea na capital, The Lexington, na Pentonville Road, região leste de Londres, oferece o evento gratuito Hangover Lounge aos domingos, das 11 às 20 horas. Apresenta, com frequência, bandas consolidadas de rock alternativo, indie pop, country e soul, que tocam músicas tranquilas para aqueles que precisam se recuperar da balada do sábado à noite. www.thelexington.co.uk

Um dos espaços econômicos mais incomuns do oeste da Inglaterra é o Thekla, navio cargueiro ancorado no cais de Bristol. Transformado em um espaço flutuante durante a década de 1980, agora está permanentemente ancorado e exibe shows de pop e rock de bandas bem conhecidas e promissoras a preços camaradas. Os preços dos ingressos variam de £ 10 (R$ 58,10) até £ 20 (R$ 116,20). www.theklabristol.co.uk

Os fãs de música e entusiastas de história são duplamente beneficiados no Bronte Music Club da Irlanda do Norte. O local do clube noturno é uma antiga escola e igreja do século 18 em Drumballyroney, County Down, sul de Belfast. Atualmente é palco de apresentações de country e música americana a preços acessíveis, mas costumava ser o local em que romancistas tinham aula com Patrick, pai das irmãs Bronte. www.brontemusicclub.com

Na Escócia, a livraria e loja de discos Elvis Shakespeare é o lugar ideal para quem procura música ao vivo de graça, pois oferece shows na própria loja regularmente. E se estiver em Glasgow, o Mono Cafebar promove uma variedade de eventos musicais incomuns e com preços reduzidos, inclusive uma "baby disco" para famílias, além de apresentações gratuitas de bandas locais ou com preços baixos. www.elvisshakespeare.com/home.php, www.monocafebar.com

... e a hora certa

De maio a setembro é a melhor época para visitar a incrível variedade de festivais de música da Grã-Bretanha. Cada um deles proporciona uma experiência única e, muitas vezes, é a oportunidade imperdível de ver apresentações de famosos.

O Glastonbury Festival na Fazenda Worthy, Pilton, na região central de Somerset, oeste da Inglaterra, possivelmente é o festival britânico mais conhecido de todos. Nele, os visitantes têm a chance de ver centenas de apresentações, de grandes astros a bandas recentes, espalhadas por mais de 100 palcos durante cinco dias do mês de junho. Mas atenção: os ingressos esgotam-se rapidamente. Se você não conseguir adquirir o seu, existem outras formas de participar. Há um grande número de oportunidades para trabalhar como voluntário em diversos turnos do evento, em troca de um ingresso grátis. A instituição beneficente vInspired é um bom lugar para encontrar tais oportunidades.www.glastonburyfestivals.co.uk www.vinspired.com

A Oxfam também oferece oportunidades de voluntariado para a sua série anual de eventos Oxjam, que ocorrem sempre em outubro e englobam vários shows a preços camaradas no país para arrecadar dinheiro destinado à caridade. www.oxfam.org.uk/oxjam

A cidade galesa de Portmeirion, construída com estilo de vilarejo italiano na costa norte do País de Gales na década de 1920, realiza um festival de música sempre em setembro, denominado Festival nº 6 (1 - 4 de setembro de 2016). O evento é um dos festivais mais cênicos da Grã-Bretanha e apresenta bandas conhecidas de rock e pop, música clássica, corais e leitura de livros. Aproveite a chance de comprar seu ingresso em primeira mão pelo site, onde os tickets para quem chegar na sexta-feira (sem acampamento) custam a partir de £ 100 (R$ 580). festivalnumber6.com/

Indietracks é outro entre os festivais de música mais interessantes da Grã-Bretanha (29 - 31 de julho de 2016). Esse festival de preço acessível ocorre no Museu Midland Railway, perto de Ripley, Derbyshire, na região central da Inglaterra, e apresenta bandas novas e consolidadas de música alternativa e indie durante três dias. Os artistas tocam a bordo de locomotivas a vapor, na capela da ferrovia e no galpão de máquinas, além de se apresentar em um grande palco ao ar livre. Fique de olho nos ingressos vendidos com antecedência no site do Indietracks, disponibilizados mais próximo das datas do festival. www.indietracks.co.uk

Clique no link abaixo para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:
Clique Aqui!


Atividades e atrações ecológicas na Grã-Bretanha

11 January 2016

AME A TERRA

A Grã-Bretanha é uma nação de amantes da natureza que desfrutam de diversas riquezas quando se trata da paisagem natural, ou seja, os visitantes têm diversas oportunidades para desfrutar e apreciar o meio ambiente exuberante e diversificado. Há 46 áreas de grande beleza natural (Areas of Outstanding Natural Beauty ou AONB) no Reino Unido, da espetacular península Gower, no sul do País de Gales, à bela região de Cotswolds, na Inglaterra, até as lindas Dumfries e Gallowayin, na Escócia e, do outro lado, as montanhas Mourne, na Irlanda do Norte. E não vamos nos esquecer dos 29 locais de Patrimônio da UNESCO, além de rotas antigas, trilhas batidas, campo aberto, belas montanhas, paisagens marinhas incríveis e paradas ecológicas ao longo do caminho.

Bristol, no sudoeste da Inglaterra (a cerca de duas horas de trem de Londres), costuma ser descrita como uma cidade do interior, com mais de 400 parques e jardins. Sua extensa rede de vias navegáveis e parques significa que 90% dos cidadãos de Bristol vivem a 300 metros de alguma área verde, o que foi um forte argumento para a cidade ser eleita a "Capital Europeia Verde de 2015" pela Comissão Europeia, a primeira cidade britânica a ser selecionada. Para comemorar, um aplicativo gratuito - o Bristol Parkhive - está disponível e é a chave do visitante para inúmeros parques e áreas verdes da cidade, que destaca características únicas e locais a visitar, cita eventos e propicia informações sobre lugares, acessos e transportes. Para obter mais informações visite visitbristol.co.uk

Para onde quer que viaje na Grã-Bretanha, você encontrará um dos "espaços naturais" do país em seus 15 parques nacionais. São áreas campestres protegidas, inclusive belas regiões de montanhas, prados, charnecas, bosques e zonas úmidas que se estendem desde Dartmoor, no sudoeste da Inglaterra, com seus imponentes rochedos de granito (e o único lugar na Inglaterra onde o acampamento selvagem é legal) até Brecon Beacons, no País de Gales, agora oficialmente a quinta Reserva Internacional de Céu Escuro para observadores de estrelas. Ou vá para Cairngorms, no nordeste da Escócia, que tem a cadeia de montanhas mais alta da Grã-Bretanha. www.nationalparks.gov.uk/home

O aplicativo Green Tourism [Turismo Verde] já está disponível para ajudar a localizar atividades, acomodação, cafés, restaurantes, eventos e festivais locais credenciados nas colinas e vales verdes e vibrantes de Strangford Lough e nas Montanhas Mourne em County Down, Irlanda do Norte. Pacotes da área podem ser baixados antes de trilhar rotas alternativas em partes remotas da região, para você ter acesso a todas as informações necessárias. www.greentourismcountydown.com

Com um litoral que se estende por 12.000 quilômetros, as falésias, enseadas e praias da Grã-Bretanha remontam a milênios e são um tesouro para caçadores de fósseis. Famosa por sua costa jurássica, Patrimônio Mundial da Humanidade, a Grã-Bretanha tem no litoral sudoeste da Inglaterra muitos locais para explorar essa descoberta única. Visite Charmouth Heritage Coast Centre, criado para incentivar a coleção segura e sustentável de fósseis do período Jurássico das praias locais. O centro oferece exposições em que é possível manusear os objetos, computadores e informações interativas sobre fósseis e sua busca. Axminster é a cidade mais próxima de Charmouth (8 km) com uma estação de trem que fica a pouco menos de três horas de Londres. www.charmouth.org

O National Trust também propicia uma boa visão geral sobre vários locais para procurar fósseis em toda a Inglaterra e no País de Gales. www.nationaltrust.org.uk

VOLUNTARIADO NAS FÉRIAS

Se você quer aprender mais sobre a vida e a agricultura sustentáveis, o programa de férias da World Wide Opportunities on Organic Farms (WWOOF) pode ser perfeito para enlamear suas galochas de borracha. Um forte desejo de mostrar um estilo de vida de baixo impacto inspira a Old Sleningford Farm, no condado de Yorkshire, a duas horas de carro de Manchester. Um lote nessa fazenda é dedicado a compartilhar ideias e recursos, com cursos, eventos e dias de voluntariado organizados para todas as idades. Old Sleningford também oferece semanas para os fãs da WWOOF de abril a outubro - quando a ajuda prática é recompensada com alimentação e alojamento em uma enorme barraca. Comece a trabalhar ajudando a criar porcos, ovelhas, galinhas, gansos e perus, cuidando das colmeias, cultivando alimentos na horta da floresta, curando carnes, fazendo suco de maçã e aprendendo ofícios tradicionais, como a confecção de cadeiras de palha. Muitas atividades são gratuitas e para alguns cursos são cobrados valores baixos. www.oldsleningford.co.uk, www.wwoof.org.uk

Os Thistle Camps, na Escócia, proporcionam férias com trabalho e residência na instituição beneficente de preservação das propriedades do National Trust for Scotland (NTS), que ajuda o NTS a conservar e administrar os locais históricos sob seus cuidados. Campistas moram e trabalham por uma semana ou mais em alguns dos locais mais incríveis e remotos da Escócia. www.nts.org.uk/ThistleCamps/Home

E você pode aprender a usar ferramentas tradicionais com um método histórico de gestão florestal e ajudar a criar um refúgio fantástico para a fauna selvagem da floresta trabalhando durante as férias para o National Trust, como na propriedade Stackpole em Pembrokeshire, no oeste do País de Gales, ganhadora de um prêmio Platinum-Eco-Centre. Com paisagismo planejado e tombada, além de ser uma reserva natural conhecida internacionalmente, Stackpole é o local perfeito para aprimorar suas aptidões sustentáveis. www.nationaltrust.org.uk/stackpole, www.nationaltrust.org.uk/working-holidays.

NOVIDADES SUSTENTÁVEIS

A apenas 50 minutos de trem da estação Victoria, em Londres, a cidade costeira de Brighton revelará a mais alta torre de observação sustentável giratória do mundo, a i360, neste ano de 2016. Projetada pelos arquitetos da London Eye, a i360 usará 100% de energia verde de fontes renováveis; na verdade, será energia renovável em ação, com o Pod gerando 50% da energia necessária para a subida, capturada à medida que desce. Outras credenciais ecológicas da i360 incluem comida preparada com alimentos locais e servida na brasserie ao lado da praia e a compostagem dos alimentos no local. A i360, situada na extremidade da costa do histórico West Pier na orla marítima de Brighton, fornecerá 42 quilômetros de uma vista inigualável da costa sul da Inglaterra e será a torre de observação giratória mais alta e estreita do mundo, além de ser o primeiro "bondinho vertical. britishairwaysi360.com

Atrações sustentáveis também podem surgir com um toque peculiar e senso de humor. Encontre o caminho até a pacata cidadezinha-mercado de Settle, na pitoresca Yorkshire Dales, no norte da Inglaterra para visitar Gallery on the Green, a menor galeria de arte pública do mundo - aberta 24 horas por dia, todos os dias da semana, e repleta ao máximo da capacidade pelo menos duas vezes por dia!! Adquirida pelo conselho local no regime de "Adote um quiosque" (que visa recuperar e restaurar cabines telefônicas tradicionais), a emblemática cabine telefônica vermelha foi transformada em uma galeria que desde 2009 exibe um programa de exposições em constante mudança, com contribuições de artistas locais, nacionais e internacionais. Há trens regulares de Leeds a Settle, que levam uma hora. www.galleryonthegreen.org.uk

Clique neste link para descobrir outros usos interessantes das cabines telefônicas "adotadas" em todo o Reino Unido: www.galleryonthegreen.org.uk/about/others.

REDUZA SUA PEGADA DE CARBONO

Mantenha sua pegada de carbono no mínimo e deixe o carro para trás, explorando a bela zona rural, cidades e vilarejos da Grã-Bretanha de trem, ônibus ou bicicleta!

Usando o BritRail GB, Scotland Pass ou London Pass, faça viagens de trem ilimitadas, economize dinheiro e salve o meio ambiente. Os passes da BritRail estão disponíveis para compra na loja do VisitBritain. www.visitbritain.shop.com

Entusiastas do ciclismo podem explorar o destino facilmente em duas rodas; explore a National Cycle Network, que cobre 22.530 km do Reino Unido. www.sustrans.org.uk/ncn/map/national-cycle-network

Clique no link abaixo para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:
Clique Aqui!


16 novidades na Grã-Bretanha em 2016

30 November 2015

1 - Aniversário de 400 anos da morte de Shakespeare

Em homenagem aos 400 anos desde o falecimento de William Shakespeare, a Inglaterra vai sediar uma série de novas exposições em Stratford-upon-Avon em 2016, como parte das comemorações do legado do dramaturgo. Isso inclui uma nova experiência teatral interativa na Royal Shakespeare Company (RSC); uma recriação de New Place (parte das cinco casas em Stratford-upon-Avon que são mantidas pela instituição Shakespeare's Birthplace Trust e última residência de Shakespeare), após um grande projeto de restauração; e a sala de aula de Shakespeare na Escola King Edward VI, aberta ao público pela primeira vez. Ao mesmo tempo, também na RSC, será inaugurada uma nova exposição, destacando o trabalho de diretores, escritores, atores, estilistas e produtores de teatro que deram forma aos 130 anos de história da RSC. www.shakespeares-england.co.uk

2 - Aniversário de 300 anos de Capability Brown

Quando os aristocratas do século 18 estavam construindo suas mansões, havia apenas uma pessoa que eles queriam contratar para fazer o paisagismo dos jardins - Lancelot ‘Capability' Brown. Ele ganhou o apelido por assegurar aos proprietários que suas terras tinham "potencial" (‘capability', em inglês). Brown então começou a criar paisagismo com aspecto natural, porém mais perfeito que o natural. Criou mais de 170 jardins na Grã-Bretanha e a maioria deles ainda pode ser visto e apreciado atualmente como lugares tranquilos para relaxar, contemplar a natureza e fazer piqueniques - exatamente como Brown planejou originalmente para os proprietários.

Um dos projetos mais famosos de Brown é a Chatsworth House em Derbyshire, na região central da Inglaterra. Outro projeto famoso de Capability é o Palácio de Blenheim em Oxfordshire, sul da Inglaterra, e alguns jardins agora fazem parte de hotéis luxuosos, inclusive Bowood em Wiltshire, oeste da Inglaterra, e Luton Hoo em Bedfordshire, a uma hora de Londres. www.capabilitybrown.org

3 - Aniversário de 200 anos do nascimento de Charlotte Brontë

O programa de arte contemporânea da Brontë Society recebeu recentemente uma subvenção para ajudar nas comemorações relacionadas aos 200 anos de aniversário do nascimento de Charlotte Brontë. Mais informações sobre os eventos serão divulgadas ao longo do ano. O Museu Brontë Parsonage em Haworth, Yorkshire, norte da Inglaterra, era a residência da família Brontë e atualmente sedia uma animada programação de arte contemporânea, exibindo importantes artistas e escritores que celebram o legado criativo das irmãs Brontë.

Em 2016 também será lançado o filme "The Brontës", que narra a história das famosas irmãs Brontë. Detalhes sobre a equipe e o elenco de famosos serão revelados em 21 de abril de 2016 - aniversário de 200 anos do nascimento de Charlotte Brontë. www.bronte.org.uk

4 - Aniversário de 150 anos do nascimento de Beatrix Potter

Nascida em Londres, em 1866, Helen Beatrix Potter ficou mais conhecida por seus livros infantis criativos, como "A História de Pedro Coelho". Potter buscou inspiração na beleza magnífica e na abundante fauna selvagem do Lake District em Cumbria, noroeste da Inglaterra, e os fãs dos clássicos contos da autora vão se encantar com a atração World of Beatrix Potter em Bowness-on-Windermere, a 90 minutos de carro de Manchester. Também é possível visitar Hill Top, perto de Sawrey, Cumbria, a casa de fazenda do século 17 que é uma cápsula do tempo da vida da escritora. www.visitcumbria.com/beatrix-potter

5 - Aniversário de 100 anos do nascimento de Roald Dahl

Nascido em 13 de setembro de 1916, Roald Dahl conquistou a imaginação de crianças do mundo todo com suas histórias, dentre elas "James e o Pêssego Gigante", "Matilda", "Convenção das Bruxas", "O Fantástico Senhor Raposo", "The Twits" e "The BFG". O filme The BFG também chega às telas de cinema em 2016 (dirigido por Steven Spielberg, vai estrelar Mark Rylance como o Grande Gigante Amigável e Penelope Wilton como a Rainha) e quem visitar a Grã-Bretanha poderá saber mais sobre o autor no Museu e Centro de Contos Roald Dahl em Buckinghamshire, sudeste da Inglaterra, ou visitar Cardiff, capital do País de Gales e lugar de nascimento de Dahl, que será o cenário para a celebração única de todos os elementos excêntricos, maravilhosos, revolucionários e surreais do adorado universo do autor. Criado pelo Teatro Nacional do País de Gales e Wales Millennium Centre, City of Unexpected ocorrerá em setembro de 2016, quando Cardiff será vista como somente Roald Dahl poderia imaginá-la. Também haverá uma programação por todo o País de Gales com eventos para os 100 anos de Roald Dahl durante 2016, incorporados em alguns dos festivais do país. www.visitwales.com

6 - Aniversário de 90 anos da rainha

Para marcar o aniversário de 90 anos da rainha Elizabeth II, será realizada uma comemoração no Castelo de Windsor, que vai mostrar passagens de sua vida de monarca, seu amor por cavalos, sua dedicação à Comunidade Britânica e seu envolvimento com a marinha, o exército e a força aérea. Durante 90 minutos, 500 cavalos e mais de mil participantes da Grã-Bretanha e do mundo vão criar um evento especial para a rainha. Fique atento para uma série de outras comemorações em toda a Grã-Bretanha.

7 - Ano dos GRANDES Jardins Ingleses

2016 será o "Ano dos GRANDES Jardins Ingleses" da Grã-Bretanha. Será a época ideal para explorar os belíssimos jardins da Inglaterra e, claro, visitar os incríveis projetos paisagísticos criados por ‘Capability' Brown. www.visitengland.com

8 - Ano de Aventuras do País do Gales

O País de Gales designou 2016 como o Ano de Aventuras. Pratique coasteering em Anglesey, no norte do País de Gales, para escalar montanhas e saltar de penhascos - perfeito para os corajosos! Há também a nova atração Surf Snowdonia, uma lagoa pública para surfar no norte do País de Gales. Essa nova aventura empolgante também conta com acampamento no local para pernoitar. www.visitwales.com

9 - Ano de Inovação, Arquitetura e Design da Escócia

2016 foi designado o Ano de Inovação, Arquitetura e Design na Escócia e vai celebrar a riqueza da tão adorada tradição, cultura e meio-ambiente da Escócia, lado a lado com a arquitetura contemporânea e moderna da atualidade. Abrangendo desde tecidos, tecnologia, arquitetura até moda e design, a programação durante o ano de 2016 vai colocar em evidência os maiores ícones e propriedades da Escócia, além de alguns tesouros escondidos exclusivos do país. www.visitscotland.com

10 - Ano da Gastronomia na Irlanda do Norte

2016 será um ano de celebração da gastronomia da Irlanda do Norte, destacando as tradições e paisagens do país. Haverá uma programação de experiências gastronômicas durante o ano todo, começando com uma refeição muito importante, o café-da-manhã, em janeiro, incorporando produção de cervejas e destilação, mares, rios e lagos, e culminando em pratos nobres e de Natal. www.tourismni.com

11 - Novidades nos museus e nas galerias de arte

Os Museus Nacionais da Escócia vão abrir novas galerias em 2016. O projeto de 14,1 milhões de libras (US$ 21,2 milhões) criará dez novas galerias que vão exibir acervos de ciência e tecnologia e arte e design de importância internacional dos Museus Nacionais da Escócia. Apresentando mais de 3.500 objetos, os espaços para essas exposições aumentarão mais de 40%, sendo que três quartos desses objetos nunca estiveram em uma exposição permanente por gerações. www.nms.ac.uk

Em local privilegiado com vista para Porthmeor Beach, na Cornualha, sudoeste da Inglaterra, Tate St Ives está passando por uma reforma que vai duplicar o espaço da galeria e melhorar a experiência dos visitantes quando for concluída em 2016. A galeria foi preparada para marcar o legado dos artistas modernistas que moraram e trabalharam na cidade nos meados do século 20. www.tate.org.uk

12 - Férias inspiradas em filmes

TARZAN

Um novo filme do Tarzan será lançado em 2016, cuja história fez com que as filmagens ocorressem em vários locais da Grã-Bretanha, como o Windsor Great Park (a cerca de uma hora de carro de Londres), a mansão Kedleston Hall do século 18, propriedade do National Trust, próxima à cidade de Derby, norte da Inglaterra, e Dinorwig Quarry em Llanberis, norte do País de Gales, antiga pedreira de ardósia e lar do Museu Nacional Galês de Ardósia. Em maio de 2016, a Disney lançará "Alice Através do Espelho", sequência de "Alice no País das Maravilhas", escrita originalmente pelo autor inglês Lewis Carroll. Oxford é considerado o lugar de origem da história, já que Carroll viveu lá a maior parte de sua vida. Você também pode criar sua própria aventura de Alice no norte do País de Gales; baixe o aplicativo Follow the White Rabbit, e acompanhe uma trilha audiovisual digital 3D por Llandudno, onde a verdadeira Alice costumava passar férias.

DAD'S ARMY

Bridlington, no litoral leste de Yorkshire, foi recentemente transformada para a filmagem de uma versão para as telas de cinema do adorado clássico "Dad's Army". A equipe de produção do filme transformou a Cidade Velha em uma Walmington-on-Sea fictícia dos anos 1940. Bill Nighy, Toby Jones, Sir Tom Courteney e Sir Michael Gambon, integrantes do elenco, se juntaram a mais de 300 figurantes para criar o desfile do Dia de St George. As filmagens começaram no mês passado e o elenco já foi visto em vários locais do litoral de Yorkshire nas últimas semanas. A série de TV original foi ao ar de 1968 a 1977 e atraiu mais de 18 milhões de espectadores em seu auge. O órgão Visit Hull & East Yorkshire tem planos de criar um trajeto para visitantes.

SWALLOWS AND AMAZONS

Uma refilmagem do clássico romance de Arthur Ransome, "Swallows and Amazons", tem estreia prevista para 2016. O elenco inclui Andrew Scott, Rafe Spall e Gwendoline Christie, e as filmagens foram feitas em Lake District e Yorkshire.

13 - Brighton i360, Brighton, sudeste da Inglaterra

i360, a torre de observação giratória e sustentável mais alta do mundo, de frente para o mar em Brighton, no litoral sul da Inglaterra, será inaugurada no verão europeu de 2016. Oferecendo 42 quilômetros de vistas inigualáveis e situada na ponta da orla do histórico West Pier, de frente para o mar em Brighton, a i360 será a torre de observação giratória mais alta e de estrutura mais fina do mundo, além de ser o primeiro "teleférico vertical" do mundo. Quando estiver concluída, a plataforma de observação da i360 terá 138 metros de altura, 6 metros mais alta que o topo da London Eye, e à medida que a capsula de vidro futurista desliza para cima, a vista panorâmica 360º do litoral sul da Inglaterra poderá ser apreciada por 200 visitantes de cada vez. www.brightoni360.co.uk

14 - Tate Modern

O novo Tate Modern fica em um edifício de dez andares, criado atrás da usina elétrica original, e conta com galerias adicionais e novos locais para se encontrar, aprender e criar. Haverá novos espaços para arte recente, novas formas de se envolver com a arte, pontos de encontro e locais para relaxar a partir de 17 de junho. www.tate.org.uk

15 - Um ano emocionante de novas produções teatrais

Os sons comoventes da Motown, um aclamado clássico da Disney e vários mistérios com histórias de detetive vão aos palcos da Grã-Bretanha em 2016, quando os teatros britânicos oferecem mais um ano repleto de entretenimento.

No próximo verão europeu, o West End de Londres vai receber o novo musical da Disney vencedor do Tony® Award, "Aladdin", com estreia em 9 de junho no Teatro Prince Edward e pré-estreia a partir de 27 de maio. Trevor Dion Nicholas, integrante do elenco da Broadway, fará sua estreia nos palcos de Londres como Genie. "Motown, The Musical" chega ao Teatro Shaftesbury de Londres em 22 de março. Com apenas 800 dólares emprestados da família, Berry Gordy, fundador da Motown, vai de lutador de boxe peso-pena a magnata peso-pesado da indústria musical, descobrindo e lançando as carreiras de Diana Ross e the Supremes, Michael Jackson e os Jackson 5, Stevie Wonder, Smokey Robinson e the Miracles, Marvin Gaye e muitos outros. "Motown, The Musical" revela a história da lendária gravadora que mudou a história da música e criou a trilha sonora de toda uma geração.

E pela primeira vez, "A Ratoeira", de Agatha Christie, fará uma turnê pela Grã-Bretanha, proporcionando ao público de moradores e visitantes de outros destinos fora de Londres a oportunidade de ver esse romance policial de fama mundial. Trata-se de uma peça sobre assassinato em que a identidade do assassino só é revelada no final.

16 - Astros e estrelas britânicas comemoram marcos musicais

As Spice Girls, realeza da música pop britânica, comemoram o aniversário de 20 anos do grupo em 2016. As bandas Bananarama e Little Mix também têm aniversários importantes pela frente, assim como as seguintes lendas da música: Tom Jones, Van Morrison, The Beatles, The Rolling Stones, Donovan, The Kinks, Lulu, The Who e Englebert Humperdinck. E você pode celebrar esses aniversários visitando locais importantes para as bandas na Grã-Bretanha, como o St Pancras Renaissance London, onde o clipe "Wannabe" das Spice Girls foi filmado, a Denmark Street de Londres, famosa como a Tin Pan Alley da capital, onde a banda Bananarama foi formada, ou o Rhondda Heritage Park no sul do País de Gales, perto de onde Tom Jones foi criado, que completará 50 anos no showbiz em 2016. Dentre outros aniversários da música em Manchester, noroeste da Inglaterra, estão os 50 anos do famigerado concerto ‘Judas' de Bob Dylan e os 40 anos do show memorável do grupo Sex Pistols, que dizem ter inspirado bandas como Smiths e Joy Division - ambos eventos ocorreram no antigo Free Trade Hall, que agora é o Radisson Blu Edwardian. Também será o aniversário de 25 anos do primeiro show do Oasis, na casa noturna Boardwalk.

E se isso tudo o inspirou a visitar a Grã-Bretanha em 2016, seguem aqui mais cinco motivos para não restar dúvida quanto a viajar para o país nos próximos 12 meses!

1. Para quem não tem medo de altura - escorregador do ArcelorMittal Orbit, Stratford, Londres
O que Londres precisava era de um grande escorregador e, por sorte, o escorregador com o túnel mais alto e longo do mundo será inaugurado na próxima primavera no ArcelorMittal Orbit do Parque Olímpico de Londres. Começando em 80 metros de altura, fará uma espiral de cinco voltas em torno da torre, culminando em uma rota descendente de 50 metros até o solo. O ingresso para o brinquedo custará 5 libras (R$ 29) e a descida levará cerca de 40 segundos, com partes transparentes na rota para os visitantes apreciarem a vista. arcelormittalorbit.com

2. Rock ‘n' roll, baby! O British Music Experience (Experiência Musical Britânica) reabrirá em Liverpool, noroeste da Inglaterra
A exposição de música popular, que costumava ficar no O2, no bairro de Greenwich em Londres, reabrirá em Liverpool no ano que vem. O museu conta com centenas de artefatos e manuscritos raros, inclusive os trajes de Ziggy Stardust de David Bowie e a letra original escrita à mão de "Blue Monday", do New Order. O museu será abrigado no emblemático edifício Cunard da cidade. www.britishmusicexperience.comA exposição de música popular, que costumava ficar no O2, no bairro de Greenwich em Londres, reabrirá em Liverpool no ano que vem. O museu conta com centenas de artefatos e manuscritos raros, inclusive os trajes de Ziggy Stardust de David Bowie e a letra original escrita à mão de "Blue Monday", do New Order. O museu será abrigado no emblemático edifício Cunard da cidade. www.britishmusicexperience.com

3. Instagram preparado - Festival Lumiere de Londres
O primeiro festival Lumiere de luzes será inaugurado em janeiro, na capital da Inglaterra. Lumiere London será um evento gratuito, produzido pela Artichoke com apoio do prefeito de Londres, do VisitLondon.com e de outros patrocinadores, e será o primeiro grande festival de luzes na cidade, realizado por quatro noites em mais de 20 locais históricos do West End e King's Cross. Artistas internacionais pioneiros foram encarregados de criar obras para o Lumiere London, proporcionando aos visitantes e aos londrinos a oportunidade de ver a cidade sob uma nova perspectiva. www.londonandpartners.com

4. Saboreie um novo uísque - Destilaria Falkirk, Escócia
No ano que vem, as Terras Baixas da Escócia darão boas-vindas a uma nova destilaria, que terá também centro de visitantes, restaurante e loja. O Single Malt Rosebank foi produzido pela última vez em 1933 e seu famoso uísque foi trazido de volta pela Falkirk Distillery Company. O local tem capacidade para produzir seu próprio malte das Highlands, especial e único. www.falkirkdistillery.com

5. Uma história de dinheiro - Royal Mint, Llantrisant, sul do País de Gales
A Royal Mint em Llantrisant, a cerca de meia hora de carro de Cardiff, produz atualmente moedas e medalhas para cerca de 60 países do mundo todo e na primavera de 2016 a Mint abrirá seu novo centro de visitantes, que foi construído com uma nova proposta. Os visitantes poderão conhecer as áreas de produção de moedas e haverá uma série separada de experiências estáticas e interativas autoguiadas que darão vida ao rico patrimônio da organização de mil anos. www.royalmint.com

Clique aqui no link para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:


Comemore o aniversário de alguns dos grandes nomes da literatura britânica

23 November 2015

Roald Dahl 100

Nascido em 13 de setembro de 1916, Roald Dahl conquistou a imaginação de crianças do mundo todo com suas histórias excêntricas e, em 2016, o País de Gales vai celebrar a vida e a narrativa genial do autor galês com uma programação contínua relacionada a ele, incluindo eventos comunitários organizados pela Literature Wales, que vai levar os mistérios e os personagens de Roald Dahl a todos os lugares. A obra de Roald Dahl também será celebrada por meio de uma exposição de ilustrações de Quentin Blake e no Dia Internacional do Livro. Um dos destaques da programação será o evento ‘City of the unexpected' , em Cardiff, capital do País de Gales, em setembro de 2016, uma celebração do universo de Roald Dahl na cidade inteira. O evento incluirá teatro, espetáculos de grande escala, produções teatrais alternativas e comissões de arte de artistas galeses. Os visitantes podem aproveitar para conhecer a Little Norwegian Church na Baía de Cardiff, igreja onde Roald Dahl foi batizado, e a Roald Dahl Plass, uma praça pública no coração da Baía de Cardiff. Saiba mais sobre o autor no Museu e Centro de Contos Roald Dahl em Buckinghamshire, sudeste da Inglaterra, onde ele morou por 36 anos. O filme The BFG, baseado no romance de mesmo nome do autor, também chega às telas de cinema em 2016.

www.visitwales.com
www.roalddahl.com

Beatrix Potter 150

Nascida em Londres em 28 de julho de 1866, Helen Beatrix Potter ficou mais conhecida por seus livros infantis criativos, como "A História de Pedro Coelho". Potter buscou inspiração na beleza magnífica e na abundante fauna selvagem de Lake District em Cumbria, noroeste da Inglaterra, e os fãs dos clássicos contos da autora vão se encantar com a animada série de eventos planejados pelo National Trust, Cumbria Tourism e pela atração World of Beatrix Potter para celebrar o aniversário histórico.

Hill Top, perto de Sawrey em Cumbria, a casa de fazenda do século 18 de Beatrix Potter, é uma cápsula do tempo da vida dela e o World of Beatrix Potter exibe o jardim de Pedro Coelho, a clareira no mato da Pata Jemima e a casa subterrânea do Sr. Tod. Durante o ano de 2016, a celebração da vida e da obra da autora se estenderá além de Lake District para incluir um festival de literatura infantil nos dias 5 e 6 de março no Castelo Wray (o primeiro lugar que Beatrix visitou em Lake District), "uma festa de aniversário especial" para o dia do nascimento de Beatrix e uma série de eventos de narração de histórias em Lake District. Também haverá uma exposição itinerante do trabalho artístico de Beatrix no país, começando na bela Mottisfont, Hampshire (sudeste da Inglaterra) e passando pela romântica Wordsworth House and Garden em Cumbria. Os visitantes poderão retirar uma cópia do novo guia sobre Beatrix Potter, que conta a história dessa mulher notável, assim como o guia do Lake District de Beatrix Potter durante a passagem pela região.

www.nationaltrust.org.uk
www.visitcumbria.com
www.hop-skip-jump.com

Brontë 200

Charlotte Brontë, nascida em 21 de abril de 1816, romancista e poeta inglesa cujos livros se tornaram clássicos da literatura inglesa, é, provavelmente, mais conhecida por seu romance Jane Eyre, famoso no mundo todo. Os visitantes podem saber mais sobre Charlotte Brontë e suas irmãs em uma visita ao Museu Brontë Parsonage em Haworth, Yorkshire, norte da Inglaterra (a cerca de 90 minutos de carro da cidade de York), residência da família que atualmente sedia uma animada programação de arte contemporânea, exibindo importantes artistas e escritores que celebram o legado criativo das irmãs Brontë. Em 2016, a Brontë Society e o museu vão celebrar o bicentenário das irmãs Brontë com uma programação de eventos, a começar pelo de Charlotte. Uma exposição especial, I Shall Go Off Like a Bombshell, que vai contrastar o diminuto universo de Charlotte com a grandeza de sua ambição e realização, está agendada para inaugurar no museu em fevereiro de 2016. Uma exposição itinerante, Celebrating Charlotte, será exibida na Galeria Nacional de Retratos em Londres. Os visitantes também podem entregar-se às paisagens dos adorados personagens de Brontë com um passeio por Brontë Country, região de urze e pântano selvagem exposta ao vento que abrange o oeste de Yorkshire e os Montes Peninos do leste de Lancashire no norte da Inglaterra. Admire as montanhas, os pântanos e vales que inspiraram as irmãs da literatura e visite aldeias e casas que faziam parte do cotidiano de Charlotte.

www.yorkshire.com
www.bronte-country.com
www.bronte.org.uk

Shakespeare 400

Em 2016, o legado atemporal de William Shakespeare será comemorado em seu condado natal de Warwickshire, no coração da Inglaterra, para marcar os 400 anos de seu falecimento. A Inglaterra de Shakespeare vai sediar uma série de novas exposições em Stratford-upon-Avon como parte das celebrações e os visitantes ficarão surpresos com a quantidade de eventos para homenagear o Bardo com colaborações contemporâneas, inclusive uma nova experiência teatral imersiva na Royal Shakespeare Company (RSC); a reabertura da residência de sua família em Stratford-upon-Avon, New Place - e onde Shakespeare escreveu 26 de suas peças mais adoradas - transformada e projetada para o público do século 21 (inauguração em 23 de abril de 2016); e a sala de aula de Shakespeare, aberta pela primeira vez na Escola King Edward VI. O trabalho da tropa criativa que deu vida aos diálogos e ao legado de Shakespeare será explorado em uma nova exposição da RSC, destacando a obra dos criativos produtores de teatro que moldaram sua história de 130 anos, e as visitas ao seu imenso depósito de figurinos prometem muito mais que um retoque na maquiagem teatral para os fãs do Bardo.

As obras também começaram para um importante projeto que cuidará da restauração da ala do Swan, tombado como Grau II. A ala de 1879 forma a entrada do atual Teatro Swan e foi construída como parte do Teatro Shakespeare Memorial original. As obras de reintegração do emblemático teatro estúdio da RSC, The Other Place, também estão em andamento. O espaço será reaberto no ano que vem e conta com um teatro flexível de 200 lugares, duas novas salas para ensaios e uma nova área para os figurinos.

Para completar a experiência suprema de como era a vida 400 anos atrás, visite um tesouro escondido, vizinha elisabetana de Shakespeare - a Harvard House - e conheça a Tudor Apprentice Trail para descobrir como você se sairia como açougueiro ou luveiro do século 16!

O mestre Shakespeare também voltará do passado para oferecer passeios por sua cidade natal, Stratford-upon-Avon. ‘William' conduzirá os visitantes por belas ruas e edifícios antigos maravilhosos enquanto conta histórias sobre sua vida e obra. Do nascimento à morte, ele explicará aos visitantes a história da cidade. As excursões ocorrem todos os sábados às 14 horas, partindo de Tudor World na Sheep Street e abrangem seu local de nascimento, a casa das filhas, a antiga escola onde ele estudou, seu teatro e, por fim, seu túmulo na igreja Holy Trinity.

shakespeares-england.co.uk
www.shakespeare.org.uk

Clique aqui no link para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:


Festivais de inverno na Grã-Bretanha

17 November 2015

Londres

Hogwarts na Neve - Visita ao estúdio da Warner Bros , (até 31 de janeiro de 2016).
A deslumbrante reprodução do castelo de Hogwarts no Warner Bros. Studios mais uma vez estará coberta com um manto de neve neste outono e inverno. Os visitantes podem até se imaginar como alunos de Hogwarts ao descobrirem o Grande Salão, que estará decorado com os enfeites originais vistos durante a festa de Natal em "Harry Potter e a Pedra Filosofal". Oito árvores de Natal estarão enfileiradas no cenário emblemático com duas longas mesas de jantar decoradas com os adereços da estação. Mágico! www.wbstudiotour.co.uk

Iluminação de Natal da Regent Street (15 de novembro).
O acender das luzes de Natal de Regent Street é sempre uma ocasião espetacular, com uma exibição de fogos de artifício marcando o momento em que as luzes são acionadas. Neste ano haverá um evento repleto de atividades para a família durante toda a noite. www.regentstreetonline.com

Chá da tarde de Natal, Hotel Claridges, (a partir de 16 de novembro).
Champanhe Laurent Perrier, sanduichinhos com temas da época, tortinhas artesanais e pudim de Natal - por que não experimentar o máximo em mimos de Natal com o chá da tarde especial de Natal no luxuoso hotel Claridges, em Londres? Os hóspedes que jantarem nos fins de semana poderão apreciar canções de Natal no saguão do hotel. www.claridges.co.uk

Hyde Park Winter Wonderland, (de 20 de novembro de 2015 a 3 de janeiro de 2016).
Todos os anos, o Hyde Park se transforma em uma extravagância mágica de inverno. A experiência Winter Wonderland tem entrada gratuita, e há ingressos à venda para patinação no gelo, circo Zippos, roda-gigante e bar no gelo. Assim que estiver com o apetite aguçado depois de tanta diversão, dirija-se à feira de alimentos para provar iguarias deliciosas. www.hydeparkwinterwonderland.com

Natal em Kew Gardens, (de 25 de novembro de 2015 a 2 de janeiro de 2016).
Mais uma vez, Kew Gardens estará aberto após o anoitecer, e os visitantes podem seguir uma trilha iluminada pelos jardins que exibirão uma instalação espetacular de luzes. Este ano a trilha destaca o tema de árvore de Natal. Clientes que quiserem ver a trilha durante o dia e também à noite vão se beneficiar de ingressos com desconto para o dia todo. www.kew.org

Cinema no Natal, Hotel Berkeley (de 1 a 26 de dezembro).
Aconchegue-se com os entes queridos e assista a clássicos da época na tela ao ar livre enquanto se mantém aquecido com chocolate quente caseiro e cobertores Moncler no jardim do piso superior do The Berkeley Hotel. O jardim estará enfeitado com pinheiros e também haverá três chalés de madeira rústicos que acomodam duas pessoas. www.the-berkeley.co.uk

Abadia de Westminster.
Mais de mil anos de história se acumulam na Abadia de Westminster: os monges beneditinos chegaram ao local em meados do século 10 e estabeleceram a tradição de cultos diários, que continuam até hoje, além de ser o endereço de repouso eterno de 17 monarcas. Ingressos grátis para os cultos especiais de Natal, que recebem mais de 12 mil fiéis todos os anos, estão disponíveis para reservas antecipadas. www.westminster-abbey.org

Inglaterra

Natal no Castelo, Bodiam Castle, East Sussex, sudeste da Inglaterra (5 e 6, 12 e 13, 19 a 22 de dezembro)
Aproveite as tradições de Natal, tanto as antigas quanto as novas, no Bodiam Castle, enquanto se junta ao Papai Noel em sua gruta neste castelo de 600 anos. Há presentes e confecção de decorações para as crianças enquanto os adultos podem desfrutar de torta de carne e uma taça de "wassail" (tipo de vinho quente feito com sidra e especiarias) para se aquecerem. Personagens medievais também estarão à disposição para entreter os visitantes com histórias de um Natal na Idade Média. Para mais informações sobre eventos do National Trust nesta estação de inverno em toda a Grã-Bretanha, visite www.nationaltrust.org.uk

Feira de Natal Alemã de Bristol, sudoeste da Inglaterra (até 22 de dezembro).
Venha conhecer a tradicional Feira de Natal alemã no coração do bairro de compras de Bristol. Uma atração especial da feira é a Pirâmide de Natal de 13 metros de altura com um presépio giratório gigante e o Calendário do Advento. Também haverá diversão com a Der Alpen Klaus, que toca música no estilo da Baviera, além de suas próprias versões de música popular e, claro, canções de Natal também! www.bristolgermanchristmasmarket.co.uk

Pista de patinação no gelo de Bristol, sudoeste da Inglaterra (até 5 de janeiro de 2016).
Arremate um dia de compras em Bristol com um passeio em sua pista de patinação comemorativa anual, que este ano apresentará noites de "Disco Boots'" e sessões matinais de "Little Boots'" para crianças com menos de 8 anos de idade. Se chegar à noite, pegue um chocolate quente e patine sob as luzes e músicas comemorativas. www.at-bristol.org.uk/icerink

Feira de Natal de Frankfurt, Birmingham, centro da Inglaterra (até 22 de dezembro).
Aguce o seu paladar com chocolate quente, sidra quente e vinho quente enquanto explora a tradicional feira de Natal alemã no coração do centro de Birmingham. Compre decorações tradicionais de Natal, ande em um carrossel e entre no espírito natalino juntando-se ao grupo do alce cantor, Chris Moose! www.visitbirmingham.com/birminghams

Festival de Luzes de Longleat, sudoeste da Inglaterra (até 3 de janeiro de 2016).
A maior exposição de lanternas chinesas da Europa mais uma vez transformará a mansão Longleat em um festival de luzes neste inverno, incluindo as espetaculares lanternas de um tradicional barco dragão chinês e o exército de Terracota. O evento também contará com uma pista de patinação no gelo, uma árvore de Natal musical gigante, personagens de contos de fadas e um trem expresso do Papai Noel! www.longleat.co.uk/festivaloflight

Visitas guiadas comemorativas de Osborne na Ilha de Wight, sudeste da Inglaterra (18 de novembro a 19 de dezembro).
O lar da família da rainha Vitória apresenta uma sala de banquetes de inspiração indiana, que estará decorada com um toque comemorativo para as visitas anuais de Natal. Guias experientes explicarão as tradições de Natal da família real enquanto você observa os salões sazonais no piso térreo. www.visitisleofwight.co.uk

Castelo de Howard, Yorkshire, norte da Inglaterra (21 de novembro a 23 de dezembro).
Uma das construções históricas mais belas da Inglaterra, o castelo de Howard estará decorado com centenas de velas e enfeites nesta época festiva. A mansão de 300 anos, repleta de arquitetura e interiores deslumbrantes, além de coleções de arte de renome mundial, também oferece uma loja de presentes, uma loja da fazenda e um centro de jardinagem aos visitantes, que podem encontrar aquele presente de Natal perfeito para levar para casa. www.castlehoward.co.uk

Cidade natal de Shakespeare, Stratford-upon-Avon, oeste da Inglaterra (26 de novembro a 19 de dezembro, noites de quinta, sexta e sábado).
Visite o novo show de luzes envolvente e grátis neste inverno no local de nascimento de Shakespeare em Stratford-upon-Avon, no qual visitantes são convidados a assumir o controle, escolhendo que parte da casa explorar. No interior da propriedade, veja o jovem William em cada aposento, encontrando palavras e momentos que moldarão sua escrita futura. Depois dirija-se ao jardim para vivenciar uma iluminação interativa. www.shakespeare.org.uk

Escócia

Natal de Edimburgo (de 20 de novembro a 4 de janeiro de 2016).
A arquitetura pitoresca de Edimburgo propicia o cenário festivo perfeito para compras de Natal e eventos de inverno que ocorrem na capital escocesa. No lado leste do parque Princes Street Gardens haverá brinquedos de parque de diversão, inclusive o Start Flyer, pista de patinação no gelo e roda gigante, bem como a Terra do Papai Noel, o Labirinto da Árvore de Natal e a Feira Infantil. Na St Andrews Square haverá shows e diversão na Paradiso Spiegeltent, uma pista de gelo circular ao redor do monumento Melville, tobogã para skatistas, carrossel tradicional e uma feira escocesa onde você poderá se abastecer de iguarias locais como chouriço e frutos do mar escoceses, além de gim destilado no local. www.edinburghschristmas.com

Carnaval de Natal na Style Mile de Glasgow (22 de novembro ).
A Style Mile de Glasgow é um ótimo endereço para comprar presentes. Passeie pelos shopping centers, butiques independentes, lojas de estilistas e lojas especializadas dessa área, cuja maior parte é exclusiva para pedestres, e curta o Carnaval que anuncia o início da estação comemorativa, dando vida às ruas e ao bairro com clima de festa. www.glasgowloveschristmas.com

Festivais de Inverno de Inverness, Inverness, norte da Escócia (22 de novembro a 31 de dezembro).
A inauguração da iluminação marca o início das comemorações de época em Inverness. Outros eventos incluem atrações e experiências divertidas no Winter Wonderland em Whin Park de 11 a 13 de dezembro, quando o parque se transforma em um País das Maravilhas com iluminação fantástica para receber a visita do Papai Noel com suas renas. www.visitinvernesslochness.com

País de Gales

Feira de Natal de Cardiff, sul do País de Gales (até 23 de dezembro).
A Feira de Natal de Cardiff proporciona aos visitantes a oportunidade de experimentar produtos típicos de pequenos negócios locais da região - o presente perfeito para levar para casa! Compre objetos de estanho ou de ardósia galesa, cerâmica artesanal feita em roda de oleiro, joias de prata com pedras preciosas e tapeçaria local. www.cardiffchristmasmarket.com

Feira de Natal de Llanduno, norte do País de Gales (de 19 a 22 de novembro)
Uma das maiores feiras de Natal do País de Gales, com mais de 140 barracas para visitar, o evento oferece produtos locais para comprar - você encontrará cervejas das microcervejarias da região, por exemplo - além de demonstrações sobre como criar presentes natalinos caseiros. As crianças vão se encantar com a oportunidade de visitar Papai Noel em sua gruta! www.llandudnochristmasfayre.co.uk

Swansea Waterfront Winterland, sul do País de Gales (até 3 de janeiro de 2016).
O espírito natalino chega à cidade de Swansea, que fica a uma hora de trem da capital Cardiff, apresentando duas pistas de patinação no gelo, atrações temáticas e delícias da época para comer e beber. Leve as crianças à Gruta do Papai Noel antes de comparecer a uma das diversas sessões de artesanato à disposição, sente-se e desfrute dos concertos de Natal e shows de música que vão ocorrer durante todo o período de festas. www.swanseachristmas.com

Passeios especiais de trem pelo País de Gales (durante todo o mês de dezembro).
Papai Noel é o passageiro VIP nas viagens de fim de semana dos trens da Great Little Trains, no País de Gales. Essa é uma oportunidade única de ver o bom velhinho durante sua viagem pelas belas paisagens do País de Gales. greatlittletrainsofwales.co.uk/events.html

Clique aqui no link para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:


​​Participe de cursos criativos em locais interessantes da Grã-Bretanha

09 November 2015

Londres

O Dalston Print Club atrai pessoas com aptidões artísticas que vêm de longe. Há uma galeria e ateliê que oferecem as técnicas mais recentes de impressão e serigrafia. O Print Club também organiza oficinas para principiantes, para lhe dar um primeiro empurrão. O projeto é levado a sério na sede do clube, que fica em uma propriedade industrial de Hackney. Prepare-se para um dia intenso, selecionando o seu trabalho a partir de uma imagem digital, transformando-a em uma gravura boa o suficiente para pendurar na sua parede. Hackney fica no leste de Londres, facilmente acessível de metrô. A Oficina para Iniciantes custa £ 50 (US$ 75,37) e a Oficina de Luxo de fim de semana fica em £ 150 (US$ 226,13). www.printclublondon.com

Qual local poderia ser melhor para aprender a arte da chapelaria ou de design de bolsas do que a prestigiada London College of Fashion? Com uma variedade de cursos de um ou dois dias para principiantes e cursos intensivos de duas semanas, a escola oferece aulas dadas por especialistas e acesso a equipamentos tradicionais. Na "Introdução ao Curso de Chapelaria", você sairá com dois chapéus de estilo e material de sua preferência. Os preços variam: o curso de "Introdução à Arte da Chapelaria", com duração de quatro dias, custa £ 550 (US$ 829,19). Os cursos são ministrados durante o ano todo. www.arts.ac.uk

A Homemade London realiza desde oficinas sobre como fazer flores de papel e abajures até oficinas de luxo, nas quais você pode até mesmo criar o seu próprio perfume. Os preços variam (£ 65/US$ 98) para a Oficina de Introdução à Criação de Perfumes); é necessário fazer reserva com antecedência. www.homemadelondon.com

O jornal The Guardian oferece uma seleção variada de cursos criativos sobre diversos temas, desde fotografia de alimentos até como escrever sobre arte, em seus descolados escritórios centrais em Kings Cross. Aspirantes a autor e ilustrador de livros infantis podem aprender a transformar seus rascunhos em ficção que as crianças vão adorar. Aguce sua imaginação com esta aula de um dia com a autora de livros infantis Rebecca Elliot, ou concentre sua ambição na mescla de palestras, jogos e exercícios práticos do The Guardian para todos os visitantes sedentos de criatividade. Datas e preços dos cursos variam. Um dia de aula sobre como escrever e ilustrar livros de histórias infantis custa £ 249 (US$ 375,35). www.theguardian.com

Talvez você possa arriscar um palpite sobre o que se passa no Drink Shop Do. O café pitoresco fica logo virando a esquina da estação Kings Cross, e abriga cursos tão variados quanto silk-screen em panos de cozinha, tiaras floridas ou robôs de Lego. Os preços variam, mas algumas oficinas são oferecidas gratuitamente. www.drinkshopdo.com

Ainda em Londres, The Book Club, na moderna Shoreditch, é palco do "Come Get Felt Up", uma noite de artesanato, rockabilly ao vivo e cerveja, com prêmios para a criação mais inusitada, além de aulas sobre como fazer você mesmo silk-screen para camisetas. (www.wearetbc.com)

Criada há 10 anos pelo artista francês Tony Pianco, a Life Drawing Society sedia aulas regulares em todos os tipos de locais incomuns, de pubs e restaurantes a bibliotecas, barcos, terraços, teatros e até igrejas. Artistas de todos os níveis são bem-vindos. A Society ainda gosta de variar um pouco quando se trata de contratação de modelos: o medalhista de ouro olímpico Greg Rutherford ficou (quase) totalmente nu, e os eventos apresentam regularmente artistas burlescos e atores. As aulas são dadas em vários locais em Londres. www.london-life-drawing-society.com

Aprenda o antigo ofício de encadernação no Shepherds Bookbinders no centro de Londres, onde professores experientes e pacientes o farão criar um caderno com capa em papel japonês em um instante. Os cursos do Shepherds Bookbinders ocorrem na filial de Victoria; as estações de metrô mais próximas são Victoria e Westminster. Cursos a partir de £ 50 (US$ 75,38) por dia; é preciso reservar. www.bookbinding.co.uk

INGLATERRA

Anteriormente lar de Edward James, patrono de artistas surrealistas, inclusive Dalí e Magritte, o West Dean College, do século 19, é um centro para estudos de artes tradicionais e contemporâneas, artesanato, escrita, jardinagem e música. Oferece opção de mais de 700 cursos de curta duração, inclusive cestaria, escrita, artes têxteis, joalheria e carpintaria. A sua localização nas encostas das South Downs torna o cenário sensacional para passar um dia ou uma semana aprendendo um novo passatempo. Os cursos são oferecidos de sábado a sexta-feira. A acomodação abrange 52 quartos no local. A escola fica em South Downs, perto de Chichester, no sudeste da Inglaterra, a uma hora e meia de trem de Londres. www.westdean.org.uk

Registre o cenário deslumbrante de Lake District na máquina fotográfica em uma caminhada guiada, com um fotógrafo profissional especializado em paisagens. De amadores talentosos a novatos absolutos, todos terão, diariamente, orientação especializada do premiado fotógrafo Bill Birkett para melhorar as habilidades de exposição, composição e reprodução. Prepare-se para começar bem cedo para captar a melhor luz. Preços e datas mediante solicitação; o ideal é trazer sua própria máquina digital. O Lake District fica no noroeste da Inglaterra, a cerca de três horas de trem de Londres. www.mountainguides.co.uk

Janet Phillips, tecelã há mais de 30 anos, dá cursos de tapeçaria para residências, fiação e tingimento em seu estúdio no belo vilarejo de Nether Stowey, em Somerset. Aprenda a usar um tear e crie sua própria tapeçaria. A partir de £ 40 (US$ 60,28) por dia. Somerset fica no sudoeste da Inglaterra, a duas horas e meia de trem de Londres. www.janetphillips-weaving.co.uk

Make, Do & Mend, em Essex, é uma loja bacana e antenada, um ponto de encontro essencial de artesãos que organizam vários clubes de tricô, costura e desenho semanalmente - o lugar perfeito para devotar-se ao seu amor pelo tricô com um bom bate-papo com chá e bolo inclusos. O Clube de Tricô custa £ 5 (US$ 7,53) e basta aparecer por lá. Essex fica a apenas 40 minutos de trem de Londres. www.makedomend.com

ESCÓCIA

Uma atmosfera criativa e agitada pode ser encontrada na mundialmente famosa Glasgow School of Art, onde alunos notáveis incluem o artista vencedor do prêmio Turner, Douglas Gordon, e a professora de Design de Moda, Louise Wilson. Eles oferecem cursos noturnos e de fim de semana; os assuntos e os preços variam. Há acomodação disponível durante o verão no campus de Glasgow. www.gsa.ac.uk

A Adult Residential Colleges Association conta com cerca de 17 faculdades residenciais situadas em zonas rurais, que oferecem cursos criativos para adultos. Desfrute de um curso sobre assuntos que vão da fotografia à arte e à escrita, compartilhando uma enorme casa luxuosa e ecológica situada no coração da zona rural de Galloway. Grupos pequenos e instrutores experientes proporcionam máxima atenção individual e um ambiente acolhedor. Os participantes também são bem-vindos para ajudar a alimentar lhamas, coletar ovos, usar a minissala de cinema/jogos ou fazer um passeio de moto com sidecar. Durhamhill fica no sudoeste da Escócia e está a cerca de duas horas de Edimburgo e Glasgow de trem. www.arca.uk.net

PAÍS DE GALES

Inspire-se com flores silvestres colhidas dos campos do País de Gales neste curso, adequado para iniciantes e para os que querem melhorar suas habilidades. Um ambiente descontraído é criado pela líder do curso, a artista Diane Stuart em Little Hen Cefn, uma casa de campo encantadora tranquilamente situada em meio a jardins, bosques e pastagens ladeadas por um córrego. As espetaculares vistas para o campo, no coração das charnecas galesas, são perfeitas para artistas, artesãos, amantes da natureza e de caminhadas, que podem avistar cervos, corujas, pica-paus e milhafres-reais entre uma aula e outra. Little Hen Cefn fica em Powys na região central do País de Gales, a quatro horas e meia de trem de Cardiff. Custa £ 599 (US$ 900) por seis noites de acomodação, com café da manhã e jantar, e aulas por cinco dias em período integral. www.littlehencefn.co.uk

Oito ateliês de artesanato, especializados em produção de velas e sabonetes, esculturas de vidro e brinquedos de madeira, são indícios de que vale a pena passar um dia inteiro no belo Corris Craft Centre na região central do País de Gales. Aprenda a fazer o seu próprio par de velas mergulhando as mãos na parafina ou preparar uma barra de chocolate enquanto estiver lá. Os preços e as atividades variam de acordo com a duração e complexidade dos cursos. O centro de artesanato é acessível por carro ou ônibus de Powys, que fica a três horas de trem de Cardiff. www.corriscraftcentre.co.uk

IRLANDA DO NORTE

Fãs de Dermot Cavanagh do seriado Awash with Colour da BBC vão desfrutar de uma visita à sua terra natal, a Irlanda do Norte, onde podem se juntar a ele em um curso de pintura no cenário majestoso da propriedade The Argory, do National Trust. Aprenda mais sobre mistura de cores, perspectiva e aquarelas em uma aconchegante casa romântica da nobreza irlandesa e na propriedade arborizada ao lado do rio. Serve a todos os níveis de habilidade artística, inclusive iniciantes, e todos os materiais de pintura necessários serão fornecidos. Um curso de três dias custa aproximadamente £ 199 (US$ 300). Moy in County Tyrone fica a pouco mais de duas horas de Belfast. www.learntopaintwithdermotcavanagh.com

As famílias que procuram passar tempo de qualidade juntos vão adorar os cursos oferecidos pelo Field Studies Council, que combinam artes e história natural em centros do FSC em toda a Grã-Bretanha. Os locais vão desde a arborizada Surrey, no sudeste da Inglaterra, até Derrygonnelly, na região campestre ainda preservada na costa oeste da Irlanda do Norte. As experiências incluem banhos de rio, aulas de história local, arqueologia e muito mais para atrair e entusiasmar jovens de todas as idades. Os preços variam e é essencial fazer reservas. www.field-studies-council.org

Clique aqui no link para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:


Aventuras de 007 na Grã-Bretanha

04 November 2015

001. Dê uma volta em um Aston Martin

James Bond assume a direção de diversos veículos, de motocicletas a submarinos, mas ele tem uma relação especial com um tipo específico de máquina: o carro Aston Martin. O DB5 é o mais famoso dos Aston Martins, mas 007 CONTRA SPECTRE exibe um elegante DB10. Pegue a estrada em um desses veículos magníficos por meio da Aston Martin Dynamic Driving Experience, na qual você vai dirigir Aston Martins em várias pistas, incluindo rota por colinas, montanha invertida e itinerário urbano. As experiências na direção ocorrem na matriz da Aston Martin, em Gaydon, Warwickshire, a menos de duas horas de carro de Londres. www.astonmartin.com

Refúgio ao estilo de Bond: a apenas 45 minutos de carro da matriz da Aston Martin está The Hideaway, uma suíte no Dormy House Hotel do século 17, na região de Cotswolds. Com localização ideal para um encontro romântico, The Hideaway fica em uma ponta da ala da casa de fazenda principal do Dormy, perto do spa. dormyhouse.co.uk

002: Cruze o céu de tirolesa

Em "Moonraker" ("007 Contra o Foguete da Morte"), James Bond (Roger Moore) e o astronauta Holly Goodhead escapam do vilão Jaws em uma cena ousada que mostra os dois em uma tirolesa, em busca de segurança, deixando Jaws para trás, que acaba colidindo com o bondinho do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro, de forma espetacular, em alta velocidade. Os viciados em adrenalina devem seguir para Cornwall, sudoeste da Inglaterra, e voar na tirolesa mais longa da Inglaterra, localizada no Projeto Éden. São 660 metros de pura adrenalina e, para ficar ainda mais emocionante, você verá do alto uma das locações do filme de Bond - o Projeto Éden fez papel da mina de diamantes de Gustav Graves em "Um Novo Dia para Morrer". www.edenproject.com

Refúgio ao estilo de Bond: o luxuoso Driftwood Hotel tem uma localização espetacular na encosta de um penhasco (é quase impossível ficar mais perto do mar), além de uma praia particular. A vista é formidável e há um restaurante estrelado Michelin no local. Você pode até solicitar que os funcionários prepararem um piquenique para viagem, para se refugiar na praia sem ser incomodado por vilões ou pela chefia do MI6 solicitando que você saia para uma missão. www.driftwoodhotel.co.uk

003: Encare uma ponte de corda

James Bond tem pavor de alturas e "Na Mira dos Assassinos", 007 (Roger Moore) enfrenta esse medo lutando contra Max Zorin no topo da Golden Gate Bridge em São Francisco. Siga para a paisagem litorânea selvagem da Costa Antrim da Irlanda do Norte para atravessar Carrick-a-Rede, uma ponte oscilante de corda que testará seus nervos. Suspensa a quase 30 metros acima do nível do mar, a ponte de 20 metros se estende entre o continente e a Ilha Rocky. Se você ousar olhar para baixo, verá a água verde-esmeralda seguindo seu fluxo em torno de grutas e cavernas. Esse destino turístico apropriado para famílias é mantido pelo National Trust. www.nationaltrust.org.uk

Refúgio ao estilo de Bond: a menos de 20 minutos de carro de Carrick-a-Rede fica The Bushmills Inn, um luxuoso hotel tradicional na bela Costa de Causeway da Irlanda do Norte. Bond adora experimentar a bebida local em suas viagens e aqui não poderia ser mais local - a destilaria Old Bushmills fica próxima e oferece ótimas excursões, ao passo que seu uísque é armazenado, obviamente, no bar aconchegante do The Bushmill Inn. www.bushmillsinn.com

Refúgio ao estilo de Bond: a menos de 20 minutos de carro de Carrick-a-Rede fica The Bushmills Inn, um luxuoso hotel tradicional na bela Costa de Causeway da Irlanda do Norte. Bond adora experimentar a bebida local em suas viagens e aqui não poderia ser mais local - a destilaria Old Bushmills fica próxima e oferece ótimas excursões, ao passo que seu uísque é armazenado, obviamente, no bar aconchegante do The Bushmill Inn. www.bushmillsinn.com

004: Salte em uma lagoa "sem fundo"

Bond adora, mais que tudo, operações secretas que lhe permitem entrar na água e isso ocorre em vários filmes, inclusive em "007 Contra o Satânico Dr No" e "007 Contra a Chantagem Atômica", para citar dois exemplos. Portanto, 007 com certeza adoraria a "poça de maré mais impressionante da Grã-Bretanha" (assim denominada por Daniel Start, autor do livro "Wild Swimming Coast"), que dizem não ter fundo. Na verdade, varia de 4 a 8 metros de profundidade, dependendo da maré. Pequena e formando um círculo quase perfeito, a Lagoa Azul do sul do País de Gales atrai aqueles que gostam de emoções e aventuras. Escolha um dos vários pontos naturalmente formados para saltar e mergulhar nos diferentes níveis.

Refúgio ao estilo de Bond: reserve The Towers, um chalé com cozinha localizado na bela propriedade do Castelo de Penrice, a cerca de 10 minutos de carro da Lagoa Azul. Situado em uma torre gótica original do século 18, é um local romântico para se hospedar. penricecastle.co.uk

005: Emoção ao lado do Tâmisa

Relembre a cena de abertura inesquecível de "007 - O Mundo Não É O Bastante", na qual Bond (Pierce Brosnan) persegue um assassino ao longo do rio Tâmisa em uma lancha. A sequência de abertura mais longa dos filmes de Bond culmina com ele rolando telhado abaixo no Domo do Milênio (agora conhecido como O2). Visite o O2 e escale o famoso domo. A experiência de escalar o O2 é emocionante e, ao chegar ao topo, você será recompensado com a bela vista de Londres. www.theo2.co.uk

Refúgio ao estilo de Bond: a apenas 8 minutos do O2 de metrô - ou a 25 minutos de barco em um passeio relaxante da Thames Clipper - fica o Four Seasons Canary Wharf, hotel luxuoso com vista do Tâmisa e quartos distribuídos em dez andares. A piscina infinita é imperdível e foi usada como locação da filmagem de "007 - Operação Skyfall". Bond, interpretado por Daniel Craig, nada em uma missão em Xangai (centro de Londres, na verdade). www.fourseasons.com

006: Dê a primeira tacada em um campo de golfe

Pode não ser o esporte de maior adrenalina, mas quando Bond (Sean Connery) jogou golfe com Auric Goldfinger certamente havia um elemento de risco para 007 - o assistente de Goldfinger, e carregador de tacos de golfe na cena, usava um chapéu capaz de decapitar uma estátua! Os jogadores de golfe devem seguir diretamente para a Escócia, lar do esporte, para jogar em um dos vários campos históricos. Há 550 campos para escolher - Bruntsfield Links, nos arredores de Edimburgo, fica bem próximo ao local em que Sean Connery, ávido jogador de golfe, foi criado; Old Course em St Andrews é o campo das lendas do esporte e Gleneagles sediou a Ryder Cup no ano passado. www.bruntsfieldlinks.co.uk, www.oldcoursehotel.co.uk, www.gleneagles.com

Refúgio ao estilo de Bond: aprofunde-se na história do golfe hospedando-se em Gleneagles, onde há um luxuoso hotel cinco-estrelas, além da famosa infraestrutura para golfe. Os quartos são extremamente elegantes, decorados com sofisticados tecidos axadrezados e há bares e restaurantes fantásticos, além de uma spa incrível no local. Também é possível desfrutar de tênis, falcoaria, pesca e passeios em Segway. www.gleneagles.com

A partida entre Bond e Goldfinger ocorreu em Stoke Park, Buckinghamshire, onde algumas cenas de "O Amanhã Nunca Morre" também foram flmadas. www.stokepark.com

007: Escale a encosta de um penhasco

Arrastar-se pela encosta de um penhasco faz parte da rotina de trabalho do 007, como Bond (Roger Moore) mostrou em uma cena inesquecível na encosta de uma montanha em "Somente Para Seus Olhos". Lake District, no noroeste da Inglaterra, abriga a Via Ferrata, na qual, usando uma série de cabos de metal, degraus, escadas e pontes, é possível subir e descer o paredão de uma montanha - o tempo todo atado com segurança a um cabo fixo com arreio. A Via Ferrata Classic é adequada para crianças a partir de 10 anos, garantindo uma experiência divertida para toda a família. www.honister.com/via-ferrata

Refúgio ao estilo de Bond: The Lake House, no The Gilpin Hotel, é extravagante, luxuosa e tem uma belíssima localização - exatamente o que Bond buscaria ao escolher um lugar para se hospedar. Seis suítes individuais compartilham um hotel de charme com bar, sala de jantar, sala de estar, piscina e lago, e o spa tem vista para um belo lago particular cercado por mata. thegilpin.co.uk/lake-house

Clique aqui no link para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:


Top 10 Roteiros

30 October 2015

Inglaterra e País de Gales (6 dias)

Neste roteiro de 6 dias seu passageiro irá explorar o País de Gales com seu belo litoral e castelos, a capital Cardiff, cidade que surpreende pelo seu charme e excelentes opções de lazer. Na Inglaterra, Bath, uma cidade tão linda e especial que foi nomeada Patrimônio Mundial, e é claro, Londres, a capital do mundo!
VISUALIZAR

Roteiro de 3 dias em Londres

Um roteiro para quem tem pouco tempo, mas não quer perder os destaques da cidade.

Nesta sugestão de roteiro de 3 dias em Londres, seu cliente poderá explorar as principais atrações da cidade, conhecendo um pouco sobre a realeza e a cultura britânica e terá ótimas oportunidades de belas fotos dos prédios mais icônicos da capital!
VISUALIZAR

Roteiro de 3 dias em Edimburgo

Uma sugestão de roteiro para aproveitar bem a bela capital da Escócia e ainda conhecer um pouco das Highlands.
VISUALIZAR

Arredores de Londres - Windsor

Opções de passeios de 1 dia saindo de Londres

Dicas do que visitar nesta cidade encantadora que está tão próxima a Londres.
VISUALIZAR

Arredores de Londres - Oxford

Opções de passeios saindo de Londres

Principais atrações em Oxford!
VISUALIZAR

Arredores de Londres - Brighton

Opçõeses de passeios em Brighton

Brighton é uma cidade no litoral sul da Inglaterra e que atrai muitos turistas! O acesso é muito fácil, principalmente para quem sai de Londres. Vale muito a pena incluir no roteiro de cliente!

Conheça as principais atrações da cidade.
VISUALIZAR


Mimos e tratamentos de beleza no interior da Grã-Bretanha

19 October 2015

EXÓTICO - Ruthin Castle Moat Spa, norte do País de Gales

O spa no Castelo de Ruthin tira proveito de sua localização na mata rústica do antigo fosso do castelo, que remonta à lenda do rei Arthur, de quase 700 anos atrás. Reunindo natureza e luxo no mesmo lugar, além de tratamentos faciais, exfoliações e máscaras com produtos ESPA, há muitas surpresas também, inclusive uma tenda com sauna e um balanço em formato de casulo pendurado nas árvores da área externa. É o lugar ideal para se entregar a um tratamento de spa natural, com muito ar puro do campo para contribuir com o relaxamento. www.ruthincastle.co.uk

Como chegar: Ruthin fica a cerca de duas horas de trem de Birmingham, região central da Inglaterra, e de Liverpool e Manchester, no noroeste da Inglaterra.

PISCINA COM VISTA PARA O MAR - St Brides Hotel, Saundersfoot, sudoeste do País de Gales

Esse spa de Pembrokeshire tem o mérito invejável de oferecer vistas incríveis de sua piscina infinita, da qual é possível admirar as praias amplas de areia de Saundersfoot, uma pequena estância balneária com muita personalidade. Os quartos contam com encantadoras mantas de lã galesa e toques de arte galesa contemporânea - boa parte está à venda. Já os tratamentos "Comfort Zone" do spa cumprem exatamente o que prometem com sessões faciais que abrangem desde purificar até hidratar e tratar com produtos anti-idade. www.stbridesspahotel.com

Como chegar: Saundersfoot fica em Pembrokeshire, a aproximadamente três horas de carro partindo de Londres.

ROMANCE EXCÊNTRICO - Castelo de Glandyfi, perto de Aberystwyth, oeste do País de Gales

O Castelo de Glandyfi, com suas torres, fortalezas, baluartes e salas octogonais (sem falar nas vistas espetaculares das montanhas da Snowdonia) é uma hospedaria pequena, excêntrica e romântica que reserva surpresas. Hospede-se no quarto Osprey, com suas cornijas originais pintadas, cama king size com quatro colunas, vista do estuário e uma banheira de hidromassagem redonda em uma sala octogonal. O castelo também pode providenciar terapeutas experientes para tratamentos holísticos e de relaxamento, como massagem, reflexologia, Reiki ou meditação com orientação na privacidade de seu quarto. www.glandyficastle.co.uk

Como chegar: Aberystwyth fica no oeste do País de Gales, a cerca de três horas de trem de Birmingham, na região central da Inglaterra, e a quatro horas de trem da capital galesa, Cardiff.

LUXO À MODA ANTIGA - Gleneagles, Perthshire, região central da Escócia

Palavra final em refúgio campestre, o spa Gleneagles é tão famoso quanto seus campos de golfe de nível internacional. Depois de um longo dia de pescaria, ciclismo, cavalgada ou tiro ao alvo no próprio local, relaxe com sauna a vapor com pedras de cristal, ducha de alta pressão, exfoliação com gelo e uma piscina do spa para revigorar. Relaxe completamente em uma suíte de luxo com mantas de lã xadrez e vistas incríveis antes de jantar salmão fresco escocês em um dos restaurantes premiados do local. www.gleneagles.com

Como chegar: Perthshire fica na região central da Escócia, a cerca de uma hora de carro de Edimburgo e a pouco mais de seis horas de trem de Londres.

RELAXE EM UM CASTELO - Castelo Stobo, Peebles, Scottish Borders

No castelo de 200 anos no topo de uma montanha, entre colinas, à sombra de árvores e em torno de um lago pitoresco, os hóspedes que relaxam na piscina podem admirar o sol que se põe atrás das montanhas escocesas. O spa ganhador de prêmios de turismo ecológico do Castelo Stobo conta com uma nova e tradicional sauna seca mista, para homens e mulheres, além da "The Dream Water Massage" - na qual dois jatos de água de alta pressão são usados no lugar das mãos de um massagista. www.stobocastle.co.uk

Como chegar:O castelo fica em Peebles, nas Scottish Borders, a apenas meia hora de carro de Edimburgo.

EXPERIÊNCIA DE SPA COMPLETA - Lucknam Park, Bath, sudoeste da Inglaterra

Situado em 200 hectares de parque natural, Lucknam Park é um retiro campestre rodeado por jardins com cerca viva, alamedas de árvores belíssimas e gramados bem cuidados, onde qualquer stress ou tensão desaparece naturalmente. Além das cinco cabines térmicas, piscina de água salgada para imersão, duchas e sala de relaxamento, a nova Wellbeing House, localizada em uma casa de pedra de Cotswold nos fundos do edifício principal do spa, oferece estúdio para ioga e pilates, terapia com luz solar Haslauer, flutuação seca e tratamento dos "pés à cabeça" para almas estressadas. www.lucknampark.co.uk

Como chegar: Bath fica a cerca de uma hora e meia de trem partindo de Londres.

FAVORITO DAS CELEBRIDADES - Cowshed em Babington House, Somerset, sudoeste da Inglaterra

Local do casamento de Eddie Redmayne, ator britânico vencedor do Oscar com o filme "A Teoria de Tudo", o clube de campo exclusivo para sócios Babington House oferece quartos com banheiras modernas não embutidas, vistas da propriedade e lareiras. O Cowshed Spa é a palavra final em luxo. Oferece tratamentos com lama, exfoliação, sauna e vários produtos da marca Cowshed para usar em tratamentos faciais, de reflexologia, pedicure e massagem. www.babingtonhouse.co.uk

Como chegar: Somerset fica no sudoeste da Inglaterra, a cerca de 265 quilômetros do centro de Londres.

PEQUENO E EXCLUSIVO - Gilpin Hotel & Lake House, Lake District, noroeste da Inglaterra

Experiência única de spa, ao lado de um belo lago particular, o Gilpin Hotel & Lake House inaugurou recentemente o ‘Jetty' Lake House Spa. Concebido para complementar seu ambiente, o spa fica em meio a árvores, à margem da água, e suas duas salas de tratamento aconchegantes incluem fogão à lenha e janelas do chão ao teto com vista para o lago particular. A reservada Lake House, a menos de 2 quilômetros do hotel, fica em frente ao seu próprio lago particular, com piscina coberta, sauna e banheira grande de madeira de cedro ao ar livre. www.thegilpin.co.uk

Como chegar: Lake District é uma região montanhosa na Cumbria, noroeste da Inglaterra, a cerca de 3 horas e meia de trem partindo de Londres.

COMO NA TAILÂNDIA - Spa tailandês, Lough Erne Resort, Fermanagh, Irlanda do Norte

Esse hotel-spa cinco-estrelas traz para a Irlanda do Norte e o Reino Unido a única experiência de spa inteiramente tailandesa, com tratamentos aplicados por terapeutas nativos treinados na Tailândia, usando terapias tradicionais do país. O moderníssimo spa utiliza a linha Ytsara de produtos tailandeses, oferecendo um enfoque único às antigas práticas holísticas asiáticas. As dez salas de tratamento, incluindo a Royal Thai Ritual Room (com uma parede esculpida à mão por um artesão, retratando a flor de lótus tailandesa), são ideais para entregar-se a tratamentos como o Ritual de Reflexão Real, com duração de 75 minutos, que começa com uma meditação contemplativa, seguida de uma massagem oriental calmante na cabeça, antes de ser gentilmente despertado com uma florida cerimônia do chá. www.lougherneresort.com

Como chegar: Lough Erne fica na fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda. O acesso é fácil tanto de Dublin quanto de Belfast, a apenas duas horas de carro de ambos os aeroportos internacionais.

PRIVACIDADE ÀS MARGENS DO RIO - Galgorm, County Antrim, Irlanda do Norte

Situado em 66 hectares de exuberante parque natural, as cabanas de madeira graciosamente rústicas ou os exóticos chalés de pescador de Galgorm ficam próximos do hotel principal e oferecem a privacidade e a flexibilidade de acomodações com cozinha. Com vista para o fantástico Rio Maine, as atividades incluem pesca, golfe no Castelo de Galgorm, tiro ao alvo na Fazenda Carnview e a bela Causeway Coast, que fica uma pequena distância de carro. O spa, escondido em meio ao bosque ao lado do rio e construído com madeira e pedras locais, oferece todos os tratamentos usuais, além de spa termal com sauna turca e o bônus de um ‘Boudoir' para maior privacidade. O novo spa The Orangery foi inaugurado em setembro e conta com uma luxuosa área de relaxamento. As áreas externas incluem sauna à margem do rio, piscina, área coberta para relaxar com banheira holandesa, aquecida com lenha do próprio local, tudo à beira do Rio Maine. www.galjustgorm.com

Como chegar: Galgorm fica em County Antrim, na Irlanda do Norte, a apenas 30 minutos de carro de Belfast.

Clique aqui no link para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:


Bond está de volta

07 October 2015

007 CONTRA SPECTRE, a 24º aventura de James Bond, uma realização da EON Productions de Albert R. Broccoli, Metro-Goldwyn-Mayer-Studios e Sony Pictures Entertainment, estreia nos cinemas do mundo todo a partir de 26 de outubro e em 5 de novembro de 2015 no Brasil.

Para aproveitar o fascínio mundial que James Bond exerce e a exposição internacional que o filme proporciona para atrair turistas para a Grã-Bretanha, o VisitBritain lança hoje a campanha mundial de turismo cinematográfico Bond is GREAT, em parceria com a Sony Pictures Entertainment e Metro-Goldwyn-Mayer Studios.

A campanha Bond is GREAT está sendo lançada em mais de 60 países com o objetivo de incentivar fãs do 007 a escolher a Grã-Bretanha, terra natal de Bond, como destino das próximas férias.

O VisitBritain é o parceiro nacional oficial de turismo para o grande lançamento de 007 CONTRA SPECTRE e sua campanha mundial vai utilizar uma combinação de outdoors, material impresso e digital e redes sociais. Isso inclui cenas de bastidores de 007 CONTRA SPECTRE na página dedicada à campanha, no endereço www.VisitBritain.com/spectre. Três novas imagens de Bond is GREAT também estão sendo lançadas, exibindo James Bond, um Aston Martin do lado de fora do Palácio de Blenheim e uma cena de 007 CONTRA SPECTRE com James Bond na rua Whitehall.

Dentre outros destaques está o lançamento de quatro novas imagens 360 graus de importantes locações de filmagem de 007 CONTRA SPECTRE, incluindo o Palácio de Blenheim, Camden, a Ponte de Westminster e a sede da Prefeitura, que serão promovidas internacionalmente por meio dos amplos canais do VisitBritain em redes sociais. As experiências imersivas em 360 graus vão proporcionar aos turistas de outros países uma oportunidade virtual de entrar nas emblemáticas locações britânicas mostradas em 007 CONTRA SPECTRE. A primeira imagem, do Palácio de Blenheim, está sendo lançada hoje em www.VisitBritain.com/spectre. As novas fotos vão ampliar a série de imagens 360 graus de grande popularidade de algumas das paisagens e atrações históricas mais amadas do Reino Unido. Essa série foi lançada no início do ano pelo VisitBritain.

Esta é a terceira vez que o VisitBritain, trabalhando em parceria com a Sony Pictures Entertainment e Metro-Goldwyn-Mayer Studios, se associa à franquia Bond para inspirar e motivar ainda mais turistas internacionais a visitar a Grã-Bretanha.

A campanha Bond is GREAT de 2012, para o grandioso lançamento de 007 - OPERAÇÃO SKYFALL, resultou em uma cobertura internacional que alcançou 653 milhões de pessoas ao redor do mundo, além de uma exposição no valor de 3,5 milhões de libras (US$ 5,3 milhões) para o "produto" Grã-Bretanha e seus parceiros. Tal campanha exerceu influência positiva no turismo, sendo que 16% das pessoas que se lembraram da campanha Bond is GREAT programaram uma viagem à Grã-Bretanha e 35% dos que se lembraram do anúncio disseram que tinham sérias intenções de visitar a Grã-Bretanha dentro dos próximos três anos. 007 - OPERAÇÃO SKYFALL também ajudou a impulsionar o número de turistas em Glencoe, na Escócia, depois de o vilarejo ser usado como locação de filmagem, com um aumento de 41,7% no número de visitantes em 2012, segundo dados do Scottish Natural Heritage.

Sally Balcombe, CEO do VisitBritain, disse: "Sabemos que o vínculo entre turismo e cinema é poderoso. Filmes recentes demonstraram que eles proporcionam um aumento real no número de visitantes. Quase metade dos possíveis visitantes da Grã-Bretanha quer conhecer lugares exibidos em filmes ou programas de TV, então estamos fazendo todo o possível para capitalizar essa tendência de viagens para locações de filmes. Estamos trabalhando com afinco para incentivar e inspirar mais pessoas a passar férias na Grã-Bretanha por meio da nossa campanha ‘Bond is GREAT Britain', conduzindo a um aumento mensurável no número de visitantes internacionais e gastos por parte deles em todos os países e regiões da Grã-Bretanha."

Como parte da campanha Bond is GREAT deste ano, os fãs de 007 no mundo todo terão a oportunidade de participar de uma competição online exclusiva no endereço www.visitbritain.com/spectre para desfrutar do estilo de vida de Bond na Grã-Bretanha. O prêmio inclui um Aston Martin com motorista particular durante a viagem, visita particular ao museu de cera Madame Tussauds e hospedagem em um dos exclusivos hotéis Radisson Blu Edwardian. Há também uma propaganda de ‘Bond is GREAT' que exibe clipes dos filmes anteriores de Bond e uma filmagem exclusiva de 007 CONTRA SPECTRE na página do VisitBritain no YouTube?, disponível também em www.VisitBritain.com/spectre.

A entrada de turistas equivale a 26,2 bilhões de libras (US$ 39,8 bilhões) por ano para a Grã-Bretanha, e a cultura e o patrimônio do país estão entre as principais atrações para os visitantes internacionais. 007 CONTRA SPECTRE é uma ótima vitrine internacional para alguns dos locais emblemáticos da Grã-Bretanha. A abrangência do turismo histórico e cultural da Grã-Bretanha alia-se à sua competência na arte de fazer filmes, incluindo a habilidade em produção e instalações, e isso tem atraído produtores de filmes para a Grã-Bretanha há anos.

Download das imagens.

Sinopse de 007 CONTRA SPECTRE

Uma mensagem enigmática do passado lança James Bond (Daniel Craig) em uma missão perigosa na Cidade do México e depois em Roma, onde ele conhece Lucia Sciarra (Monica Bellucci), a bela e proibida viúva de um abominável criminoso. Bond se infiltra em uma reunião secreta e descobre a existência de uma organização sinistra conhecida como SPECTRE.

Enquanto isso, de volta a Londres, Max Denbigh (Andrew Scott), o novo chefe do Centro de Segurança Nacional, questiona as atitudes de Bond e contesta a relevância do MI6, liderado por M (Ralph Fiennes). Bond recruta secretamente Moneypenny (Naomie Harris) e Q (Ben Whishaw) para ajudá-lo a procurar Madeleine Swann (Léa Seydoux), filha de seu inimigo de longa data, Mr White (Jesper Christensen), que pode ter a pista para desvendar a rede de SPECTRE. Como filha de um assassino, ela entende Bond de uma forma que a maioria das outras pessoas não consegue.

À medida que Bond aventura-se pelo âmago de SPECTRE, descobre que existe uma ligação assustadora entre ele mesmo e o inimigo que procura, interpretado por Christoph Waltz.

Sam Mendes retorna para dirigir SPECTRE e Daniel Craig retoma seu papel de 007 pela quarta vez. A produção de SPECTRE é de Michael G. Wilson e Barbara Broccoli. O roteiro é de John Logan, Neal Purvis & Robert Wade e Jez Butterworth, com enredo de John Logan e Neal Purvis & Robert Wade.

Sobre o VisitBritain

VisitBritain é o órgão oficial de turismo da Grã-Bretanha, responsável por divulgar a Inglaterra, Escócia e o País de Gales no mundo todo e desenvolver o segmento de turismo do país. É uma organização pública não-ministerial, financiada pelo Departamento de Cultura, Mídia e Esporte, e trabalha com parceiros no Reino Unido e no exterior para garantir que a Grã-Bretanha seja divulgada de forma relevante e inspiradora no mundo todo. Os parceiros incluem agências governamentais, como UKTI e British Council, companhias aéreas e operadoras, marcas mundiais como a Premier League, além dos órgãos oficiais de turismo de Londres, da Inglaterra, Escócia e do País de Gales.

Sobre a EON Productions de Albert R. Broccoli

A EON Productions Limited e Danjaq LLC são de propriedade integral e controladas pela família Broccoli/Wilson. Danjaq é a empresa com sede nos EUA que detém, juntamente com a Metro-Goldwyn-Mayer Studios, os direitos autorais dos filmes existentes de James Bond e controla os direitos de produzir futuros filmes da série, assim como toda a comercialização mundial. EON Productions, afiliada da Danjaq, é a empresa estabelecida no Reino Unido que produz os filmes de James Bond. A franquia 007 é a série de filmes mais longa da história do cinema, com 23 filmes produzidos desde 1962. Michael G Wilson e Barbara Broccoli sucederam Albert R ‘Cubby' Broccoli e produziram alguns dos filmes de maior sucesso de Bond, como CASINO ROYALE, QUANTUM OF SOLACE e OPERAÇÃO SKYFALL. O 24º filme, 007 CONTRA SPECTRE, está em fase de pós-produção no momento.

Sobre a Metro-Goldwyn-Mayer Studios Inc.

A Metro-Goldwyn-Mayer Studios Inc. ("MGM") é uma empresa líder de entretenimento voltada para a produção e distribuição mundial de filmes e conteúdo de televisão. Possui um dos acervos mais completos de filmes e programas de televisão. Além disso, tem participação em canais de televisão nacionais e internacionais, incluindo canais da própria marca MGM. Para obter mais informações, visite www.mgm.com

Sobre a Sony Pictures Entertainment

Sony Pictures Entertainment (SPE) é uma subsidiária da Sony Corporation of America, subsidiária, por sua vez, da Sony Corporation de Tóquio. As operações mundiais da SPE abrangem a produção e distribuição de filmes para cinema e televisão; aquisição e distribuição de entretenimento doméstico; uma rede mundial de canais, criação e distribuição de conteúdo digital; operação de instalações de estúdio; desenvolvimento de novos produtos de entretenimento, serviços e tecnologias; e distribuição de entretenimento em 159 países. Para obter mais informações, acesse www.sonypictures.com


Cores de outono enfeitam propriedades históricas da Inglaterra

06 October 2015

Lembre-se de incluir esses locais em sua excursão de outono: Beaulieu, Palácio de Blenheim, Burghley House, Castelo de Howard, Chatsworth, Harewood, Hatfield House, Holkham Hall, Castelo de Leeds e Abadia de Woburn.
www.treasurehouses.co.uk

Nada como começar a excursão de outono na encantadora New Forest, Hampshire, na propriedade Beaulie - que significa "lugar bonito"! Encontre paz e tranquilidade no mosteiro murado e na horta. Dê um passeio pela Horta Ornamental, que inclui uma casa com parreiras restaurada, datada de 1870. Caminhe pela pitoresca trilha Mill Pond e descubra o esplendor natural do Wilderness Garden. Como chegar: de trem para Brockelhurst ou de carro pela M27, saída no Entroncamento 2. Siga as placas marrons para o National Motor Museum (Museu Nacional do Automóvel).
www.treasurehouses.co.uk

Há uma série de eventos e atividades para desfrutar nos meses de inverno no Palácio de Blenheim, Patrimônio da Humanidade, situado em Oxfordshire. Os destaques incluem o Festival de Literatura, Cinema e Música, as Provas de Hipismo Internacional do Palácio de Blenheim e o Sunday Jazz. E quando o outono começa, os 809 hectares de parque natural se transformam em um mosaico de cores quentes, por isso é uma época excelente do ano para visitar o local e apreciar a paisagem e as vistas incríveis. Como chegar: de trem saindo da estação London Victoria ou ônibus para Oxford.
www.blenheimpalace.com

Um evento importante no calendário da estação é o Festival de Flores de Burghley (até 11 de outubro), em Lincolnshire, uma comemoração outonal que transforma os salões de Burghley com exposições de belos arranjos criados por associações locais. A inspiração deste ano é o tema botânico "Ser ou não ser", uma celebração florida das peças de Shakespeare, disposta com a arte do século 17 situada sob o opulento teto pintado. Como chegar: de carro, via M11 (1 hora e meia de viagem) partindo de Londres, ou aprecie o tranquilo trajeto de trem pelo interior inglês na Great Northern Railway (2 horas e meia) partindo de Londres. Partindo de Leicester, a viagem dura 1 hora de carro ou de trem.
www.burghley.co.uk

Passeie na Ray Wood do Castelo de Howard, Yorkshire, e admire os tons formidáveis e as cores resplandecentes da estação do outono, dos diversos arbustos e árvores, da grande variedade frutas maduras no belíssimo terreno. Há vistas de tirar o fôlego através de seus lagos! Depois siga para a horta ornamental - Castle Howard Potager - para ver a colheita dos vegetais de outono. Como chegar: são 24 quilômetros de York, na direção nordeste, com acesso fácil pela A64, que liga Leeds, York e o litoral de Yorkshire.
www.castlehoward.co.uk

Famosa como locação das filmagens de grandes clássicos como "Orgulho e Preconceito" e "A Duquesa", Chatsworth House, no centro de Derbyshire, evoluiu em mais de 450 anos, e seus 42 hectares de jardins continuam passando por transformações até hoje. Sempre há muito para se explorar por lá, inclusive o aniversário de 10 anos de Beyond Limits, a exposição anual de esculturas contemporâneas de Sotheby no jardim de Chatsworth (até 25 de outubro). A horta ainda produz safras de ameixas, peras e maçãs para colheita. Como chegar: na M1, pegue o Entroncamento 29, Chesterfield, e siga as placas marrons, a viagem dura 25 quilômetros. A East Midlands tem trens com frequência de e para Chesterfield e Sheffield via Derby.
www.chatsworth.org

Em 40 hectares de jardins em Harewood, perto de Leeds, no nordeste da Inglaterra, há uma grande variedade de plantas do mundo inteiro - tudo no ambiente com paisagismo criado por Lancelot ‘Capability' Brown. O famoso Bird Garden de Harewood abriga espécies exóticas, incluindo pinguins, corujas, flamingos e papagaios, e o Himalayan Garden é um mundo extraordinário em miniatura, um paraíso para quem gosta de plantas. Como chegar: o acesso é fácil partindo de Leeds/Harrogate de trem ou de ônibus.
harewood.org

Hatfield House é a peça central da maior propriedade particular de Hertfordshire, logo ao norte de Londres, com uma grande extensão do condado coberta por bosques, proporcionando uma rica diversidade de habitats e espécies. O bosque abrange várias espécies de plantas coníferas de folhas largas. Como chegar: são 33 quilômetros do centro de Londres via M25 (Entroncamento 23). A entrada para pedestres fica em frente à estação de trem Hatfield, saindo de Kings Cross (20 minutos de viagem).
www.hatfield-house.co.uk

Para ter a oportunidade de ver um viveiro de plantas espetacular com suas diversas espécies de árvores incomuns e raras resplandecendo com a folhagem de outono, participe de uma das excursões de outono dos Jardins Particulares de Holkham. A próxima será no dia 18 de outubro. Outros eventos incluem caminhadas exclusivas para mulheres e passeios para avistar cervos na reserva natural onde se localiza a propriedade. Como chegar: de Londres e Cambridge pelas rodovias M11 e A10. Se for de trem, a partida é da estação de King's Cross, em Londres, com trens de hora em hora via Cambridge e Ely.
www.holkham.co.uk

O castelo de Leeds em Kent, sul da Inglaterra, oferece o ambiente perfeito para um passeio de outono. Está situado em 200 hectares de parque natural pitoresco. Faça um passeio pelo Wood Garden, que segue a curva do Rio Len para Pavilion Lawn. Outra atividade é o Autumn Photowalks, nos dias 20 de outubro e 4 de novembro, quando o fotógrafo Robert Canis irá dar aulas práticas para ajudar os participantes a registrar toda a exuberância das cores de outono em um cenário magnífico. Como chegar: de carro via Entroncamento 8 da rodovia M20, a apenas 1 hora de Londres. O castelo fica a 30 minutos do Eurotúnel e de Channel Ports. Há trem para Bearsted com serviço de ônibus de ida e volta para o castelo.
www.leeds-castle.com

O sossegado jardim da Abadia de Woburn, em Bedfordshire, é aberto ao público para que todos apreciem o esplendor de Humphry Repton, o famoso jardineiro e paisagista do início do século 18. Caminhe pelos 12 hectares de ambientes tranquilos com jardins naturais, abrangendo desde gramados bem cuidados e coloridos canteiros de flores até clareiras e lagos cheios de vida. Conheça o jardim do pântano, uma adição recente com plantas carnívoras, o romantismo do Templo Dórico, que foi cuidadosamente restaurado no ano passado, e observe a obra de recriação em andamento no jardim ornamental com pedras e gruta. Como chegar: de carro, fica a 10 minutos da rodovia M1, saindo de Londres. Outra opção é pegar o trem para Flitwick, onde há um ponto de táxi que leva até Woburn.
www.woburnabbey.co.uk

Clique aqui no link para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:

Esportes para assistir na Grã-Bretanha sem gastar muito

28 September 2015

Apesar de não ser usual em grandes torneios esportivos, os campeonatos de tênis em Wimbledon contam com ingressos vendidos na entrada. Milhares de ingressos para o gramado são disponibilizados diariamente durante os torneios, com preços a partir de 20 libras (121 reais) para assentos não reservados nas quadras 3 a 19 - Ana Ivanovic, Gael Monfils e Venus Williams jogaram nessas quadras em 2015 - além da oportunidade de subir a Murray Mound (que continua sendo Henman Hill para alguns) e acompanhar a ação na quadra central pelo telão enquanto devora morangos e beberica Pimms. Você vai precisar entrar na fila por volta das 7 horas (o gramado abre às 9h30) para garantir a entrada ou chegar depois das 17 horas para entrar mais tarde, quando os ingressos custam a partir de 14 libras (85 reais).
www.wimbledon.com

Telões espalhados pela Grã-Bretanha também mostram os destaques de Wimbledon durante o torneio, que ocorre entre junho e julho. Durante o verão na Grã-Bretanha, vários terraços panorâmicos e praças de Londres transmitem partidas, com espreguiçadeiras e refrescos para os espectadores relaxarem, ao passo que a Millennium Square de Leeds, Trafford Centre de Manchester e The Square de Birmingham também contam com ruidosos telões todos os anos.
www.greatbritsummer.com, www.leeds.gov.uk, www.intu.co.uk, www.thesquareshoppingcentre.co.uk

Muito famoso na Irlanda, o tradicional futebol galês é uma combinação de futebol e rúgbi. Continua sendo um esporte estritamente amador, mas atrai grandes e ruidosas multidões. O Campeonato de Futebol Sênior de Ulster na Irlanda do Norte está entre as competições mais acirradas e a final ocorre sempre em julho, no St Tiernach's Park de Clones, a 90 minutos de carro de Belfast e lar do Monaghan GAA. O ingresso para a final no local, com capacidade para 36 mil pessoas, custa 20 libras (121 reais) por adulto em cadeira (ou 14 libras/85 reais para ficar de pé na plataforma). É recomendável reservar com antecedência.
www.monaghangaa.ie

A Maratona de Londres em abril recebe uma multidão de espectadores que se aglomeram nas ruas. É muito divertido torcer pelos valentes corredores, muitos vestidos com toda a pompa para arrecadar fundos para caridade, mas conseguir um ponto de observação razoavelmente vantajoso é fundamental. Os locais mais concorridos são Greenwich, Tower Bridge e The Mall. A zona portuária do leste de Londres costuma ser menos lotada, com lhamas, furões e coelhos da Fazenda Mudchute oferecendo diversão posterior para as crianças. Lower Thames Street, na cidade, proporciona vários ângulos privilegiados, especialmente no cruzamento com a Pudding Lane.
www.virginmoneylondonmarathon.com

A cadeia de montanhas Nevis, no oeste da Escócia, é o palco da animada Copa Mundial de Ciclismo de Montanha UCI, em junho. Os visitantes da cidade de Fort William, a cerca de três horas de carro de Glasgow ou Edimburgo, podem frequentar a vila da Copa do Mundo para ver apresentações de ciclismo, competições e barracas que vendem equipamentos e malhas. Há também vários eventos, como uma emocionante corrida ladeira abaixo - uma mistura de lama, raízes de árvores, pedras, saltos e desvios. Os ingressos custam 26 libras (157 reais) se forem comprados no local.
www.fortwilliamworldcup.co.uk

Rúgbi é o esporte mais popular do País de Gales, um símbolo da identidade galesa que inspira espectadores partidários do esporte e conversas animadas em pubs até altas horas. A Rugby World Cup 2015 está em pleno andamento, com a final no dia 31 de outubro. Uma experiência bem britânica é assistir a esportes ao vivo em um pub, de preferência acompanhado de hambúrguer, fritas e um copo de cerveja. A maioria dos pubs exibe futebol ao vivo, mas alguns transmitem somente rúgbi. Rugby Tavern, na cidade de Rugby, onde nasceu o esporte, é um deles, assim como o Old Arcade, de Cardiff.
www.shepherdneame.co.uk, www.sabrain.com/oldarcade

Internamente, os melhores clubes de rúgbi competem com equipes da liga Pro 12, provenientes da Irlanda, Escócia e Itália, assim como na Copa Heineken da Europa. Ingressos para os principais estádios, como o Arms Park de Cardiff e Parc y Scarlets em Llanelli, no sudoeste do País de Gales, costumam custar apenas 10 libras (60 reais).
www.cardiffrfc.com, www.scarlets.co.uk

Um evento famoso de corrida de cavalos é o Grand National em abril, uma corrida com obstáculos realizada desde 1839 no Hipódromo de Aintree, perto de Liverpool, noroeste da Inglaterra. Para se envolver de verdade, junte-se à multidão de 154 mil pessoas e grite para os 40 cavalos e jóqueis - mas reservando um incentivo especial ao seu candidato preferido - à medida que eles vencem os famosos obstáculos, como o Becher's Brook. Os ingressos custam a partir de 23 libras (138 reais). Note que a maioria dos frequentadores se veste com elegância para o evento.
www.aintree.thejockeyclub.co.uk

O terreno íngreme e romântico do País de Gales recebe o rali mais famoso da Grã-Bretanha em novembro. Sediando a emocionante final do Campeonato Mundial de Rali, o Wales Rally GB é o palco de carros em alta velocidade, contornando pistas acidentadas perto da cidade de veraneio litorânea de Llandudno, no noroeste do país, a 90 minutos de carro de Liverpool. Não deixe de ver o trecho em torno do castelo de Chirk, uma bela fortaleza construída pelo ingleses em 1310. Comprando antecipadamente, os ingressos mais baratos custam 25 libras (150 reais) para adultos; crianças com 8 anos ou menos não pagam e as com idade entre 9 e 15 anos pagam apenas 1 libra (6 reais).
www.walesrallygb.com.

Principal competição de ciclismo de estrada com várias etapas da Grã-Bretanha, a anual Tour of Britain começa no noroeste galês, na bela ilha de Anglesey, continua seu trajeto rumo à Escócia, passando na sequência por Lake District, e cruza a região central da Grã-Bretanha enquanto segue em direção a Londres. A rota exata é anunciada em agosto, inclusive a escolha dos emocionantes Sprints YodelDirect e dos trechos com subida SKODA, o rei das montanhas. Não se paga nada para assistir e os fãs podem optar entre locais com cenário rural ou urbano.
www.tourofbritain.co.uk

Semelhante ao hurling irlandês, o Shinty é um jogo de verão tradicional escocês no qual são usados bastões como os do hóquei. Os melhores times competem pela Taça Camanachd, inclusive o Kingussie Camanachd - que, de acordo com o Livro Guinness dos Recordes, é o time mais bem sucedido do mundo de todos os esportes. O campeonato geralmente acontece em setembro e os ingressos custam cerca de 10 libras (60 reais).
www.shinty.com

Dois ilustres eventos de remo ocorrem no rio Tâmisa todos os anos: atraindo uma abastada multidão no começo de julho, a tradicional Regata Real de Henley é uma competição de cinco dias páreo a páreo que culmina com a Grand Challenge Cup. Os ingressos para a área delimitada da regata custam a partir de 20 libras (121 reais), mas não há nenhum custo para ficar na margem do rio. Há também a Corrida de Barcos, disputada entre equipes das universidades de Oxford e Cambridge, que é realizada há quase dois séculos. A atual rota de quatro milhas leva as equipes do bairro londrino de Putney para Mortlake; não há cobrança de ingressos para assistir, inclusive para a dupla de competições "Corrida de Barcos dos Festivais no Parque", no Bishop's Park de Fulham e em Furnivall Gardens de Hammersmith.
www.hrr.co.uk, theboatraces.org

Umas das coisas mais britânicas por excelência para se fazer é assistir a um jogo de críquete - de preferência a versão mais longa em estádios como The Oval em Londres, Headingley em Leeds ou Old Trafford em Manchester. Os ingressos se esgotam rapidamente, mas se as partidas se estenderem até o quinto dia, os preços costumam baixar e a venda ocorre nas catracas - 10 libras (60 reais) para adultos, por exemplo, e grátis para crianças. Outra opção é assistir a um jogo noturno do Twenty20 na disputa da liga NatWest T20 Blast: com um clima de torcida animado e lances dinâmicos, é garantia de uma noite divertida, sem gastar muito.
www.ecb.co.uk/tickets, www.facebook.com/natwestt20blast

Clique aqui no link para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:

Turistas fãs de futebol trazem 684 milhões de libras para a Grã-Bretanha

15 September 2015

Enquanto os amantes do futebol aguardam ansiosamente a próxima rodada de jogos da Barclays Premier League neste fim de semana, os números apresentados ontem pelo VisitBritain revelam o valor cada vez maior gerado para a economia pela presença de turistas internacionais em partidas dessa modalidade de esporte na Grã-Bretanha.

O relatório do VisitBritain, Turismo relacionado ao futebol marca gols para a Grã-Bretanha, revela que os 800 mil visitantes internacionais que foram a partidas na Grã-Bretanha no ano passado gastaram um total de 684 milhões de libras (US$ 1.055 milhão) durante sua estadia no país. Isso representa um aumento de 15% - ou um acréscimo de 89 milhões de libras (US$ 137.4 milhões) - em comparação ao resultado da última pesquisa, realizada em 2010. Enquanto a média geral de gastos dos turistas internacionais em visita à Grã-Bretanha foi de 636 libras (US$ 982) em 2014, as visitas que incluíram a ida a partidas de futebol renderam uma média de gastos de 855 libras (US$ 1.320). Em 2010 renderam 776 libras (US$ 1.198), quando os gastos gerais foram de 595 milhões (US$ 918.8 milhões), provenientes de 750 mil visitas.

Não são apenas os viajantes a lazer que gostam de assistir a partidas de futebol: do total de 800 mil visitantes internacionais a negócios, mais de 40 mil compareceram a jogos durante sua estadia no país no ano passado.

A pesquisa destaca o grande apelo internacional do futebol da Premier League e seu papel cada vez mais importante como atrativo mundial de visitantes para a Grã-Bretanha. Nesta temporada de 2015/16, o VisitBritain completa 8 anos de parceria não comercial com a Premier League, a qual incentiva visitantes do mundo todo a viajar para a Grã-Bretanha e aproveitar as partidas da liga por meio da campanha Football is GREAT.

Os resultados mostram que o futebol é a atração esportiva número um para turistas internacionais em visita à Grã-Bretanha. Dos visitantes cuja finalidade principal da viagem ao Reino Unido foi "assistir a um esporte", 73% disseram que compareceram a uma partida de futebol. Cerca de 40% dos que foram a um jogo de futebol disseram que "assistir a um esporte" foi o principal motivo da visita ao Reino Unido.

A pesquisa também demonstra a eficácia do futebol em atrair turistas internacionais para a Grã-Bretanha em períodos mais tranquilos do ano e incentivá-los a explorar diferentes destinos do país. O noroeste da Inglaterra continua sendo a região que recebe a maior parcela de visitantes do exterior atraídos pelo futebol, sendo 1 em cada 10, incluindo o comparecimento a uma partida, seguido por mais de 1 em cada 20 visitas ao nordeste do país. No País de Gales, 1 em cada 40 visitantes internacionais assistiu a um jogo em estádio, logo à frente de Yorkshire

Em relação a visitas a estádios específicos, Old Trafford em Manchester e o Emirates do Arsenal em Londres empataram, ambos recebendo 109 mil turistas internacionais. Desde a última pesquisa realizada em 2010, o Emirates ultrapassou o Anfield como o segundo estádio mais famoso, com um aumento de 24% de torcedores internacionais. A popularidade de Wembley aumentou de forma significativa. Hoje o estádio recebe mais que o dobro de visitantes em comparação a 2010.

A Irlanda ficou no topo da tabela internacional da liga para visitantes que compareceram a uma partida de futebol, com 121 mil pessoas. O segundo país foi a Noruega, com 93 mil turistas espectadores de futebol durante 2014 - bem à frente da Suécia, em terceiro lugar com 58 mil visitantes.

Sally Balcombe, CEO do VisitBritain, Disse: "Nossa ambição é converter o interesse mundial em futebol e na Barclays Premier League em ainda mais visitas internacionais a todas as regiões da Grã-Bretanha. Para isso, continuaremos a visar consumidores nos principais mercados do mundo com a nossa campanha Football is GREAT, mostrando os principais destinos que abrigam clubes da Premier League, como o nordeste, noroeste, região central, Londres e País de Gales."

Richard Scudamore, presidente executivo da Premier League, acrescentou: "A Premier League tem orgulho de sua função de promover a Grã-Bretanha no mundo. Há 1,2 bilhão de pessoas no planeta que são fãs da liga e queremos interagir com o maior número possível desse montante. Só nos últimos 18 meses, levamos a experiência de ver a Barclays Premier League ao vivo para Johannesburg e Mumbai, ao passo que, em julho, realizamos o nosso mais bem-sucedido troféu Barclays da Ásia em Cingapura. É muito especial fazer parte da ação ao vivo em dia de jogo e muito animador ver mais turistas visitando a Grã-Bretanha para conhecer a Premier League de perto."

Tracey Crouch, ministra do Turismo, comentou: "A Grã-Bretanha é o lar de vários dos times de futebol favoritos do mundo, então é de se esperar que cada vez mais visitantes internacionais compareçam a jogos de futebol durante sua estadia ao país. Milhões de turistas do exterior visitam o Reino Unido a cada ano e a maioria aproveita as atrações de Londres. Mas a Grã-Bretanha tem muito mais a oferecer, então é maravilhoso ver o papel positivo que o futebol está exercendo ao revelar destinos importantes em diversas regiões do Reino Unido. É excelente para as economias locais, para o futebol e para a indústria do turismo no Reino Unido."

Todas as atividades da campanha Football is GREAT do VisitBritain divulgam os destinos da Barclays Premier League com frequentes ações na mídia digital e nas redes sociais. Elas são intensificadas durante a temporada para destacar a oferta de atrações turísticas nas principais regiões de futebol, como o País de Gales, Londres, o noroeste, nordeste e a região central do país.

Aviso aos Editores

  1. O levantamento foi realizado para o VisitBritain pelo Office for National Statistics como parte da Pesquisa de Passageiros Internacionais durante o ano de 2014.
  2. Nesta temporada, o VisitBritain está proporcionando aos fãs internacionais a chance de ganhar uma viagem VIP para a Grã-Bretanha, dedicada ao futebol, incluindo passagens aéreas, hospedagem e ingressos VIP para dias de jogo, além de entradas para uma variedade de atrações. Para concorrer, é necessário descrever sua viagem dos sonhos relacionada ao futebol em www.visitbritain.com/football.
  3. Atrações turísticas relacionadas ao futebol na Grã-Bretanha: o VisitBritain incentiva os visitantes a aproveitar outras atividades além do jogo, com ingressos para excursões em estádios disponíveis na loja online do VisitBritain (www.visitbritainshop.com/brasil). Com um número cada vez maior de experiências turísticas no país relacionadas ao tema, incluindo o Museu Nacional do Futebol e Hotel Football em Manchester, e o Café Football em Londres, há muitas opções para entreter os fãs do esporte durante a viagem.

Sobre o VisitBritain

O VisitBritain é o órgão oficial do governo britânico encarregado de promover a imagem e os destinos turísticos da Grã-Bretanha para o público em geral, operadores e agentes de viagem e imprensa. Está presente em 22 países, entre eles o Brasil. Atua em parceria com milhares de empresas fornecedoras de serviços na Grã-Bretanha e no exterior para garantir a alta qualidade dos produtos em diversos segmentos da indústria do turismo.

Somos um dos parceiros criadores da campanha GREAT, trabalhando em conjunto com organizações como a FCO, UKTI e o British Council. Nos últimos três anos, arrecadamos 43 milhões de libras (US$ 66.38 milhões) de parceiros comerciais - companhias aéreas, operadoras e marcas internacionais como a Premier League inglesa e a Sony - para cobrir os custos de marketing para o turismo internacional.

Sore a Barclays Premier League

A Barclays Premier League é o evento esportivo anual contínuo mais assistido do mundo. Na última temporada, 13,7 milhões de fãs compareceram às partidas, com ocupação média recorde de 95,9% nos estádios. Durante nove meses do ano, 380 partidas foram assistidas em 185 países, com cobertura disponível em mais de 725 milhões de lares.


Leve as crianças - lojas britânicas que os seus filhos vão adorar

14 September 2015

Possivelmente, a loja infantil mais famosa da Grã-Bretanha é a Hamleys, na Regent Street de Londres. Comercializando brinquedos há mais de 250 anos, essa loja vende bonecos de personagens famosos, jogos de tabuleiro, carrinhos e pistas de corrida em miniatura, bonecas, todo tipo de brinquedo com controle remoto e vários outros produtos em seis andares repletos de diversão, com personagens da vida real e demonstrações como bônus. Há filiais também em Glasgow (Escócia), Cardiff (País de Gales) e York (norte da Inglaterra). www.hamleys.com

Poucas coisas são tão encantadoras quanto uma loja de brinquedos independente. A Honeyjam de West London vende tanto brinquedos tradicionais quanto educacionais em sua butique em Notting Hill. Galpões de trem de madeira, conjuntos de arco e flecha e blocos de montar podem ser encontrados na The Forgotten Toy Shop, também conhecida como Karen e as marionetes Lipstick e Scorch, um trio que vende suas mercadorias nostálgicas às terças-feiras (quando o clima permite) na histórica feira Melton Mowbray em Leicestershire, a uma hora de carro ao leste de Birmingham. www.honeyjam.co.uk, www.theforgottentoyshop.co.uk.

Se o que você quer são ursinhos de pelúcia, siga para Somerset, sudoeste da Inglaterra, onde a World of Bears tem duas lojas encantadoras: uma no vilarejo de Cheddar e outra na matriz de três andares, na cidade-mercado de Taunton, logo na saída da rodovia M5, entre Bristol e Exeter. Com um estoque de mais de 18 mil bichos de pelúcia, inclusive alguns do respeitado fabricante Steiff, as crianças - e provavelmente os pais também - podem distrair-se durante horas, abraçando, acariciando e suspirando no paraíso tangível. www.worldofbears.com

Outra opção é deixar os pequenos criarem seus próprios amigos de pelúcia em uma oficina de criação de bichos de pelúcia. Os ursinhos sob medida são montados em estações interativas de confecção, com centenas de opções de roupas e acessórios para escolher. Há lojas em toda a Grã-Bretanha. www.buildabear.co.uk

É hora das guloseimas: você sabia que a Grã-Bretanha abriga a loja de doces mais antiga do mundo? Desde 1827 desafiando os dentistas da cidade de Pateley Bridge em Yorkshire Dales - a 90 minutos de carro de Leeds, norte da Inglaterra, a lendária confeitaria Oldest Sweet Shop utiliza receitas originais e clássicas panelas de cobre para preparar suas saborosas balas de anis, pera e sobert em pó. Um banquete para ser devorado! www.oldestsweetshop.co.uk

Com "apenas" 90 anos, em comparação aos 188 anos da Oldest Sweet Shop, a Gordon & Durward começou fazendo doces tradicionais escoceses em 1925, como macaroons e coco em cubos. Os produtos estão disponíveis na histórica cidade-mercado de Crieff, a 64 quilômetros de Edimburgo. Balas de leite das Highlands e de Edimburgo também são vendidas na loja, assim como as irresistíveis cestas de doces. www.scottishsweets.co.uk

Mais moderna, a Choccywoccydoodah é uma butique burlesca de Brighton (com filial no Soho, bairro londrino) famosa por suas criações extravagantes, como pirulitos de chocolate salpicados de pipoca e marshmallows gigantes. A novidade neste ano na loja de Brighton é a Witches Kitchen Experience, na qual feiticeiras ensinam crianças (e adultos) a decorar caveiras de chocolate em tamanho real e a assar bolos com tema de terror. "www.choccywoccydoodah.com

De volta a Londres, Hope & Greenwood administra uma colorida doceria em Covent Garden com toldo retrô listrado e imensos potes cheios de bombons, balas deliciosas, doces que explodem na boca e balas com aroma e sabor de violeta. www.hopeandgreenwood.co.uk

Com uma breve caminhada em direção ao sul, você chega à Davenport's, a loja de mágica mais antiga do mundo. Fundada por Lewis Davenport em 1898 e atualmente administrada por seu tetraneto Bill, este bazar estoca uma imensa variedade de truques, ferramentas, roupas e ilusões ao lado de um teatro particular e, na maioria dos finais de semana, escola de mágica para crianças de todas as idades. Se você se deparar com tipos sérios surgindo do nada, não se assuste: a Sociedade de Mágicos de Londres realiza encontros regularmente no local. www.davenportsmagic.co.uk

Outros bastiões britânicos para feiticeiros iniciantes incluem a World Magic Shop em Birmingham, na região central da Inglaterra, e a Trick Shop de Tam Shepherd em Glasgow, da qual um dos proprietários é o mundialmente famoso "arqueador de cartas" Roy Walton. Ainda ocupando seu minúsculo espaço original na Queen Street, essa loja simpática destaca-se merecidamente, com objetos de palco, máscaras, brincadeiras e acessórios para truques. www.alakazam.co.uk, www.worldmagicshop.com, www.facebook.com/tamshepherds

Também de estilo vintage, a Dinsdales fica no centro de Hull, norte da Inglaterra. Uma "loja de truques e brincadeiras" outrora patrocinada pelo comediante britânico Tommy Cooper, vem proporcionando traquinagens por mais de 80 anos com dentes falsos, sangue de mentira e pó de mico. A Festival of Fun tem o mesmo conceito brincalhão, no qual uma busca minuciosa pode revelar brincadeiras clássicas, como sabonetes que sujam as mãos e o rosto. Essa casa de diversões de gestão familiar fica em Scarborough, no litoral do nordeste da Inglaterra. www.facebook.com/pages/dinsdales-famous-joke-and-trick-shop, www.festivaloffun.com

Se preferir não arriscar ser enganado pelos truques dos pequenos, leve-os a uma das livrarias infantis da Grã-Bretanha. Em Cirencester, a 48 quilômetros de Bristol, no oeste da Inglaterra, Octavia's apresenta livros de insetos e de ficção para adolescentes no "Spa de Livros" por 10 libras (US$ 15,25). Ali as crianças recebem recomendações personalizadas, sacolas de guloseimas e uma caneca grande de chocolate quente. Os pais são conquistados com café e bolo. www.octaviasbookshop.co.uk

Dentre outras lojas do gênero estão a Bag of Books na bela Lewes, sudeste da Inglaterra, e a Children's Bookshop, no centro literário de Hay-on-Wye do sudeste de Gales - que abriga o famoso festival de literatura, Hay Festival. A fabulosa Edinburgh Bookshop da Escócia tem opções para todas as idades, mas conseguiu encantar um número suficiente de pais no ano passado para faturar o prêmio de 2014 de Livraria Infantil do Ano do Reino Unido. bags-of-books.co.uk, childrensbookshop.com, www.edinburghbookshop.com

Distante dessas maravilhas independentes, considere também as lojas da Disney em cidades britânicas como Belfast, Cardiff e Londres, cujo amplo empório na Oxford Street constitui a maior loja da Disney na Europa. A loja de suvenires da recém-inaugurada turnê pelo estúdio de Harry Potter no Warner Bros Studios - 32 quilômetros a noroeste de Londres - também merece atenção graças a objetos originais do filme, marionetes de Hedwig e pacotes de jujubas Bertie Bott. www.disneystore.co.uk, www.wbstudiotour.co.uk

E não vamos nos esquecer dos adolescentes. A Grã-Bretanha está repleta de lojas de jogos, desde as independentes como a Shire Games na cidade inglesa de Stoke-on-Trent, região central do país, até especialistas em computadores, incluindo a Game, que estoca as novidades mais recentes para PlayStation e Xbox em filiais espalhadas pela Inglaterra, Escócia e pelo País de Gales. www.shiregames.com, www.game.co.uk

Clique no link abaixo para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:
Clique aqui!


Rainha Elizabeth II está prestes a se tornar a monarca com reinado
mais longo da Grã-Bretanha

01 September 2015

A monarquia na Grã-Bretanha perdura desde o século 10 e atualmente há vários castelos, palácios e lugares tradicionais e emblemáticos ainda usados com frequência pela rainha e a família real que ficam abertos para os visitantes explorarem, vivenciarem e desfrutarem de um toque de realeza. Conheça abaixo alguns deles, que podem ser incluídos no roteiro de sua próxima viagem à Grã-Bretanha.

Inglaterra

PALÁCIO DE BUCKINGHAM, LONDRES.

Residência dos soberanos da Grã-Bretanha desde 1837, o Palácio de Buckingham é, provavelmente, a residência real mais conhecida do mundo e abre suas portas para visitação durante a temporada de verão. Neste ano, pela primeira vez, os visitantes têm acesso aos salões pela entrada principal, usada por aqueles que vêm ao palácio a convite da rainha, incluindo chefes de Estado e primeiros-ministros. Descubra como as pessoas são recebidas no Palácio de Buckingham, o que acontece nos bastidores para criar a magia e a grandeza de uma visita de Estado - dos ingredientes usados nos pratos servidos à porcelana escolhida para um banquete de Estado. Os visitantes também podem conhecer a Cavalariça Real, um dos estábulos em funcionamento mais belos que ainda existem no país, e onde ocorre o treinamento dos cavalos que puxam as carruagens reais. Os veículos do Estado também são mantidos ali. www.royalcollection.org.uk

PALÁCIO DE KENSINGTON, LONDRES.

Esse palácio é a residência oficial em Londres do princípe William e de Kate Middlenton - duque e duquesa de Cambridge. No passado foi lar da irmã da rainha, a princesa Margaret, e de Diana, a princesa de Gales. Além disso, também era o núcleo da vida da corte nos séculos 17 e 18. O palácio passou por uma renovação de 12 milhões de libras (18,47 milhões de dólares), a qual melhorou a experiência dos visitantes. Victoria Revealed (Vitória Revelada) é uma das exposições permanentes do palácio, que explora a vida e os amores da única outra monarca britânica a celebrar um Jubileu de Diamante, a rainha Vitória. www.hrp.org.uk/KensingtonPalace

HAMPTON COURT, SURREY, SUDESTE DA INGLATERRA

Hampton Court reúne a história de dois palácios - o palácio Tudor criado pelo cardeal Wolsey, o qual ele perdeu para o rei Henrique VIII, e o mais recente palácio barroco, criado por William III e Mary II. Os destaques atuais incluem a bela Capela Real, as cozinhas Tudor, o magnífico Grande Salão e a Galeria Assombrada, além de 24 hectares de jardins maravilhosos com fontes, exibição de mais de 200 mil bulbos de flores e 303 hectares de tranquilo parque natural real. Hampton Court fica a cerca de 35 minutos de trem partindo da estação London Waterloo. www.hrp.org.uk/HamptonCourtPalace

CASTELO DE WINDSOR - WINDSOR, BERKSHIRE, CENTRO-SUL DA INGLATERRA

O castelo de Windsor é o maior e mais antigo castelo em funcionamento do mundo, e uma das residências reais favoritas da rainha. A localização excepcional do castelo sintetiza 900 anos de história britânica e, ao lado do palácio real, a capela gótica de St George guarda as tumbas de dez soberanos, inclusive de Henrique VIII.

No Windsor Home Park, parque particular ao lado do castelo de Windsor, fica a Frogmore House, que tornou-se propriedade real no século 16. É rica em história, com uma longa e ilustre sucessão de proprietários reais. A rainha-mãe gostava muito da Frogmore House e passou parte de sua lua-de-mel lá, em 1923. Apesar de não ser mais uma residência real, Frogmore House é usada com frequência para entretenimento pela família real - foi o local da recepção de casamento do neto mais velho da rainha, Peter Phillips, em maio de 2008. O local pode ser visitado apenas no verão europeu. www.royalcollection.org.uk/windsorcastle, www.royalcollection.org.uk/frogmorehouse

CLARENCE HOUSE, LONDRES

Residência oficial do príncipe de Gales, da duquesa de Cornwall e do príncipe Harry. O príncipe de Gales morou pela primeira vez na Clarence House quando tinha entre 1 e 3 anos de idade, na época em que a princesa Elizabeth e o duque de Edimburgo mudaram-se para lá depois de seu casamento, e foi o último lar da rainha Elizabeth, a rainha-mãe. Há excursões públicas e particulares que abrangem a sala Lancaster, a sala da manhã, a biblioteca, a sala de jantar e a sala do jardim, na qual o príncipe de Gales e a duquesa de Cornwall realizam encontros oficiais e recebem convidados do mundo todo. www.royalcollection.org.uk/clarence-house

SANDRINGHAM HOUSE, NORRFOLK, LESTE DA INGLATERRA

A família real viaja para Sandringham para desfrutar da preservada região campestre. Tradicionalmente, a rainha e sua família também passam o Natal nesta propriedade. É a residência particular de quatro gerações de monarcas britânicos desde 1862. A casa, situada em 24 hectares de belíssimos jardins, talvez seja a mansão mais famosa de Norfolk e está no centro dos 8 mil hectares da propriedade rural de Sandringham, dos quais 240 hectares compõem a floresta e o urzal da reserva, com acesso gratuito ao público todos os dias do ano. A cidade mais próxima é Kings Lynn, que fica a 95 minutos de trem de Londres, partindo da estação London Kings Cross. www.sandringhamestate.co.uk/visiting-sandringham

Escócia

CASTELO DE BALMORAL, ABERDEENSHIRE, NORTE DA ESCÓCIA

Situado em meio ao cenário magnífico de Royal Deeside, a propriedade Balmoral abarca pouco mais de 20.234 hectares de montanhas cobertas de urze e floresta caledoniana. Adorado pela rainha Vitória e pelo príncipe Albert, o castelo de Balmoral continua sendo a residência favorita da atual família real durante as férias de verão. As dependências da propriedade, os jardins e as exposições estão abertos para os visitantes de abril ao início de agosto. A entrada inclui acesso às seguintes atrações: jardins, horta, fauna selvagem, exposição audiovisual e o maior cômodo do castelo, o salão de festas. A estação de trem mais próxima e o aeroporto internacional ficam em Aberdeen, a cerca de 80 quilômetros ao leste de Balmoral. www.balmoralcastle.com

IATE REAL BRITANNIA, EDIMBURGO

A antiga residência flutuante da rainha agora é uma atração turística cinco-estrelas, ancorada permanentemente em Edimburgo. O iate real, cuja comemoração de 60 anos ocorreu recentemente, recebeu algumas das pessoas mais famosas do mundo, mas, acima de tudo, foi lar da família real britânica por mais de 40 anos. É possível visitar o barco e desfrutar de um tradicional chá da tarde com bolo no convés. Ancorado em Leith, do iate real Britannia dá para ir a pé até a principal área comercial de Edimburgo, a Princes Street. www.royalyachtbritannia.co.uk

PALÁCIO DE HOLYROOD HOUSE, EDIMBURGO

Este palácio é a residência oficial da rainha na Escócia. O belo palácio barroco ao final da Royal Mile de Edimburgo é muito associado à rica história da Escócia e, possivelmente, mais conhecido como a casa de Mary, rainha dos escoceses. Hoje, os salões são usados regularmente pela rainha Elizabeth II e por outros membros da família real para cerimônias de Estado e festas oficiais, mas os apartamentos do palácio ficam abertos o ano todo, exceto durante visitas reais e em determinadas datas. www.royalcollection.org.uk/palace-of-holyroodhouse

CASTELO DE MEY, THURSO, CAITHNESS

Anteriormente chamado de Castelo Barrogill, Mey é o castelo inabitado mais ao norte do continente. Praticamente em ruínas, o castelo foi reformado e restaurado pela rainha-mãe, que também criou belos jardins e usou-o como casa de veraneio no extremo norte da Escócia. Atualmente, fica aberto ao público, que o visita pela história e pelas vistas magníficas do Estuário de Pentland e das Ilhas Órcades. A estação de trem mais próxima é a de Thurso, que fica a quatro horas de Inverness, no norte da Escócia. www.castleofmey.org.uk/index

HEBRIDEAN PRINCESS, HÉBRIDAS, OESTE DA ESCÓCIA

Uma charmosa e pequena embarcação, com bebidas servidas antes do jantar na sala de estar, quartos de estilo um pouco ultrapassado e serviço impecável. A própria rainha Elizabeth já desfrutou de férias em família a bordo do navio duas vezes. Os itinerários de lazer, navegando pelas Hébridas e pela costa das Highlands no oeste da Escócia, incluem observação de pássaros em ilhas remotas, visitas a castelos e jardins, além de empréstimo de bicicletas para exploração independente. O Hebridean Princess parte de Oban, que fica a cerca de três horas de carro a noroeste de Glasgow, com itinerário cênico. www.hebridean.co.uk

País de Gales

LLWYNYWERMOD, CARMARTHENSHIRE, SUDESTE DE GALES

Esta fazenda é a residência do príncipe Charles quando ele está no País de Gales. Quando ele não está lá, os chalés podem ser alugados, proporcionando aos visitantes a oportunidade de ficar exatamente no mesmo ambiente que o futuro rei. A propriedade pertence ao duque de Cornwall e é administrada dentro dos moldes estritamente ecológicos, condizentes com os valores ambientais do príncipe Charles. O isolamento é feito de lã de carneiro, a caldeira funciona com lascas de madeira e a eletricidade é proveniente de fontes renováveis. Os chalés ficam próximos às montanhas e cachoeiras espetaculares do Parque Nacional de Brecon Beacons. A fazenda de Llwynywermod fica a cerca de três horas e meia de carro de Londres, na direção oeste. O acesso por transporte público é difícil. www.duchyofcornwallholidaycottages.co.uk

Irlanda do Norte

CASTELO DE HILLSBOROUGH, COUNTY DOWN

Residência oficial da rainha na Irlanda do Norte, esta impressionante mansão do século 18 foi construída nos anos de 1770 por Wills Hill, o primeiro marquês de Downshire. Antiga casa do governador da Irlanda do Norte, a mansão agora é a residência oficial do ministro de Estado da Irlanda do Norte. Veja o salão de festas, as salas de jantar e a mobília, além da prataria do HMS Nelson. O maior arbusto de rododendro da Europa fica dentro da propriedade. O castelo e os jardins abrem ao público aos sábados e domingos, de abril a setembro. County Down está a 40 minutos de carro ao sul de Belfast. www.discovernorthernireland.com/Hillsborough-Castle-and-Gardens

Clique aqui no link para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:

Novidades da Grã-Bretanha

25 August 2015

24 PASSEIOS GRATUITOS NA GRÃ-BRETANHA

Festivais gastronômicos, galerias de arte, museus, passeios guiados. Veja Aqui uma amostra de lugares e atividades para usufruir sem gastar um centavo!

RELATOS DE VIAGENS

Confira Aqui como foi a experiência de degustar um tradicional chá da tarde em Londres!

ARREDORES DE LONDRES - WINDSOR

Veja Aqui uma sugestão do que visitar em Windsor em um passeio de 1 dia, saindo de Londres.

NOVA LOJA ONLINE

A loja online do VisitBritain está com um novo visual e novos códigos de desconto para o trade. Utilize o código Trade 5% para obter 5% de descontos em ingressos para atrações e passeios. E Trade 3% para adquirir bilhetes de transporte de Londres, como o Visitor Oyster Card, com 3% de desconto.

Clique Aqui e conheça a nova loja!


Maneiras econômicas de jantar fora na Grã-Bretanha

10 August 2015

  1. Economize dinheiro às segundas-feiras
  2. Segunda-feira é o dia de menor movimento noturno nos restaurantes da Grã-Bretanha: após os gastos de fim de semana, esta é a noite em que os moradores dão uma folga para a carteira. Com isso, sobram mesas nos restaurantes e surgem muitas promoções. O hotel 30 James St de Liverpool, com tema de Titanic, oferece uma entrada ou sobremesa gratuita para cada prato principal nas noites de segunda. Também às segundas, em Bristol, sudoeste da Inglaterra, o bar e restaurante Prego cobra apenas 6,95 libras (37,50 reais) por pizza.
    rmstitanichotel.co.uk, www.pregobar.co.uk .

  3. A tradição dos pubs
  4. Juntamente com lareiras aconchegantes, cervejas e cidras artesanais, uma presença constante e confiável na maioria dos pubs britânicos é a comida farta. Na faixa entre 8 e 15 libras (43 e 81 reais), dependendo se você estiver em uma "taverna" tradicional ou em um gastropub mais sofisticado, os pratos costumam ser bem servido.

  5. The Galley
  6. Opte por peixes que acabaram de chegar no barco de pescadores em cidades litorâneas - estarão frescos e serão baratos. Em um vilarejo encantador, saindo de Exeter, no sudoeste da Inglaterra, The Galley, um dos melhores restaurantes litorâneos da Grã-Bretanha, oferece duas opções de prato no almoço: vá de linguado empanado com prosecco, lula e pimenta por 17 libras (59 reais).
    www.galleyrestaurant.co.uk

  7. Vale a pena fazer as refeições cedo
  8. Vários restaurantes britânicos têm períodos de baixo movimento, quando entram em cena os menus de preço fixo para almoço antes do horário de pico ou para jantar antes das peças de teatro. Em Belfast, por exemplo, 18,50 libras (64,20 reais) garantem dois pratos no respeitado Great RoomRestaurant do Hotel Merchant, entre 17h30 e 18h30, de segunda a quinta. Experimente peito de codorna grelhado e depois saboreie filé de porco assado lentamente, acompanhado de purê de batata com trufas.
    www.themerchanthotel.com

    Aqueles que visitam o nordeste da Escócia utilizando o aeroporto internacional de Inverness deveriam conhecer a brasserie Glenmoriston do hotel Town House por três razões bem convincentes. Caçarolas de mexilhões de Shetland fumegantes, bela vista do Lago Ness e, entre 17h e 18h30, menu promocional com três pratos por apenas 14,95 libras (52 reais). No norte do Pais de Gales, a uma hora da cidade inglesa de Liverpool, o hotel à beira-mar St Tudno de Llandudno oferece menu promocional duas vezes ao dia, das 12h às 14h e das 17h30 às 19h. Prepare o apetite para a deliciosa comida galesa fazendo antes uma caminhada pelo píer de ferro de 700 metros de comprimento da cidade.
    www.glenmoristontownhouse.com, www.st-tudno.co.uk

  9. Use sites de desconto
  10. Inscreva-se no OpenTable para ter acesso a uma página dedicada a ofertas especiais, inclusive com descontos de 50%, em restaurantes de toda a Grã-Bretanha. Ou, abrangendo predominantemente Londres, o Lastminute.com tem página de promoções por menos de 20 libras (69,45 reais) e das 10 melhores pechinchas em restaurantes.
    www.opentable.co.uk, www.lastminute.com

  11. Para os vegetarianos
  12. Os restaurantes vegetarianos são, muitas vezes, mais baratos que os seus equivalentes carnívoros e a Grã-Bretanha oferece opções excelentes: na região central da Inglaterra, visite o Crocus Café de Nottingham, sem fins lucrativos, no qual o jantar de três pratos à luz de velas custa 10 libras (34,72 reais) nas noites de quinta-feira, ou The Warehouse Café em Birmingham, cujos pratos mais caros custam 8,50 libras (29,50 reais). Happy Cow, um diretório online de restaurantes vegetarianos do mundo todo, tem mais de 1.700 estabelecimentos britânicos cadastrados.
    www.crocuscafe.com, www.thewarehousecafe.com, www.happycow.net

  13. Vá de brunch
  14. Um brunch farto pode eliminar a necessidade de almoçar. Na cidade universitária de Oxford, a uma hora de trem de Londres, o cardápio de brunch no Oxfork destaca-se com panquecas e pratos à base de ovos orgânicos. Em Cardiff, a capital galesa, The Pot serve seu amplo menu de brunch até as 16 horas, que inclui um wrap de café-da-manhã com ovos mexidos, linguiça e um toque mexicano.
    www.oxfork.co.uk, www.thepotcafe.co.uk

  15. Dê ênfase ao almoço
  16. Por que o jantar precisa ser sempre a principal refeição do dia? Vários restaurantes britânicos têm ofertas especiais à tarde, com almoço farto bem mais barato que qualquer opção depois do anoitecer. O Simpsons em Birmingham, no centro da Inglaterra, por exemplo, tem um cardápio fixo de almoço que custa 40 libras (139 reais) para três pratos, ao passo que um típico jantar de três pratos não sai por menos de 55 libras (191 reais).
    www.simpsonsrestaurant.co.uk

  17. Estrelas no guia Michelin
  18. O mesmo vale para muitos restaurantes estrelados no guia Michelin. Em Londres, experimente o Arbutus, saindo da Soho Square: três pratos dos clássicos modernos britânicos saem por 23 libras (80 reais) no almoço de dias de semana e também aos domingos. Ou, se você for assistir a uma partida de tênis em Wimbledon, conheça o The White Onion Bistro, onde dois pratos de influência francesa saem por apenas 18,95 libras (65,80 reais) das 12h às 14h30, às sextas-feiras e aos sábados.
    www.arbutusrestaurant.co.uk, www.thewhiteonion.co.uk/

    E continua também em Manchester, noroeste da Inglaterra. Enquanto as refeições na matriz do chef Michael Caines, o Gidleigh Park em Devon, sudoeste da Inglaterra, com duas estrelas no Michelin, podem passar de 100 libras por pessoa (347,20 reais), o almoço no hotel ABode, cujo restaurante também é administrado por Caines, oferece três pratos por um preço módico, se comparado: 15 libras (52,10 reais). Que tal um velouté de abóbora, bacalhau cozido e panna cotta de coco com sorbet de abacaxi?
    www.abodemanchester.co.uk

  19. BYO
  20. Um dos itens mais caros em um jantar é a bebida alcoólica. Para economizar, opte por um dos vários estabelecimentos britânicos BYO (bring-your-own, que significa "traga sua própria bebida"). Entre eles estão dois restaurantes especializados em peixes no sudeste da Inglaterra: Wheeler's Oyster Bar, o mais antigo da cidade de Whitstable, em Kent, a 80 quilômetros de Londres, e The Company Shed, forte em frutos do mar e de gestão familiar, em Colchester, que fica 80 quilômetros ao norte de Londres.
    www.wheelersoysterbar.com, www.thecompanyshed.co

  21. Hand & Flowers
  22. Único pub britânico aprovado no guia Michelin, o dois-estrelas Hand & Flowers fica na bela cidade de Marlow, em uma curva do Rio Tâmisa, a apenas uma hora de trem de Londres. E o preço é sensacional se você optar pela oferta de almoço: em um espaço interno rústico, o chef Tom Kerridge oferece cardápio fixo de três pratos por apenas 19,50 libras (67,70 reais).
    www.thehandandflowers.co.uk

  23. Confira Chinatown
  24. As Chinatowns da Grã-Bretanha oferecem refeições bem econômicas. Londres tem a maior delas; na de Birmingham experimente o jantar básico do New Sum Ye. Peça as três carnes assadas - pato laqueado, barriga de porco crocante e o saboroso char sui. As carnes vêm com arroz e repolho chinês, e você ainda receberá troco para uma nota de 10 libras (34,72 reais).

  25. Bib Gourmand
  26. O título de Bib Gourmand é concedido pelo guia Michelin a restaurantes que oferecem boa comida a um preço máximo de 28 libras (97,20 reais) por três pratos. A Grã-Bretanha reúne 155 estabelecimentos nessa categoria. O que tem menos fila de espera é o 64degrees em Brighton, no litoral sul da Inglaterra. A uma hora de trem de Londres, o moderno Ox & Finch serve tapas em Glasgow. Na Irlanda do Norte, o Old Schoolhouse Inn, 16 quilômetros ao sudeste de Belfast, oferece produtos frescos da estação.
    www.64degrees.co.uk, www.oxandfinch.com, www.theoldschoolhouseinn.com

  27. Use cupons
  28. Os cupons estão em moda, principalmente por meio do Groupon, que agrega vários restaurantes na Grã-Bretanha. Em uma das opções, por exemplo, você economiza mais de 50% no chá da tarde do luxuoso hotel Melville Castle, ao sul de Edimburgo.
    www.groupon.co.uk

  29. Brasserie Zédel
  30. Em Londres, a maior barganha em termos de restaurante é a Brasserie Zédel, saindo de Piccadilly Circus. O amplo subsolo, de estilo art déco, não combina com barganha, mas não se deixe levar pelas aparências. O que conta aqui é o número de refeições servidas: o eficiente Zédel serve mais de mil diariamente para manter os custos baixos. Sopa de abóbora? Custa apenas 2,25 libras (7,80 reais). Crudités de cenoura acompanhados de steak haché com fritas e torta de pêra? Apenas 11,75 libras (40,80 reais).
    www.brasseriezedel.com

  31. Comida refinada por um preço camarada
  32. Vieiras e carne de caça são iguarias exclusivas e, se combinadas, têm preço elevado. Mas o restaurante de alta qualidade no renovado Lido de Bristol (piscina pública ao ar livre) causa sensação incluindo as duas opções regularmente em seu cardápio fixo de almoço e jantar no início da noite, que vem com três pratos por 20 libras (69,45 reais).
    www.lidobristol.com

  33. Fish & Chips
  34. Para se comportar como um verdadeiro britânico, visite uma "chippie" e peça para viagem hadoque ou bacalhau empanado com fritas cortadas em fatias grossas, com muito sal e vinagre. Será barato (geralmente 5 a 6 libras, ou 17,35 a 20,83 reais), divertido e de um tamanho que irá saciar sua fome. Com cerca de 10 mil lanchonetes de fish & chips espalhadas pela Grã-Bretanha, a dica é pedir recomendações aos moradores locais. Quer experimentar o melhor de todos? O campeão do National Fish & Chip Awards de 2015 é o Frankie's, nas Ilhas Shetland, extremo norte da Grã-Bretanha - a viagem de avião dura 90 minutos partindo de Edimburgo.
    www.frankiesfishandchips.com

    Clique no link abaixo para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:
    media.visitbritain.com


24 programas gratuitos na Grã-Bretanha

27 July 2015

  1. Vários museus e galerias de arte oferecem entrada gratuita. Visite The Tetley, antiga cervejaria, para ver arte moderna em Leeds, no norte da Inglaterra, ou, para algo mais apimentado, o Museu da Mostarda de Colman em Norwich, leste da Inglaterra. Há também o Museu Britânico, a National Gallery, Tate Britain, Tate Modern, em Londres, Tate Liverpool em Liverpool e centenas de outras opções. thetetley.org, www.mustardshopnorwich.co.uk
  2. Se você gosta de visitar igrejas, considere o esplendor românico da Catedral de Durham no nordeste da Inglaterra ou, em dezembro, a famosa missa com cânticos na noite de Natal da Capela King's College em Cambridge, a uma hora de trem partindo de Londres. Entre na fila antes das 9 horas para garantir a entrada. www.durhamcathedral.co.uk, www.kings.cam.ac.uk
  3. Embora o passeio de barco pago pela Baía de Cardigan no sudoeste do País de Gales proporcione aos visitantes melhores chances de observar golfinhos, subir até o vilarejo de Mwnt, com vista para a baía, é uma alternativa certeira para quem viaja com baixo orçamento. www.discoverceredigion.co.uk
  4. Os ingressos para várias apresentações promovidas pela BBC em Londres, Sheffield, Birmingham, Belfast e outras cidades não são cobrados, por isso sempre atraem uma legião de interessados. Consulte o site www.bbc.co.uk para ver as atrações e disponibilidade de ingressos.
  5. Está com fome? A entrada para o Festival Gastronômico de Clitheroe em agosto, no noroeste da Inglaterra, é gratuita, assim como suas demonstrações e petiscos praticamente ilimitados para degustação. clitheroefoodfestival.com
  6. Não há nenhum custo para admirar Cerne Abbas Giant, uma escultura imensa de giz em Dorset, sul da Inglaterra, e um dos mais belos pontos de referência terrestres feitos pelo homem. Tampouco para conhecer a Muralha de Adriano, que se estende ao longo do extremo norte da Inglaterra. www.nationaltrust.org.uk, www.visitnorthumberland.com
  7. Um verdadeiro ponto de referência na Irlanda do Norte, a Torre Scrabo, com 38 metros de altura, proporciona vistas maravilhosas do Lago Strangford, ao sudeste de Belfast. Não é preciso desembolsar nada para subir na torre. www.discovernorthernireland.com
  8. Há também maravilhas da natureza gratuitas. Situada na Escócia, Ben Nevis é a montanha mais alta do Reino Unido, mas pode ser escalada em quatro horas. A 90 minutos de carro ao oeste de Cardiff, a Baía de Rhossili, no País de Gales, sempre figura nas listas de melhores praias do mundo. ben-nevis.com, www.visitswanseabay.com
  9. Observe borboletas da espécie rara Euphydryas aurinia gratuitamente na Reserva Natural de Dunsdon no sudoeste da Inglaterra: os prados pantanosos atraem uma grande quantidade de borboletas, principalmente nos meses de primavera do Hemisfério Norte. www.devonwildlifetrust.org
  10. Um dos edifícios mais majestosos da capital da Irlanda do Norte, Belfast City Hall oferece visitas guiadas gratuitas de uma hora (segunda a sexta, às 11, 14 e 15 horas; sábados às 14 e 15 horas). Os lugares são ocupados por ordem de chegada. www.belfastcity.gov.uk
  11. Uma forma divertida e moderna de caça ao tesouro, o geocaching requer apenas um dispositivo de GPS (ou seja, seu celular) e bom senso. As trilhas temáticas podem ser uma introdução às paisagens pitorescas da Grã-Bretanha - por exemplo, a cadeia de montanhas de Brecon Beacons, no leste do País de Gales. www.geocaching.com
  12. Quando uma importante casa de leilões, como a Christie de Londres ou a Fellows de Birmingham, tem uma grande liquidação, por que não comparecer e ver as ofertas, como se fosse um possível comprador? Não há nenhuma exigência financeira para fazer isso. www.christies.com, www.fellows.co.uk
  13. Enquanto as obras de Banksy são vendidas por milhões, outras de misteriosos grafiteiros continuam acessíveis para todos. Os fãs de street art podem acompanhar uma excursão a pé de Banksy em Bristol para observar algumas das melhores obras do artista, começando por The Grim Reaper em uma casa flutuante à beira do porto. visitbristol.co.uk.
  14. Se preferir, visite Crosby Beach, perto de Liverpool, para ver a instalação Another Place: trata-se de 100 esculturas de ferro fantasmagóricas em tamanho real, do escultor Antony Gormley, espalhadas por quase um quilômetro da areia até o mar. www.visitliverpool.com
  15. Caminhadas guiadas gratuitas, incluindo a emblemática Royal Crescent, estão disponíveis em Bath, no sudoeste da Inglaterra. Mais ao norte, escolha cultura ou arquitetura fazendo download do aplicativo gratuito Manchester Walking Tours em seu iPhone. www.bathguides.org.uk, itunes.apple.com
  16. Todo mês de agosto, o Fringe Festival de Edimburgo incorpora milhares de apresentações artísticas gratuitas - drama, comédia, cabaré, leituras em público, etc. Passeie pela calçada de pedras da Royal Mile para apanhar folhetos de convites. www.edfringe.com
  17. Em vez de gastar com o aluguel de uma motocicleta, pedale nas ciclovias gratuitas da Grã-Bretanha. A uma hora de Londres, Crab & Winkle Way é uma antiga via férrea que liga a cidade de Canterbury a Whitstable, centro de pesca de ostras. www.sustrans.org.uk
  18. Que tal um festival gratuito? Há o famoso Carnaval de Notting Hill em Londres, no último final de semana de agosto, ou o Festival de Verão de Cardiff, uma mistura de teatro de rua, música e brinquedos de parque de diversão. henottinghillcarnival.com, www.cardiff-festival.com
  19. As fazendas na cidade vão encantar as crianças mais novas, com cavalos mansos, porquinhos e filhotes de carneiro. Há uma dessas fazendas dentro do Sheldon Country Park de Birmingham e também a Rice Lane em Liverpool; a entrada em ambas é por conta da casa. birmingham.gov.uk, ricelanecityfarm.org.uk
  20. Stonehenge cobra entrada, mas o seu equivalente na Irlanda do Norte não. Os sete Círculos de Pedra de Beaghmore, a 90 minutos de carro a oeste de Belfast, são extravagantes e envolventes; um deles, conhecido como Dente do Dragão, ostenta cerca de 800 placas de pedra. www.discovernorthernireland.com
  21. Um dos espetáculos clássicos da realeza britânica, a cerimônia de Troca da Guarda do Palácio de Buckingham, em Londres, não custa nenhum centavo para assistir. Ela ocorre sempre às 11:30, em dias alternados (mas é cancelada em dias de chuva). www.changing-the-guard.com
  22. Um pouco acima da costa de Norfolk fica o melhor ponto de acesso para ver focas. Leve uma câmera com lente de longo alcance para o pântano salgado de Blakeney Point em dezembro e você terá a chance de ver centenas de lindos filhotes de foca cinza. www.nationaltrust.org.uk
  23. Durante os fins de semana de setembro na Escócia, o programa Doors Open Days dá acesso gratuito a uma série de locais históricos, prédios, fazendas e muito mais. Os destaques do ano passado incluíram a Catedral de Glasgow e os escritórios criativos do complexo District 10 à beira d'água de Dundee. www.doorsopendays.org.uk
  24. Obviamente, alguns dos 400 castelos do País de Gales cobram ingresso, mas não o pouco conhecido Dryslwyn - apesar da vista fantástica de Towy Valley proporcionada por sua posição digna da realeza no topo da montanha. cadw.wales.gov.uk

Clique no link abaixo para visualizar o release na Sala de Imprensa e fazer o download de fotos:

Clique Aqui!

Recorde de brasileiros na Grã-Bretanha em 2014

17 July 2015

O VisitBritain, órgão oficial de turismo do governo britânico, divulgou os números oficiais de estrangeiros que visitaram a Grã-Bretanha em 2014 e a boa notícia é que o Brasil bateu recorde com 293.000 turistas, um aumento de 14% em relação ao ano de 2013. Esse resultado é o melhor de todos os tempos – antes, o recorde havia sido 275.000 visitantes, em 2011. O total de pernoites dos brasileiros em 2014 foi 2.878.000, o que representa 26% mais do que no ano anterior. Nesse período, o gasto dos brasileiros na Grã-Bretanha foi de 253 milhões de libras esterlinas (US$ 396 milhões).

Dentre todas as visitas de brasileiros à Inglaterra, Escócia e ao País de Gales, o maior número – 209.000 – foi de pessoas que viajaram a lazer. Esses turistas foram responsáveis por 1.408.000 pernoites, 19% a mais do que no ano anterior. Os brasileiros em férias também gastaram mais em 2014 do que nos anos anteriores: 159 milhões de libras esterlinas (US$ 249 milhões), um acréscimo de 4% ante 2013. Já os brasileiros que foram à Grã-Bretanha em 2014 com o propósito de estudar responderam por 92% de aumento no número de pernoites, que somaram 835.000.

Outros dados divulgados pelo Office for National Statistics sobre o comportamento de viagem dos brasileiros à Grã-Bretanha dizem respeito ao gasto médio por pessoa, que no ano passado foi de 861 libras (US$ 1.348). Em relação à duração da estada no país, os brasileiros ficaram em média 9,81 noites, o que representa aumento de 10,66% em relação a 2013.

Acesse aqui todos os dados.


Guia de turismo de luxo no Reino Unido

17 July 2015

Confira Aqui o novo guia Luxury Britain(somente em inglês) com sugestões de experiências, acomodações, restaurantes e locais de compras para turistas que buscam serviços de alto padrão.


Conheça os eventos mais excêntricos e diferentes da Grã-Bretanha

13 July 2015

CAMPEONATO MUNDIAL DE CORRIDA DE LESMAS
Norfolk, leste da Inglaterra 18 de julho

Preparar, apontar, devagar! Por mais de 26 anos, o Campeonato Mundial de Corrida de Lesmas é realizado em Congham, perto de King's Lynn, em Norfolk. Mais de 300 lesmas avançam lentamente para o título de "lesma mais rápida do mundo" no Campeonato Mundial de Corrida de Lesmas. Qualquer pessoa com uma lesma pode participar e uma série de páreos são realizados antes da grande final. O vencedor ganha uma caneca prateada cheia de alface. O recorde mundial é mantido por Archie, uma lesma que completou o circuito de 33 cm (montado em cima de uma mesa) em 2 minutos. www.snailracing.net

INTERNATIONAL WORTHING BIRDMAN
West Sussex, sul da Inglaterra 15-16 de agosto

Esta é uma competição aérea para máquinas voadoras com propulsão humana realizada a cada verão no pitoresco balneário à beira-mar de Worthing, no litoral sul da Inglaterra. Muitos aviadores participam com o intuito de arrecadar fundos para instituições de caridade, outros projetam máquinas complexas, visando os prêmios de distância. Um prêmio significativo de £ 30.000 (US$ 46.443) é concedido para o voo que ultrapassar 100 metros de distância do desafio. O evento atrai participantes do mundo todo. A competição começou em 1971 ao longo da costa em Selsey, depois passou 29 anos em Bognor Regis e finalmente mudou para Worthing em 2008. www.worthingbirdman.co.uk

CAMPEONATO MUNDIAL DE CORRIDA DE GALINHAS
Derbyshire, norte da Inglaterra 1 de agosto

O Campeonato Mundial de Corrida de Galinhas trouxe um significado completamente diferente para "A Fuga das Galinhas", sem falar no entusiasmo "da gema" em Peak District. No mês de agosto de cada ano, os visitantes do pub Barley Mow, no vilarejo de Bonsall, têm a oportunidade de avistar galinhas correndo ao longo de uma pista de 10 metros, sob rígidos regulamentos de campeonato mundial. www.world-championship-hen-racing.com

CORRIDA CONTRA O TREM
Tywyn, centro do País de Gales 15 de agosto

O evento de Corrida Contra o Trem é uma competição popular entre o homem e a máquina. A corrida ocorre lado a lado, na medida do possível, na rota da via férrea de Talyllyn em sua viagem de ida e volta para Abergynolwyn. Para tanto, os percursos são realizados em uma combinação de vias públicas, pistas, ruas de terra, trilhas, terra cultivada e campos de pasto. O terreno varia o tempo todo e pode ser bem molhado e lamacento em alguns trechos. As rotas também incluem montanhas íngremes. É divertido ver familiares e amigos a bordo do trem encorajando os competidores. www.racethetrain.com

CAMPEONATO MUNDIAL DE TRIATLO DE SNORKEL EM PÂNTANO
Powys, centro do País de Gales 29 de agosto

O pântano de turfa de Waen Rhydd, às margens da menor cidade da Grã-Bretanha, Llanwrtyd Wells, é a sede deste evento, agora mundialmente famoso. O objetivo do campeonato é correr cerca de 12 quilômetros em meio a duas extensões da vala lamacenta e, em seguida, percorrer mais 20 quilômetros de mountain bike, no menor tempo possível. O evento recebe competidores de muito longe, como Austrália, Estados Unidos e outros países da Europa, pelo simples prazer de participar, já que o prêmio é uma pequena quantia de dinheiro. Esse evento inusitado foi originalmente concebido pelo proprietário de um pub local, Gordon Green, em 1986, em uma tentativa de fomentar o turismo na região. Mas se o snorkel no pântano for muito desafiador para você, agora é possível participar do Mountain Bike de Snorkel no Pântano e tentar a sorte sobre duas rodas ao longo da parte mais rasa da vala, com menos de 2 metros de profundidade. www.green-events.co.uk

CAMPEONATO MUNDIAL DE LUTA EM MOLHO DE CARNE
Lancashire, noroeste da Inglaterra 31 de agosto

As equipes competindo pelo título escorregam e deslizam em molho de carne morno. Para ganhar pontos, os membros de cada equipe precisam imobilizar o oponente no molho. O evento foi criado em 2007 e atrai multidões, tudo devidamente registrado por câmeras de TV e imprensa da Austrália, Estados Unidos, Europa e Ásia. Os vencedores recebem um troféu brilhante e se esbaldam na fama. www.worldgravywrestling.com

CAMPEONATO MUNDIAL DE ARREMESSO DE MORCELA DE RAMSBOTTOM
noroeste da Inglaterra 13 de setembro

Um rancor antigo que remonta à Guerra das Rosas no século 15, quando Yorkshire e Lancashire lutavam pelo trono da Inglaterra, agora é representado com humor e comida em vez de tiros. O campeonateo consiste no arremesso de morcelas em um pilha de pães de Yorkshire, em uma base de 6 metros de altura. A competição tem três rodadas para tentar derrubar o maior número possível de pães de Yorkshire (eles são dispostos em pilhas de uma dúzia) e as morcelas devem ser arremessadas usando o antebraço. Não há restrições de idade para participar e a comida deliciosa que sobrar é para todos! calendarcustoms.com

EGREMONT CRAB FAIR
Cumbria, noroeste da Inglaterra 19 de setembro

Os competidores têm um tempo determinado durante o qual devem contorcer o rosto, fazendo as caretas mais grotescas, assustadoras e tolas que puderem. A expressão local para as caretas é gurning. Dentaduras podem ser mantidas na boca, tiradas ou viradas de cabeça para baixo, se desejado. A pessoa que conseguir mais aplausos para sua careta ganha a competição! O evento data de 1267, para celebrar a época em que o lorde local rodava pelo vilarejo de Egremont com um carrinho para distribuir maçãs silvestres ácidas como um gesto de benevolência aos pobres. As maçãs silvestres ácidas têm um sabor forte e dizem que a competição de caretas surgiu das expressões faciais dos moradores quando mordiam tais maçãs. www.egremontcrabfair.com

CAMPEONATO MUNDIAL DE ARREMESSO DE PEDRAS NO RIO
Argyll, Escócia 27 de setembro

Cada competidor tem direito de jogar três pedras, especialmente selecionadas da ardósia de Easdale. Para ser qualificado como um arremesso, a pedra deve saltar pelo menos três vezes, depois o resultado depende da distância alcançada antes de afundar. O Campeonato Mundial de Arremesso de Pedras no Rio foi criado em 1983 como um evento para arrecadar fundos. Os competidores provêm do mundo todo e o campeonato agora atrai mais de 200 participantes e muitos espectadores. www.stoneskimming.com

CAMPEONATO MUNDIAL DE CASTANHA-DA-ÍNDIA
Northamptonshire, centro da Inglaterra 11 de outubro

O jogo de castanha-da-índia é um passatempo popular entre as crianças britânicas há décadas. As regras são simples. Cada jogador recebe uma castanha (de um castanheiro-da-índia) presa a um barbante e reveza-se com os outros para tentar quebrar a castanha do oponente usando um movimento de balanço. O Campeonato Mundial de Castanha-da-índia é realizado no gramado do vilarejo de Ashton, em Peterborough, e atrai mais de 300 competidores que tentam se tornar o rei ou a rainha das castanhas. www.worldconkerchampionships.com

GOLDEN SPURTLE
Inverness, Escócia 10 de outubro

O campeonato anual de preparo de mingau é acompanhado com grande interesse por conhecedores do mundo todo do prato nacional escocês. Cada competidor deve produzir no mínimo 200 ml de mingau, que é dividido em três porções para os jurados experimentarem. O título de campeão é concedido ao competidor que produzir o melhor mingau tradicional, feito de aveia (em pedaços, grosso, médio ou ralo). O evento inclui banda de gaita de foles e tambores, demonstrações de culinária e degustação de produtos. www.goldenspurtle.com

O MAIOR MENTIROSO DO MUNDO
Lake District, Cumbria, noroeste da Inglaterra Novembro (data a ser confirmada)

Este torneio anual é realizado no pub The Bridge Inn em Santon Bridge, um pequeno povoado de Lake District. A competição homenageia o proprietário do Bridge Inn no século 19, Will Ritson, que era famoso por suas histórias inacreditáveis. Os concorrentes têm cinco minutos para impressionar os jurados com uma mentira exorbitante mas convincente. Dentre os vencedores do título de Maior Mentiroso do Mundo de anos anteriores está o operário de usina nuclear Glen Boyland, que venceu depois de contar uma história improvável sobre corrida de lesmas com o príncipe Charles. Dizem que políticos e advogados são proibidos de participar, já que, supostamente, "levam uma vantagem injusta". www.santonbridgeinn.com

A GRANDE CORRIDA DE PUDIM DE NATAL
Londres, Inglaterra 5 de dezembro

Celebrando 35 anos de existência, esta é uma das corridas mais excêntricas que você vai ver na vida. Equipes de escolas ou empresas, com idades de 14 a 70 anos, correm em torno de uma pista de 150 metros equilibrando um pudim de Natal em um frágil prato de papelão. Eles precisam enfrentar dois botes infláveis escorregadios, balões cheios de farinha, jatos de espuma e barras de limbo. Para complicar ainda mais, os participantes fazem tudo isso com roupas de festa. www.xmaspuddingrace.org.uk

EVENTOS EM 2016

UP HELLY AA
Shetland, Escócia 26 de janeiro

Up Helly Aa é uma tradição que surgiu nos anos de 1880. Esse evento anual em Shetland é o maior festival de queima de fogos da Europa e envolve uma procissão com tochas acesas, a queima de uma embarcação Viking e um ceilidh (reunião social) que vai até tarde da noite. O festival marca o fim do inverno e o início da primavera. A queima do navio a remo Viking comemora a forma como um guerreiro Viking foi cremado: sendo empurrado para dentro do mar em sua embarcação. Além desse festival Up Helly Aa principal, há eventos menores por toda a Escócia, cujas informações podem ser encontradas no site. www.uphellyaa.org

CORRIDA DA PANQUECA DE OLNEY
Buckinghamshire, Sul da Inglaterra 17 de fevereiro

A original Corrida da Panqueca de Olney para, literalmente, o trânsito, enquanto mulheres com tradicionais trajes de dona de casa (incluindo saia, avental e lenço), correm pelas ruas de Olney. A tradição supostamente começou no século 15, quando uma dona de casa local ouviu o toque do sino chamando para a congregação na igreja enquanto preparava suas panquecas de carnaval. Na pressa, ela correu para a igreja levando consigo sua frigideira. A pista tem 380 metros de extensão e as panquecas devem ser atiradas na largada e na chegada. A vencedora ganha um beijo do sacristão no final da corrida e depois há uma sessão de confissões na paróquia. www.olneypancakerace.org

BOTTLE-KICKING
Hallaton, Leicestershire, centro da Inglaterra 28 de março, data a ser confirmada

O verdadeiro costume peculiar não envolve garrafas e ocorre na segunda-feira após a Páscoa, no vilarejo de Hallaton, a duas horas de carro de Londres, na direção norte. O evento começa com um desfile pelo vilarejo e no vizinho Medbourne. Os dois vilarejos seguem tentando pegar a "garrafa", na verdade um barril de cerveja de 5 quilos, entre dois cursos de rios separados por uma milha de distância. Pode durar o dia todo. No fim, as equipes retiram-se para ir ao pub, qualquer que seja o resultado da disputa. www.goleicestershire.com, www.thisisleicestershire.co.uk

COMPETIÇÃO NA LAMA DE MALDON
Essex, leste da Inglaterra Abril, data a ser confirmada

Junte-se a 250 competidores em uma disputa maluca na lama negra e fedorenta do Estuário de Blackwater, em Essex. É aconselhável que os participantes prendam bem os sapatos aos pés. É uma atividade para os corajosos, mas a diversão para quem assiste é garantida. www.visitmaldon.co.uk

CORRIDA DO QUEIJO EM COOPERS HILL
Somerset, oeste da Inglaterra 30 de maio

Adorar queijo é pré-requisito neste evento anual, que envolve valentões jogando-se ladeira abaixo em Coopers Hill, perto de Gloucester, em busca dos queijos Double Gloucester. Há corridas durante toda a tarde, para homens e mulheres. A competição começa com um mestre de cerimônias arremessando na ladeira gramada um queijo Double Gloucester de 4 quilos. Logo em seguida, dezenas de competidores correm, rolam e dão cambalhotas montanha abaixo. Coopers Hill fica a menos de duas horas de trem saindo de Londres para Gloucester, depois mais 15 minutos de táxi da estação. www.cheese-rolling.co.uk

COMPETIÇÃO DE CHUTE NA CANELA
Dover's Hill, Gloucestershire, oeste da Inglaterra Maio/junho, data a ser confirmada

Iniciada em 1612 pelo advogado e morador local Capitão Robert Dover, as Olimpíadas Anuais de Cotswolds atraem milhares de espectadores e apresentam tradicionais jogos interioranos, inclusive o de chute na canela. Neste evento, cada dupla de competidores forra as calças de palha - para diminuir a dor - antes de um segurar os braços do outro e começar os chutes recíprocos, usando botas com biqueira de aço. O perdedor é o competidor que ceder à dor e se machucar primeiro. As Olimpíadas são celebradas há mais de 400 anos e atraem participantes e espectadores do mundo todo. www.olimpickgames.co.uk

CAMPEONATO DE ARREMESSO DE OVOS
Swaton, Lincolnshire, centro da Inglaterra 28 de junho

Os competidores têm de construir um dispositivo movido a gravidade, que permita atirar um ovo para um membro da equipe que aguarda pelo alimento do outro lado. As distâncias a serem alcançadas começam a partir de 30 metros, mas podem chegar a 150 metros.Outra atividade do dia é a roleta russa, onde dois participantes escolhem cinco ovos cozidos (porém um está cru, mas eles não sabem qual) e têm de esmagá-los em suas próprias testas. www.swatonvintageday.com, www.eggthrowing.com


Escolha seu refúgio exótico no Reino Unido

01 July 2015

The Eye Pod. Apesar do nome, esta excêntrica unidade esférica - que dizem ser a primeira do mundo deste gênero - não é de propriedade da Apple e sim da Willows, uma área para camping e trailers no extremo norte do País de Gales, a três horas de carro de Liverpool. Embora o acesso a rede sem fio, iluminação com regulagem de intensidade de luz e tocador de DVD proporcionem comodidade tecnológica, a cúpula de vidro que virou notícia oferece um entretenimento mais natural: observação de estrelas sem igual! www.the-willows-abersoch.co.uk

A House For Essex. A Living Architecture se encarrega de reformar propriedades exclusivas no sul da Inglaterra e depois as disponibiliza para aluguel de temporada. Esta típica concepção colorida do artista britânico de obras abstratas Grayson Perry pretende evocar as tradições de capelas de romaria. Estendendo-se ao longo do Rio Stour, é perto do litoral norte de Essex, a 75 minutos de trem de Londres, no sentido nordeste. www.living-architecture.co.uk

The Old Church of Urquhart. Você sempre quis pernoitar em uma igreja? Então suas preces foram atendidas. A imponente e perpendicular ‘Parrandier' de 1843 agora é uma pousada rústica, que conta com duas salas de estar, restaurante, janelas originais com vista para o jardim e "um mar de terra cultivada". Famosa por seu uísque de malte e pelo castelo Elgin, pode-se chegar a esta região da Escócia pelo aeroporto internacional de Inverness, que fica a 64 quilômetros de distância. www.oldchurch.eu

The House in the Sea. Outrora lar de Oliver Joseph Lodge, inventor da vela de ignição, e acessível por uma ponte pênsil, esta maravilha de telhas vermelhas em Cornwall foi transformada em uma luxuosa pousada, que inclui dois terraços, uma saleta para observar a paisagem, mesa de bilhar e uma televisão de 40 polegadas. Basicamente uma ilha particular, fica perto da capital do surfe do sudoeste da Inglaterra, Newquay, que tem voos para Londres. www.uniquehomestays.com

Cove Park. É necessário ser artista para ser convidado a se hospedar nestes contêineres de carga feitos de aço, que integram uma área com vista para o Lago Long, no oeste da Escócia, a duas horas de carro de Glasgow. Cove Park oferece residência e programas para artistas visuais, designers, escritores, artistas performáticos, músicos, etc. Recebendo artistas de lugares longínquos como Nigéria e Taiwan, dentre os hóspedes do passado está a romancista Margaret Atwood. www.covepark.org

La Corbière Radio Tower. Construída originalmente como parte das defesas de Hitler durante a Segunda Guerra Mundial, esta edificação de observação no topo da montanha foi restaurada e transformada seguindo o estilo modernista Bauhaus. Seus seis andares são escalados por meio de uma escada em espiral, que culmina em um salão espetacular com vista panorâmica da orla marítima. Uma das Ilhas do Canal e atualmente território britânico, o acesso a Jersey é por via aérea, em um voo de uma hora partindo de Londres. www.jerseyheritage.org

The Chocolate Boutique Hotel. Com Martinis de chocolate, fontes de chocolate, aulas de harmonização de chocolate e vinho, sessões de pintura de retrato com chocolate e uma seleção de DVDs, incluindo Chocolat e A Fantástica Fábrica de Chocolate, nenhum chocólatra jamais poderia acusar este hotel-boutique de fugir do tema. Ele está situado na cidade de Bournemouth, no litoral sul, a duas horas de trem de Londres. Todas as 13 elegantes suítes contam com barras de chocolate gratuitas, obviamente. www.thechocolateboutiquehotel.co.ul

Nink's Wagon. Este colorido e bem conservado vagão cigano de 1920 já abrigou um artista circense no passado. Atualmente, o encantador espaço interno com painéis de madeira abrange sala com lareira, quarto e cozinha, mas não tem banheiro, que fica a poucos metros de distância em um prédio separado. Há um pequeno jardim com vista para The Mere, um lago em que se pode alugar barcos a remo. A fronteira galesa fica próxima e tanto Birmingham quanto Liverpool estão a menos de 80 quilômetros de distância dali. www.qualityunearthed.co.uk

Big Green Bus. Com uma denominação bem literal, este ônibus de dois andares, grande e de cor verde, acomoda até seis pessoas. Os hóspedes podem usar os jogos de tabuleiro, deque externo e lareira (a lenha é fornecida). São recebidos com vinho local, basta solicitar no momento da reserva. As instalações incluem banheiros, chuveiros, beliches e uma cozinha. A localização é em uma região florestal de West Sussex, ao passo que a vizinha cidade de Lewes fica a 70 minutos de trem de Londres. biggreenbus.co.uk

Helen's Tower. Este primor de três andares, com vista para as montanhas cobertas de mata de County Down, Irlanda do Norte, fica a uma hora de Belfast no sentido leste, e está disponível para aluguel de temporada. Tem um quarto para duas pessoas, banheiro (o chuveiro fica em cômodo separado), sala de estar, sala de leitura e cozinha. Em dias de céu claro, a vista do terraço panorâmico alcança até a Escócia. www.irishlandmark.com

The Pineapple. A vida não oferece muitas oportunidades de se hospedar em uma fruta tropical gigante - exatamente o que está disponível no Dunmore Park da Escócia, uma extravagante construção de pedra, a cerca de 45 minutos de Edimburgo no sentido norte, com a torre central em formato de abacaxi! Com seu próprio jardim, essa propriedade exótica foi recuperada e disponibilizada para aluguel de temporada pelo Landmark Trust. Há ainda outras opções de hospedagem, entre elas prisões, currais e estações de trem abandonadas. www.landmarktrust.org.uk

Campbell's Cottage. Trata-se de uma propriedade tombada, com cinco séculos de existência. Tem uma localização ímpar, em meio ao Parque Nacional de Snowdonia, noroeste de Gales, e um jardim em cascata. Mas o maior atrativo do aconchegante Campbell's Cottage é uma parada na qual os moradores podem dar sinal para os trens a vapor da Ffestiniog Mountain Railway que passam por ali. Imagine só: sua própria estação, a apenas um minuto de distância da porta de casa! www.campbellscottage.co.uk

Cley Windmill. Moinho de vento com pás treliçadas? Tem. Cenário de sonhos? Tem. Interior original e charmoso, com vigas no teto? Tem. Preenchendo todos os principais requisitos de um moinho de vento, esta torre do século 18, transformada em restaurante e hotel de nove quartos, também conta com uma localização perfeita no leste da Inglaterra, com vista para Blakeney Point, onde milhares de focas passam o inverno. King's Lynn, cidade que dá acesso a North Norfolk com seus trens diretos de Londres, fica a 64 quilômetros de distância. www.cleywindmill.co.uk

Spitbank Fort. Obrigado, lorde Palmerston. Foi o então primeiro-ministro britânico, por receio dos ataques franceses, em 1859, quem encomendou três plataformas para canhões para o Estreito de Solent, a meia hora de barco de Southampton, no sul da Inglaterra. Hoje em dia, o Forte de Spitbank está aberto para qualquer invasor que reservar com antecedência, com acesso exclusivo a um bar de champanhe, restaurante, piscina aquecida no terraço panorâmico, sauna e nove suítes luxuosas. www.amazingvenues.co.uk


Número de turistas brasileiros na Grã-Bretanha bate recorde em 2014

16 June 2015

O VisitBritain, órgão oficial de turismo do governo britânico, divulgou os números oficiais de estrangeiros que visitaram a Grã-Bretanha em 2014 e a boa notícia é que o Brasil bateu recorde com 293.000 turistas, um aumento de 14% em relação ao ano de 2013. Esse resultado é o melhor de todos os tempos - antes, o recorde havia sido 275.000 visitantes, em 2011. O total de pernoites dos brasileiros em 2014 foi 2.878.000, o que representa 26% mais do que no ano anterior. Nesse período, o gasto dos brasileiros na Grã-Bretanha foi de 253 milhões de libras esterlinas (US$ 396 milhões).

Dentre todas as visitas de brasileiros à Inglaterra, Escócia e ao País de Gales, o maior número - 209.000 - foi de pessoas que viajaram a lazer. Esses turistas foram responsáveis por 1.408.000 pernoites, 19% a mais do que no ano anterior. Os brasileiros em férias também gastaram mais em 2014 do que nos anos anteriores: 159 milhões de libras esterlinas (US$ 249 milhões), um acréscimo de 4% ante 2013. Já os brasileiros que foram à Grã-Bretanha em 2014 com o propósito de estudar responderam por 92% de aumento no número de pernoites, que somaram 835.000.

Outros dados divulgados pelo Office for National Statistics sobre o comportamento de viagem dos brasileiros à Grã-Bretanha dizem respeito ao gasto médio por pessoa, que no ano passado foi de 861 libras (US$ 1.348). Em relação à duração da estada no país, os brasileiros ficaram em média 9,81 noites, o que representa aumento de 10,66% em relação a 2013.

O bom desempenho do Brasil é reflexo das recentes campanhas realizadas pelo VisitBritain, entre elas a parceria com o Rock in Rio em 2013, quando a Rock Street teve a Inglaterra e Irlanda como inspiração; promoção durante o lançamento do filme "As Aventuras de Paddington" para divulgar a Grã-Bretanha como destino de viagem em família e a campanha Love is GREAT, voltada para o público LGBT. Entre as ações voltadas para o consumidor brasileiro no ano de 2015 estão o apoio institucional ao 19º Cultura Inglesa Festival, que promove a cultura britânica, e a campanha Bond is GREAT, que será lançada no final do ano, com a estreia do filme "007 Contra Spectre".

Samuel Lloyd, gerente do VisitBritain para a América Latina, diz: "Os resultados consolidados do ano de 2014 oferecem uma excelente plataforma para seguirmos com nossa ambição de atrair cada vez mais turistas brasileiros para a Grã-Bretanha - a meta é chegar a 450.000 visitantes em 2020." O executivo explica que o Brasil é um dos mercados prioritários para o VisitBritain, tendo sido escolhido para fazer parte da mais ambiciosa ação de marketing já realizada pelo governo britânico, a campanha GREAT. "O Brasil é um dos sete mercados, entre os 21 em que o VisitBritain atua, a receber investimentos com o objetivo de mostrar que a Grã-Bretanha é um GRANDE destino em diversas áreas, como cultura, história, paisagens, música, esportes, compras e gastronomia", conta.


Reminder about London's New Year's Eve fireworks

New Year’s Eve fireworks 2015

31 December 2015

It might be six months off, but we wanted to let you know that London’s New Year’s Eve fireworks will be ticketed again in 2015. That means you must have a ticket to come to the display.

The celebrations were ticketed for the first time last year to make sure the event stays a safe and fun night for all.

If you need to plan ahead, the good news is there’ll be a limited number of tickets released on 19 June. The main ticket release will be in September.

Register for ticket updates and we’ll let you know as soon as you can book them. 

Tickets will only be available for £10 each via our official partner See Tickets and are non-transferable. That means we reserve the right to cancel all tickets being offered through third parties, so please don’t buy from second sellers.

Why was ticketing introduced?

Ticketing was introduced for London's New Year's Eve fireworks in 2014 as crowd numbers had increased dramatically in recent years. So, after consulting widely, it was decided that ticketing was the best way to manage crowd numbers and make the event a safer and more enjoyable experience.

Our review of the 2014 New Year’s Eve fireworks showed that the new ticketed format was a success. It reduced crowds in central London and everyone with a ticket had a better night as they were guaranteed a view of the display.

The Mayor puts on and supports lots of different events to celebrate the many cultures and communities of London. To find out what’s coming up sign up to the Events newsletter.


Festivais gastronômicos na Grã-Bretanha dedicados a um único ingrediente

Esses eventos originais geralmente envolvem música e diversão ao ar livre, sem falar que a variedade de comida vai muito além do tema do festival! No Asparafest, por exemplo, que ocorre no oeste da Inglaterra, dá até para provar linguiça de aspargo! Veja abaixo aonde ir para celebrar seu alimento favorito.

London Coffee Festival – Londres, Inglaterra – 30 de abril a 3 de maio
A alegria dos fanáticos por café! Durante quatro dias, a Old Truman Brewery, na balada região de East London, é movida a cafeína, quando o café é celebrado em Londres por 20 mil pessoas. Sim, você vai provar café de excelente qualidade, mas o evento envolve muito mais que isso. Nos três últimos anos, houve competições de “arte latte”, coquetéis preparados em cafeteiras, DJs, música ao vivo e café com poesia.www.londoncoffeefestival.com

Spirit of Speyside Whisky Festival – Escócia – 30 de abril a 4 de maio
Se você adora uísque, precisa viajar para a Escócia e tomar uma dose com centenas de outros aficionados no festival do uísque Spirit of Speyside. São quatro dias de aprendizado sobre uísque, diversão e, claro, degustação. Speyside fica no nordeste da Escócia, e concentra várias destilarias. A cidade mais próxima é Inverness, a três horas e meia de trem partindo de Edimburgo. www.spiritofspeyside.com

English Wine Week – Inglaterra – 23 a 31 de maio 
Ultimamente, os vinhos ingleses e galeses vêm obtendo aprovação de especialistas do mundo todo. Portanto, se você é apreciador de vinho, participe de alguns dos eventos que ocorrem na Inglaterra nos meses de maio e junho, e fazem parte das celebrações da English Wine Week. Para quem não conhece os vinhos ingleses, é um bom momento para experimentar. As atividades incluem visitas a vinhedos, muita degustação e sessões de harmonização, além da oportunidade de conhecer os produtores de vinho inglês. www.englishwineweek.co.uk

Asparafest – Worcestershire, Inglaterra – 30 e 31 de maio 
A Grã-Bretanha tem muito orgulho do delicioso aspargo que produz, então por que não dar uma festa em homenagem ao vegetal? Esse festival de final de semana, perto de Evesham, Worcestershire, apresenta música ao vivo, dança e até coroação de um rei e uma rainha durante o evento. Há apresentações de culinária e muito aspargo para degustar. Tem até Martini de aspargo no bar! Evesham fica a cerca de duas horas e meia de carro de Londres. www.asparafest.co.uk

Pembrokeshire Fish Week – País de Gales – 25 de junho a 3 de julho
A costa de Pembrokeshire é um lugar lindo para aproveitar o verão e, para quem gosta de peixe, nada melhor que aliar o clima ameno da estação às comemorações de todas as iguarias deliciosas provenientes do mar. Chefs de cozinha comparecem para apresentar suas receitas à base de pescado e frutos do mar, há seminários de culinária e aulas sobre peixes. Todos os restaurantes locais servem um maravilhoso banquete preparado com pescados. Além do cardápio, há passeios de barco, excursões pela ilha e safáris com mergulho de snorkel, assim como passeios de caiaque e coasteering para quem prefere esportes mais radicais. A estação de trem mais próxima é Milford Haven, a menos de três horas de Cardiff. www.pembrokeshirefishweek.co.uk

Whitstable Oyster Festival – Kent, Inglaterra – 25 a 31 de julho 
Este evento anual envolve competição para comer ostras, desfile de rua, telas de projeção à beira-mar e Carnaval veneziano, dentre muitas outras diversões ao longo de uma semana. Whitstable é famosa por suas ostras e sua celebração anual é um evento animado que dá uma ideia do clima festivo do litoral britânico. Whitstable fica a cerca de 90 minutos de trem de Londres. http://whitstableoysterfestival.co.uk

Great British Beer Festival – Londres, Inglaterra – 11 a 15 de agosto
Realizado durante quatro dias no centro de exibições Olympia, na estação de trem Kensington Olympia, este festival é imperdível para os amantes de cerveja. São mais de 800 barris e garrafas de cervejas artesanais e cidras para provar no “maior pub da Grã-Bretanha”. Há muita comida para degustar também. http://gbbf.org.uk

Isle of Wight Garlic Festival – Ilha de Wight, Inglaterra – 15 e 16 de agosto
Mantenha os vampiros à distância! O alho da Ilha de Wight é delicioso, e esse festival de final de semana é perfeito para aqueles que adoram colocar o tempero em quantidades generosas ao cozinhar. O festival é uma celebração com bandas, demonstrações de culinária, entretenimento para crianças e até uma exibição de carros clássicos. É possível chegar à Ilha de Wight de balsa em 20 minutos partindo de Portsmouth ou Southampton, no litoral sul da Inglaterra. Ambas ficam a cerca de 90 minutos de trem de Londres. www.garlic-festival.co.uk

Hillsborough Oyster Festival – Irlanda do Norte – 1º a 6 de setembro
Se você gosta de ostras, que tal participar do campeonato mundial de consumo de ostras ou da final do concurso de Miss Oyster Pearl? O Festival de Ostras de Hillsborough existe há mais de 20 anos e, desde então, a celebração das premiadas ostras tem proporcionado diversão às famílias e um espetáculo e tanto para os visitantes. Hillsborough fica a apenas 19 quilômetros de Belfast, capital da Irlanda do Norte.http://hillsboroughoysterfestival.com

The Golden Spurtle World Porridge Making Championships – Inverness-shire, Escócia – 4 de outubro 
Mais que um festival, este campeonato mundial de preparo de mingau envolve competição – portanto, se você aprecia mingau de aveia, visite esse evento para provar diversas receitas. Com certeza você encontrará alguns dos melhores produtores da iguaria e, como aveia é um ingrediente bem escocês, você estará no país certo. Há mais maneiras de preparar uma tigela de mingau de aveia do que você possa imaginar. A cidade mais próxima é Inverness, que fica a três horas e meia de trem partindo de Edimburgo. www.goldenspurtle.com

CALENDÁRIO DOS FESTIVAIS DE ALIMENTOS E BEBIDAS

A Grã-Bretanha é uma nação de fãs de gastronomia e festivais. O que acontece quando essas duas paixões se juntam? Fins de semana divertidos, interessantes e saborosos ao longo do ano. A seguir, mais uma seleção das centenas de festivais gastronômicos anuais que ocorrem em toda a Grã-Bretanha.

Foodies Festival 

Há diversas edições do Foodies Festival que ocorrem durante o verão em vários locais da Grã-Bretanha. Entre os destaques estão Brighton (2 a 4 de maio), Birmingham (15 a 17 de maio), Bristol (26 a 28 de junho), Londres (3 a 5 de julho em Alexandra Palace e 24 a 26 de julho em Clapham Common), Edimburgo (7 a 9 de agosto) eOxford (29 a 31 de agosto). Eles incluem várias sessões de degustação, barracas de restaurantes, culinária para crianças, exibições de pratos internacionais, feiras com produtos frescos, além de entretenimento.http://foodiesfestival.com

INGLATERRA

Brighton & Hove Food and Drink Festival, Suxxex, 1 a 6 de abril e 20 de maio a 1º de junho 
Agora em seu 11º ano, é o maior festival deste tipo e ocorre durante dez dias, duas vezes ao ano (o primeiro será no início de abril). Com produtores locais, agricultores, restaurantes, bares e varejistas de alimentos em sua essência, é uma demonstração de alimentos, bebidas e hospitalidade extraordinárias, encontradas na cidade e nos arredores do condado de Sussex. Abrange o Big Sussex Market, o maior evento gastronômico gratuito no sul da Inglaterra, o Live Food Show, restaurantes com entretenimento e jantares de gala.www.brightonfoodfestival.com

Festival Taste of London, Londres, 17 a 21 de junho
O requinte dos restaurantes é transportado para o Regent's Park durante cinco dias do verão, com muita comida, bebida e entretenimento. Os melhores restaurantes da cidade servem suas especialidades em um incomparável banquete gourmet ao ar livre, enquanto centenas de produtores oferecem uma fartura de comidas e bebidas.www.tastefestivals.com/london

Jamie Oliver’s Big Feastival, Cotswolds, 28 a 30 de agosto
Além de possuir dezenas de restaurantes de alta qualidade e preço acessível espalhados pela Grã-Bretanha, o famoso chef Jamie Oliver também transforma tudo isso em festa. O Big Feastival, agora em sua quinta edição, ocorre em Cotswolds, uma região do interior bonita e britânica por excelência, na fazenda do ex-baixista da banda Blur, Alex James. Restaurantes montados para o evento, diversão para toda a família e música ao vivo fazem desse festival um prato cheio para quem adora gastronomia e diversão.www.jamieoliver.com/thebigfeastival

Ludlow Food Festival, Ludlow, 11 a 13 de setembro
Um dos festivais gastronômicos mais importantes do calendário, é realizado desde 1995 pela pequena cidade histórica de Ludlow, perto da fronteira com o País de Gales. Tem fama de ser um dos melhores eventos da categoria e mantém-se fiel ao seu princípio de apresentar produção agrícola local e fornecedores excelentes. Lá você vai encontrar comida e bebida em abundância, abrangendo desde carnes raras até a genuína cerveja inglesa, cidra e vinho de pera, produzidos e comercializados por pessoas que realmente se dedicam ao que fazem. www.foodfestival.co.uk

Melton Mowbray Food Festival, Midlands, 3 e 4 de outubro
Um dos maiores festivais gastronômicos regionais, antes conhecido como East Midland Food Festival, é realizado em Melton Mowbray, a “capital rural da gastronomia”, a cerca de uma hora de carro de Birmingham. Além das empadas de carne de porco e do queijo Stilton produzidos nos arredores, o festival conta com mais de 200 expositores oferecendo o que há de melhor na região de Midlands do Leste. As exposições e as atividades para crianças tornam o evento ideal tanto para famílias quanto para os aficionados por gastronomia.http://meltonmowbrayfoodfestival.co.uk

ESCÓCIA

The Royal Highland Show, Edimburgo, 18 a 21 de junho
Esta é uma celebração da agricultura, comida e vida rural da Escócia. Os alimentos e bebidas são um dos destaques da exposição, que atrai gourmets do mundo todo. Mais de 100 expositores escoceses participam ao lado de fornecedores de toda a Grã-Bretanha. Também há apresentações de culinária e competições agrícolas com muitas oportunidades de degustação durante as atividades. http://royalhighlandshow.org/media-centre/news

PAÍS DE GALES

Royal Welsh Show, Powys, 20 a 23 de julho
Essa famosa exposição agrícola vai além de gado e ceifeiras, apresentando barracas de artesanato e comidas locais, música ao vivo e shows de acrobacia. www.rwas.co.uk/royal-welsh-show

Abergavenny Fine Food Festival, Abergavenny,19 e 20 de setembro
É um dos maiores eventos do calendário gastronômico britânico. Segundo o jornal The Observer, “Abergavenny está para a gastronomia como Cannes está para o cinema – um festival anual para descobrir estrelas em ascensão na esfera gastronômica criativa da Grã-Bretanha”. Isso dá uma noção da fama do festival, que ocorre em cinco locais do centro da cidade, recebendo mais de 200 expositores, apresentações de culinária, aulas para crianças e outras atividades. Em paralelo, há uma programação de aulas com ingressos individuais, degustações com instrutor, seminários e visitas guiadas com o que há de melhor na cozinha internacional.www.abergavennyfoodfestival.com

IRLANDA DO NORTE 

Belfast Beer and Cider Festival, Belfast, novembro (datas a serem confirmadas)
A CAMRA da Irlanda do Norte, entidade que promove as cervejas artesanais, tem uma verdadeira paixão por cerveja e empenha-se em torná-la mais disponível. A associação estará servindo a bebida em um dos maiores bares da Irlanda, vendendo quase 100 tipos de cerveja artesanal, 20 cidras reais e vinhos de pera. Dentre outras diversões, haverá música ao vivo e jogos para proporcionar entretenimento variado.www.belfastbeerfestival.co.uk

Um ano movimentado para o cinema britânico - e para as locações de filme no país

O Jogo da Imitação e A Teoria de Tudo, ambos em cartaz no Brasil, foram indicados ao Oscar em oito e cinco categorias, respectivamente, entre elas a de melhor filme. Os protagonistas também foram indicados (Benedict Cumberbatch e Keira Knightley por O Jogo da Imitação e Eddie Redmayne e Felicity Jones por A Teoria de Tudo). Já Pride, ainda sem sem data de estreia no Brasil, está concorrendo ao BAFTA, o Oscar britânico, em três categorias, incluindo a de melhor filme. Conheça as locações dos filmes britânicos indicados a prêmios que podem ser visitadas, assim como os lugares da vida real associados às tramas – as quais foram baseadas em acontecimentos históricos.

O JOGO DA IMITAÇÃO 

O drama conta a história de vida do pioneiro matemático decifrador de códigos, Alan Turing. De forma notória, Turing decifrou o código do enigma de Bletchley Park, que atualmente é um belo ponto turístico. Visite o local e pose diante da mesa em que Alan Turing e Joan Clarke – interpretados por Benedict Cumberbatch e Keira Knightley – se reuniram e discutiram amor, amizade e as falhas dos operadores do Enigma Alemão, que faz parte de “The Imitation Game – The Exhibition”. A exposição conduz os visitantes aos bastidores da criação do filme, com trajes, acessórios e o bar que foi construído para as filmagens. A exposição fica em cartaz até novembro de 2015. 

O número de visitantes de Bletchley Park aumentou muito em 2014, em parte graças ao filme, num ano em que passou por uma grande restauração, recebeu a visita da duquesa de Cambridge e foi cenário do filme de sucesso. Em comparação ao mesmo período do ano anterior, o número de visitantes foi mais que o dobro na última semana de novembro e na primeira de dezembro. Durante 2014, o número de pessoas que visitou Bletchley Park aumentou quase um terço em relação à mesma época de 2013, excedendo 190 mil no fechamento do ano. A estação Bletchley fica a 36 minutos de Londres e de lá dá para caminhar até Bletchley Park.

A pitoresca Dorset, no sudoeste da Inglaterra, também serviu de locação para O Jogo da Imitação: a cidade de Sherborne desempenhou papel de estrela no filme. Sherborne abriga construções medievais, dois castelos e uma grande quantidade de lojas de objetos de arte e antiguidades. É ideal para se ter uma ideia de como são as típicas cidades-mercado inglesas. www.bletchleypark.org.ukwww.visit-dorset.com

A TEORIA DE TUDO 

O astro britânico Eddie Redmayne assume o papel do físico Stephen Hawking e o filme acompanha sua história desde a época de estudante na Universidade de Cambridge, concentrando-se no diagnóstico de doença do neurônio motor e no relacionamento com sua primeira esposa, Jane Wilde. A famosa cidade universitária deCambridge está espetacular na telona. É o pano de fundo para as cenas da vida de estudante e o desabrochar de um grande romance, com a fabulosa cena do baile de maio, para fechar o ano acadêmico. Visite a cidade em junho, em vez de maio, para ver os estudantes vestidos com toda pompa a caminho dos eventos glamorosos – infelizmente, a maioria deles não é aberto ao público. 

A imponente St John’s College foi usada nas filmagens – faça uma excursão por lá e as cenas do filme ganharão vida. E se estiver com seu amor, dê um beijo na ponte perto de St John’s, com a Ponte dos Suspiros ao fundo, da mesma forma que Stephen e Jane fizeram na tela.

A apenas uma hora de trem de Londres, é possível explorar as belíssimas faculdades de uma das universidades mais antigas do mundo, passear de barco pelo rio Cam e visitar os museus da universidade, que abrigam mais de 5 milhões de obras de arte. www.joh.cam.ac.uk/visiting-st-johnswww.cam.ac.uk

PRIDE

O BAFTA indicou ao prêmio de melhor filme a edificante história dos homossexuais de Londres que apoiaram a greve dos mineradores de carvão em 1984, no País de Gales. A triunfante cena final mostra a animada marcha de gays e lésbicas tomando as ruas do bairro de Westminster de Londres, mas as passagens mais importantes foram gravadas no sul de Gales. No filme, a recepção da maioria dos mineradores galeses e de suas famílias ao improvável grupo de apoio foi calorosa. E, 30 anos depois, os visitantes vão encontrar essa mesma cordialidade e senso de humor por parte dos galeses. 

O sul de Gales é um lugar incrível para explorar, especialmente se percorrido de carro (mas há a opção do ônibus com o tema “Gays e lésbicas apoiam os mineradores”). Admire a maravilhosa Península de Gower, lar da belaBaía de Rhossili e da Three Cliffs Beach, e hospede-se em um chalé ‘cwtchy’ (aconchegante, no idioma galês) ou acampe com estilo em uma yurt (tenda circular). www.visitwales.com/holiday-accommodation

Pride retratou muito bem festas fabulosas lideradas por protagonistas homossexuais. Para recriar o clima divertido e festivo, explore a vida noturna de Cardiff.

Assim como a cidade, o ambiente gay de Cardiff é pequeno e concentrado, mas com opções para todos. Os principais locais estão na Charles Street e na Churchill Way, no centro da cidade, e dá para ir a pé de um lugar ao outro. The Golden Cross, pub histórico com fachada de azulejo, é famoso pelo karaokê, cabaré e, ocasionalmente, números de strip-tease. O Bar Icon é um lugar pequeno e cheio de estilo para beber depois do trabalho ou antes da balada. Aberto em 2011, Eagle, pequeno mas consolidado, tem noites temáticas. Outro local só para homens, Locker Room dispõe de sauna, banheira, cabines com vídeos, labirinto e câmara escura. WOW Bar atrai um público jovem de estudantes, com DJs, música ao vivo, cabaré e promoções de bebidas. Ocupando dois andares e um terraço panorâmico, The Kings é um bar grande e moderno que atrai um público jovem eclético, gays e lésbicas – é o bar oficial para ir antes da boate Pulse, que reúne gente animada. Para os fãs de drag queens, Minsky’s Showbar é famoso por suas noites de despedida de solteiro, tanto de homens quanto de mulheres, comemorações de aniversário e atrações de cabaré. 

Depois de uma autêntica noite de diversão em Cardiff, é provável que você vá parar no mesmo lugar que todo mundo (gays, heteros, jovens, maduros, universitários), na Caroline Street – rua conhecida localmente como “Chippy Lane” por causa dos vários restaurantes de fast-food. Fundado em 1953, Dorothy’s alega ser o mais antigo da rua, então os “amigos de Dorothy” devem saborear a iguaria local: fritas e molho de curry.

The Golden Cross, 282 Hayes Bridge Road, www.sabrain.com/golden-cross
Bar Icon, 60 Charles Street, www.bariconcardiff.co.uk 
Eagle, 39 Charles Street, www.eaglecardiff.co.uk
Locker Room, 50 Charles Street, www.lockerroomcardiff.co.uk
WOW Bar, 4a Churchill Way, www.wowbarcardiff.com
The Kings, 10 Churchill Way, www.kingscardiff.com
Pulse, 3 Churchill Way, www.pulsecardiff.com 
Minsky’s Showbar, Cathedral Walk (atrás da Debenhams), www.minskys-showbar.com



Aventuras imperdíveis no campo - tire o máximo proveito das atividades ao ar livre na Grã-Bretanha

Prepare sua cesta de piquenique
Quando o dia está ensolarado, os britânicos adoram estender uma toalha no chão para fazer um piquenique com os amigos – o país tem até sua própria Semana Nacional do Piquenique, em junho. Os organizadores dessa celebração anual de refeições ao ar livre escolheram no ano passado os 15 melhores locais para se fazer um piquenique no Reino Unido, que incluem recantos lindíssimos no litoral, como Barafundle Beach em Pembrokeshire, no oeste do País de Gales, lugares urbanos, caso da Somerset House de Londres, e pontos históricos, como a Abadia de Rievaulx em Yorkshire, no norte da Inglaterra. www.nationalpicnicweek.co.uk

Saia em busca das estrelas
Encante-se com o céu noturno no Dark Sky Park da Escócia. Parte do Galloway Forest Park, no sudoeste da Escócia, a duas horas e meia de carro de Glasgow na direção sul, o Galloway Forest Dark Sky Park foi o primeiro parque da Grã-Bretanha a ser reconhecido pela International Dark Sky Association. O centro de visitantes realiza eventos regularmente, como a Observação de Estrelas para Iniciantes nos meses de verão. Embora o centro feche durante o inverno, o acesso ao parque permanece aberto. Se você adora admirar as constelações, o Parque Nacional de Exmoor no sudoeste da Inglaterra e o Brecon Beacons no sul de Gales são duas das Reservas Internacionais de Céu Noturno da Grã-Bretanha. www.forestry.gov.uk/darkskygalloway

Desfrute de um típico almoço de pub
Rutland, o menor condado da Inglaterra, que fica a pouco menos de duas horas de carro de Birmingham, na região central do país, proporciona uma amostra do típico interior britânico e abriga o Pub do Ano de 2014 do guia The Good Pub. The Olive Branch, no belo vilarejo de Clipsham, serve comida clássica de pub e pratos mais sofisticados, sempre com ingredientes da produção agrícola local. Gim e vodca de abrunho (espécie de ameixa silvestre), cervejas artesanais e vinho quente completam a lista de bebidas. O pub conta também com acomodações, localizadas em uma casa no outro lado da rua. www.theolivebranchpub.com,www.thegoodpubguide.co.uk

Aproveite as atividades aquáticas
Abrangendo desde passeios de barco por canais, natação em rios e atividades de lazer em lagos, as águas britânicas oferecem opções de recreação para todos. E para aumentar a adrenalina, siga para o País de Gales, terra natal do coasteering. Para aproveitar ao máximo o espetacular contorno da costa do País de Gales, participe de uma combinação singular de atividades ao escalar montanhas beirando o mar, explorar cavernas, equilibrar-se nas ondas e saltar de penhascos. Faça sua reserva em uma operadora credenciada, como a Anglesey Adventures. www.angleseyadventures.com

Relaxe em uma praia ladeada por dunas
Administrada pelo National Trust, Portstewart Strand, no condado de Londonderry, Irlanda do Norte, a uma hora de carro de Belfast, é uma das praias mais pitorescas da região. Os mais de 3 quilômetros de faixa de areia são ladeados por dunas que abrigam flores e plantas selvagens e contam com uma trilha natural bem demarcada, que convida a explorar o local. Esta é uma das praias reconhecidas com a Bandeira Azul, certificação internacional dada pela qualidade de sua água e preservação ecológica, entre outros itens.www.nationaltrust.org.uk/portstewart-strand

Visite um magnífico jardim
País de adoradores de jardins, a Grã-Bretanha abriga algumas das áreas verdes mais famosas do mundo. A cerca de cinco horas de trem e baldeação partindo de Londres, Lost Gardens of Heligan em Cornwall, sudoeste da Inglaterra, é repleto de história. Após ter ficado em mau estado de conservação por muito tempo, quando as pessoas que cuidavam do local o abandonaram para lutar na Primeira Guerra Mundial, o jardim foi recuperado na década de 1990. Restaurada, a área verde conta agora com 80 hectares para explorar, incluindo uma exuberante floresta subtropical, jardins vitorianos produtivos, gramados românticos e um projeto pioneiro de fauna selvagem.www.heligan.com

Escale o maior pico do país – ou sua versão menor
Facilita, mas você não precisa ser alpinista para encarar a montanha mais alta das Ilhas Britânicas. Trata-se de Ben Nevis, na região montanhosa escocesa, que fica a quase quatro horas de trem de Glasgow, na direção norte. Embora a cada ano 125 mil pessoas tentem escalar seus 1.344 metros, não se renda ao desafio se não estiver bem preparado. Glen Nevis, ao pé de Ben, é uma opção mais moderada, com diversas trilhas, incluindo Riverside Path, Wishing Stone Walk e Nevis Gorge and Steall Falls. http://ben-nevis.com

Faça uma viagem de volta ao passado em um sítio arqueológico
Estendendo-se por 117 quilômetros no norte da Inglaterra, a Muralha de Adriano, Patrimônio da Humanidade, é a fronteira mais famosa do Império Romano e fica a cerca de duas horas de trem de Edimburgo. Um dos tesouros nacionais da Grã-Bretanha, o sítio arqueológico permite que os visitantes explorem 2.000 anos de história por meio das ruínas de fortalezas e cidades localizadas na extensão da muralha. Vindolanda, que antecede a muralha, tem algumas das ruínas mais interessantes, incluindo templos, casas de banho e as Placas de Vindolanda, que dão uma ideia de como era a vida dos romanos. www.visitnorthumberland.com

Explore a natureza em uma reserva de fauna selvagem
Lobos, gatos selvagens, ursos polares e pandas vermelhos – você conhecerá a fauna escocesa e também animais ameaçados de extinção de várias partes do mundo no Highlands Wildlife Park, perto de Aviemore, no norte da Escócia. Suba a bordo de uma Land Rover e conheça a fauna selvagem nativa e espécies raras, ou embarque em uma excursão fotográfica com guia e aproveite para fotografar tigres e ursos polares enquanto eles fazem suas refeições. Qualquer que seja o passeio escolhido, você terá a oportunidade de apreciar o magnífico cenário silvestre do campo. www.highlandwildlifepark.org

Conheça um vilarejo britânico por excelência
O interior britânico é salpicado de belos vilarejos, dignos de cartão postal, e será difícil visitar o país sem se deparar com pelo menos um deles. Cada um tem charme único. Tintern, no vale de Wye, no País de Gales, quase fronteira com a Inglaterra, é apenas um exemplo. Observe as ruínas espetaculares da Abadia de Tintern – a abadia medieval mais preservada do País de Gales, explore as paisagens naturais impressionantes que circundam o vilarejo, aprecie a degustação de vinhos do vinhedo Parva ou aproveite para se regalar com um tradicional almoço de domingo em uma das pousadas da região. www.tinternvillage.co.uk



Chá da tarde na Grã-Bretanha - Parte 2

LOCAIS INCOMUNS PARA UM CHÁ DA TARDE

A bordo de um ônibus Routemaster de Londres

O que poderia ser mais divertido que uma excursão em um dos ônibus antigos de dois andares de Londres? E dá para acrescentar um chá da tarde no passeio! A BB Bakery lançou o serviço em abril do ano passado, passando por pontos turísticos como The London Eye, Big Ben, as Casas do Parlamento, Abadia de Westminster, St James’s Park, Palácio de Buckingham, Hyde Park, The Royal Albert Hall, Marble Arch, Piccadilly Circus, Coluna de Nelson e Downing Street enquanto os clientes bebericam chá e degustam macarons, cupcakes, sanduíches e outras guloseimas! Custa 45 libras (181 reais) para adultos e 35 libras (141 reais) para crianças de 6 a 11 anos.www.bbbakery.co.uk/our-bakeries/afternoon-tea-bus-tour

Chá e política nas Casas do Parlamento, Londres

Como complemento opcional das famosas visitas guiadas com o selo “Blue Badge” às Casas do Parlamento, o chá da tarde é servido no elegante Terrace Pavilion da Câmara dos Comuns, com vista para o Rio Tâmisa. O chá inclui delícias como salmão escocês marinado em calda cítrica com cream cheese, coalhada de limão e cebolinha sobre um mini bagel e delícia de chocolate Valrhona. Consulte o site para obter informações sobre disponibilidade. O chá custa 27 libras (109 reais) e a entrada ao local é cobrada à parte.www.parliament.uk/visiting/visiting-and-tours/tours-of-parliament/tours-teas-of-parliament/

Chá a bordo de um trem a vapor na ferrovia Bo’ness & Kinneil, perto de Edimburgo, Escócia

Com mesas disponíveis no vagão-restaurante recém-reformado, que remonta à década de 1960, os passageiros a bordo da locomotiva a vapor, cuidadosamente restaurada, podem se deliciar com o chá da tarde. A viagem dura pouco mais de uma hora e dez minutos e há muito mais para ver no local, inclusive o maior museu ferroviário da Escócia, a menos de uma hora de carro de Edimburgo e Glasgow. O chá da tarde custa 20 libras (81 reais) por pessoa com o bilhete de trem. www.bkrailway.co.uk

Chá em uma casa de campo do século 15, no norte do País de Gales

História, beleza natural e bolos deliciosos se aliam para compor o cenário de Tu Hwnt I’r Bont no norte do País de Gales. Um segredo bem guardado na aldeia de Llanwrst, na fronteira leste do espetacular Parque Nacional de Snowdonia, a casa de campo remonta a 1480 e fica praticamente oculta sob uma cobertura de hera, que irradia tons de vermelho no outono. Aberta somente de sexta a segunda-feira, tudo lá é caseiro, inclusive o ‘Bara Brith’ – um tradicional pão galês. Llanwrst fica a cerca de duas horas de carro de Manchester; a viagem de trem partindo da estação Manchester Piccadilly leva 2 horas e 50 minutos, com baldeação em Llandudno. O chá galês completo custa 11,70 libras (47 reais) e o cream tea custa 5,40 libras (22 reais). www.tuhwntirbont.co.uk


Quando o chá completo é realmente... completo

O chá é acompanhado de vista panorâmica no Aqua Shard, situado em um dos edifícios mais altos da Europa, The Shard, que fica em Londres. O menu inclui pães de minuto de baunilha e uva passa ou de flor de laranjeira, juntamente com o bolo ópera ‘The Shard’, exclusivo da casa. Custa 34,50 libras (139 reais) por pessoa.http://www.aquashard.co.uk/


VOLTE AO PASSADO EM CASAS DE CHÁ DE ÉPOCA

Casa Angelina, Edimburgo, Escócia 
Para quem gosta de moda, o chá com estilo vintage é uma ótima pedida. A Casa Angelina de Edimburgo tem um baú cheio de vestidos e acessórios vintage para você vasculhar e depois tomar chá com um visual totalmente diferente! As festas de chá vintage para adultos custam 19 libras (76,50 reais) por pessoa.www.casaangelina.co.uk/vintage-afternoon-tea-parties

The Tea Cosy, Brighton, Sussex, Inglaterra

Se você estiver em busca de um pouco de excentricidade inglesa com seu chá, The Tea Cosy em Brighton é o lugar para se visitar. As paredes são repletas de recordações da realeza (há até uma figura da rainha em tamanho natural) e bandeiras britânicas e bonecos enfeitam o teto. O menu tem pratos batizados com nomes dos membros da família real e das propriedades da realeza. O chá custa 12 libras (48 reais) por pessoa. Brighton fica a 50 minutos de trem da estação London Victoria. www.theteacosy.co.uk

The Fourteas, Stratford-upon-Avon, Warwickshire, Inglaterra

Vivencie outra era com o chá da tarde da Fourteas, uma casa de chá inspirada nos anos 1940, no coração de Stratford-upon-Avon, cidade famosa por ser o lugar de nascimento de William Shakespeare. Combine uma visita ao Royal Shakespeare Theatre com o chá da tarde do Fourteas, onde as paredes estampam cartazes de época e o chá de folhas, os bolos caseiros e pãezinhos de minuto servidos acompanham o estilo clássico da década de 40. O chá custa 12,50 libras (50,50 reais) por pessoa. Stratford-upon-Avon é a sede da Royal Shakespeare Company e abriga várias residências históricas relacionadas a William Shakespeare. Stratford fica a cerca de duas horas de carro a oeste de Londres; os trens partindo da estação London Marylebone levam duas horas para chegar lá. www.thefourteas.co.uk


The Old Post Office, Lisbane, County Down, Irlanda do Norte

Abrigado em um edifício classificado como patrimônio histórico, o Old Post Office Tea Rooms & Gallery remonta aos anos 1840. Situado na pitoresca costa de Strangford Lough, na aldeia de Lisbane, o charme do restaurante está no interior restaurado, que inclui vigas de madeira de carvalho e espaços rústicos. Famoso por sua boa comida caseira, tortas de dar água na boca, pães e bolos tentadores, o Old Post Office Tea Rooms utiliza ingredientes frescos da região. O chá custa 8,95 libras (36 reais) por pessoa. Além dos salões de chá, há também uma loja de suvenires e uma galeria que expõe o trabalho de artistas locais.Lisbane fica a 20 minutos de carro ao sul de Belfast. www.oldpostofficelisbane.co.uk


CHÁS DA TARDE TEMÁTICOS 

Fique atento aos chás temáticos relacionados a eventos especiais ou aniversários, pois muitos hotéis e restaurantes celebram essas ocasiões com chás da tarde criativos – de Wimbledon a Wonka (personagem de A Fantástica Fábrica de Chocolate), as possibilidades são infinitas para bolos decorados e coquetéis temáticos.

Pret-a-Portea no hotel The Berkeley, em Londres, é o favorito do pessoal do mundo fashion: a cada estação do ano, o hotel cria um novo chá da tarde inspirado nas últimas tendências das passarelas. Das bolsas Miu Miu aos saltos de Christian Louboutin, com casacos e vestidos de Victoria Beckham também fazendo papel de bolos, macaroons e mousses, é tudo quase lindo demais para comer. Quase. Custa 45 libras (182 reais) por pessoa.www.the-berkeley.co.uk/fashion-afternoon-tea


Chesterfield Mayfair oferece chá da tarde tradicional, mas também alguns especiais, como vegetariano e sem glúten. Também vale a pena conferir os chás temáticos do hotel, como o inspirado no musical A Fantástica Fábrica de Chocolate. Preços a partir de 34,50 libras (139 reais) por pessoa. www.chesterfieldmayfair.com/bar-and-dining/afternoon-tea/our-afternoon-teas


2015 marca o aniversário de 150 anos da publicação de “As Aventuras de Alice no Pais das Maravilhas”, que nos trouxe personagens como a Rainha Vermelha, o Coelho Branco e, claro, o Chapeleiro Maluco. No Sanderson Hotel em Londres, o chá da tarde especial do Chapeleiro Maluco encanta clientes com uma predileção pelo excêntrico e surreal. Os cardápios ficam escondidos em livros de época, há charadas enroladas em guardanapos e os bules de chá são adornados com reis e rainhas. Os pratos de sanduíches exibem zebras, gaiolas, carrosséis e relógios tique-taque. Há um pão-de-ló em forma de relógio tique-taque, chá verde e mousse de chocolate branco servido em uma xícara de chocolate e até uma poção “beba-me”. Preços a partir de 38 libras (154 reais) por pessoa; 30 libras (121 reais) para crianças. www.morganshotelgroup.com/originals/originals-sanderson-london/eat-drink/mad-hatters-afternoon-tea

FAÇA VOCÊ MESMO - APRENDA A ARTE E SABOREIE A OBRA FINALIZADA

Se estiver em busca de uma experiência interativa na Grã-Bretanha, aprenda os segredos por trás de um chá da tarde perfeito com Giuliana Orme em sua casa no norte de Londres. Depois de conhecer a bela residência vitoriana de Giuliana, você será conduzido à cozinha para colocar a mão na massa! Isso inclui aprender a fazer biscoito amanteigado, pães de minuto e sanduíches. Não se preocupe se cozinhar não é o seu forte – todas as aptidões são bem-vindas. Giuliana enriquece a aula com informações interessantes sobre a história do chá da tarde e fatos engraçados sobre o protocolo britânico. E no final você pode experimentar os frutos do seu esforço! As aulas de chá da tarde custam 70 libras (283 reais) por pessoa. Há também aulas de forno disponíveis.www.afternoontealessons.com


Chá da tarde na Grã-Bretanha - Parte 1

O chá faz parte da dieta básica dos britânicos há muito tempo, mas nem todos sabem que ele se tornou popular na Grã-Bretanha graças a uma princesa portuguesa. Quando Charles II se casou com Catarina de Bragança em 1662, o consorte da recém-coroada rainha logo espalhou pela corte real o apreço dela por chá. A moda se espalhou entre as classes mais abastadas e, por fim, dominou toda a nação – isso também se deve ao fato da expansão do comércio de chá durante o reinado de Charles II.

Avançando para os dias de hoje, é difícil encontrar britânicos que não bebam chá, no mínimo uma xícara por dia. A nação conhece bem e aperfeiçoou a arte de relaxar às 16 horas com uma xícara da bebida, incluindo no ritual apetitosas guloseimas para acompanhar a infusão.

Para escolher a opção ideal para seu paladar, saiba que há o cream tea, o high tea e o afternoon teaCream teainclui um bule de chá servido com scones, tradicional pãozinho inglês, servido com creme de nata e geleia. Há um debate acalorado se essa combinação teria surgido na Cornualha ou em Devon, dois condados do sudoeste da Inglaterra. Independentemente da origem, é possível encontrar cream teas excelentes nessa região do país – só não se envolva no outro debate controverso, sobre o que se passa primeiro nos pãezinhos, geleia ou creme. A única regra é: quanto mais dos dois, melhor.

High tea e afternoon tea são confundidos com frequência – o primeiro envolve bolo ou qualquer tipo de doce e era, originalmente, uma refeição salgada feita no início da noite pelas classes mais baixas, que incluía uma caneca de chá, pão, legumes, queijo e, às vezes, carne. Afternoon tea, por sua vez, era entendido como uma “ponte entre as refeições”, pela sétima duquesa de Bedford, uma jovem chamada Anna. Na alta sociedade do século 19 em que ela vivia, era comum tomar café da manhã cedo e depois jantar por volta das 20 horas. Obviamente, ela sentia fome entre essas refeições e costumava tomar um lanche escondido em seu quarto! Com o tempo, outras pessoas do círculo da duquesa começaram a acompanhá-la, e assim nascia uma nova refeição. O hábito ganhou força e hoje em dia há chás da tarde de todos os tipos – até chá da tarde do Chapeleiro Maluco em um ônibus londrino ou em um trem a vapor escocês. Basta acrescentar companhia para conversar e uma tarde relaxante e agradável estará garantida!

LOCAIS CLÁSSICOS PARA SABOREAR O AFTERNOON TEA 

Se você está em busca de um verdadeiro banquete, os hotéis Ritz, Claridges e The Goring de Londres são famosos por seus generosos chás da tarde com toda a pompa e estilo: The Ritz é provavelmente a opção mais tradicional – quem não gostaria de voltar de férias e contar que tomou um chá no Ritz? O chá da tarde é servido no suntuoso Palm Court, um salão que esbanja luxo e glamour. Escolha entre 16 opções de chá de folhas antes de devorar minissanduíches, folhados e bolos, além do tradicional scone quentinho. O chá da tarde tradicional custa 50 libras (195 reais) por pessoa (www.theritzlondon.com). Claridges e The Goring, hotéis londrinos mundialmente famosos também (o último foi o local escolhido pela duquesa de Cambridge para passar a noite anterior ao seu casamento com o príncipe William), já ganharam o prêmio Tea Guild na categoria Melhor Chá da Tarde de Londres – sim, há prêmios para essa tradição – e ambos oferecem uma série de tentadoras guloseimas doces e salgadas para acompanhar os bules de chá e as longas conversas. O chá da tarde clássico do Claridges custa 50 libras (195 reais) por pessoa (www.claridges.co.uk). O do Goring custa 42,50 libras (165 reais) por pessoa (www.thegoring.com).

Se quiser algo mais econômico, saiba que o Fan Museum em Greenwich foi eleito o local que serve o chá da tarde com melhor custo-benefício de Londres em várias ocasiões – um verdadeiro banquete em um belo ambiente. Por 7 libras (27 reais), é possível desfrutar de chá com pãezinhos, creme de nata e geleia, bolo caseiro e ingresso para um dos museus mais exóticos da capital (www.thefanmuseum.org.uk). Se o dia estiver ensolarado, siga para um dos tesouros mais bem guardados de Londres, o Chelsea Physic Garden. Situado no coração do bairro de Chelsea, é o oásis ideal para ir depois de fazer compras na Kings Road. Permita-se degustar pãezinhos de lavanda e geleia caseira no Tangerine Dream Café antes de admirar o belo jardim de plantas medicinais, fundado em 1673! http://chelseaphysicgarden.co.uk/visit/cafe

Também vale a pena sair de Londres para um chá da tarde em uma das cidades ou aldeias interioranas da Grã-Bretanha – o cenário ideal para um encontro agradável em companhia de alguém estimado (ou de um bom livro). Várias cidades utilizam ingredientes locais para preparar deliciosas geleias, compotas e salgadinhos.

Ganhadora do “Oscar do mundo do chá” de 2013, o principal prêmio nacional do Tea Guild, a Davenports Tea Room em Cheshire, norte da Inglaterra, além de ser a favorita dos moradores, atrai clientes dos lugares mais distantes, como Escócia, ávidos para provar o chá da tarde. Por quê? Os scones são feitos com uma receita muito bem guardada da década de 1930, enquanto a decoração tem tema de Alice no País das Maravilhas (o autor Lewis Carroll nasceu a menos de 4 quilômetros dali). Davenports fica a 30 de minutos de carro de Cheshire, Manchester e Liverpool. Eles servem chá com creme de nata a 4,95 libras (19 reais) por pessoa e chá da tarde a 16,99 (66 reais) por pessoa. http://davenportsfarmshop.co.uk

Em 2011, The Angel Hotel em Abergavenny, no extremo de Brecon Beacons, no País de Gales, ganhou o principal prêmio do Tea Guild. O chá da tarde da histórica hospedaria é servido no salão Wedgwood, com iguarias preparadas diariamente pelo padeiro especializado e uma série de chás para matar a sede. Custa 21,80 libras (85 reais) por pessoa. O aconchegante hotel é uma ótima opção para se hospedar, principalmente se comida boa for um dos fatores que influenciam sua escolha de acomodação. A localização também é excelente para explorar o Parque Nacional de Brecon Beacons, que fica bem ali, ou as belas praias do País de Gales. Abergavenny fica a 45 de minutos de carro de Cardiff. www.angelabergavenny.com

Se viajar para Edimburgo, visite “a grandiosa dama da Princes Street”, como é conhecido o Balmoral Hotel.Assim como no Ritz, o chá da tarde é servido no Palm Court do hotel e também ganhou dois prêmios do Tea Guild. O chá tradicional custa 58 libras (225,30 reais) para duas pessoas e inclui os indispensáveis sanduíches e folhados, scones assados na hora e um tentador carrinho repleto de sobremesas – com esse banquete, não precisa fazer nenhuma reserva para o jantar! http://balmoral.skchase.com

Um chá da tarde que você não vai esquecer tão fácil é o servido no The Old Course Hotel em St Andrews, Escócia. A cidade é famosa pelo golfe, mas deveria ser também por seus pãezinhos com frutas e panquecas de limão, servidos com creme de nata e compotas de morango e de champanhe rosé. O chá da tarde custa 22 libras (86 reais) por pessoa. O hotel também oferece chá da tarde para crianças, dando a oportunidade de apresentar a elas essa tradição. Essa opção infantil inclui uma variedade de sanduíches – mais do estilo Nutella e manteiga de amendoim do que salmão defumado! Dá direito ainda a gelatina e sorvete, bolos com glacê mármore e outros doces, tudo por 10 libras (39 reais) por criança. www.oldcoursehotel.co.uk

Outro chá que vai agradar às crianças é o Chá da Tarde de Príncipes e Princesas do The Milestone, em Londres. Crianças com menos de 12 anos vão desfrutar de minissanduíches, scones assados na hora com creme de nata e compotas e folhados franceses, acompanhado de xícaras de um delicioso chocolate quente. Antes de começar essa refeição tentadora, o chef pasteleiro ajuda as crianças a decorar cupcakes, que depois elas podem comer juntamente com as outras guloseimas. O chá custa 15 libras (58 reais) por criança www.milestonehotel.com

Os salões de chá da Bettys em Harrogate, cidade na região norte de Yorkshire, Inglaterra, são lendários. São seis no total, mas Harrogate – antiga e elegante estância termal cercada por Yorkshire Dales – foi o local da primeira unidade Bettys, aberta em 1919. Com mais de 300 tipos de pães, bolos e chocolates para experimentar e 50 tipos de chá, vai ser difícil saber por onde começar. O carrinho de bolos e tortas, trazido até a mesa para os clientes escolherem o que degustar, é um toque clássico da casa de chá Bettys, assim como os “Fat Rascals” – bolinhos macios de fruta. www.bettys.co.uk

Algumas pessoas viajam para Glasgow, na Escócia, só para experimentar o chá da Willow Tea Rooms e admirar a elegante arquitetura de Charles Rennie Mackintosh, um dos nativos mais famosos da cidade. A Room de Luxe, com mobília de prata e cristais adornados com contas, continua idêntica à época em que foi criada por Mackintosh, em 1904, assim como a Gallery, com decoração mais escura e masculina. Biscoito amanteigado é o acompanhamento clássico para o chá na Escócia, mas na Willow também vale a pena provar os merengues caseiros. A casa também oferece um cardápio especial de chá da tarde para crianças. O chá da tarde custa 12,95 libras (50 reais). Há duas filiais da Willow Tea Rooms no centro da cidade, uma na Sauchiehall Street (projetada por Charles Rennie Mackintosh) e outra na Buchanan Street. www.willowtearooms.co.uk

Dez spas luxuosos na Grã-Bretanha

Lucknam Park Hotel and Spa, Bath, sudoeste da Inglaterra
Embora os funcionários mantenham discrição a respeito da clientela de celebridades, o Lucknam Hotel tem um concorrido spa frequentado por vários nomes famosos. Afinal, ele oferece hidroterapia em piscina coberta, piscina de água salgada, cabines térmicas e nove salas bem equipadas onde são feitos tratamentos de Carita Paris e Anne Semonin (a especialidade deles é a imperdível terapia desestressante para as costas, com óleo botânico e ervas). Para completar, a recém-criada Wellbeing House é especializada em tratamentos alternativos, que abrangem sessões de terapia Haslauer com luz solar, ioga, flutuação seca para dormir e clínicas de nutrição.www.lucknampark.co.uk/spa-and-leisure/ 

Ruthin Castle Moat Spa, norte do País de Gales
O que é incomum em relação a este spa no Castelo de Ruthin é sua localização, na mata do antigo fosso do castelo. Reunindo natureza e luxo no mesmo lugar, além de tratamentos faciais, esfoliações e máscaras com produtos ESPA, há muitas surpresas também, incluindo uma tenda com sauna e um balanço em formato de casulo pendurado nas árvores da área externa. A especialidade é o tratamento Sunset Sparkle Gold Body Scrub– máscara corporal revigorante feita de uma mistura de cana-de-açúcar, caviar, óleo de jojoba dourado e óleo de semente de uva. www.ruthincastle.co.uk/spa/ 

Bulgari Spa, Londres
O spa Bulgari no subsolo pode até ser um pouco escuro, mas é cheio de estilo. Um refúgio de vidro e ônix no meio do agitado centro de Londres, o spa ocupa dois andares e conta com 11 salas de tratamentos, uma área de saunas e banhos, fonte de gelo e uma piscina de 25 metros (a maior de Londres). A suíte-spa pode ser reservada para o hóspede ter total privacidade e desfrutar de tratamentos como o naturalift, antienvelhecimento que combina o poder da acupuntura com as refinadas propriedades embelezadoras do ouro 24 quilates para uma alternativa natural ao Botox. www.bulgarihotels.com/en-us/london/spa-and-fitness/the-bulgari-spa 

Dorchester Hotel Spa, Londres
Combinando o glamour do velho mundo com tratamentos de ponta, as nove salas à prova de som do Dorchester Spa oferecem tratamentos faciais da linha Vaishaly (preferidos de famosas como Elle Macpherson, Nigella Lawson e Sophie Dahl) e produtos aclamados da marca Carol Joy London, que utiliza alguns dos ingredientes de beleza mais preciosos do mundo, como o autêntico pó de diamante e óleo de painço. Os vestiários esbanjam elegância graças aos chuveiros originais, às saunas a vapor modernas e aromáticas, repletas de mosaicos de vidro branco, iluminação colorida e armários com acabamento envernizado à mão.www.dorchestercollection.com/en/london/the-dorchester/spa-hotel-london 

The Scarlet Spa, Cornwall, sudoeste da Inglaterra
Um hotel só para adultos com eco-spa moderníssimo, o destaque de The Scarlet é a piscina externa no topo de um penhasco e as banheiras de hidromassagem com vista panorâmica do mar. O foco é o bem-estar holístico e todos os tratamentos começam com uma consulta com um profissional qualificado da Tri-Dosha, que inclui diagnóstico ayurvédico. Experimente The Journey, um supertratamento de três horas, que inclui ritual de banho, esfoliação corporal e massagem. Depois relaxe na tranquila área de tratamento coberta com tendas ou na sala de meditação. www.scarlethotel.co.uk/spa/ 

Vineyard Spa, Berkshire, sudeste da Inglaterra
Vinho é o grande foco no hotel cinco-estrelas Vineyard, que combina restaurante, uma impressionante carta de vinhos e acomodações luxuosas em ambiente interiorano. Não é nenhuma surpresa que o spa siga a mesma linha do hotel, oferecendo uma série de serviços de característica inconfundível, incorporando produtos à base de uvas com marca própria, como a máscara corporal Red Grape Pampering. Além de piscina, banheira de hidromassagem e sauna a vapor, há uma lista impressionante de tratamentos com uso exclusivo de produtos Darphin, vários serviços de beleza e cuidados pessoais e uma extensa opção de terapias para homens. www.the-vineyard.co.uk/spa.asp 

Gleneagles, Perthshire, Escócia
Palavra final em refúgio campestre, o spa Gleneagles é tão famoso quanto seus campos de golfe de nível internacional. Além das excelentes 20 salas de tratamento, há saunas a vapor com pedras de cristal, banhos tropicais, esfoliações com gelo e uma piscina para revigorar. A especialidade deles, o tratamento The Source, extrai ingredientes da água doce e das montanhas de Perthshire e proporciona duas horas de êxtase, incluindo hidromassagem para os pés, esfoliação, massagem em todo o corpo e na cabeça. www.gleneagles.com/spa 

Sheraton Grand Hotel and Spa, Edimburgo
A piscina com hidroterapia do terraço do Sheraton, ligada à piscina coberta, é o lugar ideal para deleitar-se a uma temperatura de 35 graus em água mineral borbulhante, que evapora e se transforma em uma névoa enquanto você contempla a vista de Edimburgo. Na parte interna, o spa urbano tem 11 salas de tratamento, um estúdio de ginástica com equipamentos de ponta Technogym e área de saunas e banhos com experiências holísticas em temperaturas quentes, incluindo uma gruta aromatizada, sauna com pedras, bio-sauna, tepidário e banho turco.www.sheratonedinburgh.co.uk/one-spa

ESPA Life Spa at Corinthia Hotel, Londres
O ESPA Life Spa é o lugar ideal para encontrar terapias personalizadas. Além de tratamentos faciais e massagens, os terapeutas realizam programas intensivos de desintoxicação, tratamentos de fertilidade, treino para maratonas e reabilitação ortopédica. Entre os destaques estão a primeira sauna de vidro do mundo que não fica coberta de vapor, uma imensa estação gelada de mármore, jatos de água direcionados para hidromassagem, piscina brilhante de ônix, espaços para tirar uma soneca com travesseiros e cobertores macios, sala de ginástica moderna, salão de manicure e um salão de beleza Daniel Galvin. Repleto de mármore preto, aço inoxidável e lareiras cintilantes, o spa é ideal para o deleite de homens e mulheres. www.espalifeatcorinthia.com

St Brides Hotel, Saundersfoot, País de Gales
O mar tem um papel fundamental no único hotel-spa de Pembrokeshire. Da piscina externa infinita avista-se a praia de areia do adorável resort à beira-mar, e com o simples toque de um botão é possível transformar a água da piscina em banheira de hidromassagem borbulhante. Produtos marinhos – argila, lama e algas – são usados nos tratamentos e a tranquilizante área de banhos, com sauna a vapor com aroma de capim-limão, sauna com pedras, duchas temáticas (floresta e montanhas) completa o relaxamento. www.stbridesspahotel.com/spa 

Edimburgo confirma datas de todos os 12 festivais de 2015

Renomada mundialmente como a Cidade dos Festivais, Edimburgo provavelmente é mais famosa pelos animados Festival Internacional e Festival Fringe que ocorrem no mês de agosto. Ambos são realizados desde 1947, portanto estão bem consolidados no cenário mundial de eventos. Mas quem busca uma experiência cultural dinâmica na cidade vai encontrar muitas opções ao longo do ano: em 2015 serão realizados 12 festivais.

Comparecer a um festival em Edimburgo também é uma ótima forma de conhecer melhor a cidade. Os festivais acontecem em todos os cantos deste destino turístico histórico, abrangendo desde jardins privados georgianos, os saguões da antiga universidade, a esplanada do Castelo de Edimburgo e até salas de estar de moradores!

Para abrir o ano de eventos, será realizado o Festival Internacional de Ciências de Edimburgo (4 a 19 de abril). É esperada uma programação bem moderna. O festival de 2014 contou com centros interativos e oficinas práticas, muitas concebidas para a família toda. Já o Gastrofest, um minifestival sobre a ciência das comidas e bebidas, e LateLabs, com palestras noturnas, apresentações, atividades interativas e instalações, foram destinados ao público adulto.

Na sequência haverá o Festival Imaginate (11 a 17 de maio), o Festival Internacional de Cinema de Edimburgo(17 a 28 de junho) e o Festival de Jazz e Blues de Edimburgo (17 a 26 de julho). Imaginate é “o” festival para as crianças. É o maior da Grã-Bretanha em artes cênicas para o público infantil e jovem. Já os fãs de filmes serão presenteados com uma bela amostra de ideias originais e novos talentos no Festival de Cinema. Os apaixonados por música poderão dançar em mais de 140 shows, em 13 locais diferentes e ecléticos (inclusive em uma igreja do século 17 que foi transformada em clube de jazz cheio de estilo!) no Festival de Jazz e Blues.

Qualquer que seja o estilo de arte que o visitante aprecie, é possível passar o mês inteiro explorando o Festival de Arte de Edimburgo (30 de julho a 30 de agosto). O festival de 2014 trouxe 45 exposições para a cidade, exibindo arte histórica e contemporânea, palestras de artistas, arte “à noite” e atividades para a família. E espera-se muito mais para 2015.

Agosto é, obviamente, o mês dos celebrados Festival Internacional e Festival Fringe (ambos serão realizados de 7 a 31 de agosto em 2015), quando a cidade ganha vida com todos os tipos de artes cênicas, desde comédia e ópera até artistas de rua, balé e muito mais. Agosto de 2015 também será a época de participar de outros três festivais. O Royal Edinburgh MilitaryTattoo (7 a 29 de agosto) trará o talento de bandas militares de quatro continentes para o deleite do público. Sua apresentação para 2015 será o “Leste encontra o Oeste”, que vai reunir flautistas, bateristas, cantores e dançarinos. O Festival Internacional do Livro de Edimburgo (15 a 31 de agosto) proporcionará aos visitantes, por meio de mais de 700 eventos, a oportunidade de conhecer escritores, participar de importantes debates literários, oficinas e sessões de autógrafos de livros. Além disso, haverá uma programação dedicada às crianças. O mês repleto de atividades termina com muita música e dança no festivalEdinburgh Mela (28 a 30 de agosto), que celebra ritmos do mundo todo.

A imaginação continuará sendo aguçada quando o Scottish International Storytelling Festival (Festival Escocês Internacional de Narração de Histórias) chegar à cidade no final de outubro (23 de outubro a 1º de novembro), trazendo consigo narrações ao vivo de músicos e narradores escoceses e internacionais. Música, obviamente, é um dos destaques do último festival de 2015. 

Para encerrar o ano com chave de ouro, haverá as celebrações do mundialmente famoso Hogmanay (30 de dezembro a 1º de janeiro de 2016). Todos os detalhes da programação serão anunciados ao longo de 2015. Mais informações: www.edinburghfestivalcity.com

800 anos de liberdade: o legado da Magna Carta

Vários lugares da Inglaterra vão comemorar este importante aniversário em 2015 com novos roteiros turísticos, exposições e uma visita da rainha Elizabeth ao local onde o documento foi assinado. Veja, abaixo, os principais eventos do ano:

Roteiros da Magna Carta
Seis novos roteiros autoguiados foram lançados para contar a história da Magna Carta, passando pela tradição e a herança do país. Cada roteiro oferece aos visitantes dois ou três dias de passeio pelas dez cidades relacionadas à Carta, incluindo atrações de destaque como a efígie do rei João em Worcester e Runnymede, onde o documento foi assinado. O roteiro também mostra os locais onde estão as quatro cópias de 1215 da Magna Carta, em Lincoln, Salisbury e Londres. www.magnacartatrails.com

Por dentro do Lincoln Castle
Em meio às ruas de pedra medievais de Lincoln, o castelo guarda um dos quatro manuscritos originais remanescentes da Magna Carta. Um projeto de 22 milhões de libras (91.3 milhões de reais) vai transformar o imponente edifício de Guilherme (ou William), o Conquistador, em uma atração turística histórica de nível internacional, com reabertura prevista para abril do ano que vem. A reforma inclui uma moderna câmara subterrânea para abrigar sua cópia da Magna Carta com interpretação interativa panorâmica, de qualidade digna de museu. Durante o projeto, os muros do castelo também serão restaurados. Com isso, os visitantes poderão dar uma volta de 360 graus em torno do castelo pela primeira vez na história. O acesso às prisões vitorianas feminina e masculina também será aprimorado. A prisão masculina será inteiramente aberta à visitação pela primeira vez e os visitantes terão a oportunidade de conhecer o único sistema de cela solitária do Reino Unido.http://www.lincolnshire.gov.uk/visiting/historic-buildings/lincoln-castle

Unificação da Magna Carta (3 de fevereiro de 2015) e Magna Carta: Exposição Law, Liberty and Legacy (13 de março – 1º setembro de 2015), Biblioteca Britânica
Pela primeira vez na história, todas as quatro cópias certificadas da Magna Carta serão reunidas para uma exposição exclusiva na Biblioteca Britânica, em Londres. A distribuição de ingressos começou em outubro. Somente 1.215 entradas foram disponibilizadas ao público para o evento do dia 3 de fevereiro. Os sortudos ganhadores passarão o dia na Biblioteca Britânica, conhecendo a história e a importância da Magna Carta antes de verem os quatro manuscritos juntos em exposição pela primeira vez.

A maior exposição da Biblioteca Britânica no ano que vem também vai girar em torno do documento histórico. Intitulada “Magna Carta: Law, Liberty and Legacy”, ficará em cartaz por seis meses, a partir de 13 de março, e explora a história e a repercussão deste documento mundialmente reconhecido. Como parte da exposição, dois dos documentos mais importantes da história norte-americana – a Declaração de Independência e a Declaração dos Direitos dos Estados Unidos – deixarão o país pela primeira vez e ficarão em exposição em Londres.http://www.bl.uk/events/magna-carta--law-liberty-legacy 

Salisbury Cathedral 
A Catedral de Salisbury abriga o melhor manuscrito original da Magna Carta, dentre os quatro remanescentes, por estar em excelentes condições e ter sido escrita à mão de forma muito clara. Antecipando-se às comemorações de aniversário em 2015, a catedral recebeu custeio da Heritage Lottery para reexibir e reapresentar sua cópia da Magna Carta na Casa Capitular. Ela será exibida ao lado de outros documentos doextenso arquivo da catedral, fazendo uso das mais novas técnicas de interpretação para comunicar as informações históricas e a importância da Magna Carta nos dias de hoje.
http://www.salisburycathedral.org.uk/magna-carta

Runnymede, sudeste da Inglaterra 
Haverá uma comemoração internacional em 15 de junho para marcar o aniversário de 800 anos da assinatura da Magna Carta. A rainha Elizabeth vai comparecer às atividades comemorativas em Runnymede Meadows, perto de Windsor, onde o documento foi assinado oito séculos atrás. O evento será aberto ao público. Mais detalhes serão divulgados no ano que vem. http://magnacarta800th.com/ 

Exposição Magna Carta and the Changing Face of Revolt, Durham
A Catedral de Durham, que detém três edições da Magna Carta, datadas de 1216, 1225 e 1300, organizará no ano que vem uma importante e nova exposição intitulada “Magna Carta and the Changing Face of Revolt”. A mostra aborda o documento como resultado da rebelião e convida os visitantes a conhecer diversos tipos de protestos ao longo da história. A edição de 1216 será exibida na biblioteca Palace Green da Universidade de Durham durante a exposição que ocorrerá de 1º de junho a 31 de agosto. http://www.durhamcathedral.co.uk

City of London Heritage Gallery
A City of London Heritage Gallery, uma nova área especialmente construída dentro da galeria de arte Guildhall, vai expor ao público, pela primeira vez, alguns dos tesouros da cidade, contando a história de Londres, memórias de época e momentos decisivos. A galeria abriu em setembro de 2014 e tem revezado documentos emblemáticos e itens expostos em aniversários e comemorações. A Magna Carta de 1297 e outros artefatos, como a escritura de uma propriedade assinada por William Shakespeare, Cartae Antiquae, estarão em exposição.http://www.cityoflondon.gov.uk/things-to-do/visiting-the-city/attractions-museums-and-galleries/guildhall-art-gallery-and-roman-amphitheatre

Exposição ‘Marks of Genius’, Biblioteca Bodleian, Oxford
A Bodleian Library abriga quatro das 17 cópias caligráficas restantes da Magna Carta anteriores ao ano de 1300. Para reverenciar o 800º aniversário, a nova biblioteca Weston na Bodleian vai apresentar uma exposição intitulada ‘Marks of Genius’, que exibirá a Carta de Gloucester. A exposição estará em cartaz de março até setembro do ano que vem e também há um evento especial planejado para o aniversário da assinatura da Magna Carta, em 15 de junho. http://www.bodleian.ox.ac.uk/bodley

Exposição da Suprema Corte, Londres
Realizada na mais alta corte da Inglaterra, esta exposição vai analisar o papel da Magna Carta no estabelecimento da constituição do Reino Unido, destacando os principais direitos legais que a Magna Carta pretendia proteger em 1215. A exposição vai explorar a importância da Magna Carta na legislação ao longo do tempo, a qual era (e ainda é) usada pelos tribunais para proteger a liberdade básica. Em cartaz de agosto a setembro de 2015, a exibição deve incentivar os visitantes a refletir sobre como seus direitos são garantidos e quais direitos básicos são considerados os mais importantes nos dias atuais. http://supremecourt.uk

Para mais informações sobre a Magna Carta e eventos para celebrar a data histórica dos 800 anos em 2015, acesse http://magnacarta800th.com

Ano da Gastronomia na Escócia - 10 experiências imperdíveis com alimentos e bebidas

Em 2015, a Escócia vai celebrar o “Ano da Gastronomia”, apresentando a excelente produção agrícola local e a gastronomia oferecida pelo país, do cultivo dos ingredientes até o momento em que os pratos chegam à mesa.

Uma visita à Escócia não estaria completa sem provar as delícias locais. O país conta com uma grande variedade de alimentos frescos de alta qualidade e tem restaurantes de nível internacional para satisfazer o apetite dos paladares mais exigentes. De refeições deliciosas servidas em bares e pousadas a cafés com estilo e casas de chá encantadoras, passando por pubs especializados em peixe com fritas de dar água na boca, hortifrutis, padarias com produtos fresquinhos e saborosas compotas, a Escócia oferece amostras da qualidade de sua produção agrícola em cada esquina. 

Veja abaixo as 10 melhores experiências gastronômicas na Escócia: 

1. Fazer a rota do uísque de malte escocês
Faça a famosa rota do uísque da região de Speyside, passando por sete destilarias em funcionamento, inclusive uma tonelaria fascinante e uma destilaria histórica. De Benromach a Dallas Dhu, o turista conhece uma perfeita cápsula do tempo da produção de uísque; de Glen Moray a Strathisla, vê onde nasceu Chivas Regal. Outros destaques são as destilarias Glen Grant, Glenfiddich, Glenlivet, Cardhu e a tonelaria Speyside. Tudo isso no cenário da pitoresca região campestre de Speyside. www.maltwhiskytrail.com

2. Sair em peregrinação até Three Chimneys
Não faltam méritos ao restaurante de Eddie e Shirley Spear, na parte noroeste da ilha de Skye. Presente na lista dos dez melhores restaurantes do mundo e servindo a mais fresca produção local em um ambiente aconchegante à beira de um lago, é um dos lugares mais belos da Escócia para se fazer uma refeição. Hospede-se em uma das suítes do local para acordar com a vista das Hébridas Exteriores. É a palavra final em viagem gastronômica.www.threechimneys.co.uk

3. Comer peixe defumado em Arbroath
Veja seu hadoque ser defumado de forma tradicional, sobre um barril. Peça o seu na feira preparado por Iain Spink, da RR Spink & Sons, e coma ainda morno, embrulhado em jornal, na praia de Arbroath. Se o tempo virar, But ‘n’ Ben em Auchmithie (a verdadeira casa dos defumados) sempre tem opções fresquinhas no cardápio.www.arbroathsmokies.net

4. Jantar com estilo a bordo de um trem de luxo 
Os visitantes serão mimados ao extremo a bordo do luxuoso trem Royal Scotsman. Saboreie comidas deliciosas com ingredientes da estação enquanto o trem passa por algumas das paisagens mais belas da Escócia, como as Highlands. www.royalscotsman.com

5. Seguir a trilha escocesa de frutos do mar 
O Loch Fyne Oyster Bar em Cairndow é um clássico estabelecido há anos. Ao que tudo indica, carreiras políticas foram decididas ali, entre uma ostra e outra. Mas esta é apenas uma das paradas da incrível rota escocesa de frutos do mar que segue pela costa oeste da Escócia, passando por restaurantes finos e pubs informais – todos com uma coisa em comum: frutos do mar escoceses fresquíssimos. www.theseafoodtrail.com

6. Vestir o avental de chef e cozinhar um banquete
Com a imensa quantidade de produtos frescos à venda em feiras e quitandas na Escócia, talvez você precise de orientações para cozinhar. Os premiados chefs Nick Nairn, Tom Lewis e Martin Wishart administram escolas de culinária em Port of Menteith, Callander e Leith, respectivamente. Há também aulas de culinária para homens da destilaria Glenfiddich na School of Food & Wine de Edimburgo. www.nicknairncookschool.com / www.mhor.net /www.cookschool.co.uk / www.esfw.com

7. Fazer sua própria colheita
A Escócia (especialmente Fife, Angus e Perthshire) é famosa por suas frutas vermelhas e a melhor forma de tirar proveito delas é sair pelos campos e colhê-las. Todos acabam comendo as frutinhas durante a colheita, mas muitas vezes há chás de morango excelentes para quem ainda tiver apetite. Cada vez mais, estão surgindo quitandas com parques de diversões e labirintos feitos de grãos de milho para manter a família toda entretida.

8. Petiscar nas feiras da Escócia
Explore as mais de 70 feiras da Escócia para encontrar especialidades locais como hadoque defumado de Arbroath, mel de urze, barras de cereais feitas com açúcar mascavo, creme, uísque e mel, mariscos frescos e tortas de carne de caça. www.scottishfarmersmarkets.co.uk

9. Experimentar produtos defumados tradicionais
Situada em uma pousada do século 18, à beira do Rio Teviot, esta casa de defumados produz salmão, truta, pato, patê e queijo. O belo jardim à margem do rio do local impressiona tanto quanto os defumados. Lá você pode observar as lontras, que também são fãs dos peixes! www.teviotgamefaresmokery.co.uk 

10. Conhecer o paraíso dos queijos
Visite os empórios de Iain Mellis para uma seleção de queijos de fazenda de dar água na boca. Há quatro lojas em Edimburgo, uma em Glasgow e outra em St Andrews. Todas são fáceis de achar – você vai sentir o aroma de queijo antes de avistar as lojas! Os queijos são envelhecidos de modo especial, então você vai saboreá-los em sua melhor forma. Outra opção é visitar os produtores diretamente, em uma rota temática sob medida para os amantes de queijo. www.ijmellischeesemonger.com / www.scottishfoodguide.com/scottishcheesetrail


Passeios imperdíveis na Grã-Bretanha para marinheiros de primeira viagem – como o urso Paddington!

Legoland Windsor Resort, sudeste da Inglaterra

É o paraíso Lego em escala global. As crianças vão enlouquecer com as 55 atrações interativas, oficinas de construção, shows ao vivo, escola de direção, trilhas de piratas e frotas vikings. Coroe tudo isso com uma estadia em um quarto do hotel do resort, com três tipos de decoração: piratas, aventura ou realeza. A entrada do hotel é guardada por um dragão e há uma piscina de piratas com jatos d’água. Até os elevadores são temáticos! Todos os quartos têm uma lembrança Lego na chegada, um canal de TV especial da Lego e os cardápios do restaurante foram criados tendo em vista as crianças – com muitas peças Lego para brincar durante a refeição!

Como chegar: são apenas 30 minutos de trem da estação Paddington, em Londres. www.legoland.co.uk 

Castelo Warwick, Warwickshire, oeste da Inglaterra

Shows com lançamento de bola em chamas a partir de um trabuco (tipo de catapulta medieval), calabouços, escola de cavaleiros, justas medievais – o castelo Warwick é onde a história é trazida à vida e produzida para muita diversão! O local é repleto de atividades: explore as torres e baluartes centenários, descubra as partes macabras da história com as Horrible Histories Foul Fayres (Feira Nojenta de Histórias Terríveis), acompanhe a atração educativa sobre os “Terríveis Vikings”, “Os vis vitorianos” e a “Idade Média Miserável”. Não deixe de admirar a habilidade dos cavaleiros em combate no show do Mestre da Cavalaria.

Como chegar: a estação de Warwick fica a menos de duas horas de trem da estação Marylebone, em Londres.www.warwick-castle.com 

Festivais de Edimburgo, Escócia

Há algo de emocionante em vivenciar durante o ano inteiro os 12 festivais culturais que fazem a fama da cidade. Abril apresenta o Festival Internacional de Ciência de Edimburgo à capital escocesa, enquanto em maio o Festival Imaginate reúne o teatro infantil do mundo todo. Os internacionalmente famosos festivais de verão, em agosto, mostram shows infantis, performances nas ruas no Festival Fringe, contadores de histórias no Festival do Livro, enquanto o outono traz o Festival Internacional de Histórias da Escócia à cidade. O Festival de Inverno culmina com a exibição impressionante de fogos de artifício em Hogmanay, na véspera do Ano Novo – e também acolhe muitos eventos para a família. 

Como chegar: Edimburgo tem um aeroporto internacional e fica a apenas quatro horas de trem da estação Kings Cross, de Londres. www.edinburghfestivals.co.uk/families 

Dan Yr Ogof National Showcaves, Swansea, sul do País de Gales

Show de cavernas é a palavra exata, afinal essas são algumas das mais excepcionais que você verá em toda a Grã-Bretanha! Descubra uma aventura subterrânea onde os exploradores intrépidos podem embarcar em três experiências bem diferentes em cavernas: as longas passagens da caverna Dan-yr-Ogof, as enormes câmaras do grupo da caverna Cathedral, e a caverna Bone, onde estão esqueletos humanos. Saia de lá e volte milhões de anos no tempo ao admirar uma das maiores coleções de dinossauros em tamanho real disponíveis no local. Depois explore a aldeia e o museu da Idade do Ferro antes de conhecer os cavalos mansos do Shire Horse Centre.

Como chegar: a estação de trem mais próxima é a de Swansea, a 3 horas e meia de Paddington, em Londres.www.showcaves.co.uk 

Longleat Safari & Adventure Park, Wiltshire, oeste da Inglaterra

Leões, tigres, elefantes e macacos podem ser vistos no parque do safári. Imagine um enorme castelo de aventuras, um labirinto de sebes desafiadoras, uma colônia de gorilas, uma fantasmagórica caverna de morcegos... Se isso for pouco, há ainda espetaculares aves de rapina, shows com papagaios e a experiência de segurar uma tarântula ou uma cobra! Você também pode surpreender as crianças com um passeio na propriedade Longleat House, um dos espaços mais famosos, onde há uma exibição especial sobre a Primeira Guerra Mundial.

Como chegar: a estação mais próxima é a Warminster, a pouco mais de duas horas de trem da Paddington, em Londres. www.longleat.co.uk

Science Museum e Museu de História Natural, Londres

Além da incrível coleção de dinossauros, o Museu de História Natural exibe desde ossos a Velociraptors em animatronic e um incrível Tyrannosaurus rex de tamanho real. Há também insetos assustadores, réplica de vulcões, terremotos, baleias-azuis, fósseis e todos os tipos de diversões e jogos interativos. Ao lado fica o Museu da Ciência, onde as crianças vão se maravilhar com as galerias científicas e atrações como a cápsula de comando da Apollo 10. Cientistas em potencial vão adorar participar dos eventos especiais promovidos à noite para os visitantes de 7 a 13 anos de idade, apresentando exposições, oficinas e um filme no emocionante cinema IMAX.

Como chegar: a estação de metrô mais próxima é a de South Kensington na District Line, em Londres.www.nhm.org.ukwww.sciencemuseum.org.uk 

Warner Bros Studio Tour London – The Making of Harry Potter, Leavesden, Hertfordshire 

Localizada ao lado dos estúdios de filmes em atividade, é onde todos os oito filmes da série Harry Potter foram feitos – por isso, o passeio no Warner Bros Studio é um programa imperdível para os fãs de Potter. É aqui que eles poderão observar os cenários originais, figurinos, adereços, criaturas em animatronic e todos os efeitos especiais usados nos filmes de sucesso. Monte em uma vassoura, saboreie uma cerveja amanteigada, compre sua própria camisa de quadribol de Grifinória, encante-se com o castelo de Hogwarts e não se espante se seu filho quiser trocar o mundo dos trouxas pelo mundo dos feiticeiros.

Como chegar: pegue o trem de Londres até Watford Junction, de lá há um serviço de ônibus direto para levá-lo aos estúdios. www.wbstudiotour.co.uk 

Alton Towers, Stafforshire, centro da Inglaterra

Uma montanha-russa de 14 loops, a oportunidade de experimentar a gravidade zero e uma viagem que o catapulta de 0 a 100 quilômetros por hora em 2,5 segundos são alguns exemplos dos passeios vibrantes que você e sua família podem curtir no Alton Towers Resort. Dê uma relaxada no parque aquático repleto de lagos, escorregadores e com uma montanha-russa aquática e durma em um dos quartos temáticos nos dois hotéis do resort. Os pais têm a oportunidade de momentos de relaxamento no luxuoso Alton Towers Spa após tanta emoção. 

Como chegar: a estação mais próxima do resort, em Stoke-on-Trent, fica a 90 minutos de trem, partindo da estação Euston, em Londres. www.altontowers.com/ 

Jorvik Viking Centre, York, norte da Inglaterra

Deparar-se cara a cara com um viking é um momento bem especial... Explore a reconstrução de ruas da época dos vikings, você terá uma ideia de como era a vida há mil anos, até mesmo sentirá os aromas! Quatro exposições permitem a visitantes montar o quebra-cabeça sobre a origem dos vikings, como eles chegaram até a região, como viveram e morreram – as crianças sentirão como se tivessem entrado em uma máquina do tempo!

Como chegar: York fica a duas horas de trem de Kings Cross, em Londres. http://jorvik-viking-centre.co.uk 

Titanic Belfast, Irlanda do Norte

Esta é a maior experiência turística mundial sobre o Titanic, localizada bem onde o navio foi construído. Explore seis andares de experiências interativas, que detalham sua construção, a inauguração e a primeira (e única) viagem. Ouça histórias de passageiros e veja o “Titanic Beneath”, filme especial dos destroços do navio, que agora está submerso a 4 quilômetros de profundidade. Mais visões fascinantes sobre as expedições subaquáticas podem ser descobertas em seu Ocean Exploration Centre.

Como chegar: a atração está localizada a 15 minutos a pé do Titanic Quarter Station, uma curta caminhada do centro de Belfast. Há muitos voos da Grã-Bretanha diretamente para o aeroporto de Belfast.www.titanicbelfast.com

VisitBritain promove campanha GREAT no novo filme "As Aventuras de Paddington"

O VisitBritain fez uma parceria global com o STUDIOCANAL para divulgar a Grã-Bretanha como um GRANDE destino de turismo com o lançamento do filme As Aventuras de Paddington, que estreia dia 4 de dezembro no Brasil. O filme conta a história do ursinho Paddington, um dos personagens mais queridos da literatura infantil britânica, que chega à estação de Paddington, em Londres, vindo das florestas do Peru. Na capital inglesa, ele se envolve em muitas confusões, apesar da gentil acolhida da família Brown. Esta é a maior campanha de turismo já realizada em um filme para atrair famílias que nunca visitaram a Grã-Bretanha. 

A marca GREAT do governo britânico é exibida no longa, aparecendo em cenas no metrô e em um ônibus vermelho Routemaster. Trata-se da primeira vez que o órgão de turismo britânico faz propaganda (sem custo extra) em um filme com distribuição internacional. Utilizando o slogan “Descubra a Grã-Bretanha do ursinho Paddington”, o VisitBritain está lançando campanhas digitais em suas redes sociais. Uma das ações inclui um selfie divertido do urso Paddington para inspirar os visitantes a se fotografarem em lugares do país usando a hashtag #PaddingtonsBritain.

No Brasil, o VisitBritain e a Embaixada Britânica associaram-se à Diamond Films, ao Shopping Cidade Jardim, ao hotel Brown´s de Londres e ao banco HSBC para promover o filme e o destino. A campanha de Natal do shopping é toda inspirada no ursinho Paddington e a cada 800 reais em compras os clientes concorrem a uma viagem em família para Londres, com cinco noites de duração e hospedagem no cinco-estrelas Brown´s Hotel. Correntistas do HSBC têm o dobro de chances de ganhar a viagem, com roteiro exclusivo. 

É possível, ainda, concorrer a outra viagem acessando o site www.visitbritain.com/paddington. No mesmo endereço os internautas encontram dicas para um tour guiado pelas locações do filme, as trilhas oficiais para ver as 50 estátuas de Paddington espalhadas por Londres, sugestões de roteiros para cidades da Grã-Bretanha partindo da estação de Paddington (destacando a facilidade de viajar de trem pelo país) e, claro, indicando onde encontrar a melhor geleia de laranja (a preferida de Paddington!) Há também fotos do Instagram com o urso Paddington feitas pelos usuários e o trailer do filme. Com isso tudo, quem não resistir aos encantos do ursinho pode adquirir réplicas de pelúcia e outros produtos licenciados Paddington na loja online do VisitBritain, no link http://www.visitbritainshop.com/world/souvenirs/paddington-bear.html.

O filme As Aventuras de Paddington é o maior lançamento do STUDIOCANAL em 2014. No elenco estão Nicole Kidman, Hugh Bonneville (Downton Abbey), Sally Hawkins (indicada ao Oscar de Atriz Coadjuvante por Blue Jasmine), Julie Walters, Jim Broadbent e Peter Capaldi (o novo Doctor Who). No Brasil, o apresentador e humorista Danilo Gentili empresta a voz para Paddington, em sua estreia como dublador. 

A previsão de retorno do investimento da campanha GREAT no filme é de 7:1 e aumento de 1,75 milhão de libras (US$ 2,80 milhões) nos gastos dos visitantes internacionais no país em um período de três meses. Joss Croft, diretor de Marketing do VisitBritain, explica que o filme representa uma oportunidade imensa de promoção, uma vez que o apelo das locações como destinos de viagem é um elemento importante para aumentar o turismo. “Trabalhamos conjuntamente com o STUDIOCANAL desde o início e chegamos a um acordo, inclusive a respeito da colocação de um produto para a campanha GREAT. O urso Paddington é conhecido no mundo todo por pessoas de todas as idades, o que nos dá a oportunidade de incentivar uma gama mais ampla de turistas a virem para a Grã-Bretanha.”

Para Samuel Lloyd, gerente do VisitBritain para a América Latina, As Aventuras de Paddington mostra a recepção calorosa que a Grã-Bretanha oferece aos visitantes, utilizando o exemplo do ursinho peruano. “Vamos apresentar essa história tradicional britânica aos brasileiros que se encantarão com o personagem delicado, mas com doses do típico humor britânico.” 

Sajid Javid, Secretário de Estado para Cultura, Mídia e Esporte do Reino Unido, acrescentou: “A parceria entre o VisitBritain e o STUDIOCANAL beneficia-se do apelo mundial do ursinho ao mostrar Paddington visitando famosos marcos históricos britânicos, e prova que o Reino Unido tem muito mais que geleia de laranja a oferecer.” Kate Lambert, gerente de Promoções e Parcerias do STUDIOCANAL, afirma: “Estamos muito satisfeitos com a parceria na campanha GREAT e pelo filme As Aventuras de Paddington ser a peça principal para promover o turismo pelo país, além de colocar em evidência o trabalho maravilhoso dos envolvidos na indústria britânica de cinema. O urso Paddington, sendo ele próprio um recém-chegado ao território britânico, é o ícone perfeito para incentivar visitantes internacionais a explorar a Grã-Bretanha da mesma forma que nosso urso favorito fez.”

Aviso ao Editor:

Sobre o urso Paddington

• Paddington foi criado em 1958 pelo escritor britânico Michael Bond
• Paddington foi eleito o personagem de animação favorito da Grã-Bretanha (British Animated Awards 2012)
• Mais de 35 milhões de livros foram vendidos até hoje – são 70 títulos em 40 idiomas
• O urso já estampou 23 milhões de potes de geleia Robertson no Reino Unido
• As séries de TV da BBC e HBO foram ao ar por quase 20 anos em vários países
• 25 milhões de ursos de pelúcia Paddington já foram vendidos 
• 130 licenças concedidas – mais de mil produtos criados em diversos países do mundo, inclusive um parque temático do urso Paddington no Japão

A importância do turismo inspirado em filmes

Calcula-se que cerca de 10% do valor do turismo gerado por visitantes estrangeiros ao Reino Unido pode ser atribuído a filmes ingleses. Em 2011, essa renda adicional foi estimada em 1 bilhão de libras (US$ 1.58 bilhão) para o PIB inglês e 230 milhões de libras (US$ 363 milhões) para o tesouro público. (Fonte: Impacto econômico BFI da indústria cinematográfica no Reino Unido em 2012). Embora seja difícil especificar a quantidade de pessoas que visitam destinos apenas pela influência de um filme ou programa de TV, as pesquisas do VisitBritain indicam que 40% dos turistas em potencial estariam “muito propensos” a conhecer lugares que tenham aparecido em filmes ou na TV. 

Histórias de sucesso

Alice no País das Maravilhas:
O número de visitantes da mansão Antony do século 18, em Torpoint, Cornwall, quadruplicou de 25 mil para 100 mil. 

Piratas do Caribe:
O número de visitantes da Old Royal College em Greenwich aumentou 13% no ano passado, ultrapassando 1,27 milhão.

Harry Potter:
O castelo de Alnwick teve um aumento de 230% no número de visitantes, que geraram gastos extras de 9 milhões de libras (US$ 14 milhões)

O Código da Vinci:
Na Capela Rosslyn, em Midlothian, o número de visitantes aumentou de 40 mil para 175 mil por ano depois da aparição no filme. Atualmente atrai cerca de 130 mil pessoas, mas sua meta é manter 80 mil visitantes por ano.

Informações sobre Framestore e David Heyman

• Framestore, companhia britânica situada em Londres, é a criadora da imagem de Paddington gerada por computador e já ganhou um Oscar e de um BAFTA na categoria de efeitos visuais. 
• Os prêmios se devem aos efeitos visuais dos filmes Gravidade Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1 (ambos também produzidos por David Heyman)
• David Heyman é o produtor britânico por trás da fenomenal série de filmes de Harry Potter. 

O VisitBritain trabalha há mais de 15 anos com turismo inspirado em filmes, abrangendo desde produções como Coração Valente, Um Lugar Chamado Notting Hill e O Código da Vinci até lançamentos mais recentes como Sherlock Holmes e 007 – Operação Skyfall, de James Bond. Ao longo dos anos, tem produzido mapas com itinerários de filmes, hotsites, exibições de figurinos, experiências inspiradas no cinema e aplicativos para smartphones para ajudar os turistas a explorar lugares que apareceram em filmes. A ação inaugural com o turismo inspirado no cinema foi o lançamento do primeiro mapa da Grã-Bretanha com itinerários de filmes, em 1996. No mapa figuravam 60 anos de filmes e programas de TV britânicos. Todo o conteúdo está disponível emwww.lovewall.visitbritain.com/film


15 atrações imperdíveis na Grã-Bretanha em 2015

2015 será um GRANDE ano para...

1. ASSISTIR A ESPORTES COMO A RUGBY WORLD CUP 2015 
A Inglaterra e o País de Gales vão sediar a Copa Mundial de Rúgbi 2015, que faz parte da agora denominada “Década de Ouro do Esporte”. Os jogos da Copa Mundial de Rúgbi 2015 serão realizados por toda a Inglaterra, proporcionando a oportunidade de explorar novos lugares, fazer excursões em estádios e apreciar a recepção calorosa e o clima alto astral durante o torneio. O emblemático Twickenham (bem perto de Londres), clubes de futebol famosos como o Old Trafford (Manchester) e o magnífico Estádio Millennium, em Cardiff, são apenas alguns dos locais que sediarão os jogos e que merecem uma visita. 18 de setembro a 31 de outubro de 2015.www.rugbyworldcup.com/destinationengland

2. SATISFAZER SEU APETITE – ANO DA GASTRONOMIA NA ESCÓCIA
2015 é o Ano da Gastronomia na Escócia (Scotland´s Year of Food and Drink), então será a época ideal para explorar os vários lugares tentadores para comer, beber e se divertir no país. De jantares refinados em restaurantes estrelados no guia Michelin a uma inesquecível porção de lagosta e fritas à beira-mar, passando por alimentos frescos e pratos únicos como haggis, cullen cranachan, não faltarão opções para se deliciar. E isso sem esquecer da bebida mais famosa da Escócia – o uísque – que pode ser degustado nas destilarias ou em bares descolados. www.visitscotland.com

3. FAZER UMA IMERSÃO EM CULTURA – DAMIEN HIRST, THE NEW ‘GRAND TOUR’ E OSCAR WILDE
A novíssima galeria de Damien Hirst vai atrair os fãs de arte para o Vauxhall de Londres na primavera europeia do ano que vem. O acervo pessoal de Hirst será exibido em modernas galerias, que irão expor obras de Francis Bacon, Jeff Koons e Banksy. O norte da Inglaterra vai ficar animado com o novo centro de artes HOME e a renovada Whitworth Art Gallery em Manchester, ao passo que uma reinterpretação contemporânea de The Grand Tour colocará Nottinghamshire e Derbyshire na pauta das artes. Hull começa a se preparar para seu ano como Cidade da Cultura de 2017 com eventos e atividades culturais e Glasgow, na Escócia, vai sediar o prestigioso Turner Prize. Na bela cidade de Enniskillen, na Irlanda do Norte, o primeiro “Fim de Semana de Wilde”, dedicado a Oscar Wilde, ocorrerá em maio do ano que vem. E abrangendo desde Alexander McQueen: Savage Beauty no Victoria and Albert Museum até uma retrospectiva de Jackson Pollock na galeria Tate Liverpool, também haverá exposições de sucesso que merecem atenção. www.vam.ac.ukwww.tate.org.uk

4. SAIR EM BUSCA DE AVENTURAS – NOVA ATRAÇÃO DE SURFE NO PAÍS DE GALES
Surf Snowdonia é um novo parque com surfe e esportes aquáticos que será inaugurado na Páscoa de 2015, na bela região de Conwy Valley, norte do País de Gales. Surf Snowdonia será pioneiro em sua categoria, criando ondas de cerca de 2 metros de altura em uma longa lagoa artificial de 300 metros de extensão. É mais uma opção na gama cada vez maior de atividades para quem busca adrenalina no País de Gales. A tirolesa mais longa do hemisfério norte também fica em Snowdonia, assim como o Bounce Below, que acaba de ser inaugurado. Trata-se do primeiro parque de diversões subterrâneo no qual se pode pular em uma cama elástica sob uma mina de ardósia! www.surfsnowdonia.co.ukhttp://www.bouncebelow.net 

5. DESVENDAR UM MISTÉRIO – 125 ANOS DE AGATHA CHRISTIE
2015 marca 125 anos do nascimento de Agatha Christie. A grande escritora de mistérios morava em Torquay, a “Riviera Inglesa” em Devon, no sudoeste da Inglaterra, que agora é sinônimo de Agatha Christie e local imperdível para seus fãs. Greenway em Devon era a residência de férias da escritora e os visitantes podem voltar no tempo, diretamente para a década de 1950, uma vez que é possível se hospedar lá. Se visitar Londres, aproveite para ver A Ratoeira, a peça que está há mais tempo em cartaz no mundo. Em 2015 serão 63 anos de palco! www.nationaltrust.org.uk/greenwaywww.englishriviera.co.ukwww.the-mousetrap.co.uk

6. IR AO PAÍS DAS MARAVILHAS… E AO PAÍS DE JANE AUSTEN! 
Em 2015 serão comemorados importantes aniversários de várias grandes obras da literatura britânica. As aventuras de Alice no País das Maravilhas completará 150 anos, portanto é um bom momento para visitar Oxford, onde Lewis Carroll vivia. Há excursões e uma loja de chás para os fãs do livro, além da Casa Antony do século 18, onde o filme de Tim Burton, Alice, foi filmado. Emma, de Jane Austen, fará 200 anos no ano que vem e há vários lugares na Inglaterra para os fãs seguirem os passos da heroína obstinada, além de sua venerada autora. Entre as atrações estão excursões temáticas em locais como Wiltshire e Bath, além do museu que fica na casa de Jane Austen. www.nationaltrust.org.uk/antonyhttp://www.visitoxfordandoxfordshire.com,http://britmovietours.com/bookings/jane-austen-tourwww.jane-austens-house-museum.org.uk

7. VER UM ÍCONE HISTÓRICO – 800 ANOS DE MAGNA CARTA
2015 marca o aniversário de 800 anos da assinatura da Magna Carta, um dos documentos mais importantes da história britânica e mundial. Rotas dedicadas à Magna Carta, abrangendo seis diferentes aspectos da história, foram criadas para proporcionar aos visitantes passeios de 2 a 3 dias, que podem ser feitos independentemente, sem acompanhamento de guia. Eles incluem importantes atrações turísticas, como a Biblioteca Britânica, algumas das catedrais mais belas do país, além de cidades pequenas e vilarejos que tiveram um papel importante para assegurar a assinatura da Magna Carta. O castelo Lincoln apresentará seu novo visual para coincidir com o aniversário, depois de quatro anos de reforma e investimentos de 22 milhões de libras (88,8 milhões de reais).www.magnacartatrails.comwww.lincolnshire.gov.uk/visiting/historic-buildings/lincoln-castle

8. RELEMBRAR DO ESTADISTA WINSTON CHURCHILL
No ano que vem faz 50 anos da morte de um dos primeiros-ministros mais famosos e queridos da Grã-Bretanha, Winston Churchill. Será uma boa oportunidade para conhecer a casa dele, Chartwell (agora mantida pelo National Trust) e Churchill War Rooms, em Londres, a casamata da época de guerra que abrigou Churchill e seu governo durante o ataque repentino na Segunda Guerra Mundial. O Palácio de Blenheim também é imperdível – foi onde Churchill nasceu e pediu sua esposa em casamento. www.nationaltrust.org.uk/chartwell,www.iwm.org.uk/visits/churchill-war-rooms

9. PARTICIPAR DO BRAEMAR GATHERING 200
Em 2015 será celebrado o 200º aniversário do Braemar Gathering, um dos mais famosos eventos dos tradicionais Highland Games, ao qual a família real britânica gosta de comparecer. A Braemar Royal Highland Society surgiu de forma discreta e modesta em 1815. Foi ganhando notoriedade e conquistou o selo real de aprovação. É uma mostra do que torna a cultura escocesa tão rica e única, que inclui jogos como arremesso de vara, cabo de guerra e dança das Terras Altas – além de muita gaita de fole! www.braemargathering.org

10. CAIR NA GANDAIA A NOITE TODA – METRÔ 24 HORAS EM LONDRES
A partir de 12 de setembro de 2015 haverá serviço de metrô a noite toda em Londres. A cidade vai se equiparar a Nova York e Berlim nesse tipo de serviço e o trem noturno será o transporte ideal para voltar ao hotel depois de uma noite inteira de farra! Há vários lugares em Londres para se divertir e apreciar a vida noturna, e o “night Tube” vai reforçar ainda mais este lado boêmio da cidade. Os cartões Oyster podem ser comprados antes da viagem na loja online www.visitbritainshop.com/brasil 

11. VIAJAR EM FAMÍLA – SHREK, CHESTER ZOO E SHAUN THE SHEEP
Com a abertura de uma nova atração de Shrek programada para o verão europeu de 2015 em Londres, um importante projeto de 30 milhões de libras (121 milhões de reais) no Chester Zoo para dar vida às ilhas do mundo na primavera e a estreia do filme Shaun the Sheep, as famílias vão se encantar com uma viagem à Grã-Bretanha. Os fãs da ovelha Shaun não podem deixar de visitar Bristol, a cidade de Aardman (criador do filme), onde estátuas gigantes de Shaun farão parte de uma trilha temática no ano que vem. www.chesterzoo.org,http://www.aardman.com/shaun-in-the-city-art-trail-comes-to-london-and-bristol-in-2015/ 

12. SER ECOLÓGICO – BRISTOL, CAPITAL VERDE
Bristol ganhou o título de European Green Capital 2015 (Capital Ecológica da Europa), então será uma boa época para participar de atividades que não prejudicam o meio ambiente em uma das cidades mais divertidas da Inglaterra. Há inúmeros lugares em toda a Grã-Bretanha para explorar a “onda verde”, incluindo acomodações excelentes e restaurantes deliciosos. http://visitbristol.co.uk

13. COMPRAR UM ÍCONE BRITÂNICO NA WEDGWOOD
Uma das marcas mais conhecidas da Grã-Bretanha, Wedgwood abrirá um novo centro de visitantes em Stoke-on-Trent em 2015, depois de um programa de desenvolvimento de 34 milhões de libras (137 milhões de reais). Visite a nova e elegante casa de chá Wedgwood para um insuperável chá da tarde – servido na mais fina porcelana! Faça uma visita guiada no premiado museu Wedgwood e uma refeição no novo restaurante do local. A inauguração da novíssima Wedgwood Visitor Experience está programada para a Páscoa de 2015.www.wedgwoodvisitorcentre.com

14. FABRICAR DINHEIRO NA ROYAL MINT 
Pela primeira vez em seus mil anos de história, The Royal Mint, a empresa manufatureira mais antiga da Grã-Bretanha e principal exportadora de moedas do mundo, abrirá suas portas ao público em geral para mostrar os bastidores e revelar como são feitas as moedas usadas diariamente. Já existe um museu fascinante no local e a experiência para os visitantes dará vida à atração – haverá até a possibilidade de cunhar sua própria moeda!www.royalmint.com

15. PREPARAR O FIGURINO – MANCHESTER PRIDE FAZ 25 ANOS
Manchester comemora 25 anos da Manchester Pride em 2015. Um dos eventos de orgulho gay mais antigos da Grã-Bretanha, em uma de suas cidades mais divertidas, diversificadas e ricas em cultura do país, a Manchester Pride terá uma comemoração em grande estilo para suas bodas de prata em 2015. Há muitos lugares fabulosos com ambiente amistoso para gays e lésbicas visitarem, hospedarem-se, divertirem-se e apreciarem um refúgio romântico. Descubra o lado colorido da Grã-Bretanha! www.manchesterpride.com

Comemore o Ano Novo na Grã-Bretanha

Queima de fogos, Londres, Inglaterra
Muito popular e aclamada internacionalmente, a queima de fogos de Ano Novo em Londres tem feito tanto sucesso que os organizadores estão, pela primeira vez, cobrando ingressos para o evento de 2014. Os 100 mil participantes que garantirem seus ingressos (10 libras ou 38,70 reais) terão o privilégio de apreciar a bela vista do show pirotécnico em South Bank, com música ao fundo, que ocorre logo depois das 12 badaladas do Big Ben. Ao término dos fogos, todos cantam uma animada versão de Auld Lang Syne e depois a noite continua com a apresentação ao vivo de um DJ. É possível reservar até quatro ingressos por pessoa. www.london.gov.uk/nye

Hogmanay, Edimburgo, Escócia
A festa de rua Hogmanay de Edimburgo dura três dias e dá vida à capital escocesa com animadores, bandas ao vivo e teatro, tendo o Castelo de Edimburgo como pano de fundo. À meia-noite, o céu é tomado por fogos e todos cantam Auld Lang Syne – lembre-se de unir e erguer os braços no verso final – e aí a folia começa para valer. Há também o Concerto no Jardim, cuja atração principal deste ano será a cantora Lily Allen. Na véspera, dia 30, acontece a espetacular procissão à luz de tochas pela cidade. www.edinburghshogmanay.org

The Allendale Baal Fire, Northumberland, nordeste da Inglaterra
Uma bela aldeia a 40 quilômetros de Newcastle, Allendale é famosa por seu excêntrico festival pagão de fogos que remonta à Idade Média. Quarenta e cinco moradores da cidade, fantasiados, apostam corrida carregando sobre a cabeça barris de uísque cheios de alcatrão em chamas para uma fogueira cerimonial, entoando, durante o trajeto, a frase “será amaldiçoado por Ele quem jogar por último”. Depois que todos os barris são arremessados e a fogueira está completamente em chamas, todo mundo segue para a bebedeira. www.go-britain.com/html/allendale.htm

Procissão de tochas de Comrie Flambeaux, Perth e Kinross, centro da Escócia
Troque os fogos de artifício por tochas na fronteira das Highlands, a cerca de 90 minutos de Edimburgo, no sentido norte. Em Comrie, varas de madeira com panos impregnados de alcatrão são acesas para um desfile ao som da música de uma banda de flautistas e tocadores de tambor, e moradores vestidos a rigor seguem atrás. Por fim, as tochas são lançadas da ponte Dalginross no rio Earn, simbolicamente espantando espíritos do mal do pequeno vilarejo. Depois que isso é feito, começa outra antiga tradição dos escoceses: o ‘first footing’, que é a primeira pessoa a visitar a casa de amigos e parentes depois da meia-noite no Ano Novo, de preferência levando presentes. www.comrie.org.uk

Maratona de Nos Galan, sul do País de Gales
Esportes e noite de Ano Novo geralmente não se misturam, mas este não é o caso no vilarejo de Mountain Ash, a 50 minutos de trem de Cardiff. Comemorando as façanhas do corredor do século 18 Guto Nyth Brân, é realizada uma série de corridas de 5 quilômetros com uma celebridade do esporte – cujo nome nunca é revelado antes do dia – entre os participantes. A maratona acaba às 20h30, com os corredores poupando uma dose de fôlego para a meia-noite. Qualquer pessoa pode correr: o registro é on-line até as 11 horas do dia 30 de dezembro ou pessoalmente no dia da corrida, entre 15h30 e 18h30. www.nosgalan.co.uk/en/home.aspx

Calennig, Cardiff, País de Gales
Também conhecida como “Hogmanay do País de Gales” e celebrada com muito entusiasmo no centro cívico da capital galesa, a festa de três dias inclui música ao vivo gratuita e uma grande queima de fogos. Se toda a animação não for suficiente para dar conta da energia das crianças, há um parque de diversões aberto até a 1 hora da manhã. Mas o lugar mais divertido para ir é o rinque de patinação ao ar livre do Winter Wonderland, com muito espaço para piruetas. Use ônibus para se locomover – eles serão gratuitos até as 2h30.www.visitcardiff.com

Feliz Natal na Grã-Bretanha!

Winter Wonderland, Londres (21 de novembro a 4 de janeiro)
Além de muitos shows e a emblemática Roda Gigante Panorâmica, este animado evento anual no Hyde Park é famoso por sua excelente feira natalina. Não faltam cidra, vinho quente e comidas de fazenda, enquanto um forno escavado no chão mantém todos aquecidos. www.hydeparkwinterwonderland.com

Feiras natalinas de Manchester, noroeste da Inglaterra (14 de novembro a 21 de dezembro)
Muito concorridas, as feiras natalinas de Manchester abrangem oito localizações centrais distintas. As opções de compras de presentes variam desde joias com pedra âmbar e carteiras artesanais de couro até bulbos de flores holandesas. Há, ainda, barracas de alimentos. Durante todo o evento, vê-se um imenso Papai Noel sobre o telhado da prefeitura. www.manchester.gov.uk/info/500241/christmas_markets

Feira natalina de Winchester, sul da Inglaterra (20 de novembro a 21 de dezembro)
Inspirados nas tradicionais feiras natalinas da Alemanha, os belos chalés de madeira de Winchester – que fica a uma hora de trem de Londres – atraem mais de 350 mil visitantes a cada ano. A feira ocorre no espaço interno da histórica catedral de Winchester, em torno de um rinque de patinação ao ar livre, e todos os expositores oferecem produtos exclusivos e artesanais. www.winchester-cathedral.org.uk/christmas/christmas-market

Feira de São Nicolau, York, nordeste da Inglaterra (27 de novembro a 21 de dezembro)
Um clima vitoriano permeia este famosíssimo evento de York (com aroma de castanhas torradas no ar) e que, pela primeira vez, terá duração de 25 dias neste ano. Cantores de cânticos de Natal, lanternas e barracas de madeira vão tomar a Parliament Street, ao passo que a Praça de St Sampson terá um carrossel. York é servida por trens saindo de Londres (duas horas) ou de Manchester (80 minutos).www.visityork.org/christmasmarkets.aspx

Christkindelmarkt, Leeds, norte da Inglaterra (14 de novembro a 20 de dezembro)
Uma volta num carrossel à moda antiga e barracas excelentes já são fortes atrativos, mas o ponto alto da feira de estilo alemão de Leeds – realizada na Praça Millennium – é a barraca de cerveja inspirada na Oktoberfest da Alemanha. Prepare-se para muita cantoria e dança em cima das mesas. http://www.visitleeds.co.uk/Leeds-Christkindelmarkt/details/?dms=3&feature=1045&venue=2190133 

Feira Natalina Medieval, Norwich, leste da Inglaterra (6 e 7 de dezembro)
Dragon Hall é dominado por comerciantes com trajes medievais nesta feira temática em East Anglia – que fica a pouco menos de duas horas de trem partindo de Londres. Além do típico vinho quente e das guirlandas, os visitantes podem comprar brinquedos de madeira feitos à mão, bijuterias e até arco e flecha. Uma magnífica árvore de Natal domina o salão e há cervejas de Norfolk disponíveis em uma tenda no jardim.www.visitnorwich.co.uk/whats-happening/event/dragon-halls-medieval-christmas-market

Feira natalina de Bath, sudoeste da Inglaterra (27 de novembro a 14 de dezembro)
Uma das “capitais natalinas” do Reino Unido, a bela cidade de Bath traz 150 barracas todos os anos para as suas ruas de pedra entre a Abadia de Bath e as internacionalmente famosas termas romanas – onde um spa proporciona o descanso ideal depois das compras. Dê uma olhada na decoração e nas guloseimas e depois prove um vinho quente enquanto o coral apresenta cânticos de Natal. Bath fica a 90 minutos de trem partindo da estação London Paddington. www.bathchristmasmarket.co.uk

Feira natalina de Salisbury, sul da Inglaterra (27 de novembro a 20 de dezembro)
Também a uma hora e meia de trem de Londres, a feira tipicamente britânica de Salisbury ocorre sob uma imensa árvore e luzes de Natal. Enquanto o coral entoa cânticos natalinos em um coreto, artesãos, designers, criadores e comerciantes vendem diversos artesanatos em pequenos chalés de madeira. Confira a Procissão de Lanternas no dia 27 de novembro. salisburychristmasmarket.co.uk

Feira natalina vitoriana, Gloucester, sudoeste da Inglaterra (20 a 23 de novembro)
Os fãs do livro Oliver Twist de Charles Dickens vão adorar esta autêntica feira vitoriana. Em meio a comida de excelente qualidade, presentes de Natal e orquestras de instrumentos de sopro, uma trupe de personagens dickensianos (moleques de rua, chefes de gangues ao estilo de Fagin, ladrões e “tiras”) estarão à espreita no histórico estaleiro. Perto de Bristol, Gloucester também fica a apenas duas horas de trem de Londres.www.gloucesterquays.co.uk/events/victorian-christmas-market-2014

Winter Wonderland, Nottingham, norte da Inglaterra (19 de novembro a 24 de dezembro)
Abrigando 50 barracas de estilo Tudor, o Winter Wonderland de Nottingham – lar de Robin Hood – também conta com um coreto e os melhores produtos agrícolas de East Midlands. Em meio a dois bares Helter Skelter, os pais podem desfrutar de cidra quente com especiarias enquanto as crianças deslizam pelo escorregador em espiral. A viagem de trem até Nottingham dura 1 hora e 45 minutos, partindo de Londres.www.nottinghamwinterwonderland.co.uk

Feira natalina Frankfurt, Birmingham, centro da Inglaterra (13 de novembro a 22 de dezembro)
Inspirada na cidade de Frankfurt, Birmingham tem a maior feira natalina de estilo alemão fora da Alemanha. Há mais de 180 chalés de madeira, repletos de mercadorias, desde bijuterias artesanais até tradicionais brinquedos de madeira. O aroma de vinho quente, biscoito de gengibre e marzipã predominam no ambiente.www.birmingham.gov.uk/frankfurtmarket

Feira das Crianças, Edimburgo, Escócia (21 de novembro a 4 de janeiro)
Realizada na Praça St. Andrews, a Feira Anual das Crianças em Edimburgo é sob medida para agradar os pequeninos, com uma variedade incrível de brinquedos e apresentações de animadores. Para mais diversão ainda em família, conheça o labirinto de árvore de Natal em East Princes Street Gardens.www.edinburghschristmas.com

Feira natalina da Country Living em Glasgow, Escócia (20 a 23 de novembro)
Por ser organizada pela revista Country Living , a feira natalina de Glasgow dá ênfase a decorações artísticas e tecidos exclusivos de artesãos. Mas ninguém vai ficar de barriga vazia: vários produtores locais estarão presentes também. www.countrylivingfair.com/glasgow

Winter Wonderland de Aberdeen, Escócia (desde 1º de novembro até 31 de janeiro)
Os atraentes Jardins Union Terrace são o local desta versão escocesa do Winter Wonderland, que contará com a Gruta do Papai Noel, um curso gratuito no qual as crianças vão aprender a fazer seus próprios artesanatos de Natal com elfos, além de muitas barracas de feira. A viagem de trem partindo de Edimburgo demora pouco menos de duas horas e meia. www.aberdeeninvestlivevisit.co.uk/winterfestival

Feira natalina de Llandudno, País de Gales (20 a 23 de novembro)
Umas das maiores do País de Gales, esta feira natalina de estilo vitoriano conta com 130 barracas que oferecem alimentos, degustações, presentes e artesanatos incomuns, além de uma gruta do Papai Noel para as crianças. Llandudno, cidade no extremo noroeste do País de Gales, fica a 2 horas e 15 minutos de trem de Manchester.www.llandudnochristmasfayre.co.uk

Feira natalina de Cardiff, País de Gales (13 de novembro a 23 de dezembro)
Situada no coração da área de pedestres de Cardiff, esta feira natalina foca na arte local galesa. Estarão à venda colheres decorativas entalhadas (uma tradição galesa), obras em metal, tecidos originais, velas feitas à mão e cristais, além de uma deliciosa variedade de bolos e bebidas alcoólicas. www.cardiffchristmasmarket.com

Feira Medieval de Caerphilly, País de Gales (13 e 14 de dezembro)
Quem estiver na cidade galesa de Caerphilly em dezembro, a meia hora de carro de Cardiff, possivelmente vai se deparar com malabaristas com pernas de pau, bobos da corte, mágicos medievais e marionetes de dragão. É comum ver esses personagens na feira de 100 barracas, assim como vendedores de réplicas de mercadorias medievais e queijos de Caerphilly. www.caerffili.gov.uk/site.aspx?s=niDHw5lPts/n1IAGtTR/K4gJLGw15yZZ9/mJ+qcrxOeOyydg+EfXIA==

RINQUES DE PATINAÇÃO NO GELO

Winter Wonderland, Londres (21 de novembro a 4 de janeiro)
Além de abrigar o maior rinque de patinação no gelo ao ar livre do Reino Unido, no Winter Wonderland há também o Magical Ice Kingdom. Ali, os passeios em meio ao gelo proporcionam encontros com unicórnios, fadas, a Rainha do Gelo, Merlin e os Cavaleiros da Távola Redonda, com os quais você pode se sentar.www.hydeparkwinterwonderland.com

Palácio Hampton Court, Londres (21 de novembro a 4 de dezembro)
Com vistas espetaculares da fachada Tudor de tijolos vermelhos do magnífico palácio de Henrique VIII, bem ao lado do rio Tâmisa, a patinação no gelo não poderia ser mais cênica. Vá à noite para ver o palácio todo iluminado. www.hrp.org.uk/HamptonCourtPalace/WhatsOn/hamptoncourtpalaceicerink

Torre de Londres (datas a serem confirmadas)
O ‘Ice at the Tower’ (Gelo na Torre) está de volta. Localizado dentro do fosso da histórica Torre e da famosa muralha da fortaleza, este rinque espaçoso tem um ambiente todo especial para patinar.www.toweroflondonicerink.com

Somerset House, Londres (11 de novembro a 11 de janeiro)
Um importante componente do calendário social de Natal de Londres, o rinque de patinação da neoclássica Somerset House agora é administrado pela luxuosa loja de departamentos Fortnum & Mason. Isso significa inúmeras opções de lazer para depois da patinação: casas noturnas, restaurantes com fondue ou, quem sabe, coquetéis no Skate Lounge. www.somersethouse.org.uk/ice-rink

Bath on Ice, Bath, sudoeste da Inglaterra (21 de novembro a 4 de janeiro)
O rinque de patinação anual do Bath’s Royal Victoria Park este ano vem acompanhado de uma nova cafeteria e bar que servem bebidas, pratos quentes e delícias natalinas. www.bathchristmasmarket.co.uk

Rinque de patinação no gelo do Royal Pavillion, Brighton, sul da Inglaterra (8 de novembro a 18 de janeiro)
Um lindo lugar para patinar, o rinque no emblemático palácio de Brighton vem acompanhado de bares e um restaurante – tudo que é preciso para uma ótima noite de diversão no Natal. http://www.royalpavilionicerink.co.uk

Winter Wonderland de Nottingham, norte da Inglaterra (19 de novembro a 24 de dezembro)
Funcionários vestidos de pinguim estarão à disposição neste rinque da Old Market Square para ajudar aqueles que estão aprendendo a patinar. www.nottinghamwinterwonderland.co.uk

Glasgow on Ice, Escócia (27 de novembro a 31 de dezembro)
Com a famosa iluminação de Natal da George Square proporcionando um brilhante pano de fundo, os visitantes podem exibir suas habilidades na patinação em um dos maiores rinques ao ar livre da Europa.www.glasgowloveschristmas.com

Jardim no terraço panorâmico do Celtic Manor, Newport, sudeste do País de Gales (27 de novembro a 4 de janeiro)
Conhecido como um luxuoso resort, o Celtic Manor inclui um belo jardim no seu terraço panorâmico, que no inverno vai se transformar em um grande rinque de patinação no gelo, ao som de músicas natalinas e com petiscos para aquecer os visitantes. O resort fica a 45 de minutos de Cardiff e Bristol. http://www.celtic-manor.com/christmas 

DIVERSÃO DE INVERNO

Cinema de Inverno no The Berkeley, Londres (24 de novembro a 2 de janeiro)
Situado no sofisticado bairro londrino de Knightsbridge, perto da Harrods, o Health Club & Spa do hotel The Berkeley vai novamente transformar seu terraço panorâmico em cinema rodeado de pinheiros. Até seis hóspedes de cada vez terão a sorte de ocupar três cabines aconchegantes, em estilo de chalé, com cobertores, garrafa com água quente para o chá, chocolate quente caseiro, torta com frutas cristalizadas e lâmpadas com aquecimento. Dentre os filmes estão clássicos de inverno como De ilusão também se vivewww.the-berkeley.co.uk/Winter_Cinema

Corrida do Papai Noel em Londres (6 de dezembro de 2014)
Se quiser assumir o cargo do velhinho barbudo no Battersea Park, basta aparecer no dia, desde que tenha feito inscrição com antecedência. Os organizadores fornecem a roupa de Papai Noel! Se preferir, pode simplesmente assistir ao exército de 2 mil Papais Noéis correrem 6 quilômetros – o espetáculo com certeza vai despertar o ânimo festivo. Em 2014, todo o dinheiro arrecadado será doado à instituição beneficente Disability Snowsport UK.www.209events.com/uk-running-events/london-santa-run-battersea-park

Natal em Kew Gardens, Londres (26 de novembro a 3 de janeiro)
Uma experiência festiva noturna sem igual será oferecida em Kew Gardens em 2014: uma nova trilha de pouco mais de 1,5 quilômetro com flocos de neve, em meio aos reflexos da margem do rio e a um túnel de arbustos iluminados, com música de O Quebra-Nozes durante todo o trajeto. Não deixe de conhecer e dar um beijo em seu acompanhante no ponto de Mistletoe Moments. www.kew.org/visit-kew-gardens/whats-on/christmas-at-kew-2014

Cânticos de Natal na Catedral de St. Paul, Londres (19, 21, 23 e 24 de dezembro)
Cante a plenos pulmões as animadas versões de Silent Night, O Come All Ye Faithful e outros cânticos clássicos de Natal na igreja mais majestosa de Londres. www.stpauls.co.uk/Christmas/Services-Events/Service-Information

A Festival of Nine Lessons and Carols, Cambridge, centro da Inglaterra (24 de dezembro)
Desde 1918 e atualmente transmitido para milhões de pessoas no mundo todo, este evento na noite de Natal – realizado na bela capela de King’s College, parte da Universidade de Cambridge – é uma das cerimônias com cânticos mais lendárias do mundo e um verdadeiro clássico britânico. Para participar, chegue à entrada da faculdade às 9 horas (a cerimônia começas às 15 horas). Cambridge fica a uma hora de Londres, no sentido norte, utilizando o trem expresso. www.kings.cam.ac.uk/events/chapel-services/nine-lessons.html

Festival natalino de música antiga de York, norte da Inglaterra (5 a 14 de dezembro)
Realizado em vários locais interessantes da cidade – inclusive na Sala Capitular da Catedral de York e na Igreja de St Michael le Belfrey, o evento de dezembro deste ano oferece interpretações comoventes de músicas clássicas. La Serenissima abre o evento com uma programação de Vivaldi intitulada The Red Priest.www.ncem.co.uk/?idno=?idno=230

Trilha de Doze Dias de Natal, Palácio de Blenheim, centro da Inglaterra (8 de novembro a 14 de dezembro)
Além de ser o lar do duque e da duquesa de Marlborough, lugar de nascimento de Sir Winston Churchill e Patrimônio da Humanidade, o Palácio de Blenheim também proporciona muita diversão no Natal. Voltado para famílias, a trilha de “Doze Das de Natal” pelos Jardins dos Prazeres inclui pistas e uma competição para ganhar uma cesta de Natal. Blenheim fica a 20 de minutos de carro de Oxford. www.blenheimpalace.com/whats-on/events/winter-2014/christmas-at-blenheim-palace.html

Festival Vitoriano de Natal, Portsmouth, sul da Inglaterra (28 a 30 de novembro)
O histórico estaleiro de Portsmouth – onde foram filmados trechos de Os Miseráveis – reviverá a Londres do século 19: imagine cânticos natalinos, um Papai Noel de estilo vitoriano, cervejas na animada Taverna de Fagin e uma grande feira de presentes de Natal. Portsmouth fica a duas horas de trem de Londres.www.christmasfestival.co.uk

Papai Noel na Fazenda, Tatton Park, noroeste da Inglaterra (29 de novembro a 21 de dezembro)
A cerca de meia hora de carro de Manchester, a histórica propriedade rural de Tatton Park em Cheshire recebe não só Papai Noel nos fins de semana, até 21 de dezembro, mas também suas renas Prancer e Dancer. As crianças podem dar uma volta montadas nelas. events.tattonpark.org.uk/tattonpark.aspx?sa=10&mm=12

Natal em Chatsworth, norte da Inglaterra (8 de novembro a 4 janeiro)
O tema do Natal de 2014 em Chatsworth – uma das mansões interioranas mais visitadas do Reino Unido – éAlice no País das Maravilhas. Aqueles que visitarem a mansão, o jardim e o curral vão encontrar cenários clássicos do livro de Lewis Carroll, conhecer o Coelho Branco e a Rainha de Copas e participar da festa do chá do Chapeleiro Maluco. Chatsworth fica a cerca de 50 quilômetros de Manchester, na direção sudeste.www.chatsworth.org/attractions-and-events/christmas-at-chatsworth

Festival de Luzes, Longleat, sul da Inglaterra (14 de novembro a 4 de janeiro)
Longleat House, em Wiltshire – considerada com frequência o melhor exemplar britânico da arquitetura elisabetana – vai realizar um festival espetacular de luzes neste Natal. Centenas de lanternas chinesas serão usadas para iluminar desenhos de até 18 metros de altura, recriando lendas e mitos chineses. Os visitantes também poderão apreciar uma tradicional ópera chinesa, na qual os artistas transformam, de forma mágica, máscaras elaboradas. www.longleat.co.uk/christmas

A magia do passado do Natal, Castelo de Hever, sudeste da Inglaterra (29 de novembro a 24 de dezembro)
O castelo de Hever, lar de infância da segunda esposa de Henrique VIII, Ana Bolena, exibirá as origens das tradições natalinas inglesas com exposições sobre como surgiram os cartões de Natal, os cânticos de porta em porta, os biscoitos e até a primeira gravação do uso da palavra Natal. Tudo em meio a lareiras e bela decoração. As crianças podem fazer seus próprios biscoitos e seguir uma trilha coberta de neve pelo grande terreno iluminado da propriedade. www.hevercastle.co.uk/events-in-kent/NewsDetails/14-03-05/The_Magic_of_Christmas_Past.aspx

Trem do Papai Noel, Bo’ness & Kinneil, Escócia (29 de novembro a 21 de dezembro, apenas nos finais de semana)
Durante o trajeto de 11 quilômetros de trem a vapor com destino a Birkhill, Papai Noel cumprimentará cada criança e dará um presente, enquanto os adultos ganham refrescos com uma dose de nostalgia. Bo’ness, em Firth of Forth, fica a apenas 27 quilômetros de Edimburgo, no sentido noroeste. www.bkrailway.co.uk/your-visit/santa-trains

Desfile do Rio de Luz, Caerphilly, noroeste do País de Gales (18 de dezembro)
Caerphilly também realiza um envolvente Desfile do Rio de Luz no centro da cidade, com centenas de pessoas carregando lanternas pela rua principal. www.caerffili.gov.uk/site.aspx?s=niDHw5lPts82LWA8qJCogmvWY8ST50QwmUez0agaZLzeZGMGqvyS1Q==

Aventuras na Grã-Bretanha a partir de Paddington



Liberdade sobre duas rodas em Windsor 

Distância da estação Paddington: 30 minutos 

O castelo de Windsor é o maior e mais antigo castelo habitado do mundo e, segundo comentam, o preferido da rainha Elizabeth II. Por que não combinar a visita com um trajeto tranquilo de bicicleta, margeando o rio? A Mind the Gap Tours oferece excursão de um dia saindo de Paddington – e o ponto de encontro é a estátua do ursinho Paddington, é claro!. O tour vai até o exuberante vale do Tâmisa, onde os participantes pegam as bicicletas e embarcam em um passeio de lazer e relaxamento até o castelo. Há bastante tempo para parar, tirar fotos pelo caminho e admirar a bela paisagem inglesa até chegar a Windsor, deixar as bicicletas e ter um merecido almoço em um pub. Depois, os visitantes passam a tarde no castelo, onde podem admirar a maior casa de bonecas do mundo e explorar os State Apartments. O retorno para Londres é de trem. Preço: 69 libras (274 reais) por pessoa.www.mindthegaptours.com/windsor/tour/index.php 

Pináculos de sonho e magia em Oxford 

Distância da estação Paddington: 1 hora 

Harry Potter pode ter tomado o expresso de Hogwarts na Plataforma 9 e três quartos da estação Kings Cross, mas os fãs do bruxinho devem sair de Paddington para ir até a cidade histórica de Oxford, onde muitas cenas dos filmes da série foram rodadas. Veja o Salão Principal, onde Harry, Ron e Hermione jantam e dançam, que é realmente o Christ Church College, e passeie pelos claustros peculiares de New College, utilizados na filmagem (www.chch.ox.ac.uk/visiting/harry-potter). Visite a Scriptum, uma loja de artigos elegantes de papelaria, para adquirir o seu próprio conjunto de pena para escrita durante uma temporada em Hogwarts. O local é uma mina de ouro para os amantes de revistas encadernadas em couro, tinteiros e lindos cartões (www.scriptum.co.uk). Absorva a atmosfera especial da cidade: às vezes é de estudo (observe os alunos de túnicas e um cravo vermelho – indicando que estão para fazer os exames finais) e, às vezes reina a pura diversão: o verão é uma sucessão de bailes e festas. O museu Ashmolean é visita obrigatória para os amantes da arte e da história, e seu café no último andar é ideal para observar os românticos cumes da cidade e relaxar em uma espreguiçadeira (www.ashmolean.org). Tome chá no The Old Parsonage, um hotel tradicional com obras de arte adornando as paredes de seu salão de jantar (www.oldparsonage-hotel.co.uk).

Estância termal de luxo e arquitetura suntuosa em Bath 

Distância da estação Paddington: 1 hora e 24 minutos 

Uma das cidades mais atraentes da Inglaterra, Bath é um destino romântico para casais ou ideal para uma escapada com as amigas. A visão do Royal Crescent se estendendo em gracioso arco mostra o que a cidade oferece em termos de classe. Faça uma reserva no Thermae Bath Spa, que conta com águas curativas da cidade antiga e dispõe de piscinas, saunas e tratamentos – mas o melhor é a deslumbrante piscina na cobertura. Parece luxuosa, e é, mas também é acessível: uma sessão de spa de duas horas custa 27 libras (107 reais). Os fãs de Jane Austen devem tomar chá no Regency Tea Room no Jane Austen Centre e discutir os muitos pontos positivos e negativos do Sr. Darcy enquanto degustam scones (bolinhos) com chá ou chocolate quente (www.janeausten.co.uk/regency-tea-room). O Museu da Moda é um ótimo lugar para visitantes elegantes admirarem roupas do passado e do presente (www.museumofcostume.co.uk), enquanto os que buscam estilo encontrarão lojas exclusivas nos bairros Artisan, Milsom ou Upper Town. Um curto trajeto para fora da cidade até Mulberry Factory Shop e Kilver Tribunal Designer Village agradará aos que querem comprar peças de grife pagando muito menos (www.mulberryfactoryshop.com). Comer bem é fácil em Bath, que sediou a primeira feira do produtor na Grã-Bretanha. Se estiver por lá em um sábado, vá até a Green Park Station para experimentar delícias locais, das 9 às 13:30. (http://visitbath.co.uk)

Castelos, chá com bolinhos e Daleks em Cardiff 

Distância da estação Paddington: 2 horas 

Paddington também é a porta de entrada para outro país – é possível chegar ao País de Gales em apenas 2 horas, e sua capital, Cardiff, emocionará os visitantes com interesses tão diversos quanto o rúgbi, Doctor Who, chá com bolinhos e história. O estádio Millennium é a sede nacional de rúgbi do País de Gales, um marco para os fãs do esporte. Pode-se inclusive fazer uma visita aos bastidores do estádio (www.millenniumstadium.com). A cidade abriga a fantástica Doctor Who Experience, que emocionará todos que adoram a série de televisão: siga-o em uma aventura e se confronte com Daleks e outros monstros (www.doctorwho.tv/events/doctor-who-experience). Cardiff apresenta esplêndidas galerias vitorianas repletas de lojas exclusivas que vendem tudo, de moda masculina bem moderna até chapéus sob medida, com docerias ao lado de lojas de queijo. À tarde, visite a Waterloo Gardens Tea House para tomar chá, café premiado e comer deliciosos bolos especiais. É uma joia local, com exposições de arte dos talentos criativos da cidade. Uma nova filial foi inaugurada na galeria Edwardian Wyndham (www.waterlootea.com). Não deixe de visitar o castelo de Cardiff antes de partir – afinal, o País de Gales tem 647 castelos, portanto, comece a conhecê-los! www.cardiffcastle.com 

O charme de Penzance 

Distância da estação Paddington: 5 horas e 30 minutos 

Se quiser embarcar em uma aventura inspiradora, siga para Penzance, na Cornualha, região na ponta da “bota” da Grã-Bretanha, onde poderá explorar algumas das mais belas zonas costeiras do país. Você sentirá a diferença de Londres assim que sair do trem e observar algumas palmeiras, que crescem graças ao clima ameno. Será recebido com a visão do monte St. Michael, que parece pairar sobre o mar e que pode ser visitado a pé ou de barco: ele abriga jardins subtropicais e um castelo medieval. De Penzance caminhe pela South West Coast Path até St Ives (ou vá de trem), onde há um posto avançado dos museus Tate e Barbara Hepworth and Sculpture Garden (www.tate.org.uk/visit/tate-st-ives). Penzance também é a porta de entrada para as ilhas Scilly, que contribuem para uma experiência de férias muito original – há a abadia e os jardins Tresco para observar plantas muito exóticas, passeios a cavalo, esportes aquáticos, belas praias e cinco ilhas habitadas para explorar (www.visitislesofscilly.com). Mais informações sobre a Cornualha no site www.visitcornwall.com.

Explore Londres ... e a Escócia! 

Paddington também é uma estação do metrô de Londres, conectada pelas linhas Bakerloo, Central, District e Hammersmith & City. Se você adquirir um cartão Visitor Oyster antes de desembarcar na Grã-Bretanha, pode começar a explorar a cidade imediatamente de metrô e ônibus (www.visitbritainshop.com/brasil). A duas estações de distância de Paddington, pela linha Bakerloo, fica Marylebone, onde você poderá tirar fotos com suas celebridades favoritas no Madame Tussauds (www.madametussauds.com/london). Mais uma estação adiante e você chegará em Baker Street – que tem muito significado para os fãs de Sherlock Holmes. Há um museu dedicado ao detetive, e você pode tentar encontrar a casa dele nas redondezas.(www.sherlock-holmes.co.uk). 

Se a ideia de explorar outro país lhe agrada, a cinco estações de Paddington fica a estação Kings Cross, e de lá, com pouco menos de quatro horas e meia de viagem de trem se chega a Edimburgo, capital da Escócia. Na cidade você é recebido pela visão de seu castelo e, assim que deixar a estação, contemplará a grandeza e o esplendor de sua arquitetura. Um bom começo para experimentar a hospitalidade escocesa (www.visitscotland.com).

SINOPSE DO FILME: 

As Aventuras de Paddington narra em live action a chegada e as primeiras experiências do educado, simpático e atrapalhado ursinho criado pela imaginação do escritor inglês Michael Bond, que desde os anos 1950 encanta as crianças com suas divertidas traquinagens. O ursinho crescido na floresta peruana chega à famosa estação Paddington do metrô londrino com um elegante chapéu, espírito aventureiro e uma pequena faixa no pescoço com a frase: "Por favor, cuidem desse urso. Obrigado". A generosa família Brown decide oferecer abrigo temporário a Paddington, e o ursinho logo descobre que a vida na cidade não é bem como ele imaginava. Com produção de David Heyman (de Harry Potter, Gravidade), As Aventuras de Paddington tem no elenco Hugh Bonneville (Downton Abbey), Sally Hawkins (Blue Jasmine), Nicole Kidman (As Horas), Julie Walters (Apenas uma Chance) e Jim Broadbent (A Dama de Ferro).

Assista aos trailers acessando os links abaixo:

Primeiro trailer – dublado por Danilo Gentili – 2’30’’
https://www.youtube.com/watch?v=ubjvNewPkbk 

Segundo trailer – em inglês (2’32’’)
https://www.youtube.com/watch?v=7bZFr2IA0Bo

Página oficial do filme no Facebook: www.facebook.com/asaventurasdepaddington

10 aventuras fantasmagóricas na Grã-Bretanha

1. Masmorras de norte a sul 

As masmorras guardam algumas das histórias secretas mais terríveis da Grã-Bretanha e as excursões à luz de velas por suas profundezas não são para os fracos. A mais famosa delas é a London Dungeon, que agora fica em South Bank, perto da roda-gigante London Eye, e está mais assustadora que nunca. Imagine ser perseguido em um labirinto por Jack, o Estripador e fazer um passeio na escuridão de uma masmorra. Há experiências semelhantes em York, Edimburgo, Blackpool e no castelo de Warwick. Histórias de bruxas, magos, assassinos cruéis e crimes horríveis o aguardam. www.thedungeons.com

2. Caminhada sinistra de Tenby, sudoeste do País de Gales

Um misto de história, mito e humor se aliam para proporcionar este passeio descontraído de 90 minutos pela cidade costeira de Tenby, no sudoeste do País de Gales. A guia local Marion Davies conta histórias de pubs assombrados e de atividades fantasmagóricas nas ruelas da cidade. A caminhada também explora o belo contorno da costa de Tenby, com vistas lindíssimas do mar. www.guidedtourswales.co.uk
Como chegar: Tenby fica a cerca de duas horas de carro de Cardiff, no sentido oeste. A viagem de trem partindo de Cardiff leva duas horas e meia, com baldeação em Swansea.

3. Castelo de Glamis, Angus, Escócia

Um dos castelos mais assombrados da Escócia, Glamis foi o lar de infância da Rainha Mãe. De acordo com a lenda, o castelo é amaldiçoado porque um cálice ancestral foi retirado da residência, onde deveria ter permanecido para sempre. O fantasma de um jovem criado se esconde no quarto da rainha, além de o terreno ser assombrado por uma mulher mutilada. Como se isso não bastasse, em um cômodo secreto o fantasma do conde de Crawford se arrisca desafiando o diabo. www.glamis-castle.co.uk
Como chegar: Glamis fica a cerca de 90 minutos de carro de Edimburgo e Glasgow, no sentido norte. Já da estação de Dundee, a distância a ser percorrida é meia hora, e o trajeto pode ser feito de táxi. 

4. Presídio Crumlin Road, Belfast, Irlanda do Norte

O Presídio Crumlin Road fechou suas portas em 1996, depois de 151 anos de funcionamento como prisão. Ali os crimes iam de pequenos roubos até prisões políticas. A cadeia passou por uma reforma completa recentemente, transformando-se em atração turística, e dá uma ideia de como era a vida na prisão, desde o período vitoriano até o final do século 20. Visite a cela dos condenados à morte, caminhe pelo túnel que ligava a cadeia ao tribunal e sinta a presença sobrenatural dos insatisfeitos com suas sentenças. Se tiver coragem, participe da excursão paranormal da cadeia e utilize os equipamentos dos especialistas na área. www.crumlinroadgaol.com
Como chegar: o Presídio de Crumlin Road fica no centro de Belfast.

5. Caça às bruxas em Pendle Hill, Lancashire, norte da Inglaterra

Pendle Hill, que fica na zona rural de Lancashire, é tão assombrada que muitos moradores se recusam a caminhar pela montanha depois que escurece. O Julgamento das Bruxas de Pendle, que ocorreu em 1612, é o evento do gênero mais famoso da história inglesa, no qual dez pessoas foram enforcadas por crimes que incluíam assassinato por bruxaria. Esta excursão alia a história arrepiante da região às suas belas paisagens.www.pendlewitchexperience.com
Como chegar: Pendle Hill fica a cerca de uma hora de carro de Manchester, no sentido norte, mas o acesso por transporte público é difícil.

6. Caminhada mal-assombrada de Whitby, Yorkshire, norte da Inglaterra

Whitby é famosa entre os fãs de histórias de terror por estar associada ao Conde Drácula. O autor, Bram Stoker, escreveu o livro quando morava na cidade. Esta excursão noturna explora seus becos e ruelas enquanto o guia (todo vestido de preto) conta histórias fantasmagóricas. Para os fãs de Drácula que quiserem mais, há uma excursão separada, totalmente dedicada ao vampiro. www.whitbywalks.co.uk
Como chegar: Whitby fica a cerca de uma hora e 20 minutos de carro de York, no sentido leste. Também há linha regular de ônibus partindo de York e a viagem dura 90 minutos.

7. Calafrios na Hope Street, Liverpool, noroeste da Inglaterra

Histórias da peste negra, a casa onde o irmão de Hitler se escondeu e até a residência de John Lennon figuram neste passeio turístico de 75 minutos pela Hope Street, no centro de Liverpool. O tour termina no cemitério da catedral anglicana gótica, um lugar de arrepiar até para os mais dedicados caça-fantasmas.www.shiverpool.co.uk/our-tours/hope-st-shivers.aspx
Como chegar: Liverpool fica a cerca de quatro horas de carro de Londres, no sentido norte. Para quem for de trem, o embarque é na estação London Euston e a viagem dura duas horas. 

8. Tour apavorante em York, Yorkshire, norte da Inglaterra

Excursão mal-assombrada adequada para famílias, neste passeio de 75 minutos são contadas algumas das histórias mais fantasmagóricas de York, incluindo a do Conde Sem Cabeça e a de Grey Lady (uma freira que foi confinada viva). York tem um labirinto de vielas e galerias antigas que são exploradas neste tour, incentivando a participação dos turistas, inclusive com algumas encenações de surpresa. www.ghostwalkyork.co.uk
Como chegar: York fica a pouco menos de quatro horas de carro de Londres, no sentido norte, e a viagem de trem partindo da estação London Kings Cross leva pouco mais de duas horas.

9. The Falstaff Experience, Stratford-upon-Avon, oeste da Inglaterra

Stratford-upon-Avon é mais conhecida como a terra natal de William Shakespeare, e a Falstaff Experience é uma casa do século 14 (antigo lar de William Rogers, em quem foi baseado o personagem shakesperiano Falstaff) que visa revelar a verdade sobre a vida Tudor. Dizem que a casa abriga pelo menos 40 fantasmas e é possível participar de excursões mal-assombradas guiadas por lanterna durante o dia e sessões fantasmagóricas paranormais à noite. www.falstaffexperience.co.uk
Como chegar: Stratford-upon-Avon fica a cerca de duas horas de carro a oeste de Londres; o trajeto de trem partindo da estação London Marylebone leva duas horas.

10. Excursão horripilante em Sheffield, norte da Inglaterra

Descubra os segredos mais sombrios de Sheffield nesta excursão de duas horas que ocorre nas noites de segunda, quarta e quinta-feira, às 19h30. Em cada noite é apresentado um tema diferente. Às segundas há histórias clássicas de fantasmas, às quartas são mais aterrorizantes (evite se for medroso) e às quintas há uma combinação de situações assustadoras e contos fantasmagóricos tradicionais enquanto se passeia pela área envolvente de Campo Lane. www.steelcityghosttours.co.uk
Como chegar: Sheffield fica a cerca de três horas e meia de Londres, no sentido norte, e os trens partem da estação London St Pancras.

Divirta-se na Grã-Bretanha com as muitas opções de lazer ao ar livre

Participe de um fim de semana de caminhada em um vinhedo na Inglaterra e descubra as maravilhas de South Downs, em Sussex, a uma hora de trem de Londres. Passeie por lugares menos explorados, em roteiros de 8 a 16 quilômetros por dia, parando para degustações exclusivas em algumas das melhores propriedades produtoras de vinho da Inglaterra. Preços a partir de 635 libras por pessoa (2.362 reais). www.winetours.co.uk

Sandwich, em Kent, a duas horas de trem de Londres, tem excelentes pontos de observação de pássaros, incluindo o Sandwich Bay Bird Observatory, localizado em habitat exclusivo em uma duna de areia. Já a Reserva Natural Sandwich and Pegwell Bay tem importância internacional devido às suas aves aquáticas. O inverno é melhor para observar essas aves, ou durante as migrações da primavera e do outono. www.visitkent.co.uk. Dentre outros lugares ideais para observação de pássaros está a Reserva do Lago Belfast da RSPB (Sociedade Real para Proteção de Aves). A apenas 10 minutos da capital da Irlanda do Norte, é composta de uma lagoa e alagadiços às margens do Lago Belfast e pradarias ao fundo. www.discovernorthernireland.com

Explore uma das áreas mais belas da Inglaterra: a duas horas de trem ao norte de Londres, Norwich, em Norfolk, está em uma das extremidades da premiada trilha de longa distância para pedestres, Boudicca Way. Começando na estação ferroviária e estendendo-se em direção à cidade de Diss, a trilha é dividida em quatro partes, com belas cidades-mercado, pontos históricos e vistas espetaculares ao longo do caminho. www.boudiccaway.co.uk

Aprenda como observar o céu sem poluição luminosa em um encontro sobre astronomia do céu noturno no Parque Nacional de Brecon Beacons, País de Gales, a apenas duas horas e meia de trem de Londres. Realizado em um dos cinco únicos locais reconhecidos como Reserva Internacional de Céu sem Poluição Luminosa, o curso ensina aos participantes as constelações e como usar binóculos e telescópios para acompanhar uma carta celeste. Custa 55 libras por pessoa (205 reais). www.gooddayout.co.uk

Programa para casais

Embarque na tendência dos acampamentos luxuosos e acomode-se no Nink’s Wagon, um clássico vagão de caravana cigana. Situado em 24 hectares de propriedade particular em Ellesmere, Shropshire, fica a cerca de 90 minutos de carro de Manchester. O vagão remonta aos anos 1920 e preserva características originais, como a pintura interior cheia de detalhes. Em local tranquilo, ao lado de um lago, oferece oportunidade de observar a fauna selvagem ou de relaxar ao redor de um forno escavado no chão em um jardim com iluminação decorativa. Acomoda duas pessoas; preços a partir de 182 libras para duas diárias (677 reais). www.qualityunearthed.co.uk

A empresa Head to the Hills organiza diversos roteiros para nadar em corredeiras do Lake District, em Cumbria, a duas horas de carro de Manchester. Opte pelo Windermere Wild Swimming Weekend, para vestir sua roupa de mergulho e aproveitar ao máximo o ambiente romântico, nadando em um dos lagos mais belos da Inglaterra. Custa a partir de 299 libras por pessoa (1.112 reais). www.headtothehills.co.uk. Dentre outros destinos excelentes para nadar em meio à natureza estão Waterfall Woods, Brecon Beacons, no sul do País de Gales, com uma série de cachoeiras e lagoas na floresta. www.breconbeacons.org

E uma das melhores maneiras de apreciar vistas de 360° de algumas das maravilhas naturais do sudoeste da Inglaterra é a bordo de um balão de ar quente. Decole de Salisbury, Wiltshire, a pouco mais de duas horas de carro de Londres, e saboreie champanhe enquanto sobrevoa um dos panoramas mais espetaculares da região. Preços a partir de 99 libras por pessoa (368 reais). www.ballooning.co.uk

Comemore os 450 anos do nascimento de William Shakespeare caminhando pelo Shakespeare’s Way. A rota se estende da cidade natal do dramaturgo, Stratford-upon-Avon, a duas horas de trem de Londres, até o teatro Shakespeare’s Globe, na capital inglesa. Caminhe pelas trilhas de pedestres e de cavalgadas em seu ritmo, parando para pernoitar ao longo do caminho. Sete noites a partir de 535 libras por pessoa (1.990 reais), incluindo um livro de sonetos de Shakespeare. www.celtic-trails.com

Atividades para grupos

Visite Gloucestershire, a cerca de três horas de carro de Londres, na direção noroeste, para uma viagem conduzida pelo especialista em cogumelos e forrageamento Raoul Van Den Broucke. Partindo do histórico Tudor Farmhouse Hotel, a exploração é feita na Floresta de Dean e no Wye Valley, em busca de ingredientes deliciosos. Duração de meio dia, ao custo de 125 libras para duas pessoas (465 reais). www.tudorfarmhousehotel.co.uk/foraging.html

A vinicultora Muriel Lismonde, produtora do premiado vinho orgânico Tour de Belfort, trouxe um pouquinho de sua vinha no sudoeste da França para a arborizada Hale em Cheshire, a apenas 30 minutos de trem de Manchester. Ela recebe visitantes para um passeio que abrange desde o cultivo das uvas até chegar à taça de vinho e ensina como harmonizar vinhos e comidas. Degustação de vinhos a partir de 25 libras por pessoa (93 reais) e aulas de culinária a partir de 36 libras por pessoa (134 reais). http://tour-de-belfort.com/index.php/le-vin-la-table

Quer encontrar um lugar tranquilo para pesca com isca artificial em um trecho exclusivo do Rio Test em Hampshire, no sul da Inglaterra? O moinho Old Swan & Minster em Minster Lovell, Oxfordshire, a duas horas de carro de Londres, fica no centro da cadeia de montanhas Cotswolds. Atendendo a todos os níveis, de iniciantes a pescadores experientes, esta hospedaria histórica aproveita ao máximo sua localização, às margens do Rio Windrush, e aluga varas de pescar para os hóspedes. Outra opção é reservar o pacote de duas noites “Cast a Line” para duas pessoas, a partir de 495 libras por quarto (1.842 reais). www.oldswanandminstermill.com

Faça uma excursão gastronômica de bicicleta na Irlanda do Norte, partindo do Enniskeen Country House Hotel, em County Down, a uma hora de carro ao sul de Belfast. O circuito de ciclismo é moderado e oferece a vista das montanhas Mourne ao fundo. Há paradas em fazendas de produtores locais para provar as melhores comidas e bebidas da região. Custa 28 libras por pessoa (104 reais) e inclui o aluguel de bicicleta.http://enniskeenhotel.co.uk/MourneFoodsCycleTrail.html

Diversão para famílias

New Forest, em Hampshire, a apenas 90 minutos de trem de Londres, em direção ao sul, oferece 160 quilômetros de trilhas de ciclismo. Percorra estradas rurais tranquilas e antigas ferrovias, passando por aldeias históricas como Beaulieu e por uma variada fauna selvagem, inclusive os famosos pôneis de New Forest. Programe como uma viagem de um dia ou pernoite, incluindo o aluguel de bicicleta.http://www.thenewforest.co.uk/activities/cycling.aspx

Se o arborismo da Go Ape for muito radical para você, o Forest Segway Safari talvez seja uma opção mais fácil. Segway é um meio de transporte elétrico, estável e ecológico que proporciona uma forma de explorar com tranquilidade dez dos melhores bosques da Inglaterra. Os usuários devem ser maiores de 10 anos e pesar mais de 44 quilos. Custa 30 libras por pessoa (112 reais). www.goape.co.uk

Holnicote House está abrigada no coração de uma propriedade de 5 mil hectares, no Parque Nacional de Exmoor, perto de Taunton, em Somerset, a cerca de duas horas e meia de trem de Londres e transfer, na direção sudoeste. Com opção de até quatro caminhadas moderadas com guia por dia, as famílias têm a oportunidade de avistar veados e pôneis e acompanhar os percursos de trilhos que sobem o penhasco de Lynton até Lynmouth. Diárias a partir de 325 libras (1.209 reais); grátis para crianças com menos de 11 anos; crianças mais velhas têm desconto de 50%. www.hfholidays.co.uk

Sob medida para quem viaja sozinho

Os viajantes desacompanhados podem explorar a beleza de Gales em duas rodas, em uma excursão em grupo com guia. O fim de semana de ciclismo de estrada da Saddle Skedaddle é um circuito de nível moderado, com duração de quatro dias, que explora as estradas desertas nas montanhas do nordeste galês, uma das principais regiões para ciclismo de estrada da Grã-Bretanha, a cerca de três horas de carro de Cardiff. Custa a partir de 355 libras por pessoa (1.320 reais). www.skedaddle.co.uk. Já a excursão Radnor Ring da Drover Holidays começa em Rhayader, que fica a menos de duas horas de trem saindo de Cardiff, e circunda a região central do País de Gales em três noites, oferecendo ciclismo de nível moderado em uma área tranquila. Preços a partir de 345 libras (1.284 reais). www.droverholidays.co.uk

10 campos de golfe fantásticos na Grã-Bretanha

St Andrews em Fife, na Escócia, é o lar do golfe. Leva-se uma hora de trem de Edimburgo à estação Leuchars, seguida de uma corrida de táxi de dez minutos. O famoso par-72 Old Course é um ponto de partida tão popular que precisa ser agendado! Mas não se preocupe, existem outros seis campos pela cidade, o mais recente foi inaugurado em 2008, e há alguns ótimos campos perto de vilarejos pitorescos como Anstruher, Elie e Crail. A cidade de St Andrews em si é uma verdadeira joia e abriga tanto o British Golf Museum quanto a universidade mais antiga da Escócia, onde o duque e a duquesa de Cambridge estudaram – observe os alunos com seus tradicionais uniformes vermelhos. www.visitstandrews.com

The Celtic Manor Resort, no sul do País de Gales, sediou a Copa Ryder em 2010. O resort fica bem perto de Newport, a duas horas de trem da estação Paddington, em Londres. Há três campos de golfe para campeonatos no resort, todos com 18 buracos. O deslumbrante Twenty Ten Course foi onde os jogadores competiram na Copa Ryder. Além disso, você está perto da cosmopolita Cardiff ou da beleza das montanhas de Brecon Beacon e de alguns dos melhores gastropubs do País de Gales. www.celtic-manor.com

Royal Lytham and St Annes, na costa de Lancashire, Inglaterra, fica a apenas 9,6 quilômetros ao sul de Blackpool (cerca de três horas de trem de Londres) e também sediou o Campeonato Open. Foi fundado em 1886 e é considerado um dos melhores campos do tipo links. Também sediou a Copa Ryder duas vezes.www.royallytham.org

Royal Portrush Golf Club fica perto de Coleraine, na Irlanda do Norte, a 75 minutos de carro de Belfast. É um dos campos do tipo links mais difíceis do mundo e o único clube da Irlanda a sediar o Open. Está a apenas 16 quilômetros do Giant’s Causeway, local que se formou de uma antiga erupção vulcânica, considerado Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO. Fica a cerca de uma hora de carro até Derry-Londonderry, Cidade da Cultura do Reino Unido em 2013. www.cityofculture2013.com

O campo do tipo links em Carnoustie, na costa leste da Escócia, localiza-se a apenas uma hora e meia de trem de Edimburgo, e mesmo profissionais como Colin Montgomerie o consideraram um desafio. Na verdade, há três campos em Carnoustie: o Championship Course, o Burnside e Buddon Links. Dependendo do seu desempenho na partida, você pode comemorar ou se lamentar na visita à destilaria de uísque Glencadam perto de Brechin. Fica a uma hora de distância de carro – mas contrate um motorista para levá-lo! www.carnoustiegolflinks.co.uk,www.glencadamdistillery.co.uk

Sunningdale Golf Club em Berkshire, Inglaterra, situa-se a apenas meia hora de carro do aeroporto de Heathrow, por isso fica fácil dar tacadas nos 18 buracos se estiver na capital. Dizem que o campo é o mais semelhante ao emblemático Augusta National Golf Club, para visitantes americanos – mas, na verdade, há dois campos para competições, o Old e o New, então por que não praticar nos dois? www.sunningdale-golfclub.co.uk

Na costa do sul de Ayrshire – a pouco mais de uma hora de carro da maior cidade escocesa, Glasgow – Turnberry, fundado em 1902, tem uma vista espetacular das ilhas Ailsa Craig e Arran. Em um dia claro, é até possível ver a Irlanda. O Hotel Turnberry Resort tem um spa e academia de ginástica luxuosos para aliviar músculos cansados após um dia duro nos campos. www.turnberrygolfclub.netwww.turnberryresort.co.uk

Royal St George’s em Kent fica no litoral norte de Dover, a cerca de duas horas de carro de Londres. Fundado na década de 1880, foi palco do campeonato Ladies British Open Amateur em junho deste ano e em 2011 sediou o Open pela 14ª vez. Seus percursos ondulados e campos rápidos podem testar até o golfista mais determinado. Kent é conhecida como “o jardim da Inglaterra” e após um dia no campo de golfe, passe algum tempo descobrindo um dos recantos mais belos do país. www.royalstgeorges.com

Ganton Golf Club, fundado em 1891, no norte de Yorkshire, Inglaterra, é palco de vários torneios amadores e profissionais. Este campo de golfe foi idealizado para descortinar a bela costa de Yorkshire além de North York Moors e Wolds – que inspiraram artistas como David Hockney. Além, claro, da cidade de York, de 2 mil anos, distante 45 minutos de carro. Ganton fica a cerca de uma hora de trem de Leeds e a três horas de Londres.www.gantongolfclub.com

Royal Birkdale, cidade localizada a 35 minutos de carro do norte de Liverpool, na costa noroeste da Inglaterra, vai sediar o Boys Championship em 2015. Este belo campo do tipo links é o predileto de muitos. Não muito longe de Liverpool fica a “Costa do Golfe” da Inglaterra, que compreende 20 campos de golfe, inclusive os três campos reais; além de Royal Birkdale, há o Royal St Lytham & St Anne’s em Lancashire, o campo que sediou o Open de 2012; e o Royal Liverpool em Hoylake na Península de Wirral, o segundo campo do tipo links mais antigo na costa na Inglaterra. É fácil combinar uma visita aqui com estadia na vibrante Liverpool ou Manchester ou explorar a maravilhosa área campestre de Lake District ou o Parque Nacional Yorkshire Dales de carro.www.royalbirkdale.comwww.gleneagles.comhttp://golf.visitscotland.com

VisitBritain lança 'Festival de Pacotes' em seu blog Viagem ao Reino Unido

O VisitBritain, escritório oficial de turismo do governo britânico, acaba de lançar a campanha Festival de Pacotesem seu blog Viagem ao Reino Unido, para divulgar roteiros comercializados por operadoras e agências brasileiras. Ao acessar o endereço http://viagemreinounido.wordpress.com e clicar na seção “Pacotes de Viagem”, os internautas encontrarão uma seleção de opções de circuitos em dois ou mais países do Reino Unido, além da Irlanda. 

O objetivo da campanha é criar uma ligação direta entre os consumidores e as empresas que vendem o produto, estimulando mais brasileiros a viajar para o Reino Unido. As operadoras e agências que aderiram à campanha são CI, CVC, Flot, MGM, MK Travel, MMTGapnet, Nascimento, New Age, New Line, Schultz, Soft Travel, TAM Viagens e Tourlines.

Os pacotes que estão no ar variam de 4 a 12 noites e podem incluir ou não passagem aérea. Há opções para viajar em datas específicas (caso de pacotes para o réveillon e Carnaval), roteiros temáticos (Harry Potter ou mochilão pelo Reino Unido e Irlanda), tours clássicos e viagens em que principal foco são as belas paisagens naturais da Grã-Bretanha. Os preços começam a partir de R$ 1.640 por pessoa. Os internautas que quiserem mais detalhes sobre algum pacote podem entrar em contato com a agência ou operadora clicando no link “saber mais”. 

A campanha Festival de Pacotes ficará no ar inicialmente por três meses, período em que um roteiro terá destaque a cada semana no Facebook do VisitBritain, na página Love Great Britain (www.facebook.com/LoveGreatBritain), com link direto para o site da operadora ou agência que o comercializa. Os quatro pacotes anunciados durante o mês também serão divulgados na newsletter distribuída aos consumidores. 

O link para acessar a seção Pacotes de Viagem do blog Viagem ao Reino Unido éhttp://viagemreinounido.wordpress.com/pacotes-de-viagem/

VisitBritain Shop

Os turistas que estiverem planejando uma viagem à Grã-Bretanha podem acessar a loja virtual VisitBritain Shop Brasil (www.visitbritainshop.com/brasil), administrada pelo VisitBritain, para adquirir com antecedência ingressos para atrações e passeios turísticos, mapas, passes de transporte e serviços. Há mais de 150 produtos disponíveis, como a London Eye, o museu de cera Madame Tussauds, o Warner Bros Studio Tour (onde foi gravada a saga de Harry Potter), o cartão de transporte público Visitor Oyster Card (válido para metrô, ônibus, trens de superfície), o passe de trem BritRail, tours por estádios de futebol como Wembley, roteiros temáticos como London Rock Legend Tour e James Bond Experience e passeio de um dia para o outlet Bicester Village. 

O VisitBritain Shop Brasil permite que os produtos sejam comprados online e entregues em domicílio dentro do território brasileiro (no caso dos itens como mapas e Visitor Oyster Cards) ou por meio de voucher (para ingressos e serviços). Todas as transações são feitas com cartão de crédito em um ambiente seguro, certificado pela VeriSign. Todos os preços estão em dólares americanos.

Um roteiro para admirar as belas paisagens de outono no Reino Unido

Veja abaixo os melhores destinos do outono selecionados pelo National Trust:

Abadia de Anglesey, Gardens e Lode Mill, Cambridgeshire, Inglaterra 

Este famoso jardim, com seus amplos caminhos e estátuas clássicas, ostenta uma variedade de folhagens em tons vermelhos e dourados, formando um lindo cenário para uma caminhada no outono. As maravilhosas folhas amarelas do acer-campestre criam uma linda entrada para o gramado do templo. As frutas vermelhas ao longo do gramado proporcionam ainda mais cor, enquanto o moinho d’água em funcionamento e a casa estão repletos de atrações para agradar aos visitantes.
Melhor passeio de outono: siga pela trilha Beyond Anglesey Abbey apreciando o moinho Lode e as vias sinuosas de Fenland. http://bit.ly/1mH8RPk

Abadia Calke, Derbyshire, Inglaterra

As cores vibrantes do outono já está chegando ao parque Calke, que abriga algumas das árvores mais antigas da Inglaterra. Sendo uma reserva natural, também acolhe os errantes veados-vermelhos, propiciando visões inesquecíveis. As árvores centenárias da propriedade, inclusive a Old Man of Calke, exibem todos os matizes do outono, e a alameda de limoeiros é especialmente bela.
Melhor passeio de outono: junte-se a caminhadas entre as árvores centenárias do parque Calke e visite a Old Man of Calke, que alguns estimam ter 1.200 anos de idade e estão entre as mais antigas da Europa.http://bit.ly/SyBeqN

Abadia Fountains e Studley Royal, North Yorkshire, Inglaterra

Este Patrimônio da Humanidade propicia um contraste impressionante entre o que é feito pelo homem e a beleza natural de uma área selvagem. Descubra vistas de tirar o fôlego em meio às magníficas ruínas do século 12 da abadia e o lindo paisagismo do espelho d’água georgiano. Você vai se surpreender com o cenário magnífico recém-revelado no espelho d’água. O trabalho de conservação aperfeiçoou essas paisagens fantásticas, então há sempre uma atração em todos os cantos.
Melhor passeio de outono: na caminhada em torno da abadia Fountains você aprenderá um pouco mais sobre as árvores centenárias no parque Deer e obterá novas percepções sobre o paisagismo do século 18.http://bit.ly/1kOzRzY

Jardim Glendurgan, Cornualha

Graças ao clima ameno e vales abrigados, as incríveis plantas de Glendurgan assumem novas características nos meses de outono. As plantas do hemisfério sul ganham flores, enquanto as folhas “da selva” como as das bananeiras atingem seu tamanho máximo. Quando a luz baixa se infiltra pelas terras do bosque nas encostas do vale, as folhas e troncos das árvores assumem um matiz fascinante de cor outonal. O caminho do jardim leva a uma praia – além de areia e seixos, há lagos rochosos fascinantes para explorar e rochedos para escalar. Os visitantes encontram, ainda, o balanço de corda Giant’s Stride (Passo de Gigante), para algumas aventuras mirabolantes.
Melhor passeio de outono: desça por Besloe até a praia e observe o pequeno jardim do vale com árvores de samambaias-gigantes e as montanhas costeiras arredondadas com fileiras de antigos carvalhos e pinheiros.http://bit.ly/1s5osRa

Monte Stewart, County Down, Irlanda do Norte

Além dos caramanchões, que oferecem flores coloridas a cada esquina, os bosques exuberantes de monte Stewart se destacam na paisagem. Siga a trilha do lago para descobrir árvores e arbustos ornamentais com suas copas de outono vermelhas e douradas refletidas nas águas do lago. As crianças vão adorar ver patos e esquilos-vermelhos. As cores ao redor do lago mudam conforme a estação, e é um local ideal para tirar fotos, enquanto as áreas arborizadas propiciam uma enorme variedade de plantas de todos os cantos do planeta.
Melhor passeio de outono: o esquilo-vermelho é um dos mamíferos nativos mais emblemáticos da Irlanda do Norte, e a caminhada no monte Stewart é um dos melhores locais para vê-los na natureza. Veja se consegue localizá-los no bosque de Bradley, escondidos nas árvores. http://bit.ly/TM5Juj

Castelo Powis, Powys, País de Gales 

Erguendo-se acima do terraço ajardinado da propriedade, este forte medieval propicia um cenário fantástico no outono. As cores quentes do castelo parecem refletir os ricos tons da folhagem outonal, enquanto as paredes vermelhas combinam com as videiras e as folhas dos bosques ao redor. Há muita natureza a explorar emPowis. Lembre-se de ficar de olho em Alan – o pavão principal – e seu grupo passeando pelo local. 
Melhor passeio de outono: erguendo-se sobre o cume de uma montanha, os imponentes muros vermelhos do castelo Powis formam um fundo dramático para as caminhadas pelos jardins. http://bit.ly/1s5pUTo

Jardim de Sheffield, East Sussex, Inglaterra

Que tal sair em um passeio para explorar os jardins com paisagismo no parque Sheffield e seguir trilhas sinuosas até lagos encantadores, onde até a água ganha um tom típico de outono? Os cinco lagos interconectados refletem as cores vivas da estação, com o ocre vibrante e o escarlate pintado pelos bordos-japoneses, ciprestes e bétulas. A histórica área do parque já testemunhou caçadas de cervos pelos hóspedes da Sheffield Park House, entre eles Henrique VIII. Descubra a trilha Woodland Play, que oferece jogos de aventuras e construção de tocas para exploradores jovens e mais velhos em uma área do bosque dentro do terreno.
Melhor passeio de outono: Sheffield Park Colourful Stories, para seguir rotas mapeadas, descobrir mais sobre os jardins e desvendar histórias coloridas sobre o parque. http://www.nationaltrust.org.uk/sheffield-park-and-garden/ 

Sizergh, Cumbria, Inglaterra

Uma família, uma propriedade e mais de 700 anos de história. Vale a pena visitar os jardins Sizergh no outono enquanto a estação começa a oferecer aos poucos a safra e a fartura típicas dessa época do ano. No pomar, observe a colheita de maçãs, marmelos e ameixas, que visitantes podem colher e degustar. As árvores ornamentais e os lindos canteiros de ervas, especialmente plantados para o outono, oferecem aos visitantes a oportunidade de observar uma verdadeira explosão de cores e aromas. A trilha lúdica de Sizergh propicia a crianças (e adultos) uma desculpa para explorar os bosques. A trilha permite que se aprecie as árvores centenárias, os cogumelos de aparência exótica e a bela flora. Você compartilhará o bosque com corças e raposas que vivem ali, portanto aguce seus sentidos.
Melhor passeio de outono: o castelo Sizergh é um ótimo ponto de partida para explorar Lake District. O castelo, ainda habitado pelos Strickland, está cercado por uma propriedade agrícola tradicional com vistas deslumbrantes para o campo. Elas abrangem o litoral na baía Morecambe, o Lakeland Fells e os montes Peninos. http://bit.ly/1hIlvBq

Stourhead, Wiltshire, Inglaterra

Visite um dos jardins mais belos do mundo e observe paisagens emolduradas por folhas secas e paletas na cor ferrugem. Com um lago impressionante no centro, o jardim é planejado com templos e outros elementos arquitetônicos. Nesta época do ano o bordo-açucareiro começa a ficar vermelho-escarlate, anunciando o início da esplêndida estação de outono; os bordos-japoneses, cárpinos e castanheiras também exibem um show de cores. Se estiver com a família, pegue um kit para caminhadas na recepção com objetos como lupas para observar insetos, gráficos de identificação, binóculos e vire um detetive da natureza enquanto explora Stourhead. Não se esqueça de procurar o carvalho mais alto do Reino Unido, que fica a colossais 40,4 metros do solo.
Melhor passeio de outono: siga a trilha circular de interesse histórico, através de lindos bosques até a torre King Alfred. O itinerário prossegue até St. Peter’s Pump, passando pelo vale Six Wells e Stourhead House.http://bit.ly/1mQtGfa

Winkworth Arboretum, Surrey, Inglaterra 

Equanto o campo ao redor assume seu matiz suave castanho-avermelhado, cobre e dourado, as encostas de Winkworth ganham os tons mais fortes das montanhas chinesas e das florestas da Nova Inglaterra. Curta a paleta de tonalidades dourada, marron, cobre, bronze e vermelha – um tesouro de cores nas colinas de Surrey. Caminhe até um dos pontos de observação que se espalham pelo Arboretum para uma visão espetacular do outono e admire o caleidoscópio de cores no lago.
Melhor passeio de outono: siga pelo fantástico caminho de Winkworth até Oakhurst e explore o bosque que liga Hydon’s Ball, depois desça até o vilarejo charmoso de Hambledon, onde descobrirá a Oaskurst Cottage, casa de um trabalhador que ficou praticamente inalterada por centenas de anos. http://bit.ly/SyMljl

Os melhores presentes para levar para casa de sua viagem à Grã-Bretanha

INSPIRAÇÃO REAL 

Para muitos turistas, um presente que tem conexão com a realeza é essencial. A Aspinal of London é uma das marcas preferidas de Kate e Pippa Middleton devido às lindas bolsas de couro (Kate costuma ser vista com a “Eaton”), sacolas e clutches. A loja sediada em Londres tem franquias na Selfridges de Manchester e nas lojas House of Fraser em Glasgow, Sheffield e Guildford no sudeste da Inglaterra. aspinaloflondon.com

Visitantes de Cotswolds, a cerca de duas horas a oeste de Londres, devem visitar a Highgrove Shop – ela faz parte da propriedade que é lar do príncipe Charles e de Camilla Parker Bowles. A loja vende de tudo: de livros sobre os jardins reais a utensílios de cozinha e cerâmicas, todos aprovados pela Casa Real.highgroveshop.com

Para algo um pouco mais kitsch, Jan Constantine produz belos artigos de casa bordados à mão, inclusive almofadas da coroação com o brasão de armas real, nécessaires “God Save the Queen” e espelhos de bolsa. Seus produtos estão disponíveis em lojas de todo o país e a loja de fábrica fica perto de Stoke on Trent, cerca de três horas de carro a noroeste de Londres. janconstantine.com

GENUINAMENTE BRITÂNICO 

Muitos designers jovens vêm usando cada vez mais imagens e frases icônicas britânicas em seus trabalhos, que podem ser presentes ideais para levar para casa. A Victoria Eggs especializou-se em panos de prato, aventais e luvas de forno cobertas com gírias rimadas e sacolas de compras de lona com imagens dos ônibus ingleses, estações de metrô ou frases clássicas em inglês. Os artigos estão disponíveis em lojas de todo o país. victoriaeggs.co.ukMoorland Pottery, em Stoke on Trent, produz diversas canecas regionais, usando frases engraçadas e imagens associadas a diversas cidades e condados. moorlandpottery.co.uk

Rob Ryan é atualmente um dos artistas mais populares do Reino Unido: sua arte em recortes de papel intrincados, permeados com frases e pensamentos românticos, foi convertida em sacolas, artigos de papelaria e utensílios domésticos e está disponível em lojas de todo o Reino Unido. Sua loja em Londres, a Ryantown, fica na região leste da cidade. misterrob.co.uk

Se você procura a beleza clássica das casas de campo inglesas, Cath Kidston é o local certo. Seus desenhos florais se tornaram sinônimos do estilo cupcake-chic e os itens vão de nécessaires de maquiagem a cachecóis, de maiôs a óculos de sol, e podem ser encontrados em filiais em todo o Reino Unido. Existe uma loja localizada convenientemente na estação de metrô e trem Kings Cross. cathkidston.co.uk

MARCAS AUTÊNTICAS 

Marcas britânicas emblemáticas também podem produzir presentes divertidos. O design do Marmite’s é fácil de reconhecer, e pode ser encontrado em tudo, de bules de chá a um mousepad em forma de torrada e um mouse de “Marmite”. marmiteshop.co.uk. Na Colman’s Mustard Shop em Norwich, no leste da Inglaterra, a embalagem na cor amarelo-vivo foi impressa em tudo, de aventais a luvas de forno, abotoaduras e porta-copos.mustardshopnorwich.co.uk

E há poucas coisas mais emblemáticas para os britânicos que o chá. A Tregothnan Estate em Cornwall, no extremo sudoeste da Inglaterra, é o único local no país a produzir seu próprio chá, e a propriedade vende diversos tipos, tanto a granel quanto em saquinhos, em caixas de presente. tregothnanshop.co.uk

SABORES INESQUECÍVEIS 

Um dos presentes mais populares para levar para casa é algo comestível, e a Grã-Bretanha está repleta de cidades e regiões que criam produtos singulares que não podem ser encontrados em nenhum outro lugar do mundo. Visitantes de Lake District, a região montanhosa no extremo noroeste da Inglaterra, não muito distante da fronteira escocesa, devem visitar Grasmere Gingerbread Shop no lindo vilarejo de Grasmere. A loja é depositária da receita especial de Sarah Nelson desde 1850. grasmeregingerbread.co.uk

Nenhuma viagem à Escócia estará completa sem levar para casa uma caixa de biscoitos caseiros shortbread. Dê uma passada na Shortbread House em Edimburgo para uma enorme variedade. Se estiver em Highlands, visite a Campbell’s in Callander, que produz shortbread desde 1830. theshortbreadhouse.com ecampbellsshortbread.co.uk

Os amantes de queijo devem levar o Stilton, produzido apenas por cinco laticínios no mundo e que ficam em Derbyshire, Nottinghamshire e Leicestershire em Midlands. Quem aprecia doces deve visitar a Bakewell Pudding Shop em Peak District, onde ainda fazem uma torta com sabor de amêndoas, produzida conforme a receita criada – acidentalmente – em 1816. bakewellpuddingshop.co.uk

Cozinheiros gourmets devem passar na Anglesey Sea Salt Shop, na Ilha de Anglesey no extremo noroeste do País de Gales. A empresa produz o Halen Mon, um sal marinho especial, apreciado por ser especialmente crocante. Ele pode ser encontrado defumado ou com especiarias, juntamente com óleos, vinagres e outros produtos artesanais. halenmon.com

PORCELANA TÍPICA 

A Grã-Bretanha sempre se notabilizou como produtora de lindas cerâmicas e porcelanas – sejam de desenho clássico ou contemporâneo – que são presentes perfeitos. A Wedgwood é uma das marcas mais tradicionais do Reino Unido, fabricando de tudo, desde jogos de jantar vintage a castiçais e acessórios para banheiro. Estão disponíveis em lojas de varejo de todo o país. O Centro de Visitantes Wedgwood em Stoke, a cerca de uma hora de carro de Birmingham, também tem um enorme outlet, que oferece pechinchas incríveis.wedgwoodvisitorcentre.com

Na Escócia, a Tain Pottery, cerca de uma hora ao norte de Inverness, produz toalhas de mesa feitas à mão com motivos de tartans especiais. tainpottery.co.uk. Uma das designers de cerâmica mais em voga no Reino Unido éEmma Bridgewater, que também produz toalhas de mesa com diversos motivos, inclusive da linha do horizonte de Londres, da bandeira Union Jack e uma série especial de 2013, celebrando o 60º aniversário da coroação da rainha Elizabeth II. As peças podem ser encontradas em varejistas por todo o Reino Unido.emmabridgewater.co.uk

Na Irlanda da Norte, a Beleek produz linda cerâmica artesanal desde 1849, disponível em lojas de toda a Grã-Bretanha. belleek.com. A Ewenny Pottery, a mais antiga no País de Gales, escondida no canto sudeste em Bridgend, vende vasos vitrificados maravilhosos, além de toalhas de mesa. ewennypottery.co.uk

LEMBRANÇAS DE JANE, HARRY E POOH 

Presentes com temas literários podem ser ótimos para amigos ou familiares que adoram um autor ou romancista britânico em particular. A Jane Austen Shop na cidade de Bath, cerca de duas horas a oeste de Londres, comercializa diversos presentes em todas as faixas de preço, desde sacolas I Love Darcy e imãs de geladeira a primeiras edições e roupas no estilo eduardiano. janeaustengiftshop.co.uk

Um dos personagens infantis mais amados no Reino Unido é Winnie the Pooh (o Ursinho Puff), que tem loja própria em Hartfield em East Sussex, cerca de 90 minutos a sudeste de Londres, onde são vendidos livros, jogos, bichos de pelúcia e artigos de papelaria, todos com o tema do ursinho e seus amigos. pooh-country.co.uk. Os fãs de Harry Potter devem se dirigir à plataforma 9 e 3/4 da estação Kings Cross, em Londres, onde a Harry Potter Shop comercializa desde chaveiros a blusas de cashemere Grifinória. harrypottershop.com

PARA MIMAR PESSOAS QUERIDAS

Artigos de higiene pessoal são outra boa compra, e há algumas marcas diferentes em todo o Reino Unido. ACeltic Herbal fica em Snowdonia, no canto noroeste do País de Gales, e usa ervas locais e ingredientes orgânicos para criar sua linha de produtos de cuidados para a pele e cabelos.celtic-herbal.co.uk. No vilarejo de Lacock em Cotswolds, cerca de duas horas a oeste de Londres, a Quintessentially English vende sabonetes feitos à mão e oferece uma linha especial de artigos de higiene, inclusive a linha “Buff” para homens, com um design vintage britânico. quintessentiallyenglish.co.uk

Arran Aromatics fabrica produtos para banho e cuidados com o corpo desde a era vitoriana. Suas velas e artigos de higiene são manufaturados na ilha escocesa de Arran, mas podem ser encontrados em lojas de todo o Reino Unido. arranaromatics.com 

A TIRACOLO

Todo mundo adora uma bolsa. Uma das designers mais famosas do Reino Unido, Lulu Guinness produziu uma versão com o desenho da bandeira Union Jack de sua bolsa clutch “Lips”, a predileta de celebridades como Katy Perry, Thandie Newton e Paloma Faith. São encontradas em lojas de todo o Reino Unido. luluguinness.com. Para algo mais formal, a Cambridge Satchel Company produz bolsas de couro em diversas cores que foram vistas nos braços de famosos como Rita Ora e Alexa Chung. Há lojas em Londres e em Cambridge (a apenas 45 minutos de trem de Londres). cambridgesatchel.com

Para os fãs do tweed escocês, Pauline Lothian Designs fabrica bolsas e sacolas em tweed Harris bem coloridas, disponíveis em lojas em toda a Escócia. paulinelothiandesigns.com. Já Melin Tregwynt faz lindas bolsas com lã tecida à mão, juntamente com chinelos, camisolas e artigos para casa, que podem ser encontrados em sua Mill Shop em Pembrokeshire, no extremo sudoeste do litoral do País de Gales, ou em lojas de todo o país. melintregwynt.co.uk

UM CARINHO PARA PAI, FILHO, IRMÃO... 

Presentes para homens podem ser complicados, mas mocassins com a Union Jack sempre impressionam – o explorador britânico Bear Grills os usou no seu encontro com a rainha Elizabeth em 2011. Podem ser encontrados na Harry’s of London, com três lojas no West End da capital, ou em filiais na Selfridges.harrysoflondon.com.

Hard Day’s Night Shop na Matthew Street em Liverpool, bem perto da esquina do lendário Cavern Club, tem todos os tipos de suvenires imagináveis dos Beatles, que vão de roupas a artigos de papelaria e de bar.harddaysnightshop.com. Os golfistas vão adorar qualquer tipo de lembrança da Auchterlonie’s of St Andrews, no norte da Escócia, que produz tacos de golfe feitos à mão desde o século 19. A loja se situa a apenas alguns metros do famoso campo Old Course. auchterloniesofstandrews.co.uk.

TUDO NO MESMO LUGAR 

Se quiser flanar em grande estilo, não há nada comparável à Fortnum & Mason, no West End de Londres, que abriu suas portas em Piccadilly em 1707. A grande novidade é que após três séculos, uma loja nova será aberta no saguão da bilheteria antiga na estação internacional St Pancras no norte de Londres, em novembro.fortnumandmason.com

Na Escócia, a House of Bruar localiza-se ao norte de Pitlochry, na entrada para a região das Highlands, a cerca de uma hora de Edimburgo. Neste local, que costuma ser chamado de Harrods da Escócia, é possível comprar os melhores cashmeres e tweeds escoceses, além de provar delícias escocesas. Há uma área específica para presentes britânicos. houseofbruar.com. Se procura uma loja de departamentos com um toque de glamour, passe na Harvey Nichols, que agora conta com filiais em Leeds, Birmingham, Edimburgo, Liverpool, Manchester e Bristol, além de Londres. harveynichols.com



Pesquisa revela o que os turistas compram na Grã-Bretanha

Mais de 50 mil pessoas participaram de uma pesquisa feita pelo VisitBritain, escritório oficial de turismo britânico, para identificar itens que são adquiridos durante uma viagem à Grã-Bretanha. O resultado do levantamento foi compilado no relatório What inbound visitors shop for in Britain (O que os visitantes estrangeiros compram na Grã-Bretanha). Os brasileiros tiveram destaque em três tipos de produtos: souvenires, roupas ou sapatos, e cosméticos ou itens de perfumaria. 

O estudo identifica que os itens mais comprados pelos estrangeiros em geral são roupas ou sapatos (41%), seguidos de comida e bebidas (24%) e depois suvenires (16%). É nesta categoria que os brasileiros mais se destacam, ocupando o segundo lugar (39%) em uma relação das 10 nacionalidades que mais adquirem lembrancinhas típicas, atrás apenas dos mexicanos (43%). Qualquer que seja o país de origem, a geração mais nova (0-15 anos) tende a comprar suvenires baratos para amigos e familiares (40%). 

No que diz respeito à compra de roupas ou calçados, os turistas do Brasil estão em 9º lugar no ranking de dez nacionalidades, com 65% de participação. Outro tipo de produto que agrada aos turistas do Brasil que visitam a Grã-Bretanha são cosméticos ou artigos de perfumaria (27%, ou 10º lugar no ranking). O brasileiro gasta, em uma viagem à Grã-Bretanha, cerca £ 1.076 (US$ 1.829), o que representa quase o dobro da média global, que é de £ 640 (US$ 1.088). Os dados são de 2013 e incluem hospedagem, passeios e compras. 

Turistas do Oriente Médio são os consumidores internacionais mais entusiasmados entre todos os pesquisados, tendo duas vezes mais propensão que os outros de comprar roupas e sapatos. No entanto, os visitantes do Oriente Médio não estão tão interessados em consumir comida e bebidas britânicas, enquanto que 34% dos belgas, 32% dos franceses e 32% dos viajantes japoneses exibem tendência maior de comprar esse tipo de produto para levar para seus países.

Na divisão por regiões, Londres sai na frente como o local onde visitantes consomem mais itens. No entanto, a Escócia é mais popular que o resto da Inglaterra nas compras de alimentos e bebidas, entre todos os mercados pesquisados. Cerca de 40%, o que é um número surpreendente de turistas, vão à Escócia para comprar alimentos e bebidas, ficando o nordeste da Grã-Bretanha em segundo lugar com 32%.

Mais turistas compram jogos e brinquedos no País de Gales que em Londres ou em qualquer outra parte da Grã-Bretanha. Os itens mais populares comprados no sudoeste da Grã-Bretanha são livros, o que poderia estar relacionado com a grande quantidade de festivais literários que ocorrem nessa parte do país.

No relatório do VisitBritain de 2012 Shopping in Britain, que também analisava o universo das compras na Grã-Bretanha, o item “compras na Harrods” foi a atividade preferida de um em cinco entrevistados (19%), quando solicitados a selecionar as três melhores coisas que gostariam de fazer em suas férias dos sonhos na Grã-Bretanha. Visitantes internacionais gastaram £ 4,5 bilhões (US$ 7,6 bilhões) em lojas britânicas em 2012 – um quarto dos gastos totais de turistas estrangeiros naquele ano.

Samuel Lloyd, gerente do VisitBritain para a América Latina, afirma: “A Grã-Bretanha oferece uma excelente experiência em compras. Temos lojas maravilhosas em todas as faixas de preços, um estilo especial e marcas britânicas autênticas. Ao inspirar nossos visitantes a comprar, podemos difundir os benefícios econômicos do turismo por todo o país, além de adicionar mais receita às da exportação produzida pelo turismo, que é a quinta maior indústria britânica.” 

Michael Ward, diretor-executivo da Harrods, comenta: “A Harrods oferece essa combinação singular de produtos luxuosos de primeira linha das melhores marcas do mundo e um incrível atendimento ao consumidor, em um ambiente emblemático, rico em herança e história britânicas. Claro que estamos muito satisfeitos por sermos eleitos como a atividade dos sonhos número um na pesquisa do VisitBritain, por quase um quinto dos entrevistados, com roupas e sapatos no topo da lista como os itens mais cobiçados para compras. Em breve abriremos a Harrods Shoe Heaven, a maior loja de calçados de luxo e ofereceremos uma experiência de compras em boutique em ambiente de grandes lojas de departamentos.”

Richard Dickinson, CEO da New West End Company, acrescenta: “Turistas internacionais são cada vez mais importantes para o West End de Londres. O Oriente Médio e a China permanecem no topo dos países consumidores no West End, mas a atração de compras de moda e acessórios de estilistas famosos em Londres também se propagou para o mundo. Varejistas de todo o West End se empenham em garantir que suas ofertas atendam ao gosto dos mercados internacionais com serviços que incluem facilidades para compras livres de impostos, serviços VIP e equipe multilíngüe.”


Escolha seu esporte radical e viva fortes emoções na Grã-Bretanha

Descubra o Tarzã que existe dentro de você

Deslize pelas árvores em um cipó, atravesse pontes de corda suspensas e percorra trajetos em tirolesas nas alturas – essas aventuras estão espalhadas por toda a Grã-Bretanha. O desafio das cordas vem com o bônus dos locais pitorescos nos quais essas atividades são realizadas. Go Ape Tree Top Adventures é apenas uma das empresas que oferecem esse tipo de aventura, com percursos em cordas suspensas em 29 locais espalhados pelo país. Confira, por exemplo, a atividade da Go Ape no castelo de Crathes, perto de Aberdeen, no norte da Escócia, que oferece vistas das torres de conto de fadas do castelo, gárgulas e jardins coloridos da propriedade. http://goape.co.uk

E aqueles que gostam das alturas podem encarar obstáculos como pontes de corda suspensas, redes para escalada, balanços de tronco de árvore e traves olímpicas em topos de árvores da Aerial Extreme, incluindo em Bedale, norte de Yorkshire, na propriedade Camp Hill. Depois de um dia animado praticando esportes desafiadores, você pode acampar com estilo no local e continuar a aventura ao ar livre em cabanas sob as estrelas. www.aerialextreme.co.uk

Quer ir um pouco mais além? Para a derradeira adrenalina, o percurso em cordas suspensas da Tree Top Adventures em Snowdonia, norte do País de Gales, inclui também o Powerfan Plummet, o simulador de paraquedas mais alto e divertido do mundo. Há também a Junior Tree Trail, criada especialmente para crianças de 4 a 8 anos, para que toda a família desfrute da aventura. www.highropes-snowdonia.co.uk

Escale todas as montanhas

Escolha dentre a imensa cadeia de montanhas, colinas e formações rochosas, nas quais é possível subir caminhando (e quem sabe descer de rapel?) na Grã-Bretanha. Em Snowdonia, norte do País de Gales, a variedade de opções de escalada é inacreditável: montanhas, rochedos e penhascos estão à espera dos entusiastas da atividade. No Parque Nacional do Distrito dos Lagos, no noroeste da Inglaterra, você vai encontrar a concentração de montanhas mais altas do país. As colinas e a beleza dos lagos causam impacto à medida que você escala. www.pyb.co.uk

Em Derbyshire, no centro da Inglaterra, o Peak District também é uma área famosa para escalada graças à concentração de penhascos. A parte norte do parque é conhecida como Cume Escuro (devido ao arenito de suas rochas), ao passo que a parte sul é denominada Cume Branco (calcário). www.peakdistrictonline.co.uk. Seguindo ao sul da Inglaterra você vai encontrar escaladas incríveis nos penhascos de Swanage e Portland, quefazem parte da espetacular Costa Jurássica de Dorset. www.visit-dorset.com/about-the-area/jurassic-coast 

Outra área ótima para escalada na Grã-Bretanha é Glencoe, na parte ocidental das montanhas escocesas. Há penhascos de alturas variadas, oferecendo oportunidades para uma escalada mais suave nas formações rochosas espalhadas pelo vale ou, para os mais aventureiros, há diversas áreas para alpinismo de até 300 metros de altura. www.glencoe-nts.org.uk

Se você gosta de escalar grandes altitudes, a Escócia não vai decepcionar – a maior concentração de terrenos montanhosos fica no Parque Nacional de Cairngorms, que abriga quatro das cinco montanhas mais altas do país. A segunda montanha mais alta da Escócia, Ben Macdui, com 1.309 metros, fica no centro do parque (acima dela só Ben Nevis, na parte oeste das montanhas escocesas, com 1.344 metros). E ainda há outras 283 montanhas com mais de 914 metros, denominadas Munros, para sua escolha. Batizadas com o nome do homem que as registrou, Sir Hugh Munro, a atividade ‘Munro bagging’ é o termo usado para escalar todos os picos dessa cadeia. http://cairngorms.co.uk

Não se esqueça do Desafio dos Três Picos!

Um feito e tanto é escalar as três montanhas mais altas da Grã-Bretanha – Ben Nevis na Escócia, Snowdonia no País de Gales e Scafell Pike no Distrito dos Lagos – em 24 horas! Trata-se do Desafio dos Três Picos (The Three Peak Challenge). Animou-se? Saiba mais no site www.thethreepeakschallenge.co.uk.

Maravilhas de inverno

Se você já estiver planejando as próximas férias para esquiar no final do ano ou início de 2015, saiba que é possível encarar trilhas bem desafiadoras de esqui ou deslizar em outras mais suaves em um dos cinco principais resorts de esqui da Escócia. O maior deles, Glenshee (duas horas ao norte de Edimburgo) oferece 36 pistas. Já o primeiro resort de esqui a abrir na Escócia, na montanha de Glencoe, tem 19 pistas.

As famílias vão gostar dos principais resorts ao ar livre da Escócia, como o de Aviemore ou o de Fort William, ao passo que a montanha de Cairngorm tem a única ferrovia funicular do país. Para encontrar neve mais consistente, The Lecht, na parte leste das Cairngorms, tem fama de ser o melhor local.

Além de esqui, a beleza das montanhas cobertas de neve contribui para a popularidade de outros esportes de inverno, principalmente caminhadas e escaladas. O elevado platô das Cairngorms evoca a natureza ártica e os despenhadeiros nevados das montanhas escocesas também merecem uma visita. www.visitscotland.com/see-do/activities

No País de Gales, os picos nevados de Snowdonia são perfeitos para a escalada de geleiras. Um dos esportes de montanha mais ousados, a escalada de geleiras é para aqueles com excelente resistência e condicionamento físico e deve ser feita sob a supervisão de instrutores. www.visitwales.com/things-to-do/activities

Vista aérea espetacular

Realize um dos grandes sonhos do homem: voe como um pássaro, no caso sobrevoe o interior britânico de parapente ou asa-delta, vivenciando uma combinação inebriante de euforia e tranquilidade, enquanto admira paisagens espetaculares. Dentre os locais famosos estão o Distrito do Lagos e Yorkshire Dales no norte da Inglaterra, Peak District no centro da Inglaterra e as Black Mountains e Brecon Beacons no sul do País de Gales, que também são destinos ideais para a prática de parapente e asa-delta. 

O Parque Nacional South Downs, em Sussex, sudeste da Inglaterra – a apenas uma hora de Londres – também é fantástico para sobrevoar. Você verá locais de excepcional beleza, como Devil’s Dyke, considerado o mais longo, profundo e largo “vale seco” da Inglaterra; Beachy Head, lar do penhasco à beira-mar mais alto da Inglaterra, assim como os magníficos penhascos do Seven Sisters Country Park, que fazem parte da Heritage Coast, contorno da costa preservado e de grande beleza natural. A Associação Britânica de Asa-Delta e Parapente tem uma lista de escolas aprovadas em sua página na internet, escolha uma delas para levantar voo e se aventurar pelo céu! www.bhpa.co.uk

E se você quer mais adrenalina, que tal aderir ao salto de paraquedas? Há pontos para saltar em todo o país e os novatos podem desfrutar da sensação de liberdade de uma queda livre com um instrutor ou, para os mais corajosos, saltando sozinho em um paraquedas com cabo fixo. Das duas maneiras, você se sentirá eletrizado ao descer do céu em alta velocidade. Acesse o site da Associação Britânica de Paraquedismo para obter a lista de clubes de paraquedismo afiliados. www.bpa.org.uk

Aventuras subterrâneas

A Grã-Bretanha é igualmente fascinante do nível subterrâneo, com uma ampla gama de cavernas e pontos com cavidades. Descubra um mundo de estalactites, estalagmites, formações de argila e cristal que levaram milhares de anos para se desenvolver. No sudoeste da Inglaterra, Devon oferece opções fantásticas de exploração de cavernas (é quase certo ter de se espremer dentro de túneis e, muitas vezes, se molhar). Dentre as opções está Buckfastleigh, na extremidade do Parque Nacional de Dartmoor. No norte da Inglaterra, o conjunto de cavernas de Yorkshire Dales conta com mais de 2 mil delas e cerca de 400 quilômetros de passagens mapeadas.

O lado sul do Parque Nacional Brecon Beacons no País de Gales também é ótimo para explorar o subterrâneo. Isso porque há uma ampla gama de cavernas e túneis, incluindo a maior entrada de caverna do sul de Gales e o túnel mais largo da Grã-Bretanha.

E se você quiser explorar cavernas na Escócia, a Ilha de Skye tem muitas delas com até 300 metros de extensão, ao passo que em Assynt você vai encontrar três cavernas na região montanhosa, que oferecem mais de 2 quilômetros de túnel. www.trycaving.co.uk

Acrobacias

Coloque sua coragem, equilíbrio e resistência à prova com atividades circenses. Bristol, no oeste da Inglaterra, é lar da escola Circomedia, onde é possível aprender a andar sobre o arame esticado, pular de trapézio ou fazer malabarismo. No Circus Space de Londres há aulas de atividades similares durante os Circus Experience Days, abertos para crianças a partir de 8 anos de idade. www.circomedia.com, www.thecircusspace.co.uk

Na Irlanda do Norte, a escola Belfast Community Circus ensina atividades acrobáticas, de salto, equilíbrio e manipulação (movimentação e controle de objetos), além de experiências com monociclo. A conquista de um bom equilíbrio é o bônus das aulas! www.belfastcircus.org

10 restaurantes com vista panorâmica na Grã-Bretanha

Chaophraya, Edimburgo, Escócia
Todos os restaurantes tailandeses da rede Chaophraya têm localização privilegiada, mas sua mais recente inauguração em Edimburgo, bem no centro da capital escocesa, estabelece um novo patamar. 33 Castle Street é um prédio com um terraço que parece um cubo transparente e oferece vistas encantadoras do castelo de Edimburgo, um dos pontos históricos mais emblemáticos da Grã-Bretanha. E o divertido cardápio inclui opções escocesas e tailandesas, como vieiras grelhadas e morcilha com manga, pimenta e açúcar de palma. Depois siga para o bar, que proporciona a mesma vista maravilhosa da linha do horizonte.chaophraya.co.uk/venues/chaophraya-edinburgh

The Pipe & Glass Inn, Yorkshire, Inglaterra
Seguindo a tradição dos pubs ingleses do interior, o Pipe & Glass é um pouco difícil de encontrar. Fica a apenas uma hora de carro de York, no nordeste da Inglaterra, mas está localizado em uma viela estreita, pouco sinalizada e sinuosa. Mas depois de encontrar esta preciosidade singular e aconchegante – que ganhou uma estrela no guia Michelin de 2010 por seus pratos criativos, peça um quarto no anexo envidraçado. E o motivo é que, de lá, quilômetros de terras cultivadas se estendem até a montanhosa Yorkshire Wolds.www.pipeandglass.co.uk

Cloud 23, Manchester, Inglaterra
Do topo do Hotel Hilton, o Cloud 23 oferece uma bela vista de uma das cidades mais vibrantes da Grã-Bretanha. Situada na costa oeste da Inglaterra, a linha do horizonte de Manchester ultimamente viu inclusões pioneiras como o MediaCityUK, One Angel Square e o projeto de recuperação urbana NOMA. Veja tudo do bar no 23º andar enquanto toma seu chá da tarde (servido das 12 às 17 horas) ou beberica um coquetel inspirado no Stone Roses, uma banda local lendária. As áreas do luxuoso bar receberam nomes de deuses gregos, divindades que sabiam bem o que é estar no céu. www.cloud23bar.com

Fifteen, Cornualha, Inglaterra
Fifteen é a marca do restaurante dirigido pela celebridade e chef britânico Jamie Oliver, que conta com chefs aprendizes. Esta unidade na Cornualha é, sem dúvida, a mais famosa, graças a uma impressionante localização sobre a romântica baía de Watergate, em Newquay. Cornualha, condado na extremidade sudoeste da Inglaterra, é famosa por suas praias pitorescas. Reserve uma mesa à janela em uma noite de verão e veja surfistas pegarem ondas ao pôr do sol enquanto você devora pratos de inspiração italiana feitos com ingredientes locais – inclusive macarrão com trigo da Cornualha. www.fifteencornwall.co.uk

The Grill Restaurant, Conwy, norte do País de Gales
A UNESCO classifica o Castelo de Conwy entre os mais belos exemplares da arquitetura militar do século 13 e início do século 14 – o que significa que é uma bela vista para ser admirada durante o jantar. Esse é um dos diferenciais para frequentadores do The Grill, que faz parte do Hotel Quay, em Deganwy, um vilarejo no estuário perto de Llandudno, na costa norte do País de Gales. O outro destaque é a refeição premiada com ingredientes locais, de mariscos de Menai às mais finas carnes e cordeiros galeses. Igualmente regionais são as cervejas do bar Great Orme Brewery. www.quayhotel.co.uk/restaurant-and-bar

The Airds, Argyll and Bute, costa oeste da Escócia
Situado perto de Oban, na escarpada e íngreme costa oeste da Escócia, o Hotel The Airds tem vista para o Loch Linnhe. Seu restaurante aclamado está voltado para a lagoa, em direção a Morvern Hills, e sua posição na face oeste garante o bônus adicional do fantástico pôr do sol. Melhor ainda, esse lado da Escócia é conhecido por oferecer alguns dos melhores frutos do mar do mundo. O consistente prêmio de três rosetas AAA prova que o chef executivo Jordan Annabi sabe como tirar o melhor proveito desses ingredientes.www.prideofbritainhotels.com/airds_hotel_and_restaurant

The Quays, County Down, Irlanda do Norte
A combinação de frutos do mar fantásticos com a vista do mar é um privilégio para quem conhece County Down, vilarejo mais a leste da Irlanda do Norte. Localizado na bela zona portuária de Portavogie, cerca de 40 quilômetros ao sul de Belfast, o restaurante The Quays prepara pescados frescos com especialidades da estação, que incluem patas de siri, lagostas e linguado. Observe os últimos pescadores retornarem à praia enquanto você se farta; o estabelecimento familiar fica diante do mar da Irlanda na direção da Ilha de Man, que pode ser facilmente vista em um dia claro. www.quaysrestaurant.co.uk

Hafod Eryri, Snowdonia, País de Gales
Sendo a montanha mais alta do País de Gales, todos esperam que o pico do monte Snowdon ofereça uma bela vista. E é o que acontece: a Ilha de Anglesey e vastas áreas da acidentada Snowdonia ficam gloriosamente à mostra. Menos previsível é o fato de também serem visíveis de um café. Aberto em 2009 no pico de 1.085 metros de altura, Hafod Eryri serve sanduíches e bebidas não alcoólicas dentro de um prédio com paredes de vidro, que funciona como um centro de visitantes. Seus clientes não se restringem a montanhistas triunfantes – a estrada de ferro Snowdon termina aqui. www.eryri-npa.gov.uk/visiting/hafod-eryri

The Old Forge, Knoydart, costa oeste da Escócia
Oficialmente o pub mais remoto da Grã-Bretanha – até mesmo o Guinness Book, o livro dos recordes, confirma isso, The Old Forge é acessível apenas por uma caminhada de 28 quilômetros cruzando as montanhas firmes, ou por uma travessia de balsa de 20 minutos em mar agitado ao redor da península Knoydart. O ponto de partida é o porto de Mallaig, cinco horas ao norte de Glasgow, de trem. A sensação é a de visitar uma aldeia do passado, onde as vieiras são colhidas à mão por mergulhadores, pode-se saborear carne de veado e também pela vista da janela, com o Loch Nevis na soleira. Se quiser adiar a viagem de regresso, chalés aconchegantes oferecem pernoite nas proximidades. www.theoldforge.co.uk

Gliffaes, Brecon Beacons, sul do País de Gales
Localizada no sul do País de Gales, Brecon Beacons é uma bela cadeia de montanhas que ostenta castelos normandos, vilarejos com mercados e o estranho círculo de pedras neolíticas. Os turistas mais espertos se hospedam em Gliffaes, um hotel acolhedor numa casa de campo, cujo restaurante estufa (também aberto a não hóspedes) dá para um trecho especialmente bonito de Beacons e serve carne de alta qualidade a preços justos. Vá no outono ou no inverno para saborear pratos de caça da estação. Ou visite a qualquer época para curtir a enorme adega. www.gliffaeshotel.com/food-drink/dinner

Novidades de hotelaria na Grã-Bretanha

Recém-inaugurados

LONDRES

Ham Yard Hotel

 Ham Yard Hotel, Soho, London (4)

Situado em um terreno de 3.000 metros quadrados, no coração do animado bairro do Soho, a poucas quadras de Mayfair, este hotel está em uma via arborizada, repleta de pedestres. Ela liga as ruas Great Windmill e Denman, abrindo os históricos Ham Yard e Denman Place ao público pela primeira vez desde os anos 1960. O destaque do hotel é uma escultura de bronze em grande escala, sob encomenda, de Tony Cragg. Tim e Kit Kemp, proprietários da rede de hotéis Firmdale, projetaram o hotel Ham Yard no estilo de “vila urbana”. 

Além dos 90 quartos e suítes com design individual, haverá 24 apartamentos residenciais, 13 lojas especializadas e um arejado bar e restaurante com mesas ao ar livre. Ao lado da sala de entretenimento e biblioteca, o hotel oferece o primeiro ‘Spa Soholístico’ da rede Firmdale. Há um moderno teatro com capacidade para 176 pessoas, várias salas de jantar e de eventos espaçosas para uso privativo e um pista de boliche original dos anos 1950, importada do Texas, com bar e sala de estar. Para completar, os hóspedes têm acesso a um belo jardim no terraço, com vista panorâmica da linha do horizonte de Londres. www.firmdalehotels.com

Generator London

Nikolas Koenig - Jan 14 -  Generator London 19 
O Generator London está localizado na área de Bloomsbury, em Londres. Originalmente um alojamento para moradia de policiais, a propriedade conta com 872 camas em 212 quartos, incluindo 20 novas suítes para duas pessoas. A impressionante área interna “combina o passado industrial de Londres à atmosfera moderna que a cidade tem atualmente”. Há um piano Generator personalizado no café e um mapa de Londres desenhado à mão decorando a agência de viagens. 

O local ainda oferece áreas para relaxar com poltronas em fileiras, sala de projeção com uma moderna tela de cinema, mesas de jogos e uma lanchonete que serve café e sanduíches. O bar conta com uma programação de eventos diários para os hóspedes, abriga uma réplica do ônibus Routemaster de Londres e a iluminação foi projetada com o uso de extintores de incêndio reciclados. www.generatorhostels.com

Shangri-La at The Shard

Shangri La Hotel, At the Shard, London 
Localizado no prédio mais alto da Europa Ocidental, ocupando os andares 34 a 52, o Shangri-La, At The Shard, Londres, é o primeiro hotel em arranha-céu da cidade. Oferece vistas de todos os ângulos de Londres, incluindo vista panorâmica de pontos históricos como as Casas do Parlamento, a Torre de Londres e a Catedral de St. Paul. O hotel é a primeira propriedade luxuosa a abrir no sul do rio Tâmisa.

Todas as 202 acomodações têm vista e os quartos estão entre os maiores de Londres, com média superior a 42 metros quadrados. Eles contam com decoração de arte chinesa reinterpretada, com cores e iluminação suaves. Todos os quartos oferecem camas com a exclusiva tecnologia patenteada “Shangri-La Bed”, que se adapta ao contorno do corpo, banheiros revestidos de mármore com piso aquecido e linha de banho Acqua di Parma. O acesso gratuito à internet, uma das tradicionais cortesias da rede Shangri-La, está disponível em todo o hotel. Há também serviços de mordomo para todas as suítes. Os toques asiáticos do hotel abrangem seus três restaurantes premiados: Tīng, Láng e Gŏng. Este último fica no 52º andar, onde você também vai encontrar uma academia de ginástica 24 horas e a piscina de borda infinita mais alta de Londres. www.shangri-la.com/london.

The Dog & Fox, Wimbledon

The Dog & Fox, Wimbledon, Skylight feature room 
O gastropub The Dog & Fox, localizado em Wimbledon Village, abriu seu próprio hotel-boutique. Com 17 quartos, incluindo três com características especiais, o hotel fica perto de lojas e restaurantes sofisticados do Village e a poucos minutos de Wimbledon Common e dos campeonatos de tênis. Todos os quartos oferecem camas Hypnos, artigos de higiene pessoal Algotherm, WiFi e máquinas de Nespresso. Fox Room é a maior suíte do hotel e tem cama de quatro colunas e área reservada para se vestir.

No centro do hotel há um gastropub (o local é à prova de som – os hóspedes não ouvem nenhum barulho do pub ou da rua), que serve pratos com ingredientes regionais e da estação, assim como cervejas artesanais de Londres e de barris. Wimbledon fica a 15 minutos dali, de trem ou metrô em direção ao centro de Londres.http://www.dogandfoxwimbledon.co.uk/

The Chelsea Harbour Hotel

The Chelsea Harbour Hotel, London 
O Chelsea Harbour Hotel, o único cinco-estrelas de Londres no qual todos os quartos são suítes, está situado na marina do Porto de Chelsea. Tem vista para o Rio Tâmisa e fácil acesso às principais atrações de Londres, incluindo as compras na famosa e sofisticada Kings Road. Foi concebido para ser “um oásis no meio da agitada metrópole de Londres”. 

A criação do nome, da marca e dos detalhes refletem o tema de “oásis na cidade” e a descontração continua no Blue Harbour Health Club and Spa. O Harbour Bar é a opção para tomar uma bebida e, para jantar, há o Chelsea Riverside Brasserie, que proporciona uma linda vista da marina. www.thechelseaharbourhotel.com

INGLATERRA

2 Blackburne Terrace, Liverpool

Blackburne Terrace Liverpool 
Abrigado no Georgian Quarter de Liverpool, o 2 Blackburne Terrace é um Bed & Breakfast só na teoria. A casa georgiana de 3 dormitórios localiza-se em uma rua tranquila e arborizada, a apenas um minuto da Hope Street – que conta com duas catedrais, alguns dos melhores teatros da cidade e uma série de restaurantes aclamados, sem falar no centro da Bienal de Liverpool de 2014. 

Apesar de ter tudo isso tão perto, vai ser difícil deixar o aconchego do quarto. Todos os cantos da casa foram considerados em detalhes, com mobília clássica e sofisticada ao lado de confortos proporcionados pela tecnologia – é um luxo no coração do bairro cultural de Liverpool. http://www.2bbt.co.uk/

Askham Hall, Cumbria, noroeste da Inglaterra

Askham Hall, Cumbria  (2) 
Situado no preservado vale Lowther, na Cumbria, o Askham Hall, que acaba de ser totalmente inaugurado, oferece um novo estilo de hotel na Região dos Lagos. Está mais para um restaurante com acomodações em um magnífico edifício histórico.
O projeto é resultado dos seis anos de trabalho de Charlie Lowther, que foi criado em Askham Hall. A obra foi feita depois da bem-sucedida transformação da pousada interiorana George and Dragon na vizinha Clifton, especializada em deliciosos produtos locais de sua própria fazenda. 

Ao contrário dos tradicionais hotéis em casas de campo encontrados na Região dos Lagos, Askham Hall é uma propriedade acolhedora de estilo boêmio com plantações de legumes, campos e lagos com animais, localizados bem no centro da área produtiva. O foco está na ligação entre a cozinha, as estações do ano e o ecossistema local. O chef responsável é Richard Swale (La Maison de Marc Veyrat, Annecy, Noma, e protegido de Anthony Demetre e John Burton Race). Os cardápios são inspirados na época em que ele trabalhou nos restaurantes Noma e La Maison, ambos administrados por pioneiros em descobrir sabores delicados provenientes de ervas e plantas selvagens locais e combiná-los com as melhores carnes e legumes.

O estilo criativo, artístico e despretensioso da comida também é visto na casa. Lareiras crepitantes, sofás confortáveis e áreas íntimas criam uma atmosfera acolhedora, relaxante e luxuosa. Os detalhes elegantes e originais reforçam o projeto e os móveis são cheios de estilo. Há também um pequeno spa para os hóspedes, que inclui sauna sueca, piscina descoberta e tratamentos. www.askhamhall.co.uk

Brooks Guesthouse, Bristol, sudoeste da Inglaterra

Brooks Guesthouse Airstream caravans, Bristol (2) 
Em um domingo de abril, uma hospedaria-boutique de Bristol instalou quatro trailers infláveis em seu terraço. Foram usados guindastes para içar os trailers da St Nicholas Street até o terraço da Brooks Guesthouse, passando sobre a cobertura de vários edifícios. Os trailers foram construídos na Grã-Bretanha pela Retro Rockets, uma empresa familiar estabelecida em Worcester, e agora estão abertos para oferecer uma experiência única aos visitantes. A elegante Brooks Guesthouse, que conta com 23 camas, atrai tanto hóspedes corporativos quanto de lazer. www.brooksguesthousebristol.com

THE PIG near Bath, sudoeste da Inglaterra

THE PIG-near Bath, a mais recente filial do Pig, foi inaugurada em maio. Originalmente Hunstrete House Hotel, esta propriedade georgiana foi transformada para seguir o mesmo estilo chique e descontraído que se tornou a marca registrada da rede THE PIG. Encantador ao extremo, o hotel conta com restaurante em forma de estufa, sala de jantar privada, biblioteca e um bar adjacente, que compõem os ambientes no térreo para se reunir e beber. Os 24 quartos da casa principal são espaçosos e confortáveis, e oferecem despensas para os mais famintos. Há outros cinco quartos nas mesmas premissas que foram, apropriadamente, batizados com nomes como Chalé do Jardineiro.

Os quartos são divididos nas categorias “aconchegante”, “confortável”, “confortável luxuoso”, “grande e confortável luxuoso” e “refúgio”. Todos são muito elegantes e confortáveis. Alguns têm banheiras com pés de sustentação e/ou chuveiro, e produtos de higiene pessoal da marca Bramley. A despensa dos quartos vem abastecida com produtos locais – em geral guloseimas difíceis de resistir. Os quartos da categoria Refúgio abrangem dois andares e contam com fogão a lenha, chuveiro grande de alta pressão e banheira. Quase todos os quartos têm vista para o campo de gazelas, um panorama único e exclusivo pelos padrões de qualquer hotel.

Para se cuidar e se revigorar, o hotel oferece The Potting Sheds no jardim – duas “cabanas” aconchegantes nas quais os hóspedes podem fazer massagem com produtos Bamford e desfrutar de um programa de relaxamento. www.thepighotel.com/near-bath

Tommy Jacks, Bude, Cornwall, sudoeste da Inglaterra

Inaugurado nesta primavera, o Tommy Jacks é um lugar divertido para se hospedar na Cornualha, com bar/aquário no térreo e vista do mar na maioria dos quartos. Há exposições coloridas e educativas sobre a paisagem marinha da região, que são ótimas para as crianças. O restaurante serve frutos do mar e tem planos de criar uma pequena cervejaria. www.tommyjacks.co.uk

Titanic Hotel, Liverpool, noroeste da Inglaterra

Artist impression of the Titanic Hotel Liverpool luxury spa 


A primeira fase da reforma de milhões de libras de um dos pontos marítimos mais históricos da Europa foi revelada há menos de um mês – Titanic Hotel Liverpool. Trata-se de um quatro-estrelas com 153 quartos no armazém norte do Stanley Dock, que somado ao espaço adjacente para eventos e exposições, Rum Warehouse, valorizou a área. 
O Titanic Hotel Liverpool inclui um luxuoso e majestoso spa, um restaurante bem diferente e o novo refúgio da cidade, “The Rum Bar.”

Os quartos do hotel são duas vezes maiores que o padrão das acomodações de hotéis da mesma categoria no Reino Unido, resultado da arquitetura única do edifício original, que armazenava mercadorias do mundo todo, como borracha e tabaco.
O projeto de reforma manteve os tijolos e os detalhes em ferro do armazém. O terraço à beira-mar do hotel, situado na histórica zona portuária do século 19, tem vista para a estação de bombeamento original e para o imenso armazém de tabaco, descrito como o maior edifício de tijolos do mundo quando foi construído, no início dos anos 1900.

O andar térreo do hotel inclui uma imensa e iluminada área de recepção sem divisórias, salão com espaço VIP e um café de inspiração italiana. O restaurante e o Rum Bar também ficam no térreo, servindo um cardápio criado pelo aclamado chef de cozinha Alex Worrall, juntamente com cervejas artesanais, vinhos finos e preparo de refeições diante dos clientes. www.titanichotelliverpool.com

The Crescent Victoria Margate, Kent, sudeste da Inglaterra

Cada um dos 14 quartos desse novo hotel-boutique no Fort Crescent tem seu própria arquitetura e decoração e há uma série de oportunidades para desfrutar de refeições e bebidas em ambiente sociável. The Crescent Victoria Margate oferece restaurante, bar e sala de estar no pátio, além da excelente localização para apreciar um autêntico balneário inglês. 

Crescent Victoria incorpora a transformação desse histórico local de veraneio à beira-mar. O local abriga artistas, galerias e lojas vintage espalhadas pelas ruas de pedra com vista para o mar e para os barcos de pesca enfileirados na praia. O novo chef de cozinha, Jake Tait, nasceu e foi criado em Thanet. A paixão dele por cozinhar começou cedo, quando passava horas preparando refeições com sua mãe e avó. O chef aprimorou suas técnicas durante 15 anos de trabalho nas melhores cozinhas, incluindo Gordon Ramsay’s, Smith’s Court, o Salmeston Grange Margate local e House of Commons.

O restaurante com capacidade para 40 pessoas na área interna e pátio anexo serve refeições deliciosas o dia todo, com destaque para o chá da tarde, que inclui desde geleia a petit-fours caseiros. Jake usa produtos frescos locais de fornecedores com que trabalhou durante muitos anos e pode ser visto diariamente circulando do hotel ao Mannings, na orla marítima, para descobrir o que foi pescado no dia.www.bespokehotels.com/crescentvictoriahotel

PAÍS DE GALES

Living Room Treehouse, Powys, centro do País de Gales

O Living Room inaugurou sua mais recente casa da árvore em 1º de fevereiro. Erguida 12 metros acima da floresta, a nova casa da árvore acomoda cinco pessoas e é totalmente sustentável – daria para morar o ano todo nela! Ela faz parte da coleção de cinco casas da árvore de uma fazenda de criação de ovelhas – cada uma das casas é uma residência completamente funcional no topo das árvores. www.living-room.co 

ESCÓCIA 

Hotel du Vin, St Andrews

Hotel du Vin, St Andrews, Scotland

Desde a abertura de seu primeiro hotel em Winchester, a rede du Vin se define como a pioneira “na criação e definição da experiência de hotel-boutique no Reino Unido”. Vinte anos depois, o grupo comemora as duas décadas de existência com a inauguração de seu 15º hotel na emblemática região do golfe, St Andrews. O Hotel du Vin de St Andrews fica no centro histórico de St Andrews, uma localização ideal e no tempo certo, pouco antes dos mais prestigiosos torneios de golfe do verão. Couro escuro e estampas delicadas adornam os 22 quartos espaçosos. Camas com algodão egípcio feitas sob encomenda, TVs de tela plana e máquinas de café Lavazza, luxos típicos do Hotel du Vin, esperam pelos hóspedes em St Andrews. As suítes, que ficam ainda mais especiais com os produtos exclusivos ‘Terre du Vin’ de Miller Harris, contam com chuveiros de alta pressão e algumas têm charmosas banheiras com pés de sustentação e bordas arredondadas. 

Dando continuidade ao estilo “restaurante com quartos”, o destaque do Hotel du Vin St Andrews é o seu bistrô. Com vista para as ondas da baía de St Andrews, o bistrô serve o cardápio de almoço e jantar de inspiração francesa do Hotel Hotel du Vin, com ênfase nos vinhos de qualidade. Uma abrangente lista de espumantes e vinhos é criteriosamente selecionada pelo sommelier do Hotel du Vin St Andrews e cada um deles pode ser harmonizado com as opções do cardápio do bistrô, que variam conforme a estação do ano. A poucos metros dali, fica o aconchegante bar do hotel, ideal para desfrutar de um chá da tarde e de uma bebida em boa companhia antes ou depois de jantar. www.hotelduvin.com


Inaugurações de verão

INGLATERRA 

Desperte na natureza selvagem, Ilha de Sheppey, Kent

Única reserva natural na qual é possível se hospedar na Inglaterra, esta acomodação com estilo de acampamento luxuoso consiste de três cabanas para duas pessoas com capacidade adicional em tendas para famílias. As cabanas, previstas para abrir em agosto, estão posicionadas de modo a proporcionar o contato dos hóspedes com a natureza, adormecendo com o som de corujas e sapos e acordando com um inacreditável nascer do sol sobre a imensidão do prado. http://www.elmleynaturereserve.co.uk/stay

PAÍS DE GALES

Restaurante James Sommerin (com quartos), Penarth, País de Gales 

O restaurante James Sommerin at The Esplanade em Penarth foi inaugurado em maio. Neste restaurante com vistas magníficas do Estuário de Severn, o chef estrelado no Michelin James Sommerin e sua esposa oferecem aos clientes uma variedade de deliciosos menus de degustação, todos com opção de harmonização com vinho. Os comensais podem esperar delícias da culinária como pato, lavanda e beterraba com molho de soja e cominho, e o queijo de produção local Pantysgaw com aipo, alcachofras e gengibre. Nove suítes com decoração de muito bom gosto serão inauguradas em breve, para aqueles que quiserem passar uma noite por lá. Cinco delas têm vistas belíssimas do mar. www.jamessommerinrestaurant.co.uk

ESCÓCIA

Hotel Colessio, Stirling

O Hotel Colessio abrirá ainda no mês de julho, oferecendo 40 quartos e suítes, banheiros suntuosos e a mais nova tecnologia do século 21 – entretenimento com equipamentos moderníssimos, incluindo sistema de áudio e televisões em formato widescreen com TV por satélite e aparelho de DVD, além de escrivaninha com internet sem fio gratuita. www.hotelcolessio.com

Renovações recentes

LONDRES

The Sanderson

The Sanderson foi um dos hotéis-boutique pioneiros de Londres e 150 de suas acomodações foram reformadas. Os quartos refletem a serenidade e o conforto de uma típica mansão senhorial inglesa. Os banheiros passaram por pequenas renovações de projeto e continuam contando com box de vidro do chão ao teto e camadas douradas de cortinas transparentes. A tecnologia dos quartos também foi modernizada com a adição de novas televisões de tela plana e mais estações para carregadores perto da cama.www.morganshotelgroup.com/originals/originals-sanderson-london

Hilton London Heathrow Airport Terminal 4

Os quartos do Hilton London Heathrow Airport T4 estão sendo “modernizados” por meio de uma reforma completa inspirada nas cabines de avião de primeira classe. Na primeira fase da reforma, prevista para ser concluída este mês, 161 quartos passarão por uma transformação completa e contarão com camas king size, chuveiros independentes sem banheira, frigobares e mobília elegante e moderna com cores neutras para proporcionar serenidade e relaxamento. Os novos quartos combinam conforto e praticidade para oferecer aos hóspedes a melhor experiência possível antes ou depois do voo, de forma a refletir uma agradável viagem de primeira classe. www.hilton.com/heathrow 

Holiday Inn London Heathrow M4

O hotel terminou a reforma de 280 de seus quartos tendo em mente o “viajante de negócios moderno”, depois de coletar a opinião de vários hóspedes sobre design. Foram criados cinco quartos-conceito e o hotel convidou clientes para se hospedarem e compartilhem suas impressões. O hotel então selecionou os melhores componentes de cada um dos cinco projetos e incorporou-os no produto final, denominado Double Standard Rooms. Os novos quartos têm mobília nova, poltrona de couro, TV de alta definição de 32 polegadas, ampla área de trabalho e opção de travesseiros macios ou firmes. www.holidayinn.com/Heathrow-M4-J4 

INGLATERRA

The Royal Crescent: Reabertura do hotel mais prestigioso de Bath

O hotel cinco-estrelas mais emblemático e prestigioso de Bath revelou sua nova aparência no mês passado, depois da concretização de um projeto de reforma de milhões de libras. O Royal Crescent Hotel & Spa, situado no Royal Crescent, é um dos melhores exemplares de arquitetura georgiana, cujo edifício foi tombado como patrimônio de interesse arquitetônico e histórico. O hotel fica no meio do Crescent e abrange as casas 15, 16 e várias cocheiras no fundo da propriedade. No decorrer do ano passado, todos os esforços possíveis foram empreendidos para restaurar este belíssimo hotel de forma harmônica com suas raízes georgianas, empregando, ao mesmo tempo, o luxo e a tecnologia do século 21. www.royalcrescent.co.uk 

The Botany Bay Hotel, Kent 

O cervejeiro britânico Shepherd Neame reformou e renovou o antigo Fayreness Hotel, que agora se chama The Botany Bay Hotel para refletir sua maravilhosa localização à beira-mar. Dois laranjais substituíram os conservatórios e um deck foi adicionado no entorno, ao passo que a fachada foi revestida com tábuas típicas de Kent. Todos os quartos foram reformados e receberam tons de areia, azul e verde, além de trabalhos artísticos do cenário local, refletindo o ambiente de litoral. Situado no topo do penhasco de Kingsgate, o restaurante do Botany Bay Hotel tem uma vista espetacular. Os clientes vão apreciar a espetacular vista panorâmica do mar e as opções do cardápio da culinária clássica britânica, com enfoque em frutos do mar. www.botanybayhotel.co.uk 

Globe Inn, Norfolk, leste da Inglaterra

O encantador quatro-estrelas Globe Inn, localizado no famoso vilarejo de pescadores Wells-next-the-Sea, concluiu a primeira fase de uma luxuosa reforma de US$ 855 mil. O bar na frente, com vista para a bela praça georgiana da cidade, agora domina toda a extensão do prédio. O grande e arejado restaurante foi totalmente transformado e as sete suítes foram redecoradas com estilo marítimo georgiano. 

A segunda fase incluirá a reforma das cocheiras em torno do pátio do século 19, que acomoda até 50 hóspedes sentados é já serve de área de jantar externa e coberta do hotel. Está planejada a construção de 11 novas suítes. Uma galeria para pedestres circundando os novos quartos nos dois andares vai proporcionar o clima perfeito de hotel pequeno determinado a estar à altura de sua tradição. http://theglobeatwells.co.uk

PAÍS DE GALES

Metropole, Llandrindod Wells, região central do País de Gales

Hilton London Metropole - the new look lobby 

Hotel e spa de luxo, o Metropole, localizado na região central do País de Gales, está na etapa final de seu projeto de reforma de US$ 9 milhões, com a modernização de mais 10 quartos. O projeto mais recente dá sequência à ampliação do moderno spa do hotel no ano passado. O Metropole é um negócio familiar. O diretor-executivo, Justin Baird-Murray, e sua irmã, a diretora financeira Sarah Hill, são a quinta geração da família a comandar o hotel durante 117 anos, um feito inigualável no País de Gales. Eles deram início à ampla reforma quase cinco anos atrás, o que elevou a categoria atual do hotel para quatro-estrelas. O Metropole é membro do grupo de melhores hotéis galeses e históricos da Europa. http://www.metropole.co.uk/

ESCÓCIA

Macdonald Hotel, Edimburgo

O Holyrood Hotel, no centro de Edimurgo, revelou a primeira fase de uma importante renovação de seus quartos como parte de uma modernização mais ampla do hotel que integra a rede Macdonald Hotels & Resorts, ganhadora do prêmio AA Hotel Group of the Year 2013/14.

Com a previsão de que 91 quartos vão se beneficiar de uma transformação de estilo, foi revelado o primeiro lote de suítes executivas do 5º e 6º andares. Nesta etapa, 34 quartos passaram por uma reformulação, com a adição de novos sofás estofados com tecidos Kobe e Osborne and Little, mais mobília confortável, cortinas Fox Linton, camas Mattisons e banheiros com os maravilhosos produtos Porcelanosa e chuveiros de alta pressão.www.macdonaldhotels.co.uk/investment 

Craigellachie Hotel, perto de Elgin, nordeste da Escócia

O Craigellachie Hotel, situado na bela aldeia de Craigellachie, próxima a Elgin, abriu recentemente, depois de uma reforma. Craigellachie fica no centro da Rota do Whisky, no meio do caminho entre Aberdeen e Inverness, no nordeste da Escócia. O hotel desfruta de localização ideal para caminhar por Speyside Way, pescar, jogar em um dos vários campos de golfe e apreciar a região campestre escarpada do norte da Escócia.www.bespokehotels.com/craigellachiehotel

Mais destaques em acomodações

Made in Mayfair Insider Experience, InterContinental Park Lane, Londres

O InterContinental London Park Lane associou-se ao London Luxury Quarter, mantenedores das prestigiosas 52 ruas de Mayfair, Piccadilly e St. James, para oferecer a exclusiva Made in Mayfair Insider Experience, que explora a habilidade artesanal britânica. Os hóspedes vão desfrutar de uma excursão pelos bastidores da rica história de Mayfair em mercadorias sob medida e ver como a área evoluiu para criar uma vitrine do “melhor da Grã-Bretanha”, que combina tradição e talento contemporâneo.

Cada experiência é personalizada conforme a preferência pessoal e pode incluir uma visita à Foster & Son, a sapataria mais antiga de Londres, na qual os visitantes vão ver o último par de sapatos feito para o lendário ator Clark Gable. Uma visita a Floris, único perfumista da rainha, pode ser agendada para a criação de um perfume sob encomenda. Aqueles que desejam adquirir terno sob medida podem visitar a alfaiataria Gieves and Hawkes no nº 1 da Savile Row, que atende a realeza há mais de 240 anos. 

Os hóspedes do InterContinental London Park Lane vão desfrutar de uma luxuosa suíte com vista desobstruída dos parques reais e dos monumentos de Londres. A experiência Made in Mayfair acontece até 1º de outubro de 2014, sujeito a disponibilidade. É necessário reservar dentro de um intervalo de duas semanas. A experiência inclui: duas noites de hospedagem no InterContinental London Park Lane em suíte de luxo, seleção de duas experiências da London Luxury Quarter Collection, acesso ao Clube InterContinental, que inclui café de manhã de cortesia, serviço de chá da tarde e champanhe e canapés à noite. www.intercontinental.com

Corinthia, Londres

Royal Penthouse Lounge Corinthia Hotel London 
Há algumas semanas o jornal britânico Independent publicou um artigo sobre o surgimento da tendência de “supersuítes” em Londres: os hotéis estão criando suítes imensas, opulentas e caras que transmitem uma ideia ou estilo e são ideais para pessoas, grupos ou famílias que “precisam levar tudo com elas, como numa mudança”. Um dos hotéis mencionados foi o Corinthia Hotel London, que inaugurou ‘The Seven Penthouses of Corinthia London’ em 2012, um grupo de coberturas exclusivas de dois andares no hotel. As opulentas residências para hóspedes foram construídas dentro das altivas torres do grandioso edifício vitoriano do hotel. Cada uma tem um estilo único, com acabamento e móveis artesanais. As coberturas têm temas de personalidades tipicamente encontradas na área abastada de Londres – membros da realeza, alta sociedade, exploradores, atores, músicos, escritores e políticos. São elas The Royal Penthouse, The Hamilton Penthouse, The Musician’s Penthouse, The Writer’s Penthouse, The Whitehall Penthouse, The Explorer’s Penthouse, The Actor’s Penthouse. www.corinthia.com/london

Acomodação residencial do Hotel Kensington, Londres

Em fevereiro, a rede Doyle Collection inaugurou “a maior acomodação residencial de Londres, com espaços de convívio social e para dormir flexíveis, aprimorados com estilo e decoração elegantes no Kensington Hotel. A icônica suíte Kensington oferece aos hóspedes acomodação excelente e espaçosa com estilo de apartamento. Consiste de três dormitórios e três banheiros, além de duas salas de estar separadas e conveniências adicionais, como quarto para se vestir, um luxuoso sofá circular com TV de LCD e tela plana, varanda privativa com vista da cidade, estação portátil para iPad e iPhone, internet sem fio gratuita, bar privativo equipado, máquina de café Nespresso e muito mais. www.doylecollection.com

The Torridon, na região montanhosa da Escócia, ganhou o título Pride of Britain Hotel of the Year 2014

Pride of Britain Hotels, a associação de 49 hotéis e spas britânicos independentes e de propriedade privada, concedeu ao The Torridon, na região montanhosa da Escócia, o Pride of Britain Hotel of the Year 2014, graças à sua extraordinária hospitalidade. Situado na parte oeste das montanhas escocesas, no extremo de um braço de mar espetacular, o Torridon (que ostenta torres ao estilo de Rapunzel) é um hotel luxuoso de 18 quartos distribuídos em uma propriedade que também abriga criação de gado. O hotel oferece uma programação repleta de ação, com atividades para incentivar os hóspedes a explorar a região, incluindo arco-e-flecha, escalada de rochedos, caiaque no lago, ciclismo de montanha e caminhadas com guia. Avistar veados, águias-douradas, lontras, focas e uma série de outros animais selvagens da região é um bônus frequente. E o hotel também é famoso por seu bar bem abastecido de uísques. http://www.thetorridon.com/


Quilômetros de estilo: confira os melhores endereços da moda masculina de Londres

Savile Row e Jermyn Street – classe e prestígio

Savile Row é sinônimo de alfaiataria e tem longa tradição de vestir homens elegantes e influentes, de Winston Churchill ao príncipe Charles. Atribui-se a Henry Poole & Co, uma das empresas mais antigas na rua (n.º 15) a invenção do smoking em 1860. Já a Gieves e Hawkes (n.º 1) foi a primeira alfaiataria de Savile Row a criar roupas prontas para uso. (http://henrypoole.comwww.gievesandhawkes.com). 

Turnbull and Asser na Jermyn Street, logo atrás da Fortnum and Mason, em Piccadilly, é um local obrigatório para os homens desde 1885. No entanto, foi só no início do século 20 que ela mudou o foco para camisas, pelas quais é mais famosa hoje. Homens de personalidades tão variadas quanto Churchill, Charlie Chaplin, Picasso, Ian Fleming (e todos os Bonds até o momento), assim como o príncipe Charles, tiveram suas medidas anotadas pelos alfaiates da T&A. O príncipe Charles premiou a loja com seu primeiro selo real em 1981. (www.turnbullandasser.co.uk). 

Centro de Londres – tradição e modernidade

A Regent Street e a Oxford Street formam o eixo do estilo na capital, ambas repletas de inúmeras lojas onde você estará bem propenso a gastar dinheiro. Que tal começar pela maior Burberry do mundo? Romeo Beckham, filho de David e Victoria, de apenas 10 anos de idade, foi fotografado para a campanha da empresa, provando que os verdadeiros fashionistas começam cedo. A loja da Regent Street é uma revelação: foi concebida para ser uma extensão do site da Burberry e os fãs de mídia digital se divertirão tanto quanto os que gostam de frequentar lojas. Não está chovendo? A loja oferecerá “pancadas de chuva digitais”, para que possa ver como sua capa de chuva de estilo militar ficará caso o tempo vire. Mais adiante na Oxford Street está a Selfridges – não deixe de visitá-la, especialmente se precisa renovar sua coleção de calçados – a loja abriga o maior departamento de sapatos masculinos do mundo. (www.selfridges.com). 

Se você gosta de camisas, dê uma passada na mais recente camisaria de Bond Street, a Eton. Embora o nome sugira uniforme escolar, na verdade trata-se de uma marca sueca, cuja primeira incursão em Londres é uma casa em Mayfair suntuosamente deslumbrante com fileiras e fileiras de camisas feitas com 100% de algodão egípcio. (www.etonshirts.co.uk). 

Há muito tempo Carnaby Street é a meca para homens elegantes; acredita-se que John Stephen, nascido em Glasgow, foi o primeiro a vender para o mercado jovem de moda masculina em massa no final da década de 1950 e início da década de 1960. Na época em que a Swinging London agitava tudo, “O Rei de Carnaby Street” (como era conhecido) oferecia seus produtos em 15 lojas da rua. Naquela época, o estilo Mod estava no auge; hoje é possível fazer compras em lojas como Diesel, Pepe Jeans e a marca Pretty Green do cantor do Oasis, Liam Gallagher, lançada por ele em Carnaby Street. (http://prettygreen.comwww.carnaby.co.uk). 

East London – agitada e acolhedora

O East End representa a maior concentração de butiques multimarcas dedicadas a artigos masculinos de qualquer lugar da Grã-Bretanha; se você busca originalidade, este é o lugar para fazer compras. Dirija-se à Hostem para ver uma combinação de luxo com estilo informal, com sua decoração charmosa e personalizada (www.hostem.co.uk). A Anthem também se esforçou na decoração (muitos tijolos aparentes e obras de arte interessantes) e comercializa marcas como Comme des Garçons e Rag and Bone, escolhidas pelo ex-chefe de moda masculina da Liberty, Simon Spiteri. Não deixe de conhecer a loja Sunspel para comprar camisetas e roupas esportivas com tecidos excelentes e cortes perfeitos. (www.sunspel.com). 

Timothy Everest já vestiu nomes como David Beckham, Tom Cruise e Mick Jagger, mostrando que atrai homens elegantes dos esportes, de Hollywood e da realeza da música. Seu famoso ateliê fica em Spitalfields, então, se realmente quiser investir em seu visual, marque horário e conheça o local onde a mágica acontece. Ou vá até a loja em Mayfair se quiser dar uma olhada nas mercadorias prontas. (www.timothyeverest.co.uk). 

Mr Start exibiu sua coleção no desfile da London Collections Men há dois anos, ganhando destaque com sua alfaiataria contemporânea, tanto para homens quanto para mulheres. A marca tem como objetivo proporcionar luxo moderno a um preço acessível, e você pode encontrá-la na boutique Start London, na 40 Rivington Street. A rua tem outras boutiques Mr Start: há mais roupas masculinas no n.º 59 e, se estiver em companhia feminina, conduza-a para os n.ºs 42-44. (http://mr-start.com). 

Gresham Blake faz belos ternos sob medida no coração de East London, mostrando que não é preciso andar toda a Savile Row para obter o máximo de elegância com alfaiataria. Para o homem moderno, suas opções prontas incluem a “E1”, uma coleção feita com tecido produzido em East London, onde também é cortado e costurado. Seu estilo tem um toque de humor, e a variedade de lenços de bolso bem coloridos reflete a excentricidade britânica na medida certa. (http://greshamblake.com). 

Falando de tecido fabricado em Londres, a London Cloth é a primeira microtecelagem a abrir na capital britânica. Ela produz tecido, especialmente lã, feito em teares móveis cuidadosamente restaurados que datam da década de 1860, utilizando técnicas tradicionais que não mudaram ao longo dos anos. Toda a matéria-prima é originária do Reino Unido e sempre que possível a empresa gosta de usar fio reciclado e do seu estoque. A London Cloth se orgulha de “reacender a indústria de manufatura na Grã-Bretanha e conservar habilidades e ofícios cada vez mais raros” (http://londonclothcompany.wix.com). A empresa teceu o tweed para a coleção Black London, de lançamento da John Lancaster Style Agency, trazida pelo estilista Lancaster, que tem vasta experiência em moda masculina com marcas britânicas como Hackett e Alfred Dunhill. (http://jlsaicons.blogspot.co.uk). 

Para ver roupas feitas com materiais produzidos nas ilhas britânicas vá para S.E.H. Kelly, que trabalha com as melhores tecelagens e fábricas da região e, depois, as confecciona em uma oficina em East London. As tesouras de alguns dos melhores costureiros da cidade trabalham em cada peça, sendo cada um especializado em um tipo de vestuário. Visite a oficina para olhar e experimentar – fica aberta das 12 às 17 horas nos fins de semana, mas se preferir visitar durante a semana, é melhor ligar com antecedência. (www.sehkelly.com). 

A Blood Brother não é apenas uma confecção de roupas, é quase um clube por si só, e o manifesto da marca afirma que “não se limitando a vestuário, a Blood Brother existe para fornecer uma plataforma que apresenta novos talentos nas áreas criativas da fotografia, cinema, arte e música. Possuir uma peça da Blood Brother é entrar para a fraternidade.” A loja em East London fica na Charlotte Street, perto da moderna Old Street, e fazer parte da irmandade significa que você está vestido de forma adequada para se encaixar no movimentado bairro. Camisetas e coletes coloridos, blusões com mangas brilhantes e gorros de néon estão na ordem do dia. (www.blood-brother.co.uk). 

Uma das verdadeiras vitrines de criatividade em East London, A Child of Jago é ousada e alternativa; a atenção aos detalhes se estende às golas coloridas e echarpes de seda, enquanto as estampas das camisetas são chamativas, ousadas e interessantes. Encontre-a na 10 Great Eastern Street e no Facebook. (www.achildofthejago.com/blog/). 

Seven Dials – butiques e barbearias elegantes

Seven Dials é uma vila de compras no animado bairro de Covent Garden que oferece uma infinidade de butiques independentes de moda masculina, marcas tradicionais, lojas vintage e salões de beleza repletos de mimos, tudo convenientemente localizado em suas sete ruas e escolhido a dedo para o homem exigente.

Para moda masculina com tradição procure a etiqueta Cro’Jack na Monmouth Street, que vende alfaiataria artesanal inspirada na história militar britânica a preços acessíveis (www.crojack.co.uk). A vizinha Wolsey, fundada na Grã-Bretanha em 1755, reprocessa emblemáticos estilos vintage e, nas proximidades, a Fred Perry, loja-conceito na Earlham Street, mantém no estoque edição limitada de vestuário e acessórios feitos em colaboração com outras empresas. (www.wolsey.comwww.fredperry.com). 

Estilo independente pode ser encontrado na mais nova butique da Earlham Street, a Peter Werth, com moda masculina contemporânea britânica. Ao lado, a Foxhall London é apropriada “para equipar os homens para a vida londrina” – ou seja, deixando-os elegantes e com estilo. (www.peterwerth.co.ukwww.foxhalllondon.com). Para a tendência de moda vintage vá à The Vintage Showroom, especializada em calças jeans e roupas de trabalho para homens. (www.thevintageshowroom.com). Complete o visual com uma visita a The Cambridge Satchel Company em Shorts Gardens, que ultimamente vem se destacando na blogosfera do estilo das ruas. A marca abriga uma coleção de maletas e bolsas de couro para os mais exigentes com um toque da década de 1970. (www.cambridgesatchel.com).

Noites de verão na Grã-Bretanha com programação ao ar livre

Nos últimos anos, houve um aumento na oferta de programas culturais ao ar livre, abrangendo desde exibições de filmes a recitais de ópera apresentados em castelos históricos, mansões e até regiões florestais.

Cinema

Todo verão, o Luna Cinema realiza uma série de exibições ao ar livre em mansões e parques de todo o país, oferecendo a oportunidade de apreciar ótimos filmes em ambiente tipicamente britânico. A temporada vai de 2 de julho a 28 de setembro e neste ano apresenta musicais de época, como Grease: Nos Tempos da Brilhantina, e clássicos populares, como Dirty Dancing – Ritmo Quente, além de lançamentos recentes como Gravidade e O Lobo de Wall Street. Os locais de exibição incluem desde espaços no centro de Londres até diversos parques e jardins no sudeste da Inglaterra, como Sissinghurst e o castelo de Leeds em Kent.www.thelunacinema.com

Um dos locais com cinema ao ar livre mais bonitos é Somerset House, em Londres. Todo mês de agosto, um festival de cinema de duas semanas reúne filmes clássicos, lançamentos e os destaques de vanguarda. Este ano a programação ocorre de 7 a 20 de agosto e inclui Marilyn Monroe em Os Homens Preferem as Louras e o clássico de Wes Anderson, Os Excêntricos Tenenbaumswww.somersethouse.org.uk

Ópera

Glyndebourne é o nome mais lembrado quando se trata de ópera ao ar livre. O piquenique antes da apresentação faz parte da visita à bela propriedade em Sussex, mas a ópera em si é apresentada no teatro interno, construído para esse propósito. A estação Lewes fica a cerca de 1 hora e 15 minutos de London Victoria é há ônibus de ida e volta com frequência para o local. www.glyndebourne.com

Para ver ópera em espaços abertos, uma das melhores opções é a Garsington Opera, com apresentações até 27 de julho na bela propriedade de Wormsley, lar da bilionária família Getty. Neste ano as apresentações incluem obras de Beethoven, Offenbach e Janacek. Wormsley localiza-se perto de Oxford, o que a torna destino ideal para uma viagem rápida saindo de Londres. Garsington fica a 20 minutos de táxi da estação High Wycombe que, por sua vez, está a cerca de uma hora de London Marylebone, partindo de trem. www.garsingtonopera.org

Em Londres, o Opera Holland Park é um festival ao ar livre comópera clássica do nível de Puccini e Britten. Já a Royal Opera House oferece apresentações ao vivo em vários locais da Grã-Bretanha, incluindo espaços abertos em Belfast e Cardiff, entre outros. La Boheme será exibida em 15 de julho e Rigoletto em 7 de setembro. www.rbkc.gov.ukwww.roh.org.uk

Teatro

Open-air Shakespeare é uma opção clássica ao ar livre. O local mais famoso é o Regents Park Open Air Theatre em Londres, sede da New Shakespeare Company. A temporada vai até 13 de setembro, com uma combinação de peças de Shakespeare, musicais e produções para as famílias. Em Cardiff, The Taming of the Shrew é o destaque do Everyman Open Air Theatre Festival deste ano, que também terá Sweeney Todd e Little Mermaid. Na Escócia, o National Trust for Scotland apresenta uma série de peças de Shakespeare em seus castelos e mansões.www.openairtheatre.comwww.everymanfestival.co.uk,www.nts.org.uk

A Grã-Bretanha é lar de várias companhias de teatro itinerantes que encenam uma série de peças em castelos, mansões e jardins do país. A companhia Illyria apresenta quatro peças neste verão – Macbeth, Robin Hood, The Pirates of Penzance e George’s Marvellous Medicine serão encenadas em vários lugares, incluindo o castelo de Drumlanrig na Escócia, o castelo de Chepstow no País de Gales e o Castelo de Corfe em Dorset, no litoral sul da Inglaterra. Chapterhouse Theatre é uma companhia similar que oferece também programação na Irlanda do Norte. Neste verão, a Chapterhouse servirá de palco para The Adventures of Sherlock Holmes e Wuthering Heights, entre outras peças que serão apresentadas na Grã-Bretanha. www.illyria.uk.com,www.chapterhouse.org

Obviamente, teatro ao ar livre não é uma nova invenção. O espetacular Minack Theatre na Cornualha, sudoeste da Inglaterra, funciona desde 1931 e está situado no topo das montanhas sobre a linha costeira. A temporada de peças teatrais acontece de abril a setembro, com matinês às terças e quintas e manhãs com narração de histórias para as crianças nas férias escolares. Minack fica a cerca de 20 minutos de táxi da estação Penzance que, por sua vez, está localizada a cinco horas de trem da estação London Paddington. www.minack.com

Música contemporânea

Os fãs de música pop não precisam comparecer a festivais de fim de semana para ver seus artistas favoritos se apresentarem sob as estrelas. Forest Live é uma programação de concertos organizados pela Forestry Commission, que cuida de algumas das regiões florestais mais belas da Inglaterra. Há sete locais que abrigam shows ao ar livre, entre eles a Floresta Sherwood Pines em Nottingham, a cerca de duas horas de Londres no sentido norte, e Westonbirt Arboretum, perto da bela cidade de Bath (a 90 minutos de trem da estação London Paddington). A programação está disponível no site www.forestry.gov.uk

Na Cornualha, o mundialmente famoso Projeto Éden organiza as “Sessões do Éden” a cada verão, com um palco ao ar livre imenso e apresentações de uma lista de nomes VIPs. A lista de convidados para 2014 inclui Ellie Goulding, Elbow e Dizzee Rascal. A estação St Austell fica a cerca de cinco horas de London Paddington e há ônibus que ligam a estação ao Projeto Éden.www.edensessions.com

Os amantes de jazz que estiverem na Irlanda do Norte em agosto podem assistir apresentações de bandas locais em Castle Ward, uma das locações da badalada série de televisão Game of Thrones. Localizado em County Down, a 45 minutos de carro de Belfast, o castelo abrigará apresentações todas as tardes de domingo do mês de agosto. Castle Ward é apenas uma das dezenas de propriedades do National Trust que apresentam eventos de arte e música durante o verão. Para saber datas e locais específicos, visite o site www.nationaltrust.org.uk

Viagem com a família - Parte 2: crianças e pré-adolescentes

CRIANÇAS E PRÉ-ADOLESCENTES (6 a 11 anos)

Diversão

Castelo de Warwick, Warwickshire, oeste da Inglaterra
Shows com bolas de fogo, masmorras, escola de cavaleiros, duelos medievais com lanças – no castelo de Warwick a história ganha vida com muita diversão! Este castelo medieval oferece diversas atividades. Explore as torres e trincheiras com séculos de existência e descubra a parte horripilante da história com Horrible Histories Foul Fayres, diversão educativa sobre vikings cruéis, vitorianos malvados e a Idade Média infestada de doenças contagiosas. Observe um trabuco (o maior equipamento de cerco do mundo) disparar bolas de fogo, depois admire as habilidades de luta dos cavaleiros na apresentação Master of Chivalry. www.warwick-castle.com
Como chegar: a estação de Warwick fica a menos de duas horas de trem saindo de Londres.

Cornwall Gold, perto de Redruth, sudoeste da Inglaterra
Esta atração conta a história da tradição em ouro e joias da Cornualha e oferece uma imensa variedade de atividades para encantar toda a família. As crianças podem se aventurar na atividade piskie panning, na qual elas peneiram a areia com uma tradicional tina dourada para encontrar tesouros escondidos. Elas também podem desfrutar de um encontro fantasmagórico no brinquedo 4D Haunted Mine Ride, cavar o solo em busca de pedras preciosas e participar da atividade pick a pearl, na qual pescam com rede e retiram uma pérola da ostra que escolherem. Há uma grande variedade de joias da Cornualha para os adultos olharem e comprarem enquanto os filhos estão entretidos, procurando seus próprios tesouros. www.cornwall-gold.com
Como chegar: a estação de trem mais próxima da atração é a Newquay. Partindo de Londres, a viagem dura cinco horas. Algumas companhias aéreas têm voos da Europa para o aeroporto de Newquay.

Underwater Street, Liverpool, oeste da Inglaterra
Algum potencial cientista na família? Ele ou ela vai adorar a Underwater Street, um centro interativo para crianças, onde elas vão se divertir em uma série de áreas científicas concebidas para despertar a imaginação. Na área sensorial, as crianças vão rastejar em cavernas aquáticas subterrâneas, pescar a bordo de uma canoa e colocar as mãos em caixas para adivinhar o que há dentro delas. No laboratório elas podem assistir a uma apresentação interativa de ciências e à Batalha dos Cientistas, além de fazer experiências com imãs e circuitos eletrônicos. Talvez você descubra que tem o Albert Einstein do futuro na família! www.underwaterstreet.com
Como chegar: Liverpool fica a pouco mais de duas horas de trem de Londres e a 30 minutos de Manchester.

Acomodações

Legoland Resort Hotel, Windsor, Sul da Inglaterra
Este hotel é o paraíso da Lego em tamanho natural. O hotel do resort está localizado no centro do parque Legoland e seus quartos temáticos vão encantar as crianças – escolha entre Pirata, Aventura ou Reino. Dentre as atrações estão uma entrada vigiada por um dragão e uma piscina de piratas. Até os elevadores do hotel são temáticos! Todos os quartos têm um presente da Lego na chegada, um canal de TV dedicado à Lego e o cardápio do restaurante foi criado tendo as crianças em mente. E não faltam peças de Lego para elas brincarem durante a refeição! www.legoland.co.uk
Como chegar: Windsor é a estação de trem mais próxima e fica a meia hora de London Paddington.

The Grove, Hertfordshire, sudeste da Inglaterra
Neste local, as crianças recebem tratamento de primeira desde o minuto em que chegam. Elas são recebidas com um copo de leite e biscoitos, roupão de tamanho infantil e uma caixa de brinquedos. Se você conseguir afastá-las da caixa de brinquedos, elas podem montar em uma das bicicletas gratuitas do estabelecimento e passear pelos 121 hectares da propriedade, usufruir das quadras de tênis, jogar xadrez gigante ou pular na piscina descoberta. E quando o dia estiver ensolarado, siga para a praia. Apesar de não estar perto da costa, The Grove tem uma praia artificial em seu jardim murado, onde os pais podem relaxar desfrutando de churrasco e cerveja gelada enquanto as crianças se divertem fazendo castelos na areia ou jogando bola no campo de futebol de cinco jogadores. www.thegrove.co.uk
Como chegar: a estação de trem mais próxima é a Watford Junction. Partindo de London Euston a viagem dura 20 minutos e ao chegar na estação são 10 minutos de táxi até o hotel.

Low Woods, Distrito dos Lagos, noroeste da Inglaterra 
Coloque as crianças em atividade no hotel Low Woods. Situado ao lado do Lago Windermere, o maior da região, este hotel conta com um centro próprio de esportes aquáticos. Crianças a partir de 3 anos de idade já podem começar a aprender esqui aquático, iatismo e canoagem. O hotel também oferece um clube de atividades infantis, no qual todas as crianças recebem uma sacola com doces na chegada, e há um cardápio especial para cada faixa etária nos restaurantes do hotel. http://englishlakes.co.uk/hotels/lake-district-hotels/windermere-hotels/low-wood-bay
Como chegar: partindo de Manchester, a viagem de trem dura duas horas até a estação Oxenhulme Lake District.

Comer

Hix Soho, Londres
Os pais vão gostar da promoção “crianças com menos de 10 anos comem de graça” quando acompanhadas de um adulto pagante em vários horários durante a semana. Já as crianças vão adorar o Clube de Arte e Culinária. Elas só precisam fazer um desenho da experiência no Hix para concorrer a um prêmio. Os desenhos serão avaliados pelo proprietário do local e pelo chef Mark Hix no final de cada mês. E tanto as crianças quanto os pais vão adorar o alto nível do cardápio infantil disponível. A opção de degustação inclui frango frito em creme de leite com salada de broto de alface e hambúrguer de filé de costela moído. www.hixsoho.co.uk
Como chegar: o Hix Soho fica na Brewer Street 66-70, próxima à Regent Street. A estação de metrô mais próxima é Piccadilly Circus.

Sapporo, Manchester, noroeste da Inglaterra
As crianças vão ficar de olhos arregalados quando virem como se prepara um Teppanyaki neste restaurante japonês situado em Manchester. O Sapporo se dedica às famílias com crianças, oferecendo regularmente Family Fun Days (dias de diversão em família). O primeiro ocorrerá em 29 de junho. Por menos de 5 libras (19 reais), cada criança desfruta de uma refeição e um refrigerante, além de entretenimentos como balonismo artístico, pintura artística facial e apresentações de como preparar sushi. www.sapporo.co.uk
Como chegar: Manchester fica a pouco mais de duas de trem de Londres e conta com uma aeroporto internacional.


Viagem com a família - Parte 1: bebês e crianças

O VisitBritain preparou uma série dividida em três partes com dicas para quem vai viajar em família. A parte 1, que segue abaixo, traz algumas ideias sobre onde se hospedar, se divertir e comer com bebês e crianças até 5 anos. Na semana que vem, apresentaremos a parte 2, focada em crianças e pré-adolescentes (entre 6 e 11 anos). A terceira e última parte da série abordará atrações para adolescentes.

BEBÊS E CRIANÇAS (18 MESES – 5 ANOS DE IDADE)

Diversão

Peppa Pig World & Paultons Park, Hampshire, sul da Inglaterra
A porquinha engraçada e todos os seus amigos e família do reino animal encantam crianças pequenas do mundo todo com uma programa de TV transmitido em 180 países, e agora os pequenos podem conhecê-la no Peppa Pig World! Situado no Paultons Family Theme Park, no extremo de New Forest, os brinquedos deste parque vão encantar as crianças com menos de 5 anos. Dentre as atrações estão o Castelo Windy, o helicóptero da Srta.Rabbit e o carro do Papai Porquinho – todos eles são exibidos na série de TV. Depois as famílias podem explorar o Paultons Park e aproveitar a grande variedade de brinquedos para crianças. Diversão para o dia todo!http://peppapigworld.co.uk
Como chegar: a estação de trem mais próxima é a Romsey; partindo de Londres, o trajeto dura cerca de 90 minutos, com uma baldeação em Southampton Airport Parkway.

Foel Farm Park, Anglesey, norte do País de Gales
Seja para afagar os animais, alimentá-los ou simplesmente observá-los no pasto, as crianças adoram passear em fazendas. Nesta propriedade rural produtiva perto da costa do norte do País de Gales, as crianças vão ver uma fazenda de verdade em plena atividade e conhecer e alimentar os animais. Na primavera e no verão há a possibilidade de dar mamadeira a ovelhas ou bezerros. A família toda pode subir em um trator para percorrer a fazenda e ver cavalos de tração, e as crianças menores podem dar uma volta montadas em pôneis.http://www.foelfarm.co.uk/
Como chegar: Anglesey fica a cerca de duas horas de carro de Manchester, noroeste da Inglaterra.

Polka Theatre, Wimbledon, zona sul de Londres
Dedicado a produzir e apresentar obras para audiências jovens, o Teatro Polka exibe peças para crianças a partir de seis meses de idade. Cada peça que entra em cartaz é classificada para uma faixa etária específica. Sempre há várias apresentações e eventos em que crianças de 3 a 6 anos acompanham cantando junto com o elenco, como a ópera de marionetes Skitterbang Island (25 de junho – 16 de agosto). As crianças também vão adorar o Teddy Bear Museum (museu de ursinhos de pelúcia), com itens em exibição no saguão do teatro.www.polkatheatre.com
Como chegar: a estação de metrô Wimbledon fica na District Line. Também há trens com frequência da estação London Waterloo até a linha principal da estação Wimbledon (trajeto de 20 minutos)

Acomodações

Sands Resort Cornwall, sudoeste da Inglaterra
Com três áreas distintas reservadas para os jantares no hotel – uma para casais ou pais que querem jantar sem os filhos, uma para famílias com crianças maiores e outra para bebês e crianças menores – os momentos de refeição são tranquilos. O chá da tarde é servido um pouco mais cedo para as crianças, entre 16h45 e 17h45 e, se tiver algum bebê na família, você pode pedir aos funcionários para fazer purê de qualquer prato do cardápio infantil. O hotel também oferece babá eletrônica gratuita, para que os pais possam desfrutar juntos de algumas horas livres à noite. Além disso, há áreas de recreação com materiais macios para bebês, um parque de diversões, clube infantil e algumas das melhores praias da Grã-Bretanha, nas quais as crianças podem brincar na areia. www.sandsresort.co.uk
Como chegar: a estação de trem mais próxima (a dez minutos de táxi) é Newquay. Partindo de Londres, a viagem dura cinco horas.

Woolley Grange, Wiltshire, oeste da Inglaterra
Uma série de áreas de recreação, com vários cantinhos secretos para brincar de esconde-esconde, piscinas cobertas e descobertas para mergulhar, além de uma horta com mercearia que parece de fazenda e criação de galinhas tornam este hotel o parque de diversões ideal para as crianças. Situado em uma mansão senhorial jacobina em um terreno localizado perto de Bath e Longleat (com seu excelente parque-safári), Woolley Grange faz parte do grupo Luxury Family Hotels, dedicado a viagens de famílias. Além de chá da tarde, as crianças podem desfrutar do espaço Woolley Bear’s Den, que inclui área para bebês, casinhas de brinquedo, fantasias, trens, livros e vários outros brinquedos e jogos. As opções de acomodação incluem quartos duplos ou suítes para famílias e quartos interligados. www.woolleygrangehotel.co.uk
Como chegar: os trens até a estação mais próxima, Bradford-on-Avon, levam duas horas saindo de Londres, com baldeação em Bath Spa.

Hilton Coylumbrid, Aviemore, Inverness-shire, norte da Escócia
Com uma grande variedade de instalações para crianças, inclusive áreas de recreação e de exploração ao ar livre, o Hilton Coylumbrid demonstra o seu compromisso com os hóspedes que viajam em família. Dispõe de um espaço com materiais macios – The Fun House – e o Cairngorm Reindeer Centre, com atrações a céu aberto, além da proximidade do Parque Nacional de Cairngorms. O hotel criou o pacote Toddler Breaks que, além de acomodação, oferece entrada gratuita para duas atrações locais, festa infantil noturna, creche e muito mais. www.hiltonaviemore.com
Como chegar: o acesso de trem de Edimburgo a Aviemore leva menos de três horas.

Comer

Coffee and Clay, Skipton, Yorkshire, norte da Inglaterra
Sopa caseira e pão com casca crocante, batatas assadas e pão aerado e tostado com manteiga vão matar a fome dos pequenos, e o estúdio de produção de cerâmica no andar superior vão manter as mãozinhas deles ocupadas depois do almoço. Crianças de todas as idades podem tentar fazer vasos e pratos de cerâmica para levar para casa. E como Skipton fica no extremo do Parque Nacional de Yorkshire Dales, há espaço de sobra ao ar livre para gastar a energia inesgotável das crianças depois das refeições. www.coffeeandclay.co.uk
Como chegar: Skipton fica a cerca de uma hora de carro de York.

Joseph Pearce’s, Edimburgo, Escócia
A imensa variedade de brinquedos vai chamar a atenção das crianças, ao passo que a estrutura voltada a famílias vai agradar aos pais. O cardápio criado com produtos frescos de fornecedores da região e a excelente área ao ar livre são os diferenciais. O local era apenas um bar por mais de um século, mas atualmente o Joseph Pearce’s oferece uma combinação perfeita para os pais que estão cansados e querem desfrutar de uma boa refeição enquanto os filhos ficam entretidos com atividades divertidas. www.bodabar.com/joseph-pearces
Como chegar: Edimburgo fica a cerca de cinco horas de trem de Londres e há voos diretos também. 

Ethel’s Kitchen, Hove, sudeste da Inglaterra
A filosofia do Ethel’s Kitchen é oferecer refeições saudáveis e saborosas às crianças e você certamente vai comprovar isso ao ver o abrangente cardápio infantil. As guloseimas apetitosas deste café aconchegante perto de Brighton incluem pão de ovo com frutas e xarope de bordo para o café da manhã e sanduíches de peixe empanado para o almoço. A atração adicional? Uma série de brinquedos para a crianças se divertirem enquanto os pais terminam a refeição.http://ethelskitchen.co.uk
Como chegar: partindo da estação Victoria em Londres, a viagem de trem leva pouco mais de uma hora até Hove. 

Namoro ao estilo de Downton Abbey

Lady Rose (Lily James)

Sem dúvida a mais alegre das moças de Downton, Rose tem uma predileção por se arrumar de forma impecável e sair para dançar a noite toda, só voltando para casa nas primeiras horas da manhã. Se você e seu par estão no início do romance e querem cair na farra, ou se está planejando uma viagem inesquecível com as amigas, o seu destino é Londres. A capital fascina Rose com seus bares de jazz e atualmente a vida noturna continua tão animada quanto naquela época. Se você gosta de jazz, reserve uma mesa no Ronnie Scott’s. Essa casa noturna é mundialmente famosa, mas ainda surpreende logo na entrada. Peça um cherry brandy (licor de cerejas) e aprecie o melhor jazz da cidade. www.ronniescotts.co.uk 

Para uma verdadeira imersão nos anos 1920, siga para a Prohibition Party, a festa da Lei Seca no Bloomsbury Ballroom, na qual as bebidas alcoólicas são disfarçadas em xícaras de chá, e passeie por Charleston. A norma de vestuário é rígida: chapéu para os rapazes e pérolas para as garotas. A data da próxima festa é 28 de junho e os ingressos já estão à venda. www.prohibition1920s.com 

Rose certamente ficaria extasiada ao ver a sala iluminada pela luz de velas, repleta de cavalheiros alinhados e garotas deslumbrantes, o típico público do Candlelight Club. O local para esse frequente evento surpresa não é revelado até você adquirir seus ingressos online, mas onde quer que seja, pode ter certeza de uma coisa: é onde a diversão acontece. www.thecandlelightclub.com

Rose é proveniente da Escócia. O fabuloso castelo Duneagle da família dela (na realidade, o belíssimo castelo Inveraray) foi o destino de férias dos Granthams e Crawleys no final da terceira temporada, mas assim que pôde, ela partiu para a agitação de Londres. Se Lady Rose vivesse no século 21, ela provavelmente não sentiria necessidade de fugir e seria seduzida pela atmosfera vibrante e animada de Glasgow, que foi agraciada com o status de Cidade da Música pela UNESCO. Então deixe seus ouvidos lhe guiarem e aproveite as noites com boa música. Há inúmeros bares e casas noturnas excelentes, para todos os gostos. O site Glasgow City of Music sempre tem a programação atualizada e dá para filtrar por gênero musical, de world music a country, hip hop e até swing! www.glasgowcityofmusic.com

Lady Edith (Laura Carmichael)

A escritora residente de Downton Abbey, Lady Edith – possivelmente a mais moderna das moças de Downton, considerando-se que ela tem um emprego – atrai a atenção do inteligente e culto Michael Gregson (Charles Edwards), editor da revista The Sketch. Se o seu romance é fundamentado em uma boa conversa, regada a jantares demorados, coloque um vestido maravilhoso e saia com seu amado rumo ao restaurante The Criterion, o local romântico do primeiro beijo do casal na quarta temporada. Foi inaugurado em 1874 e era o lugar para ver e ser visto na época de Edith. O menu é europeu contemporâneo e, se você está realmente apaixonada, há uma costela Galloway especial de 1 kg para duas pessoas. www.criterionrestaurant.com

Downton Abbey é uma propriedade fictícia, situada no condado de Yorkshire (este é muito real), e perto das aldeias de Ripon e Thirsk, mencionadas com frequência pelos personagens na série. É uma das áreas mais belas da Inglaterra e também o condado que abriga o restaurante mais estrelado no guia Michelin fora de Londres – portanto, para mais jantares e degustações de vinhos, siga para a terra de Edith. O Black Swan at Oldstead tem opções deliciosas à la carte, cardápio fixo, vegetariano e assados aos domingos, além de contar com quatro quartos convidativos, todos com varanda privativa (www.blackswanoldstead.co.uk). O Yorke Arms é outro restaurante agradável com quartos nas dependências (www.yorke-arms.co.uk), ao passo que o Pipe and Glass Inn remonta a uma época anterior a Downton, o século 15, e oferece algumas das refeições mais apetitosas que você já provou em um pub. (www.pipeandglass.co.uk)

Lady Mary (Michelle Dockery)

Obviamente, parece que romance é a última coisa que passa pela mente de Lady Mary no início da quarta temporada, mas não demora muito para que possíveis pretendentes comecem a rodeá-la. Mary não tem a típica aparência de “garota do interior”, com bochechas rosadas, mas a filha mais velha do conde e da condessa protege Downton Abbey com unhas e dentes e sente-se entusiasmadíssima com a aquisição recente de terras – ela se interessa bem mais por suas mansões do que pelas tentações da vida urbana. 

Mary não tem inibições quando se trata de atividades ao ar livre, basta lembrar-se da cavalgada com o malfado diplomata turco na primeira temporada. Se você também adora cavalos, faça uma reserva no ultrachique Coworth Park, que faz parte do grupo de hotéis de luxo Dorchester. É grandioso e glamoroso, com uma mansão do século 17 e área para polo, localizado a apenas 45 minutos do centro de Londres, viajando de trem ou de carro. Se quiser cavalgar, monte em um dos belos cavalos treinados do hotel e explore a extensa propriedade galopando. Para quem está aprendendo a cavalgar ou quer melhorar a técnica, há aulas básicas de montaria, assim como de adestramento de cavalos e de saltos, que podem ser feitas pelo casal. E o incrível spa do hotel irá aliviar o cansaço das pernas. www.dorchestercollection.com/en/ascot/coworth-park

Outro retiro campestre que passaria pelo crivo de Lady Mary é o Llangoed Hall, localizado no extremo da exuberante região de Brecon Beacons, no País de Gales. O hotel tem uma história fascinante: originalmente de posse da família MacNamara, obtido na vitória de um jogo de cartas no século 18, foi reestruturado como uma casa de campo em 1912 por Clough Williams Ellis. Sir Bernard Ashley, marido da estilista Laura Ashley, comprou a propriedade em 1987 e inaugurou o hotel em 1990. Atualmente é um dos destinos mais aconchegantes e românticos do País de Gales – até ganhou o prêmio de Hotel do Ano de Gales no ano passado e o prêmio de Melhor Restaurante da editora Conde Nast em 2014. Cada um dos quartos e suítes têm o estilo de Laura Ashley na mobília e um cuidado em cada pequeno detalhe para tornar a estadia especial, como flores recém-colhidas e garrafas de xerez em todos as acomodações. Mas quando o assunto é bebida, Lady Mary adora chá. Por sorte, o chá da tarde do Llangoed Hall é impecável, com deliciosos bolos caseiros e pãezinhos para serem degustados diante das lareiras crepitantes da Morning Room. www.llangoedhall.co.uk

Programas de verão na Grã-Bretanha - Parte 2

Locais perfeitos para fazer piquenique

Leve consigo guloseimas deliciosas, estenda uma toalha na areia ou na grama e aprecie um banquete ao ar livre em um dos agradáveis locais para um piquenique na Grã-Bretanha. Barafundle Beach em Pembrokeshire, na região oeste do País de Gales, é uma praia sossegada e que nunca fica lotada. Tem dunas de areia, piscinas naturais e cavernas para serem exploradas depois do almoço. Ou desembrulhe aqueles sanduíches diante da vista de lagos maravilhosos, como os encontrados na propriedade Stourhead em Wiltshire, região oeste da Inglaterra, onde também é possível fazer uma refeição em meio a templos clássicos e grutas encantadoras. 
www.visitpembrokeshire.com/explore-pembrokeshire/beaches/barafundle-bay 
www.nationaltrust.org.uk/stourhead

Para abrir o apetite, antes de atacar a cesta de piquenique, suba a montanha Orrest Head do Distrito dos Lagos, no noroeste da Inglaterra – o topo proporciona vistas maravilhosas do Lago Windermere e de Coniston Fells. Mas se estiver em busca de uma atividade bem intensa antes de encontrar um local para o piquenique com vistas panorâmicas, o Beecraig Country Park em West Lothian, Escócia (a cerca de meia hora de carro de Edimburgo), oferece a oportunidade de desfrutar de percurso de orientação, cavalgada, caminhada ou ciclismo. E, se precisar de algo mais substancial que sanduíches para repor as energias depois de tanta atividade física, há churrasqueiras para alugar. 
www.westlothian.gov.uk/tourism/countryparks/beecraigs/Beecraigsactivities

Atividade aquáticas

Uma das melhores formas de driblar o calor é o mergulho em uma piscina descoberta. Londres tem muitas delas: a Serpentine Lido, no Hyde Park, fica aberta de maio a setembro (e existe a possibilidade de nadar ao lado de patos e cisnes!), enquanto a famosa Tooting Bec Lido, na zona sul de Londres, com suas emblemáticas cabanas coloridas que servem de vestiário, recebe banhistas desde 1906. Já a Pools on the Park, em Richmond, perto do centro de Londres, abre sua piscina aquecida ao ar livre durante os meses de verão. 
www.serpentinelido.com 
www.wandsworth.gov.uk/info/644/leisure_centres_and_facilities/402/tooting_bec_lido 
www.springhealth.net/richmond 

Se você estiver em Bristol, no sudoeste da Inglaterra, depois de um mergulho na Bristol Lido pode apreciar uma refeição no restaurante ao lado da piscina. Situado no antigo terraço panorâmico da piscina Clifton, o projeto preserva as características originais vitorianas com a adição de janelas do chão ao teto, que proporcionam uma ótima vista da piscina. E, para nadar à noite em uma piscina olímpica aberta e de água salgada, vá à Stonehaven Open Air Pool em Aberdeen, no nordeste da Escócia. É possível adquirir ingresso para dar um mergulho à meia-noite. 
www.lidobristol.com 
http://stonehavenopenairpool.co.uk

Festivais de música

Há centenas de festivais de música o ano todo na Grã-Bretanha, mas na época do verão existem vários para escolher todo fim de semana. Há, obviamente, os maiores e mais famosos, como Festival da Ilha de Wight (12 – 15 de junho), Glastonbury (25 – 29 de junho), T in the Park, na Escócia (11 – 13 de julho) e o V Festival em Essex e Staffordshire (16 – 17 de agosto). Os eventos para toda a família incluem o Latitude em Suffolk, na região leste da Inglaterra (17 – 20 de julho), que combina música, comédia e arena para crianças, e o Port Eliot Festival na Cornualha, sudoeste da Inglaterra (24 – 27 de julho). O Camp Bestival em Dorset, sul da Inglaterra (31 de julho – 1º agosto) tem uma grande parte da área do festival dedicada às crianças (com corrida de karts, castelos infláveis, brinquedos de parque de diversões, aulas de atividades circenses e pintura facial infantil).

O Bestival é um festival de estilo mais exclusivo realizado na Ilha de Wight, sudeste da Inglaterra (4 – 7 de setembro). Com quatro dias de música ao vivo e Djs de primeira linha, é um dos festivais mas coloridos, no qual os frequentadores são incentivados a se vestir com pompa e estilo e o tema deste ano é ‘Desert Island Disco’, a era da discoteca em uma ilha deserta. O esporte se alia à música no Wakestock Music Festival na Baía de Cardigan, norte do País de Gales (11 – 13 de julho). É o maior festival de música e wakeboard da Europa, no qual é possível assistir a wakeboard durante o dia e uma série de grandes artistas, como Tom Odell e Razorlight, além de DJs famosos, à noite. E, se para você uma bela vista é tão importante quanto a música, o Hebridean Celtic Festival na Ilha de Lewis, nas Hébridas Exteriores da Escócia (16 – 19 de julho), oferece música celta no jardim do Castelo de Lewis, com vista para o porto de Stornoway e o cenário silvestre da ilha. Há voos para Stornoway partindo de Glasgow, Edimburgo e Inverness.

Consulte nosso guia de música para obter mais informações sobre os festivais de música da Grã-Bretanha: 

http://media.visitbritain.com/ImageLibrary/downloadMedia.ashx?MediaDetailsID=361935

Esportes – assistir ou praticar

Este verão promete ser um prato cheio para atividades esportivas. A febre do ciclismo está dominando a Grã-Bretanha, abrangendo desde Le Grand Départ da Tour de France em Yorkshire (norte da Inglaterra) em julho até o primeiro e inédito L'Eroica Britannia em Peak District (região central da Inglaterra). Veja astros do ciclismo internacional passarem zunindo por algumas das paisagens rurais mais pitorescas de Yorkshire, por atrações culturais e locais de interesse histórico, ou aprecie o que há de melhor nesta região da Grã-Bretanha em um ritmo bem mais tranquilo depois da corrida. Além disso, em Peak District e Derbyshire foi lançada uma programação dedicada ao Verão do Ciclismo, que incluirá a realização de mais de 100 eventos relacionados ao ciclismo até outubro nessa pitoresca região britânica. 
http://letour.yorkshire.com
www.eroicabritannia.co.uk

Os dias quentes de verão despertam naturalmente o desejo de estar perto da água. Siga para a Henley Royal Regatta (2 – 6 de julho), a apenas uma hora de trem de Londres, para torcer pelos remadores em mais de 200 competições. Ou viaje rumo ao sul para prestigiar a Cowes Week em agosto (2 – 9), o maior evento do calendário de iatismo que acontece ao largo da costa da Ilha de Wight, no sul da Inglaterra, no qual mais de mil iates participam da regata de primeira classe. 
www.hrr.co.uk 
www.cowes.co.uk.

E talvez você ainda dê sorte e consiga ingressos para o Torneio de Tênis de Wimbledon (23 de junho – 6 de julho), se estiver disposto a ficar na fila do lado de fora durante o torneio para ter a chance de comprar entradas para o mesmo dia. Permita-se saborear morangos com creme chantilly e uma jarra de Pimm’s sentado na colina que foi batizada de ‘Murray Mount’ (em homenagem ao campeão de Wimbledon em 2013, o britânico Andy Murray) e assista ao vivo toda a ação da quadra central em um telão, junto com a multidão. 
www.wimbledon.com/en_GB/tickets/index.html

Divirta-se nas paradas gays

A nova lei de casamento entre pessoas do mesmo sexo entrou em vigor na Inglaterra e no País de Gales em 29 de março (a Escócia seguirá na mesma direção ainda este ano) e as comemorações continuam durante o verão. A partir de maio, começa a temporada de paradas gays para proporcionar um verão de diversão, celebrando as comunidades de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros (LGBT). A Birmingham Pride, na região central da Inglaterra, dá início à folia neste fim de semana (24 e 25 de maio); Edimburgo celebra com a Pride Scotia Edinburgh, entre 18 e 22 de junho; a famosa Pride in London ocorre entre 22 e 29 de junho; ao passo que a mundialmente reconhecida Brighton Pride acontece entre 18 de julho e 2 de agosto. Além dessas, a Mardi Gras de Cardiff – Pride Cymru – está programada para 16 de agosto, tendo como pano de fundo o Castelo de Cardiff (o tema da parada deste ano é “O orgulho galês é...”). E o verão do orgulho culmina com uma grande festa e parada na Manchester Pride (22 – 25 de agosto).

Programas de verão na Grã-Bretanha

Conheça as praias

Como a Grã-Bretanha é uma ilha, não importa o destino da viagem: você nunca estará longe da costa. Sempre haverá praias adoráveis para escolher em todos os cantos, como os trechos de areia inexplorados e lagoas rasas da praia de West Wittering, na costa oeste de Sussex, sul da Inglaterra (a duas horas de carro de Londres). Há, ainda, vistas espetaculares de um castelo medieval e as Ilhas Farne, que ficam na praia de Bamburgh, em Northumberland, nordeste da Inglaterra (a uma hora de carro de Newcastle). Ao norte estão as areias brancas e o mar azul-celeste da Baía de Calgary da Ilha de Mull, na Escócia, e ao sul encontram-se as faixas de areia da Baía de Rhossili, no sul do País de Gales, que ficou entre as 10 praias mais bonitas em uma enquete com viajantes do TripAdvisor.

O litoral britânico proporciona a oportunidade de fazer longas caminhadas pela praia, nadar em um mar cristalino e refrescante, comprar sorvete dos tradicionais furgões estacionados ou provar frutos do mar frescos das barracas na praia. Caminhe em direção ao mar, ao longo de um dos emblemáticos píeres britânicos, abrangendo desde Blackpool no noroeste da Inglaterra e Brighton no sudeste da Inglaterra até Llandudno no norte de Gales, com sua abundância de diversão à beira-mar. Ou, se gostar de temas góticos, embarque em uma viagem à praia em Whitby, no norte de Yorkshire: trata-se da cidade litorânea onde o personagem Drácula, de Bram Stoker, chega a bordo de um navio durante uma tempestade.

Filmes ao ar livre

Os meses de verão são ótimos para assistir a filmes clássicos e contemporâneos tendo ao redor belos jardins, montanhas, castelos históricos ou mansões. O Luna Cinema realiza uma série de eventos de cinema ao ar livre em mansões e parques de todo o país, abrangendo desde musicais clássicos, como Grease, até sucessos atuais de bilheteria. Os locais incluem espaços no centro de Londres e diversos parques no sudeste da Inglaterra, como Sissinghurst e o castelo de Leeds em Kent. Para os eventos de cinema com piquenique, realizados na Inglaterra em julho e agosto, são selecionados locais com ambiente envolvente para a exibição de filmes. Contatos Imediatos do Terceiro Grau na Floresta de Hamsterley, no condado de Durham, nordeste da Inglaterra e O Iluminado no castelo de Muncaster, em Cúmbria, noroeste da Inglaterra, abrem a temporada de 2014.

www.thelunacinema.comhttp://picniccinema.co.uk

Parques e recreação

As cidades britânicas são excelentes para passar os meses de verão. Para começar, há uma grande quantidade de áreas verdes para passear, jogar bola ou simplesmente relaxar sob o sol – e todas as cidades têm parques. Confira por que o nome Glasgow em gaélico significa “estimado lugar verde”: a cidade tem uma série de parques, como o Kelvingrove (que também abriga o famoso museu e galeria de arte de Glasgow) e o Pollok Country Park, o maior da cidade (e lar do famoso acervo de Burrell).

Para os fãs de gastronomia, sempre há um festival de comidas durante o verão. O nordeste da Inglaterra realiza o EAT! NewcastleGateshead, com eventos para celebrar a produção local por meio de competições culinárias e barracas multiculturais. Já a capital da Escócia celebra a verdadeira cerveja britânica com o Scottish Real Ale Festival em Edimburgo, de 10 a 13 de julho. Também dá para simplesmente apreciar uma bebida refrescante de verão nos bares com vista panorâmica de algumas cidades – admire a Coluna de Nelson do Vista Bar, localizado no Trafalgar Hotel, em Londres, mergulhe na banheira do Roof Garden Playground de Manchester ou observe a construção dos prédios das faculdades antigas que compõem a Universidade de Cambridge no Varsity Hotel & Spa Roof Terrace da cidade.

www.eatnewcastlegateshead.comwww.scottishbeerfestival.org.uk,www.thetrafalgar.com,www.eclectichotels.co.uk/great-john-street/roof-garden-playground.aspx,www.thevarsityhotel.co.uk

Diversão em família

Não importa se você está viajando com crianças ou adolescentes, sempre há uma grande variedade de atrações na Grã-Bretanha para todas as faixas etárias. O castelo de Warwick no oeste da Inglaterra, por exemplo, tem duelos entre cavaleiros, exibições de aves de rapina, espetáculo de disparos de trabuco e Horrible Histories Foul Fayres – jogos e aventuras históricas repletas de ação – além da oportunidade de explorar um verdadeiro castelo medieval. Os fãs de dinossauros, por sua vez, devem visitar a Ilha de Wight, ao largo da costa sul da Inglaterra, conhecida como Ilha dos Dinossauros, em virtude de sua tradição na descoberta de espécies desses animais. As famílias podem conhecer os dinossauros em movimento e em tamanho real do parque temático mais antigo da Grã-Bretanha, o Blackgang Chine. É possível, ainda, participar de caminhada com guia para ver fósseis ou fazer download da trilha do aplicativo Dinosaur Island. E, se seus filhos estão sempre cheios de energia, a região montanhosa da Escócia oferece muita aventura ao ar livre. O Landmark Forest Adventure Park (a meia hora de carro de Inverness) tem atividades como a trilha do Tarzã, percursos sobre cordas, escalada na Fire Tower, rafting em corredeiras, pistas para minicarros e pequenas escavações!

www.warwick-castle.comwww.visitisleofwight.co.uk/dinosaur-islandwww.landmarkpark.co.uk

Exposições de flores e belos jardins 

As exposições de flores da Grã-Bretanha incorporam o brilho do verão. Admire as flores artísticas e coloridas do Chelsea Flower Show (20 a 24 de maio), a exibição de flores requintadas com pano de fundo histórico no Hampton Court Flower Show (23 a 27 de julho) e a animada exposição de horticultura no RHS Garden Show, no Tatton Park em Cheshire, noroeste da Inglaterra (23 a 27 de julho).

O Chelsea Flower Show apresenta o RHS Chelsea at Twilight (23 de maio), uma noite regada a champanhe e opereta. O Hampton Court show terá uma noite de pré-estreia, com um show espetacular de fogos de artifício, ao passo que o Tatton Park contará com um exclusivo Ladies Day, quando bandas e artistas ambulantes oferecerão entretenimento no local do evento.

A Grã-Bretanha é um paraíso para os fãs de flores e vegetação. Exemplos disso são o elegante paisagismo dos jardins de Capability Brown em algumas das mansões mais conhecidas da Grã-Bretanha, como Althorp, Northamptonshire, lar de infância da princesa Diana, e em Alnwick, Northumberland, onde foi gravada boa parte dos filmes de Harry Potter. Para ver flores exóticas, siga para o extremo norte da Escócia: em Inverewe, norte de Skye, as correntes quentes do Golfo propiciam o crescimento de flores tropicais.


Dez castelos para hospedagem no Reino Unido

Castelo Ruthin, Denbighshire, norte do País de Gales 

Originalmente conhecido como o Castelo Vermelho no Grande Pântano, Ruthin foi construído no final do século 13 por Dafydd, irmão do príncipe Llywelyn. Sua história sangrenta inclui “atrações” como uma masmorra, uma arena de açoitamento e um tanque para afogamento. Felizmente esses dias ficaram no passado e o castelo agora é um hotel romântico que promove banquetes medievais para os hóspedes se regalarem como Henrique VIII, um dos antigos proprietários do local. Fica em uma área de parque natural, perto da cidade medieval de Ruthin, a cerca de uma hora de trem de Manchester, nordeste da Inglaterra. As diárias custam a partir de 65 libras (245 reais). www.ruthincastle.co.uk 

Chateau Rhianfa, Anglesey, norte do País de Gales 

Construído em 1849 pelo baronete de Bodelwyddan e sua esposa, o Chateau Rhianfa foi inspirado nos chateaux do Vale do Loire francês e conserva o mesmo estilo até hoje. A propriedade de 21 quartos é tombada e tem torres, adegas de vinho e um grande salão para banquetes, além de vistas incríveis do Estreito de Menai. Uma estadia com uso exclusivo do chateau (acomoda 32 pessoas) custa a partir de 7 mil libras (26.400 reais). O castelo fica a 3 horas e meia de Londres, viajando de trem. Quem preferir chegar em grande estilo pode utilizar um helicóptero e pousar no terreno do castelo. www.amazingvenues.co.uk/venues/chateau-rhianfa/discover-chateau-rhianfa 

The Fortalice, Blairgowrie, Escócia

Originalmente construído em 1560 como uma residência fortificada para proteger os Ogilvys de Airlie dos saqueadores que travavam batalhas religiosas, hoje The Fortalice oferece quartos luxuosos decorados com camas de quatro colunas e um grande salão, dominado por uma lareira e teto com refinada pintura à mão. Com seis quartos, o castelo acomoda 12 pessoas e os preços começam em 3.950 libras por semana (14.890 reais). Tendo como pano de fundo a belíssima paisagem rural escarpada de Perthshire, The Fortalice está situado a 2 horas e meia do aeroporto de Edimburgo, partindo de carro. www.statelyescapes.co.uk/scotland/the-fortalice

Castelo Aldourie, Inverness, Escócia

O histórico castelo Aldourie tem estilo baronial escocês e é o único castelo habitável na margem sul do famoso Lago Ness. Com torres e fortalezas, portas ocultas, antigos retratos de família e imensas lareiras, Aldourie é um castelo medieval em sua essência. A propriedade pertenceu à mesma família por 250 anos e agora está disponível para locação. Os hóspedes podem fazer uso exclusivo do castelo de 15 quartos. Situado em um terreno particular de 2 mil metros quadrados, o Aldourie fica a 8 quilômetros de Inverness e a 30 minutos de carro do aeroporto da cidade. www.aldouriecastle.co.uk

Hotel-Castelo Tulloch, Ross-shire, Escócia

Datado do século 12, quando apenas o senhor ou chefe do clã podia desfrutar de uma estadia em um castelo nas montanhas escocesas, o Tulloch preserva várias das características daquele período. Isso inclui um grande salão revestido de painéis de 250 anos, lareiras, tetos originais restaurados e até um fantasma amistoso! Um belíssimo hotel com 20 suítes, o Tulloch é uma opção de preço acessível para aqueles que não contam com um orçamento de rei. As diárias custam a partir de 65 libras (245 reais). Fica a 45 minutos de carro do aeroporto de Inverness nas Highlands escocesas. www.bespokehotels.com/tullochcastlehotel

Castelo Crom, condado de Fermanagh, Irlanda do Norte

Situado em um acidentado parque natural, onde já eclodiram batalhas jacobinas, a propriedade Crom no condado de Fermanagh beneficia-se de uma localização sem igual na região dos lagos da Irlanda do Norte. Sede histórica dos condes de Erne por mais de 350 anos, o castelo foi projetado pelo mesmo arquiteto inglês responsável por partes do Palácio de Buckingham. Atualmente, há acomodação para até 12 pessoas nos seis quartos da ala oeste do castelo e sala de jantar com esplendor supremo abrigado sob o teto de abóbada cilíndrica no antigo salão Billiard. Uma locação exclusiva custa a partir de 4 mil libras por semana (15.080 reais) e o castelo fica a cerca de duas horas de carro dos aeroportos de Dublin e Belfast. www.cromcastle.com

Castelo de Dungiven, Londonderry, Irlanda do Norte 

Outrora lar ancestral do clã O'Cahan, que governou a região entre os séculos 12 e 17, o castelo de Dungiven está impregnado de história. A canção mundialmente famosa ‘Danny Boy’ foi inspirada em uma melodia que lamenta a morte do último integrante de uma longa linha de sucessão de chefes do clã O’Cahan, que foi enterrado no antigo priorado, a pouco minutos de caminhada do castelo. Hoje em dia é uma pousada quatro-estrelas administrada por uma família, e a propriedade é considerada um tesouro escondido da Irlanda do Norte. Viajando de carro, Dungiven fica a uma hora de Belfast e a 20 minutos de Londonderry.www.dungivencastle.info

Castelo de Thornbury, Cotswolds, Inglaterra

Desfrute de sonhos dignos da realeza na cama mais larga de quatro colunas da Inglaterra ou passe a noite no dormitório do duque, onde o rei Henrique VIII e Ana Bolena dormiam 500 anos atrás. Arquitetura Tudor adornada, quartos suntuosos com tapeçarias de parede e jardins históricos murados completam a grandiosidade do castelo de Thornbury. As diárias custam a partir de 175 libras (660 reais). O castelo está localizado no limite da bela região campestre de Cotswolds, em Gloucestershire, centro-oeste da Inglaterra, a cerca de uma hora e meia de carro do aeroporto de Heathrow, em Londres. www.thornburycastle.co.uk

Castelo de Amberley, West Sussex, sul da Inglaterra

Um segredo muito bem guardado por 900 anos em South Downs, o castelo de Amberley era, originalmente, um alojamento de caça para os bispos de Chichester. Hoje em dia os hóspedes podem seguir o rasto da realeza adentrando a porta levadiça e os muros de 18 metros, pelos quais passou aquela que foi proprietária de 1588 a 1603: a rainha Elizabeth I. Com incrível arquitetura medieval, o castelo está imerso em história, mas não há nada de ultrapassado em seus 19 quartos luxuosos, muitos com camas de quatro colunas e banheiras de hidromassagem. Seja mimado como um membro da realeza em quartos a partir de 230 libras a diária (868 reais). Fica a uma hora e meia de trem de Londres. www.amberleycastle.co.uk

Hotel-Castelo Langley, Northumberland, nordeste da Inglaterra

Desde sua construção em 1350, durante o reinado de Edward III, o castelo de Langley é associado à tumultuada história da monarquia. Durante o século 17, a propriedade pertenceu aos condes de Derwentwater, que participaram dos levantes jacobitas de 1715 e foram executados na Torre de Londres. Atualmente um luxuoso hotel abrigado em uma área de 40 mil metros quadrados de região florestal, o castelo preserva sua integridade arquitetônica e permite que os hóspedes desfrutem de camas de quatro colunas e sofás junto às janelas, tudo cercado pelas paredes de 2 metros de espessura do castelo. Langley fica a três horas e meia de trem de Londres e as diárias custam a partir de 78 libras (295 reais). www.langleycastle.com


10 experiências culinárias para os interessados na arte de cozinhar

Escola de frutos do mar, Cornualha, sudoeste da Inglaterra

Rick Stein colocou a Cornualha no mapa da culinária com seus restaurantes de frutos do mar em Padstow e você pode aprender alguns truques do ramo na Seafood School, localizada na cidade. Os cursos são concebidos para abranger todos os aspectos da cozinha de frutos do mar. Nas palavras dele: “Quase sem perceber, você aprende tudo, desde cortar linguado em filés, fritar lula, refogar peixe até cozinhar badejo no vapor.” Padstow fica a quatro horas de trem partindo de Londres. A estação mais próxima é Bodmin Parkway e depois são mais 15 minutos até a cidade. www.rickstein.com/Seafood-School.html.

O ofício de açougueiro no Ginger Pig, Londres

As aulas de açougueiro no Ginger Pig, na área de Marylebone, centro de Londres, são dadas por uma equipe de profissionais experientes, que oferecem diversos cursos noturnos com o objetivo de ensinar tudo sobre carne – sua procedência, como e quando é indicada, além de várias técnicas básicas do ofício de açougueiro. Você vai aprender tudo sobre corte de carne, processo de maturação, como fazer salame, carnes curadas e linguiças. Há aulas que abrangem também o corte de carne de vaca, porco e cordeiro. Todos os cursos em Londres são realizados na loja de Marylebone do Ginger Pig. Também há uma barraca no Borough Market, perto da London Bridge. www.learnbutchery.co.uk.

Escola de culinária com vinícola, Vale de Glamorgan, sul do País de Gales

A escola de culinária de Angela Gray utiliza os melhores ingredientes da estação, portanto as aulas variam de acordo com o que está disponível na época do ano, como carne de caça. Eles também oferecem aulas temáticas, como culinária para o Ano Novo chinês, Natal ou Páscoa. A escola de culinária faz parte da Llanerch Vineyard, uma vinícola galesa em funcionamento no interior de Glamorgan, a 20 minutos de Cardiff, com bistrô, restaurante, hotel e chalés para alugar. http://llanerch-vineyard.co.uk/angela-gray-s-cookery-school 

Escola de culinária Bertinet Kitchen, Bath, oeste da Inglaterra

Que tal fazer uma massa? A Escola Bertinet, no centro da bela e histórica cidade de Bath, é especializada em preparo de massa de pão e oferece cursos para amadores e profissionais. Richard Bertinet, proveniente da Bretanha, França, aprendeu o ofício de padeiro com 14 anos de idade e mudou-se para o Reino Unido no final da década de 1980. Ele foi cozinheiro do Hotel Chewton Glen antes de abrir a escola em 2005. Além das aulas de forno, há cursos sobre como fazer tortas perfeitas. Bath fica a 90 minutos de trem de Londres ou a apenas uma hora da capital do País de Gales, Cardiff. www.thebertinetkitchen.com.

Cozinhando com Claire, Kinloch Lodge, Ilha de Skye, norte da Escócia

Claire Macdonald, que recentemente publicou seu 18º livro de culinária, dá cursos no Kinloch Lodge, um hotel de luxo na romântica ilha de Skye. Ela é casada com o lorde Macdonald, Godfrey Macdonald of Macdonald, líder do clã Donald. O hotel tem uma estrela no guia Michelin, cuja cozinha é chefiada pelo brasileiro Marcello Tully. Os cursos combinam o ensino de técnicas de culinária com a oportunidade de explorar esta bela ilha que compõe as Hébridas. É uma ótima oportunidade para percorrer de carro os 96 quilômetros que a separam de Inverness, na região montanhosa da Escócia, e admirar vistas espetaculares. A cidade de Inverness tem um aeroporto internacional. www.kinloch-lodge.co.uk/Cookery.aspx.

Preparo de bolos na Betty’s, Harrogate, Yorkshire, norte da Inglaterra

Betty’s oferece deliciosas guloseimas em sua famosa casa de chá em Yorkshire desde 1919. Ali também são promovidos cursos de culinária, onde é possível aprender várias técnicas, desde assar pão a fazer chocolate, ou preparar delícias em uma única panela até generosas refeições de quatro pratos. Conheça os cursos “Cozinhando com chocolate", “Divertimento sem esforço“, ou "Caixa de chocolate", nos quais você pode aprender a delicada arte de endurecimento manual do chocolate, criando recheios deliciosos e diferentes acabamentos. No final do dia, você levará para casa uma seleção de irresistíveis chocolates artesanais. Harrogate fica a apenas 45 minutos de carro da histórica cidade de York e a três horas de trem de Londres.www.bettys.co.uk/About_Bettys/Bettys_Cookery_School.aspx.

Culinária sem glúten em River Cottage, Dorset, sudoeste da Inglaterra

Escritor e chef de cozinha com um programa na TV, Hugh Fearnley-Whittingstall oferece uma variedade de cursos em sua escola de culinária em Dorset (a 48 km da cidade de Exeter, em Devon, sudoeste da Inglaterra). Há aulas que abordam desde “Preparo de porco em um dia” à produção de queijo. E para aqueles que necessitam de dieta especial, é possível saber mais sobre culinária sem glúten. No curso aprende-se a cozinhar na prática, oferecendo aos alunos auxílio e instruções sobre como seguir uma dieta sem glúten. Tudo começa com um passeio de trator pela fazenda, para encontrar a nutricionista e anfitriã Naomi Devlin e conhecer a famosa casa de fazenda River Cottage e sua horta. www.rivercottage.net/shop/product/gluten_free_cookery.

Cozinha orgânica, Devon, sudoeste da Inglaterra

A empresa Riverford teve início quando Guy Watson começou a entregar legumes na região para 30 amigos em Devon. Hoje em dia a companhia entrega cerca de 40 mil caixas por semana para lares de todo o Reino Unido, que saem das fazendas regionais, oferecendo o melhor da produção orgânica. Na matriz em Buckfastleigh, Devon, no limite de Dartmoor, sudoeste da Inglaterra, é possível experimentar os produtos frescos no restaurante da fazenda, Field Kitchen. Eles também oferecem cursos em Londres e outras regiões do país, ministrados pela equipe de cozinheiros da Riverford. www.riverford.co.uk.

Comida artesanal em Sherwood Forest, Nottinghamshire, centro da Inglaterra

Localizada em Nottinghamshire, local geralmente mais associado ao herói Robin Hood, a School of Artisan Food (Escola de Comida Artesanal) oferece cursos sobre como fazer pães, queijos, fermentação, corte de carnes, frios e conservas. O acesso à escola é fácil partindo de Londres: são duas horas de trem até chegar à vizinha Nottingham, que fica a 45 minutos de carro do destino final. www.schoolofartisanfood.org.

O chá da tarde perfeito, County Fermanagh, Irlanda do Norte

A escola de culinária Belle Isle abriu suas portas em 2003, com instalações moderníssimas nas dependências do Castelo de Belle Isle, perto do Lago Erne no condado de Fermanagh (a cerca de duas horas de carro de Belfast). Trata-se da primeira escola desse tipo na Irlanda do Norte. Há uma grande variedade de cursos disponíveis, tanto para iniciantes quanto para os mais experientes, inclusive aulas sobre como criar um perfeito chá da tarde com champanhe! www.irishcookeryschool.com.


Chapéu - o acessório britânico essencial

Se você quiser progredir, adquira um chapéu. O povo britânico sustenta essa máxima há séculos e, embora os chapéus tenham aumentado, diminuído e se transformado em formatos fantásticos (incluindo sorvete de casquinha, placas do metrô de Londres e até uma versão da quadra principal de Wimbledon), eles permaneceram, de modo constante, na cabeça de muitos britânicos de estilo.

Do filme Quatro Casamentos e um Funeral ao casamento real do duque e da duquesa de Cambridge em 2011, o mundo inteiro sabe que uma verdadeira mãe de noiva britânica precisa usar um chapéu que transmita uma mensagem. A congregação de convidados deve exibir um mar de cabeças adornadas com cores, seda e penas. Em grande parte graças ao casamento real, os chapéus tiveram um renascimento nos últimos tempos e se você quiser adquirir o seu, seja um modelo bem chamativo ou discreto, selecionamos abaixo excelentes estilistas de chapéus britânicos. Uma delas, Victoria Grant (www.victoriagrant.co.uk), está no Brasil para participar da São Paulo Fashion Week, uma vez que algumas de suas criações serão usadas pelas modelos que desfilarão a coleção Primavera/Verão 2015 de Reinaldo Lourenço nesta sexta-feira, 4 de abril.


Stephen Jones – Nascido em Liverpool, Jones é sinônimo de chapéus. Graças à sua criatividade, personalidade marcante e alto nível de especialização, ele é fornecedor de chapéus para uma lista de famosas, na qual já figuraram a princesa Diana e as Spice Girls. Foi um dos curadores da exposição sobre chapéus do museu V&A e criou os adornos de cabeça para desfiles de moda de estilistas do calibre de Vivienne Westwood, Jean Paul Gaultier, Galliano e Marc Jacobs, entre outros. Ele estudou na famosa escola de arte Saint Martin (agora Central St Martins), participou do Blitz nightclub, evento consagrado no mundo da moda que foi realizado em Covent Garden em 1979, e morou com Boy George e Grayson Perry, que competiam entre si para ver quem usava os trajes mais exagerados. Sua coleção de chapéus já teve nomes fabulosos ao longo das décadas, como ‘Assassinato pela Chapelaria’, ‘Passaporte para o Prazer’ e ‘E=mc2’. Além de chapéus, agora é possível comprar perfumes Stephen Jones também em suas lojas de Covent Garden e Dover St Market. Os chapéus têm preços a partir de 250 libras (940 reais). A loja de departamentos Debenhams comercializa a linha ‘Top Hat by Stephen Jones’, com preços mais acessíveis, variando de 21 a 120 libras (79 a 452 reais).stephenjonesmillinery.com.

Corbett – Todos os olhares se voltaram para Carole Middleton quando ela desceu de seu carro em 29 de abril de 2011 para ver a filha se casar com o príncipe William – e então todos viram o belo chapéu com aba azul que ela usava. O chapéu foi confeccionado por Jane Corbett, modista de chapéus de Berkshire que foi treinada por Rose Cory, chapeleira da falecida rainha-mãe. Desde o casamento, Carole Middleton recomendou Jane às suas duas filhas, as quais foram vistas usando criações de Corbett. A duquesa usou uma das criações na festa de verão ao ar livre do palácio de Buckingham no ano passado. Muitos dos chapéus vistos nas corridas de cavalo de Ascot e Glorious Goodwood levam a assinatura de Jane Corbett. . Os chapéus dela custam entre 350 e 500 libras. janecorbettmillinery.wordpress.com.

Philip Treacy – Um dos maiores nomes em criação de chapéus, Philip Treacy foi responsável por mais de 30 dos exemplares usados no casamento real, incluindo o controverso modelo da princesa Beatrice e o chapéu pillbox azul-escuro de Victoria Beckham. Ele também é o homem por trás das criações mais elaboradas de Lady Gaga, incluindo os chapéus em formato de telefone e de lagosta. Gaga até se candidatou a um estágio com o estilista e fez a abertura do desfile dele com tema de Michael Jackson em setembro do ano passado. Em entrevista ao jornal The Guardian logo após o casamento real, ele disse, “eu não poderia ser mais irlandês, mas comemoro o lado britânico por meio de chapéus.” Quando ele conheceu a rainha, perguntou: “A senhora gosta de usar chapéus?” E contou que ela recuou e disse: “Faz parte do uniforme.” Veja as peças em sua loja de Londres, perto da Sloane Square. philiptreacy.co.uk.

Robyn Coles Millinery – Robyn Coles começou sua carreira como compradora para marcas de alta costura, então quando mudou para o segmento de chapéus, não precisou começar do zero, pois já estava familiarizada com o universo da moda. Munida de um diploma de confecção de chapéus da London School of Fashion, Robyn decidiu sair de Londres e voltar para Cardiff em 2010, para montar seu próprio negócio. Neste curto período, ela exibiu sua coleção na Semana de Moda de Londres duas vezes. O desfile mais notório mostrou modelos totalmente nuas de chapéu, de variados formatos e tamanhos. Neste ano, ela exibiu sua coleção SS13 no Chelsea Flower Show e os chapéus tinham um tema diferente, relacionado a jardins. A butique dela em Castle Arcade, Cardiff, é um verdadeiro paraíso de chapéus. É possível ver Coles e sua equipe trabalhando no local e encomendar um modelo sob medida. A princesa Eugenie é fã do trabalho de Robyn. robyncoles.com.

William Chambers – O modista William Chambers cita a arquitetura de Glasgow como uma de suas fontes de inspiração, então é para quem busca algo um pouco diferente. Acrescente a isso o fato de que Ana Matronic da banda Scissor Sisters e a fashionista extravagante Anna Dello Russo já usaram suas criações e você começa a ter uma ideia do estilo singular. Ele começou a confeccionar chapéus em 2007 e teve sua grande oportunidade logo depois que a pop star Roisin Murphy usou uma de suas criações em uma turnê pela Europa: isso atraiu a atenção da imprensa, depois vieram um prestigioso prêmio nacional de criatividade e, em 2009, seu próprio estúdio e sala de exposição em Glasgow. O colega modista Stephen Jones é fã dele e Chambers participou na exibição “Hedonismo” de Jones na Semana de Moda de Londres. As lojas Harrods, Fenwick e Fortnum and Mason de Londres revendem os chapéus de William. Na Escócia eles são encontrados na Harvey Nichols de Edimburgo ou marcando horário no showroom dele em Glasgow. Há acessórios a partir de 80 libras (300 reais) e chapéus a partir de 150 libras (564 reais). williamchambers.co.uk 

Lock & Co. – A loja de chapéus mais antiga do mundo é a Lock & Co. Ltd. e também umas das empresas familiares mais longevas que continuam em atividade. Fundada em 1676, a Lock & Co. agora ostenta um Selo de Fornecedor Real para o duque de Edimburgo e o príncipe de Gales. Embora a empresa confeccione chapéus para mulheres, este é o lugar para os cavalheiros irem se quiserem obter acessórios de cabeça. Aqueles que visitarem o local estarão seguindo os passos de Sir Winston Churchill, Charlie Chaplin e Lord Nelson. Sejam chapéus de equitação, de palha, de feltro ou uma cartola, você vai encontrar algo sob medida na Lock e sair de lá alguns centímetros mais alto! lockhatters.co.uk


Viagens econômicas no Reino Unido - Parte 5: Belfast e Cardiff

48 HORAS EM BELFAST


Hospedagem

Há acomodações econômicas de todos os tipos e tamanhos na capital da Irlanda da Norte, abrangendo desde os três hotéis Premier Inn da cidade – inclusive um próximo ao museu Titanic – até o hostel Vagabonds no agitado bairro de Queen. No verão, o hostel organiza noites com churrasco em sua cervejaria ao ar livre (as diárias variam de 13 a 40 libras / 51 a 156 reais). Vale a pena conferir também as promoções dos hotéis-butique da cidade. O Ten Square Hotel, localizado atrás da prefeitura e perto das principais atrações de Belfast, está oferecendo diárias a partir de 90 libras (351 reais) em dias específicos de 2014. www.premierinn.com, www.vagabondsbelfast.com/homepage, www.tensquare.co.uk.

Alimentação

Devore saborosas comidas de rua como hambúrguer de cordeiro ou lula por menos de 7 libras (27,50 reais) no Cloth Ear, o bar aberto ao público do hotel cinco-estrelas Merchant, enquanto aprecia a decoração peculiar do local. Você verá alces de madeira, partituras de música clássica das décadas de 1930 a 1950 e itens de vestuário da antiguidade. www.themerchanthotel.com/index.php/dining-at-the-cloth-ear.html.

Gosta de frutos do mar? Então siga para o Mourne Seafood Bar, dedicado a oferecer jantares com preços acessíveis à base de frutos do mar, que são cultivados pelo próprio restaurante. Dois pratos no horário do almoço custam apenas 16,50 libras (65 reais) e é possível degustar meia dúzia de ostras por 7 libras (27,50 reais) no balcão do bar. www.mourneseafood.com/belfast.php.

Compras

Lojas independentes e originais, além de restaurantes e cafés badalados, se estendem pelo principal bairro comercial de Belfast. A Lisburn Road é um bom ponto de partida para economizar e, se a ideia é encontrar algo diferente, visite a Fresh Garbage. Uma instituição de Belfast há cerca de 40 anos, a loja é especializada em roupas e acessórios étnicos, de rua, dança e rock – trata-se de um dos principais varejistas da cidade e seu bolso vai agradecer a visita. http://thelisburnroad.com, http://visit-belfast.com/things-to-do/member/fresh-garbage. Você também vai encontrar bons descontos em lojas famosas como Marks & Spencer, Adidas e Gap no outlet de Belfast, o Junction One. www.junctionone.co.uk.

Atrações

Os fãs de dois dos filhos mais famosos de Belfast – o autor C.S. Lewis e a lenda do futebol George Best – podem embarcar por conta própria em um itinerário relacionado aos seus heróis. Conhecer os lugares que os influenciaram quando jovens e os inspiraram na profissão é uma ótima maneira de visitar os pontos de interesse da região leste de Belfast. Faça download dos itinerários em www.communitygreenway.co.uk/trails. Descubra mais sobre a história de Belfast no Museu Ulster, que também abriga uma grande variedade de exposições de arte, inclusive coleções de cerâmica e vidro. www.nmni.com/um.

Se estar ao ar livre é o que o atrai, caminhe pelos belos jardins com roseiras, alamedas cercadas por plantas e árvores raras no Belfast Botanic Gardens and Palm House – um dos locais favoritos dos moradores desde que se tornou parque público em 1895. Até mesmo os meses de inverno são uma boa época para as atividades ao ar livre em Belfast, como admirar o espetáculo incrível de milhares de pássaros vindos de regiões mais frias para se estabelecer na Harbour Reserve de Belfast. www.discovernorthernireland.com/Belfast-Botanic-Gardens-and-Palm-House-Belfast-P2787, www.rspb.org.uk/reserves/guide/b/belfastlough.

48 HORAS EM CARDIFF


Hospedagem

Além de oferecer preços que são uma pechincha (dependendo da antecedência com que você reservar, um dormitório compartilhado pode custar a partir de 11 libras/43 reais a diária!), o Bunkhouse Cardiff, no centro da cidade, é um lugar excelente tanto para beber quanto para dormir. Sendo hóspede, você terá acesso gratuito ao bar e à boate no andar de baixo, além de 10% de desconto nas bebidas. www.bunkhousecardiff.co.uk. Ou, se quiser aproveitar a oportunidade de se hospedar no hotel mais antigo de Cardiff, vá para o Royal Hotel Cardiff – construído em 1896 e abrigado em um edifício tombado – no qual há quartos disponíveis a partir de 49 libras (191 reais) a diária. www.royalhotelcardiff.com.

Alimentação

100% vegetariano, orgânico e praticante de comércio justo, o Milgi é um espaço sem similar que abrange restaurante, bar, café, galeria e área para música ao vivo, com bons preços. Experimente o almoço vegetariano por menos de 9 libras (35 reais) aos domingos ou participe das noites com curry e clube de arte por 6,50 libras (25,50 reais). Todo terceiro domingo do mês o Milgi realiza uma feira com barganhas a 1 libra (3,90 reais). www.milgishopping.com.

Comida de qualidade com bons preços é o que distingue o Canteen on Clifton Street – o animado restaurante serve muito mais que comida típica de cantina. Com 15 libras (59 reais) você saboreia dois pratos de um cardápio no qual, no passado, já figuraram delícias como caldo toscano e bolinho de risoto com pesto de salsa ou thali de carne, prato típico indiano com várias porções pequenas. http://canteenoncliftonstreet.com.

Compras

Lojas de departamentos, lojas de brinquedos, alta costura das ruas de comércio – tudo em um só lugar para comprar com conveniência no St David’s Dewi Sant, se você for ficar apenas dois dias na capital galesa. www.stdavidscardiff.com. Também é possível encontrar barganhas no complexo independente Barker Cardiff, no Castle Arcade da cidade. Concebido para oferecer estilo com preços acessíveis, é o campeão de marcas independentes – atualmente tem direitos exclusivos de revenda da marca de inspiração vintage Two Stoned. www.barkercardiff.com. Os caçadores de pechinchas de itens vintage devem conferir as pilhas de vestidos, acessórios e objetos retrô colecionáveis na Hobo’s Vintage, no High Street Arcade, que fica no bairro Castle Quarter. www.cardiffhighstreetarcade.co.uk/index.php.

Atrações

Visite a capital galesa nos meses de verão do hemisfério norte e aproveite os diversos eventos gratuitos realizados durante o Festival de Cardiff. Estão previstos shows de música ao vivo, apresentação de artistas de rua, carnaval e feiras de alimentos produzidos na região. www.cardiff-festival.com

Em qualquer época do ano é possível apreciar um dos museus gratuitos mais fascinantes da cidade. Descubra como era a vida e a cultura no País de Gales ao longo dos séculos no Museu de História Nacional de St Fagan, nas dependências do castelo St Fagan, perto do centro da cidade. www.museumwales.ac.uk/en/stfagans. Ou aprofunde-se em arte, história natural e arqueologia no Museu Nacional de Cardiff. www.museumwales.ac.uk/cy/cardiff.

E a melhor maneira de passar a hora do almoço ou o início da noite é apreciando as apresentações gratuitas do Wales Millennium Centre. Além da bela fachada, ali é possível ouvir de tudo, de jazz a música clássica, de corais a orquestras de instrumentos de sopro, de world music a recitais de literatura. www.wmc.org.uk.


Viagens econômicas na Escócia - Parte 4: Glasgow e Edimburgo

48 HORAS EM GLASGOW


Hospedagem

O charme do velho mundo aliado a serviços contemporâneos – é assim que o 15 Bed & Breakfast Boutique Hotel se posiciona no mercado. Recém-inaugurado, tem quartos a partir de 100 libras (390 reais) a diária e fica no coração do bairro boêmio de West End. http://15glasgow.com. Luxo acessível é o jargão em voga na cidade – você vai encontrar mobília peculiar e design elegante no hotel CitizenM, no centro da cidade, no qual a diária custa a partir de 60 libras (235 reais). www.citizenm.com/glasgow.

Alimentação

Sauchiehall Street, uma das ruas mais movimentadas de Glasgow, é ótima para fazer saborosas refeições a preços competitivos. Cocktail & Burger é um bar e restaurante elegante no porão de um edifício, com clima descontraído e ambiente estiloso, onde há opções de almoço por 5 libras (20 reais). www.cocktailandburger.com. Se preferir uma boa carne, mais adiante na mesma rua encontra-se o Butchershop Bar & Grill. Às terças-feiras você pode aproveitar a noite de “Burger vs Steak Frites”, que inclui hambúrguer ou filé com fritas e uma garrafa de vinho por 30 libras (117 reais). www.butchershopglasgow.com.

Se você aprecia comida indiana, Dhabba oferece de tudo, afinal o nome é uma homenagem aos restaurantes de beira de estrada do norte da Índia, que servem comida simples para os viajantes famintos. Há desde ‘thalis’ (uma refeição completa em um prato, com curries, arroz, dahl e roti), carnes tandoori, cozidas em um tradicional forno de argila, e ‘Dum Pukht’ (pratos tradicionais preparados no forno, que remontam ao século 18). Confira as ofertas do fim da tarde e início da noite, no horário que antecede as peças de teatro: todos os pratos principais do menu à la carte saem pela metade do preço. www.thedhabba.com.

Compras

Faça como os moradores de Glasgow e siga para o Barrowlands Market (ou Barras, como os locais o chamam) no fim de semana. As barracas deste mercado de pulgas vendem objetos usados, comida, kilts, máquinas fotográficas, casacos de pele e legumes frescos, tudo a preços módicos. www.glasgow-barrowland.com/market/barras.htm. Para quem busca as últimas tendências da moda, a Style Mile de Glasgow é perfeita. Localizada entre a Princes Square e a Buchanan Street, esta área abriga grandes grifes, além de shopping centers e lojas com preços mais acessíveis.

Atrações

É possível desfrutar de cultura nacional e mundial em Glasgow sem gastar um centavo. Conheça o Riverside Museum (eleito European Museum of the Year em 2013) e admire as exposições de carros, bicicletas, navios, bondes e trens do passado e do presente, além de exibições interativas e a reprodução de uma rua histórica de Glasgow www.glasgowlife.org.uk/museums/riverside/Pages/default.aspx. Em seguida, visite o Hunterian Museum and Art Gallery, onde é possível ver artefatos romanos e objetos das viagens do Capitão Cook, que fazem parte do acervo do museu. www.gla.ac.uk/hunterian. E se a sua viagem for entre março e novembro, conheça a Pollock House no centro do Pollok Country Park (a dez minutos do centro da cidade), que contém obras de Rodin, Degas e Cezanne como parte da coleção Burrell. www.nts.org.uk/property/pollok-house.

48 HORAS EM EDIMBURGO


Hospedagem

A capital da Escócia é bem servida de acomodações com preços razoáveis e, desde o início deste ano, começou a funcionar ali o Motel One Edinburgh-Princes, com diárias a partir de 69 libras (270 reais). Sua localização próxima à Princes Street proporciona fácil acesso às principais atrações da cidade. www.motel-one.com/en/hotels/edinburgh/edinburgh-princes. E para uma boa relação custo-benefício a um minuto de caminhada do castelo de Edimburgo, confira o Castle Rock Hostel. Abrigado em um edifício de 1846, esse hostel ostenta salas de estar majestosas e lareiras com o toque moderno de Internet wi-fi gratuita. http://castlerockedinburgh.com.

Alimentação

É possível encontrar refeições caseiras com ingredientes frescos, locais, sustentáveis e da estação por menos de 10 libras (39 reais)? Sim, se você for ao Bia Bistrot da cidade, que oferece por esse preço um menu composto de dois pratos, que muda diariamente. Administrado por um casal, o local tem clima de bairro e oferece opções vegetarianas e sem glúten. www.biabistrot.co.uk. Também com foco em ingredientes locais e britânicos, há o gastropub The Dogs no centro da cidade. Gerido pelo proprietário David Ramsden, o local serve banquetes de haggis (miúdos de carneiro) e carne moída de linguiça de Cumberland com molho à base de uísque e hambúrguer de carne de vaca com morcilha por menos de 7 libras (28 reais) no horário de almoço. www.thedogsonline.co.uk.

Compras

Produtos frescos de dar água na boca, provenientes de fazendas locais, são vendidos sob o majestoso pano de fundo do castelo de Edimburgo todos os sábados – abasteça-se de geleias de frutas, chocolates e cervejas orgânicas. Edimburgo também abriga uma série de lojas vintage e independentes. Confira os itens de joalheria, papelaria e acessórios à venda por menos de 10 libras (39 reais) na Hannah Zakari, no centro histórico de Edimburgo. www.hannahzakari.co.uk. E, se estiver disposto a sair um pouco da cidade, visite o outlet McArthurGlen de Livingston, a meia hora de carro, para ver e escolher entre 70 marcas, inclusive grifes britânicas como Marks & Spencer, Ted Baker e Austin Reed, tudo a preços reduzidos. www.mcarthurglen.com.

Atrações

Se você for viajar para Edimburgo a fim de acompanhar os festivais de agosto, não perca o Free Fringe. O festival oferece centenas de eventos gratuitos e uma oportunidade fantástica de assistir a apresentações inovadoras, desde música e comédia a recitais de poesia. http://freefringe.org.uk. Durante o ano todo é possível admirar vistas espetaculares desta cidade histórica e da paisagem montanhosa ao redor escalando o Arthur’s Seat, no meio do Holyrood Park. Na volta da escalada, descubra mais sobre a história natural e as culturas da antiguidade da Escócia no National Museum of Scotland, que recentemente passou por uma restauração de milhões de libras. www.nms.ac.uk/our_museums/national_museum.aspx.

A cidade também ostenta uma sólida tradição criativa (foi eleita pela UNESCO a Cidade da Literatura em 2012) e os visitantes podem se aprofundar sobre a vida das lendas literárias da Escócia, como Robert Burns, Sir Walter Scott e Robert Louis Stevenson no Scottish Writers’ Museum. www.edinburghmuseums.org.uk/Venues/The-Writers--Museum.